• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Wire Removal Tutorial
 

Wire Removal Tutorial

on

  • 898 views

In this class I teach my students how to remove a wire from video footage using motion tracking and rotoscoping.

In this class I teach my students how to remove a wire from video footage using motion tracking and rotoscoping.

Statistics

Views

Total Views
898
Views on SlideShare
898
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Wire Removal Tutorial Wire Removal Tutorial Document Transcript

    • LAB. AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIACurso de Mestrado em Ciências da Comunicação1º Ano | 2º SemestreProfessorLeonardo PereiraAno Curricular - 2012 | 2013TUTORIAL - WIRE REMOVALCOMO REMOVER UMCABO COM TRACKINGE ROTOSCOPINGUniversidade do MinhoInstituto de Ciências SociaisDepartamento de Ciências da Comunicação
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraNeste tutorial vamos remover um cabo que surge numa pequena se-quência de vídeo enquanto adereço de produção. Neste caso a extraçãodeste elemento não se resolve com uma máscara em torno de um ele-mento porque não estamos a fazer uma extração de chroma. Estamosantes a fazer a extração de adereços de produção numa cena de exte-riores onde o fundo não vai ser substituído como aconteceria no caso deuma extração de um chroma.Por isso vamos ter de utilizar a combinação de dois ou três recursos:>> Tracking;>> Rotoscoping (muita animação de máscaras).Há que ter em atenção que este método apenas resulta com casos emque não há movimento circular de câmera sobre o seu próprio eixo. Re-sulta apenas em casos em que a câmera se move nos eixos de X e de Y.Passo 01Abrir um novo projeto em AE. Depois importar, para o painel do projec-to, a footage “Spider_plateA.jpg“ (1). Mas atenção... temos de importara sequência de imagens e não apenas uma imagem. Para tal acionar aopção “jpeg sequence” (2) como na imagem seguinte:12
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 02Depois de importada a sequência de vídeo a ser tratada no AE arrasta-mos a sequência do painel de projeto para a timeline para ser automati-camente gerada uma composição onde vamos extrair o cabo da nossasequência.Agora vamos ter de fazer algum trabalho de análise visual da nossasequência de vídeo. Correndo-se a agulha da timeline para visualizar ovídeo, vemos que o cabo e o colchão estão essencialmente entre a figurae a porta. E estão sobrepostos à estrada (plano mais próximo) e a ummuro com gradeamento e árvores (em pano de fundo). Tanto na estradacomo no muro, gradeamento e árvores não há movimento de nenhumdestes elementos a não ser o movimento intrínseco à câmera.Isto significa que podemos criar um remendo estático do que está emsegundo plano e do que está na estrada, mas sem o cabo. E depois,através de um tracking, ligar o movimento desse remendo ao movimentode câmera.Por isso a primeira coisa a fazer é analisar a sequência e escolher umframe onde a porta e a figura estejam mais afastados um do outro.E porquê? Por aí será onde temos a maior porção do nosso fundoexposta e a partir da qual podemos criar o nosso remendo, cujos estre-mos terão de ser parcialmente tapados pela porta e pela figura.
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 03Correndo-se a agulha da timeline vemos que o frame que expõe mais ofundo é o frame 18. E por sorte, embora se note um bocadinho do cabo,está relativamente limpo precisando apenas de uns retoques pequenos.Passo 04Vamos para o Photoshop e abrimos o ficheiro com numeração 19 (esta-mos com o Timecode no AE em 00), e não o 18 (1). O frame 18 no AEcorresponde ao ficheiro com numeração 19 na sequência de imagens.Vamos também abrir o frame 22 que corresponde ao ficheiro com nume-ração 23 (2). Isto porque vamos buscar alguns pormenores da árvore edo gradeamento que na frame 18 estão ocultados pelo braço da figura epelo cabo (3).Vamos a isso!frame 18frame 18 - Ficheiro 19 frame 18 - Ficheiro 1912
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 04A primeira coisa a fazer é alinhar uma imagem com a outra. Para tal te-mos de copiar a imagem do ficheiro 23 para dentro do ficheiro 19 atravésde um copy paste. Gera-se uma nova layer chamada “Layer 1“.Passo 05Baixar a opacidade da “Layer 1” para 50% (1). Vemos que estão desa-linhadas. Vamos alinhar a imagem da “layer 1” com a imagem da layer“background”. Podemos usar como referência os postes e elementosverticais do gradeamento. O que tem de ficar alinhado são os elementosdo fundo na zona onde o cabo se situa (2).Passo 06Agora colocamos a opacidade da layer 1 novamente a 100% (1) e comuma selection tool (2) selecionamos as zonas que queremos aproveitardesta layer para retocar a layer de background sem o cabo (3). Depois,no painel das layers aplicamos uma máscara à layer 1 (4).E o cabo desaparece! Mas temos de prolongar o fundo mais um pouco!1imagens desalinhadas entre layers frame 18 - imagens alinhadas entre layersSeleção das zonas de interesse máscara aplicada às zonas de interesse123444
