• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Pesquisa Bibliografica
 

Pesquisa Bibliografica

on

  • 141,284 views

 

Statistics

Views

Total Views
141,284
Views on SlideShare
139,997
Embed Views
1,287

Actions

Likes
9
Downloads
1,111
Comments
6

12 Embeds 1,287

http://leticiastrehl.blogspot.com.br 622
http://leticiastrehl.blogspot.com 354
http://www.slideshare.net 286
http://leticiastrehl.blogspot.pt 14
http://webcache.googleusercontent.com 2
http://cms.ua.pt 2
http://leticiastrehl.blogspot.jp 2
http://www.leticiastrehl.blogspot.co.uk 1
http://www.leticiastrehl.blogspot.com 1
http://leticiastrehl.blogspot.co.uk 1
https://twimg0-a.akamaihd.net 1
http://leticiastrehl.blogspot.mx 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

16 of 6 previous next Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Me ajudou muito...
    Obrigada!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Considero nobre todo aquele que divide seu conhecimento. Neste momento seu trabalho foi me muita valia para a organização e sistematização do meu projeto de pesquisa.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • muito bom
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • tirou muitas dúvidas sobre pesquisa bibliográfica
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Muito bom material.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Pesquisa Bibliografica Pesquisa Bibliografica Presentation Transcript

