Gêneros textuais

40,176 views
39,956 views

Published on

Published in: Education
6 Comments
18 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
40,176
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
193
Actions
Shares
0
Downloads
2,331
Comments
6
Likes
18
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gêneros textuais

  1. 1. TIPOLOGIA TEXTUAL X GÊNEROS TEXTUAIS
  2. 2. Antes de tratarmos da tipologia e do gênero textual , vamos trabalhar o texto.
  3. 3. <ul><li>AFINAL , O QUE É UM TEXTO? </li></ul>
  4. 4. <ul><li>CARTAS........ PROPAGANDAS..... </li></ul>
  5. 5. <ul><li>GRÁFICOS..... </li></ul>
  6. 6. <ul><li>BIOGRAFIA..... </li></ul><ul><li>Marcus Vinícius da Cruz de Mello Moraes nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 19 de outubro de 1913. Poeta do amor e da comunhão, participou de toda a renovação da música brasileira em parceria com os grandes compositores do país. A vida, considerada por ele a &quot;arte do encontro&quot;, tinha o sentimento de mistura e comunhão. </li></ul><ul><li>Vinícius de Moraes passou a vida rompendo convenções sociais. Passou da poesia culta para a popular, misturando ritmos brancos com negros, samba com candomblé e o comportamento aristocrático com o boêmio. Derrubou convenções também na área literária, usando o soneto após a revolução modernista de 1922, que cassava a composição dos 14 versos.(...) </li></ul>
  7. 7. <ul><li>RECEITAS..... </li></ul><ul><li>Mousse de maracujá </li></ul><ul><li>Ingredientes </li></ul><ul><li>2 caixas de gelatina de maracujá </li></ul><ul><li>2 xícaras de água quente </li></ul><ul><li>1/2 xícara de suco de maracujá </li></ul><ul><li>2 xícaras de leite de vaca </li></ul><ul><li>1 lata de leite condensado </li></ul><ul><li>1 lata de creme de leite sem soro </li></ul><ul><li>Modo de preparar </li></ul><ul><li>Prepare a gelatina com a água quente </li></ul><ul><li>Após, bata todos os ingredientes no liquidificador e coloque numa travessa para gelar </li></ul>
  8. 8. <ul><li>OUTDOOR... PLACAS </li></ul><ul><li>DE TRÂNSITO... </li></ul>
  9. 9. <ul><li>TIPOLOGIA TEXTUAL </li></ul><ul><li>É usada para designar uma espécie de sequência teoricamente definida pela natureza linguística de sua composição ( aspectos lexicais, sintáticos, tempos verbais, relações lógicas). </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Tipos Textuais </li></ul><ul><li>Narração </li></ul><ul><li>Descrição </li></ul><ul><li>Dissertação </li></ul><ul><li>Injunção </li></ul><ul><li>Predição </li></ul>
  11. 11. NARRAÇÃO <ul><li>Baseia-se em fatos, personagens, tempo espaço. </li></ul><ul><li>Há uma relação de anterioridade e posterioridade entre os fatos narrados e, frequentemente, esses fatos mantêm entre si uma relação de causa e efeito. Por isso, muitas vezes, a ordem em que se enuncia os fatos é relevante importância na sequência narrativa. </li></ul>
  12. 12. DESCRIÇÃO <ul><li>Enumera aspectos físicos ou psicológicos, em simultaneidade. Nenhum dos fatos, ou informações, é necessariamente anterior a outro. Por isso, a inversão na ordem dos enunciados não altera a imagem descrita </li></ul>
  13. 13. DISSERTAÇÃO <ul><li>Organiza-se sempre em torno de uma ideia central, para qual ideias secundárias servem de apoio. </li></ul><ul><li>Caracteriza-se por analisar e interpretar fatos ou dados de uma realidade, usando para isso conceitos abstratos. </li></ul><ul><li>A classificação de um texto dissertativo encobre características textuais de duas naturezas: </li></ul><ul><li>Expositivo; </li></ul><ul><li>Argumentativo </li></ul>
  14. 14. INJUNÇÃO <ul><li>É utilizado no emprego de um chamamento ou uma instrução, oral ou escrita. </li></ul><ul><li>Pode vir frequentemente no modo imperativo ou em forma interrogativa. </li></ul>
  15. 15. PREDIÇÃO <ul><li>Caracteriza-se por predizer alguma coisa, ou levar o interlocutor a crer em alguma coisa, que ainda está por ocorrer. </li></ul><ul><li>Neste caso, nem a cronologia das informações nem a ordenação dos enunciados, é muito relevante. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Gêneros textuais </li></ul><ul><li>São realizações linguísticas concretas definidas por propriedades sociocomunicativas; é a situação de produção de um texto que determina em que gênero ele é realizado. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Por isso, gêneros não se definem por aspectos formais ou estruturais da língua: estão ligados à natureza interativa do texto, ou seja, à sua funcionalidade, ao seu uso. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Toda nossa comunicação se dá por textos. </li></ul><ul><li>E todo texto, por sua vez, se realiza em um </li></ul><ul><li>gênero. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>É pelo desenvolvimento da competência sociocomunicativa que aprendemos a organizar os diferentes gêneros textuais. </li></ul>
  20. 20. <ul><ul><li>Apresentam características sócio-comunicativas definidas por seu estilo, função, composição, conteúdo e canal. </li></ul></ul>
  21. 21. <ul><li>Gêneros Textuais </li></ul><ul><li>Carta pessoal, comercial, bilhete </li></ul><ul><li>Diário pessoal, agenda, anotações </li></ul><ul><li>Romance </li></ul><ul><li>Resenha </li></ul><ul><li>Lista de compras </li></ul><ul><li>Piada </li></ul><ul><li>Cardápio </li></ul><ul><li>Horóscopo </li></ul><ul><li>Instruções de uso </li></ul><ul><li>Telefonema etc. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Aula expositiva, virtual </li></ul><ul><li>Debate </li></ul><ul><li>Entrevista </li></ul><ul><li>E-mail </li></ul><ul><li>Chat </li></ul><ul><li>Blog </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Alguns são bem tecnológicos... </li></ul><ul><li>outros nem tanto! </li></ul>

×