Your SlideShare is downloading. ×
0
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica

5,786

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
5,786
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
141
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Considerações conceituais e metodológicas sobre os indicadores de impacto e produtividade das publicações para a avaliação da atividade científica<br />Letícia Strehl<br />Bibliotecária - Biblioteca Central-UFRGS<br />Doutoranda – PPG Comunicação e Informação-UFRGS<br />Núcleo Orientado para a Inovação na Edificação (NORIE) – UFRGS - 18/12/2009<br />
  • 2. Dilemas da avaliação da produção científica<br />Critérios para analisar<br />O que é produzido?<br />Quanto é produzido?<br />Com que qualidade é produzido?<br />
  • 3. Critérios de avaliação da produção científica (1):O que é produzido?<br />Abordagem de problemas de caráter predominantemente nacional<br />(Produção Endógena)<br />X<br />Tratamento de temáticas comuns aos interesses dos países desenvolvidos – mainstream<br />(Produção Exógena)<br />Fonte: FORATTINI, O.P. A tríade da publicação científica. Revista de Saúde Pública,  São Paulo,  v. 30,  n. 1,  1996.<br />
  • 4. Critérios de avaliação da produção científica (2)<br />“Em termos de comunicação científica, as duas principais características do pesquisador são a quantidade de informações que comunica e a sua qualidade.“<br />&quot;Como se pode estudar isto?&quot;<br />Como?<br />Quanto?<br />Fonte: MEADOWS, A.J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos, 1999. p. 85<br />
  • 5. Critérios de avaliação da produção científica (3):Quanto é produzido?<br />Esta é fácil:<br />Determina-se quantas publicações foram escritas por um cientista em um dado momento! <br /> Fácil... será?<br />A questão deixa de ser trivial quando as diferenças entre as áreas do conhecimento são examinadas. <br />
  • 6. Fonte: Censo 2004 do diretório dos grupos de pesquisa do CNPq. Disponível em:<br />http://dgp.cnpq.br/censos/estratificacao/2004/index_estratificacao_2004.htm<br />
  • 7. Critérios de avaliação da produção científica (4):Com que qualidade é produzido?<br />Avaliação por pares<br />Ex.: consultoria ad hoc, Sistema Qualis<br />Indicadores de impacto<br />(considerando, neste caso, citação=visibilidade = qualidade?!)<br />Ex.: Fator de impacto (Thomson Reuters) e Índice H<br />
  • 8. Premissa dos indicadores de impacto<br />Trabalhos importantes são freqüentemente citados na literatura científica<br />
  • 9. Requisitos para o cálculo dos índices de impacto<br />Existência de bases de dados que indexem:<br /> uma quantidade representativa de documentos;<br />as referências citadas nas publicações.<br />Atualmente, as principais bases de dados para o cumprimento desta finalidade são a Web of Science, a Scopus e o Google Acadêmico<br />
  • 10. Todavia...<br />Tradicionalmente, as bases de dados capazes de fornecer informações sobre o impacto dos trabalhos centram-se basicamente no conhecimento veiculado em periódicos internacionais!<br />
  • 11. Mesmo crescente, o número de periódicos nacionais nas bases é irrisório<br />
  • 12. Implicações da limitação do escopo dessas bases<br />A valorização da competitividade, o impacto e a visibilidade internacionais<br />-Produção Exógena-<br />
  • 13. Todas as áreas são norteadas por estes valores?<br />
  • 14. Partindo dos indicadores desenvolvidos para os trabalhos publicados em periódicos internacionais<br />
  • 15. O fator de impacto (FI)<br />Há décadas o principal indicador de visibilidade das publicações<br />Indicador criado em 1963 por Eugene Garfield e Irving Sher<br />Publicado anualmente no Journal Citation Reports (JCR)<br />
  • 16. O FI como critério de avaliação da produção científica<br />Trabalhos publicados em periódicos com alto FI são considerados melhores do que os publicados em periódicos com FI menores.<br />
  • 17. Como o FI é calculado?<br />
  • 18. Motivos do sucesso do FI como critério de avaliação da produção científica<br />Dificuldades relacionadas com o levantamento de dados de citações a trabalhos individuais<br /> Facilidade de compreensão<br /> “Robustez” (pequena variação de um ano para outro)<br /> Rápida disponibilidade<br />Fonte: GLÄNZEL, W.; MOED, H. F. Journal impact measures in bibliometric research. Scientometrics, <br />v. 53, n.2, p.171-193, 2002.<br />
  • 19. Todavia...<br />a comparação de fatores de impacto de periódicos de áreas de diferentes ou, até mesmo, de sub-áreas diversas de uma mesma área é impraticável<br />
  • 20. Comparação de valores absolutos de FI de periódicos de diferentes áreas<br />
  • 21. Pelo menos dois fatores contribuem para as diferenças de FI<br />Oncologia<br />Densidade dos artigos<br />Idade das citações<br />Matemática<br />Densidade dos artigos<br />Idade das citações<br />