    • A pesquisa bibliográfica como procedimento de investigação Letícia Strehl Bibliotecária – Bib. Central UFRGS Doutoranda – PPGCOM UFRGS Em dia com a pesquisa – PPGCOM – 24/10/2008
    • Tópicos
      • Uma definição para pesquisa bibliográfica
      • A pesquisa bibliográfica e as fases e instâncias da investigação científica
      • Recursos para realização de uma boa pesquisa bibliográfica
      • Quais são as fontes de um trabalho científico?
      • Recuperação da informação
        • Bases de dados
        • Formas de representação da informação
        • Dicas de pesquisa
    • Levantamento de dados e a diversidade das fontes
      • Toda pesquisa implica o levantamento de dados de variadas fontes, quaisquer que sejam os métodos ou técnicas empregadas. Os dois processos pelos quais se podem obter os dados são:
        • documentação direta : levantamento de dados no próprio lugar onde os fenômenos ocorrem realizado por intermédio de pesquisas de campo e de laboratório;
        • documentação indireta : utilização de dados coletados por outras pessoas obtidos por intermédio de pesquisa documental (fontes primárias) e pesquisa bibliográfica (fontes secundárias).
      MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E.M. Metodologia do trabalho científico. 5.ed. rev. .ampl. São Paulo: Atlas, 2001. p. 43
    • Quais são as fontes de um trabalho científico?
      • “Uma tese estuda um objeto por meio de determinados instrumentos . Muitas vezes o objeto é um livro e os instrumentos, outros livros. É o caso de, suponhamos, uma tese sobre o pensamento econômico de Adam Smith, cujo objeto é constituído por livros de Adam Smith, enquanto os instrumentos são outros livros sobre Adam Smith.”
      Fontes primárias Fontes secundárias Eco, Umberto. Como se faz uma tese.  21.ed. São Paulo: Perspectiva, 2008. p. 35
    • O que é a pesquisa bibliográfica?
      • A pesquisa bibliográfica ou de fontes secundárias “trata-se do levantamento de toda a bibliografia já publicada em forma de livros, revistas, publicações avulsas em imprensa escrita[, documentos eletrônicos] . Sua finalidade é colocar o pesquisador em contato direto com tudo aquilo que foi escrito sobre determinado assunto, com o objetivo de permitir ao cientista o reforço paralelo na análise de suas pesquisas ou manipulação de suas informações.”
      MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E.M. Metodologia do trabalho científico. 5.ed. rev. ampl. São Paulo: Atlas, 2001. p. 43-44
    • A habilidade do pesquisador para realização da pesquisa bibliográfica
      • “Organizar uma bibliografia significa buscar aquilo cuja existência ainda se ignora. O bom pesquisador é aquele que é capaz de entrar numa biblioteca [e/ou consultar uma base de dados] sem ter a mínima idéia sobre um tema e sair dali sabendo um pouco mais sobre ele.”
      Eco, Umberto. Como se faz uma tese.  21.ed. São Paulo: Perspectiva, 2008. p. 42
    • Os resultados obtidos por intermédio da pesquisa bibliográfica auxiliarão no desenvolvimento de todas as fases e instâncias da investigação empreendida
    • A pesquisa bibliográfica e as fases e instâncias da investigação LOPES, Maria Immacolata V. de. Pesquisa em comunicação : formulação de um modelo metodológico. 4.ed. São Paulo: Loyola, 1999. p.134
    • Pirâmide de produção do conhecimento QUIVY, Raymond; VAN CAMPENHOUDT, Luc. Manual de investigacao em ciencias sociais. 3. ed. Lisboa: Gradiva, c1995. Adaptação de Cinara Rosenfield
    • Pirâmide de produção do conhecimento e a pesquisa bibliográfica: percepção pessoal Dados produzidos em campo, laboratório e documentos Livros Livros e artigos com relatos de pesq. Pesquisa bibliogr. (cada qual com sua fonte)
    • Dicas para a fase anterior à pesquisa bibliográfica
      • Creswell sugere
        • a redação de um título resumido para o estudo. Tente completar a frase: “meu estudo é sobre...”
        • a formulação de questões: “que perguntas devem ser respondidas no estudo proposto?”
      • Além do título, Eco sugere a redação da introdução e do sumário:
        • Essas partes serão reestruturadas inúmeras vezes no decorrer do trabalho. “Mas a reestruturação será mais bem feita se contar com um ponto de partida.”
      CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa : métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2.ed. Port Alegre: Artmed, 2007. p. 43-44. Eco, Umberto. Como se faz uma tese .  21.ed. São Paulo: Perspectiva, 2008. p. 81
    • As etapas da pesquisa bibliográfica
      • Identificação
        • Do aspecto a ser pesquisado
        • Do tipo de documento que se deseja conhecer
        • Das bases de dados e bibliotecas que podem indexar estes materiais
      • Realização da busca
        • Formulação da estratégia de busca para cada fonte selecionada
        • Análise dos resultados de busca
        • Identificação das referências pertinentes
      • Localização e acesso ao documento
      • Fichamento
    • 1 Identificação
    • 1.1 Identificação do aspecto a ser pesquisado
    • 1.1 Identificação do aspecto a ser pesquisado
      • Abordagem teórica ou empírica do objeto de estudo;
      • Método de pesquisa
      • Técnica de pesquisa
    • 1.2 Identificação do tipo de documento que se deseja conhecer
    • 1.2 Identificação do tipo de documento que se deseja conhecer
      • Livros
      • Artigos de periódicos
      • Trabalhos apresentados em eventos
      • Teses e dissertações
      • Sítios na Internet e blogs
      • Etc
    • 1.3 Onde pesquisar esses documentos?
    • 1.3 Onde pesquisar esses documentos? -- Todos os tipos --
      • Catálogos e repositórios digitais das universidades
        • UFRGS, PUCRS, USP, Harvard, etc.
      • Google e Google acadêmico
      • Sítios das próprias editoras
    • 1.3 Onde pesquisar esses documentos? -- Livros--
      • Catálogos das bibliotecas nacionais
        • Brasileira, do Congresso do EUA, francesa, britânica, etc.
      • Google livros
      • Sítios das livrarias
    • 1.3 Onde pesquisar esses documentos? -- Artigos de periódicos--
        • Web of Science
        • Scopus
        • SciELO
        • PortCom
        • Outras bases de dados especializadas gratuitas ou disponibilizadas no Portal de Periódicos da CAPES
    • 1.3 Onde pesquisar esses documentos? -- Teses e dissertações--
        • Bibliotecas e repositórios digitais das universidades
        • Biblioteca de Teses e Dissertações do IBICT (congrega as informações de quase todas as universidades brasileiras que possuem seu próprio repositório)
    • 1.3 Onde pesquisar esses documentos? -- Sítios na Internet e Blogs--
        • Favoritos socializados
          • Delicious , Connotea e CiteULike
        • Diretórios especializados
    • 2 Realização da busca
    • 2.1 Formulação da estratégia de busca para cada fonte selecionada
    • 2.1 Formulação da estratégia de busca para cada fonte selecionada