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 07O que vamos agora fazer é prolongar um pouco mais o fundo, tanto porcima da figura como por cima da porta. Isso vai garantir que temos sem-pre o nosso fundo limpo do cabo quando isolarmos noutras layer, quer afigura, quer a porta, que serão colocadas por cima do remendo.Portanto agora criamos uma nova layer por cima das duas anteriores(1) e nessa layer, com a clone stamp tool (2), ampliamos o nosso fundoum pouco por cima da figura (lado direito) e um pouco por cima da porta(lado esquerdo) (3).Passo 08E finalmente temos o nosso remendo pronto. Agora fazemos um flatten àimagem e gravamos um tif com o nome “remendo.tif“.Passemos ao After Effects!Antes de avançarmos temos de compreender o que vamos fazer. Aca-bamos o nosso remendo mas, se bem se lembram, a nossa sequênciade vídeo tem oscilações da camera em X e Y. Ou seja oscila para cimae para baixo e ainda para os lados. Por isso quando colocarmos o nossoremendo sobre a sequência de vídeo noutra layer do After Effects, vamoster de colocar essa layer a seguir todas essas oscilações da camera paraque o fundo fique preso ao movimento oscilatório da câmera. Precisamosentão de começar por fazer um tracking ao nosso vídeo.Sem a ampliação do fundo para os lados Com a ampliação do fundo para os lados2113 3
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 09A primeira coisa que vamos fazer não é fazer o Tracking em si. Vamosprimeiro criar um Objeto nulo ao qual vamos aplicar os dados do rackingque vamos fazer ao nosso vídeo. E isto porque se aplicassemos o tra-cking diretamente ao remendo nunca mais o poderíamos ajustar, casoassim fosse necessário. Portanto criemos, primeiro um objeto nulo.(1) Layer >> New >> Null ObjectE o After Effects cria-nos o objeto Nulo representado pelo quadrado ver-melho na viewport (2). E na timeline surge a layer correspondente (3).Passo 10 Finalmente vamos fazer o tracking. Com a layer do vídeo selecionada (1) vamos ao painel do tracking — Tracker (2) — e clicamos onde diz “Track motion“ (3). O After Effects abre-nos uma nova janela (4) com um tracking point sobre o vídeo (5).13212354
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 11Agora arrastamos a agulha da timeline para o fim do clip e arrastamos otracking point para o canto branco do espelho do carro (1).Na janela do tracker, como não há rotações no movimento de câmera,não é necessário acionar o parâmetro de rotação (2). Só o de Posição éque fica ativado. Mas se a câmera tivesse rotações no movimento teria-mos de acionar também este parâmetro. Apenas definimos onde diz “Edittarget”, a layer à qual vai ser aplicado o tracking que vai ser a layer doobjeto nulo (3).Passo 12Na Janela do tracker acionamos o botão de Track Backwards (1) e otracker analisa o vídeo fazendo o motion tracking (2). Por fim clicamos noApply (3) e o After Effects pergunta-nos em que eixos queremos aplicar oMotion tracking. Escolhemos X e Y (4). E o After Effects fecha a janela doTracking e aplica o Motion Tracking ao Objeto Nulo (5).Agora repare-se que quando corremos a agulha da timeline o objeto nulosegue o ponto que seguimos com o motion tracking.1231312345
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 13Agora importamos o nosso remendo — “remendo.tif”“ — para o painel doprojeto e criamos com este remendo uma nova layer por cima da layer doobjeto nulo.Passo 14Puxamos a agulha da timeline para o frame 18 (1). A frame 18 foi a framea partir da qual criamos o nosso remendo. Portanto é neste frame quevamos ligar o movimento do Motion tracking que está já presente no ob-jeto nulo, à layer do nosso remendo. Caso contrário o remendo não ficasincronizado com o movimento de oscilação da câmera do vídeo.Portanto agora fazemos um parent entre a layer do remendo e o nossoobjeto nulo. Para tal basta arrastar o ícone do parent da layer remendopara cima da layer objeto nulo (2). E a partir de agora a layer do remendoestá presa ao movimento de câmera e acompanha todas as oscilações.Mas apenas vemos a imagem estática. Por isso vamos desenhar umamáscara na nossa layer do remendo para vermos o resto a imagem.112