  • 22. Densidade e idade das citações da área de Construção<br />Densidade dos artigos<br />Idade das citações<br />
  • 23. Como o FI é calculado?<br />5 anos<br />2 anos<br />
  • 24. Variação dos valores médios de FI por área do conhecimento<br />AMIN, M.; MABE, M. Impact factors: use and abuse. Perspectives in Publising, n. 1, p. 3, Oct. 2000.<br />
  • 25.
  • 26. Corruptela do FI do periódico:o FI do autor<br />Divide-se o número de citações recebidas por um dado autor pelo número de artigos que ele publicou<br />Sabidamente é um índice que não funciona, o tamanho da amostragem dos dados não é suficiente para eliminar possíveis distorções<br />
  • 27. Surgimento do Índice H<br />Indicador de produtividade e impacto de um cientista<br />
  • 28. O que é o índice H<br />Definição: h é o número de artigos publicados por um pesquisador que obtenham um total de citações igual ou superior a h<br />Fonte: HIRSCH, J.E. An index to quantify an individual&apos;s scientific research output. Proceedings of the National<br />Academy of Sciences of the United States of America, v. 102, n.46, p. 16569-16572, Nov. 2005. <br />
  • 29. Exemplo de índice H: Stephen Hawking<br />Stephen Hawking, autor de &quot;Uma Breve História do Tempo&quot;: seu h é 62, ou seja, ele já publicou 62 trabalhos que receberam pelo menos 62 citações.<br />
  • 30. O sentido do Índice H<br />Legenda:<br /> I= Impacto<br /> H = Índice H<br /> Alto<br /> Baixo<br />
  • 31. Dificuldades do Índice H para comparação de desempenho dos cientistas<br />Padrões de citação distintos verificados nas diversas áreas<br />Artigos escritos em co-autoria<br />Influência do tempo de atividade do pesquisador<br />
  • 32. Usando a Web of Science, a Scopus e o Google Acadêmico para calcular o Índice H<br />
  • 33. O índice H calculado com a Web of Science<br />
  • 34. Para visualizar como é obtido o índice H<br />Os artigos de um autor são ordenados de modo decrescente por número de citações, quando o número de artigos coincidir com o número de citações obtem-se o índice H <br />
  • 35. Researcher ID: para facilitar o acesso às informações sobre um pesquisador (1)<br />
  • 36. Researcher ID: para facilitar o acesso às informações sobre um pesquisador (2)<br />
  • 37. O índice H da Scopus (1)<br />
  • 38. O índice H da Scopus (2)<br />
  • 39. O Google Acadêmico (GA) com uma alternativa?<br />O que é:<br />Versão especializada do Google para documentos científicos<br />Lançado em nov. 2004<br />Como funciona:<br />Robôs recompilam as informações disponíveis nos domínios institucionais, com permissão dos produtores, na filosofia dos Arquivos Abertos<br />Não utiliza os metadados dos editores das publicações<br />Não possui ferramenta própria para sistematização de informações das citações para cálculo dos indicadores<br />Torres-Salinas, D., R. Ruiz-Perez, et al. Google Scholar as a tool for research assessment. Profesional De La Informacion, v.18, n.5, Sep-Oct, p.501-510. 2009.<br />
  • 40. “Publish or Perish”: umaferramentabibliométricapara o GA<br />
  • 41. Indicadores calculados pelo “Publish or Perish”<br />Formas de busca<br />Índices principais<br />Autores<br />Periódicos<br />Palavras-chave<br />Número total:<br />trabalhos<br />Citações<br />Númeromédio de:<br />citaçõesporartigo<br />citaçõesporautor<br />citaçõesporano<br />trabalhosporautor<br />Índice H e indicadoresrelacionados<br />
  • 42. Problemas!<br />Cobertura extensa, mas indenfinida<br />Forma de coleta dos metadados acarreta muitas inconsistências nos dados<br />Jacsó, P. Google Scholar&apos;s Ghost Authors. Library Journal. 2009.<br />
  • 43. Tipos de inconsistências na forma do GA de coletar os metadados<br />Jacsó, P. Google Scholar&apos;s Ghost Authors. Library Journal. 2009.<br />
  • 44. Duplicação de artigos<br />1 em 4<br />
  • 45. Duplicação de citações<br />7 em 3<br />
  • 46. Autores?<br />Autor fantasma: P Login ou seja PleaseLogin (2.340 artigos)<br />Autores perdidos<br />
  • 47. TODAS as bases possuem inconsistências!TODO o levantamento biliométrico exige limpeza de dados!<br />
  • 48. Todavia, para PeterJácso as inconsistências do GA são tantas que inviabilizam por completo o uso dos dados para cálculo de índices bibliométricosMas, para a recuperação, o GA é uma excelente ferramenta<br />Jacsó, P. Google Scholar&apos;s Ghost Authors. Library Journal. 2009.<br />
  • 49. Novos indicadores para periódicos e países do Portal Scimago (dados da Scopus)<br />http://www.scimagojr.com/<br />
  • 50.
  • 51. O desafio em termos de indicadores<br />A avaliação capaz de considerar as diferenças existentes entre as várias (sub-)áreas<br />Desenvolvimento de indicadores que valorizem os periódicos de qualidade que tratam de problemas regionais<br />
  • 52. Muito obrigada!<br />Mais informações estão disponíveis em:<br />http://leticiastrehl.blogspot.com/<br />leticia.strehl@ufrgs.com<br />

×