      • [Mesmo com as vantagens das bases de dados], “você ainda precisará desenvolver uma estratégia e adquir habilidade de busca para que, na medida do possível, consiga identificar apenas aqueles itens que estão diretamente relacionados ao assunto que lhe interessa, eliminando os milhares que não estão”
      BELL, J. Projeto de pesquisa : guia para pesquisadores iniciantes em educação, saúde e ciências sociais. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 71
    • 2.1 Desafios para formulação de boas estratégias de busca (1)
      • Identificar palavras-chave representativas da forma como o assunto é tratado na literatura
        • Geralmente, o orientador pode fornecer dicas importantes neste sentido, seja enumerando possíveis palavras-chave, seja indicando um conjunto de trabalhos significativos sobre o tema
    • 2.1 Desafios para formulação de boas estratégias de busca (2)
      • Conhecer as especificadades de cada base de dados
        • Os documentos cobertos
        • As regras específicas para construção de expressões de busca
          • Símbolos usados para o operadores booleanos (“AND, E, +” “OR, OU, =“ etc)
          • Regras de truncagem (* # ! etc) para substituição de caractéres e coisas do gênero. Ex.: WOM#N
        • A forma como são indexados os assuntos
    • 2.1 Sobre a forma como são indexados os registros
      • O sistema utiliza um vocabulário controlado para indexar os assuntos na base de dados ou adota a terminologia utilizada pelos próprios autores?
      Linguagem natural Vocabulário controlado
      • Coisas que você precisa pensar quando faz uma pesquisa em uma base de dados e não recupera qualquer registro?
        • Pesquisei em uma base que não indexa os documentos da área...
        • Utilizei termos que não são representativos do assunto que procuro...
        • Utilizei termos conceitualmente representativos, mas seus sinônimos é que são adotados pela base de dados...
        • Bom, somente depois de esgotadas todas estas possibilidades, pode-se COGITAR que ninguém tenha escrito algo sobre o tema – Neste caso: Fale com seu orientador!!!!!
    • Para além da busca por palavras-chave (1): a recuperação de documentos por citações
      • Premissa: documentos tematicamente afins citam referências semelhantes
      • Tenho um documento muito importante para o desenvolvimento de meu tema:
        • Que trabalhos foram nele citados?
        • Quem citou este trabalho?
          • Bases de dados como a Web of Science, Scopus e Google Acadêmico respondem estas questões
    • Para além da busca por palavras-chave (2): a recuperação de documentos por usuários com interesses comuns
      • Premissa: pessoas com interesses comuns apresentam comportamentos semelhantes de busca e uso da informação
        • Tenho um documento como favorito, quem mais o tem?
        • Uso este marcador (antigas palavras-chave) para organizar meu “acervo” quem mais o usa?
          • Ferramentar de socialização de favoritos como Delicious , Connotea, CiteULike etc. respondem estas questões
    • Para além da busca por palavras-chave (3) e, neste caso, para além do computador
      • Premissa: documentos tematicamente afins estão proximamente localizados nas estantes das bibliotecas
        • “Dirija-se às estantes, examine os títulos dos livros na área que você está pesquisando e em torno dela. (...) Examine os índices. Os títulos dos livros as vezes podem ser enganosos, mas os sumários darão um boa idéia do que realmente tratam os livros e da linguagem utilizada.”
      BELL, J. Projeto de pesquisa : guia para pesquisadores iniciantes em educação, saúde e ciências sociais. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 71-72
      • Sempre desconfie dos resultados de suas buscas, refaça-as inúmeras vezes com estratégias alternativas. As bases de dados não são tão espertas como imaginamos
        • Distinção entre singular e plural
        • Confusão entre homônimos
    • Recursos para manter os resultados de sua pesquisa bibliográfica atualizada
      • Algumas bases de dados disponibilizam alertas:
        • Novos documentos que satisfazem aos parâmetros de uma dada expressão de busca (WoS e Scopus, por exemplo)
        • Documentos recém publicados que também citam um trabalho por nós considerado importante
      • Algumas editoras disponibilizam alertas com os sumários dos fascículos recém publicados
    • Localização e acesso ao documento
    • Documentos disponíveis eletronicamente
      • Documentos Gratuitos
        • Muitos documentos importantes são publicados seguindo a filosofia do livre acesso
        • Alguns autores e instituições disponibilizam a versão integral de seus textos, mesmo nos casos de publicações editadas comercialmente
      • Documentos editados comercialmente
        • Portal CAPES
          • Periódicos texto integral
          • Bases de dados de texto integral
        • Periódicos e livros assinados pela BC-UFRGS
        • E-mail para o autor
    • Documentos impressos
      • Acervos das bibliotecas geograficamente acessíveis
      • E também geograficamente inacessíves
        • Empréstimo entre bibliotecas
        • COMUT
    • CUIDADO!!!!!!
      • Muitos documentos imprescindíveis para uma pesquisa não estão disponíveis eletronicamente, não limite-se apenas a ler aquilo que está mais facilmente acessível. Dependendo da área, você deixará de conhecer uma literatura importante.
      • Evite o máximo citação de citação “não só por honestidade, mas também por prudência.”
      Eco, Umberto. Como se faz uma tese.  21.ed. São Paulo: Perspectiva, 2008. p. 74
    • 3 Fichamento
    • Dicas de fichamento
      • “ Assim que começamos as leituras devemos começar a registrar”
      • “ Conforme o andamento da leitura, anote as questões que lhe pareçam importantes e destaque-as. Esteja alerta para os temas recorrentes, categorias e palavras-chave, que se tornarão cada vez mais importantes na busca pela estrutura ou esqueleto da própria pesquisa.”
      • “ Sempre deixe bem claro, em suas anotações, qual é a citação e qual é sua paráfrase (...)” – [Asssim você evitará incorrer em plágio]
      • “ quando você tiver estabelecido uma rotina, o registro das informações torna-se (ou deve tornar-se) automático.”
      BELL, J. Projeto de pesquisa : guia para pesquisadores iniciantes em educação, saúde e ciências sociais. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 58 e 67
    • Programas de computador para auxiliar no fichamento
      • EndNote, ProCite e Reference Manager estão entre os mais conhecidos programas de computador que facilitam a coleta, o armazenamento e a recuperação das referências e fichas compiladas para realização de um projeto
      • Temos acesso na UFRGS ao EndNote Web por intermédio do Portal da CAPES
    • Como acessar de casa os recursos que tenho na UFRGS? http://www.biblioteca.ufrgs.br/capes.htm
    • Obrigada! [email_address]