• Like
Helmintíases
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Helmintíases

  • 7,295 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
7,295
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
95
Comments
1
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Helmintías es
  • 2. Barriga d’água ou esquistossomose• Agente causador – Schistosoma mansoni• Ciclo cutâneo-fecal (heteróxeno) - Homem (HD) - Caramujo Biomphalaria (HI)
  • 3. Sintomas• Problemas no fígado, baço e intestino;• Diarréias, dores abdominais e emagrecimento;• Hepatoesplenomegalia ;• Ascite;• Dermatites cercarianas e coceiras.
  • 4. Ciclo
  • 5. Profilaxia• Tratamento de doentes;• Melhoria das condições sócio-econômicas;• Utilização de redes de esgoto ou fossas sanitárias;• Educação sanitária (higiene);• Combate ao caramujo (moluscocidas ou controle biológico);• Evitar contato com lagoas contaminadas.
  • 6. Teníase (solitária)• Agente causador – Taenia solium e Taenia saginata (adulto)• Ciclo oral-fecal (heteróxeno) - Homem (HD) - Porco ou boi (HI)
  • 7. Sintomas• Dor abdominal, dor de cabeça;• Diarréia, flatulência, aumento ou perda do apetite;• Fraqueza e palidez.
  • 8. Ciclo
  • 9. Profilaxia• Tratamento de doentes;• Higiene;• Saneamento básico;• Inspeção de carnes em abatedouros;• Consumo de carnes suínas ou bovinas e seus derivados bem cozidos.
  • 10. Cisticercose• Causador – cisticerco ( larva da tênia do porco).• Ciclo oral-fecal – Homem atua como hospedeiro intermediário.• Contaminação – ingestão de ovos de Taenia solium.• O cisticerco pode alojar-se nos olhos, músculos, pele ou cérebro, podendo ser fatal.• Profilaxia – higiene e saneamento básico.
  • 11. Ascaridíase• Causador – Ascaris lumbricoides ( lombriga)• Ciclo monóxeno – Homem (HD)• “oral-fecal”• Considerada a parasitose mais prevalente no mundo
  • 12. NematelmintosAscaridíase
  • 13. Ascaridíase
  • 14. Sintomas• Ação espoliadora, subnutrição;• Urticária, convulsões, reações alérgicas;• Obstrução intestinal;• Desconforto abdominal;• Infecção pulmonar, tosse e febre.
  • 15. Profilaxia• Educação sanitária.• Construção de fossas sépticas.• Tratamento de doentes.• Higiene.• Lavar bem frutas e verduras.• Filtrar ou ferver a água.
  • 16. Amarelão, ancilostomose ou necatoriose• Causador – Ancylostoma duodenale Necator americanus• Ciclo monóxeno – Homem (HD) “cutâneo-fecal”
  • 17. Sintomas• Anemia devido à espoliação sanguínea.• Dermatites.• Dor abdominal.
  • 18. Profilaxia “faça como o Jeca-Tatu”• Utilização de calçados.• Tratamento do esgoto.• Higiene.• Tratamento dos doentes.
  • 19. » Larva migra ou bicho geográfico : é uma doença causada pelo Ancylostoma caninum e Ancylostoma brasiliense, parasita encontrado em cães e gatos.» Em ambientes quentes e úmidos, os ovos do parasita, que podem ser encontrados nas fezes de cães e gatos, liberam as larvas, que penetram na pele de seres humanos, onde migram, provocando lesões semelhantes a linhas de um mapa. Depois de algumas semanas as larvas morrem.» A prevenção é o tratamento dos cães e gatos. A incineração das fezes infectadas, a proibição de animais nas praias e limpeza periódica de parques.
  • 20. Dermatite pruriginosa Agente etiológico: Ancylostoma brasiliensis - Região subcutânea - Penetração ativa da larva
  • 21. Enterobiose ou oxiurose• Causador – Enterobius vermicularis ( oxiúro)• Ciclo monóxeno – Homem (HD) “oral-fecal”• Comum em crianças com menos de 5 anos - auto-infestação
  • 22. Sintomas• Prurido anal, perturbação do sono e congestão anal. Profilaxia• Higiene e saneamento básico.
  • 23. Elefantíase ou Filariose• Causador – Wuchereria bancrofti• Transmissor – mosquito Culex• Ciclo heteróxeno – Homem(HD), Culex(HI)• 120 milhões de infectados
  • 24. Sintomas• Hipertrofia de membros superiores, membros inferiores, mamas e testículos.
  • 25. Filariose
  • 26. Profilaxia• Tratamento de doentes.• Combate ao mosquito – uso de telas de proteção, inseticidas ou controle biológico.