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 15Com a layer do remendo selecionada desenhamos, utilizando a rectangletool (1), um retângulo em torno da zona onde sabemos que o cabo está(2). E se agora corrermos a agulha da timeline vemos claramente o restoda imagem em movimento e o remendo devidamente preso ao movimen-to e oscilações da camera.Passo 16Vamos dar um ligeiro feather ao controrno da nossa máscara para ter-mos uma transição mais suave entre o conteúdo da máscara e o vídeo.Para tal abrir o parâmetro de Máscara da layer remendo. Basta clicar emM no teclado. Depois clicar em F no teclado para ser exibido na layer oparâmetro de Feather. Por fim dar um feather de 10 ou 20 píxeis (1).121
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 17Se mais uma vez corrermos a agulha da timeline vemos que só precisa-mos de ter o nosso remendo a partir da frame 10. Por isso vamos tornara layer remendo visivel a partir, apenas da frame 10 (1).Passo 18Depois vamos ter de animar a máscara porque o remendo não precisade ser visível para além da primeira perna da figura. Por isso acionamoso stopwatch (1) ao lado do parâmetro Mask Path da layer remendo e ani-mamos a máscara em função do espaço deixado entre a porta e a figuraao longo do tempo. Isso vai-nos poupar trabalho mais à frente (2).Chegados aqui resta-nos apenas cobrir o remendo com os elementosque supostamente estão em primeiro plano e em frente ao remendo quecorresponde ao fundo. Por isso vamos ter de criar dois duplicados dalayer do nosso vídeo com uma máscara animada diferente em cada uma.Uma máscara será para a porta e para tapar a parte do remendo que temde estar por baixo da porta; e a outra será para a figura e para tapar aparte do remendo que tem de ficar por baixo da figura.11222
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 19Através de um copy paste fazer dois duplicados da layer do vídeo epassá-las, no painel das layers, para cima de todas as restantes.Mudar o nome de uma para “Porta” e o nome de outra para “Figura”.Com estas duas novas layers vamos tapar os extremos horizontais doremendo em função do movimento da porta e em função do movimentoda figura. Vamos precisar de criar máscaras que vamos ter de animar.Passo 20Como só precisamos do remendo a partir do frame 10 também só vamosprecisar da layer da porta e da figura a partir do frame 10. Por isso colo-camos a agulha da timeline no frame 10 (1) e aplicamos um “Split layer”às layers da figura e da porta. Para tal basta ter as duas layers seleciona-das e ir a: Edit >> Split layer (2).E o After Effects duplica as duas layers mas fazendo uma separaçãoem que coloca o excerto que nos interessa manter, nos duplicados. Porisso vamos apagar as layers “figura” e “porta” (3) e atualizar o nome daslayers “figura 2” e “porta 2” para “figura” e “porta” (4).122334
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 21Agora vamos desenhar e animar as nossas máscaras.Na frame 25, desligar a visibilidade da layer “figura” (1) e selecionar alayer “porta”. Depois, com a Pen Tool (2), desenhar uma máscara emtorno da porta (3).Passo 22Na frame 18 desligar a visibilidade da layer “porta” e ligar a da layer “figu-ra” (1) e selecionar a layer “figura”. Depois, com a Pen Tool (2), desenharuma máscara em torno da figura (3).13211213
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 23Agora vamos suavizar os limites das máscaras aplicadas às nossaslayers da figura e da porta.Ligar a visibilidade da layer “porta“ (1) e selecionar as duas layers àsquais aplicamos as máscaras. Depois, no teclado premir a tecla “M” se-guida da tecla “F” para expôr nas duas layers o parâmetro MaskFeather (2) e dar um feather entre 5 a 8 píxeis (3).Como se pode ver o feather tornou natural e mais credível o recorte daporta em relação ao resto da imagem, porque o suavizou.Por fim a única coisa que falta é animar ao longo do tempo, cada umadas máscaras. Neste tutorial vamos apenas exemplificar o processo coma layer da porta deixando o resto para quem estiver a executar o tutorial.O processo e princípio, a partir daqui, é sempre igual!sem feather com feather122333
    • e-mail: leonardpeartree@gmail.com | Skype: leonardpeartreeLABORATÓRIO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIAAno letivo - 2012 | 2013 || Professor Leonardo PereiraPasso 24Vamos então animar a máscara da porta. Selecionamos a layer porta.Depois clicamos no teclado na tecla “M” para expor o parâmetro MaskPath (1) desta layer. Na frame 25 ativamos o Stopwatch (2) ao lado doparâmetro para se criarem keyframes de cada vez que mexermos namáscara. A seguir vamos ao frame 18 e puxamos os pontos das máscaraaté este ser coincidente com os limites da porta novamente (3).E apartir daqui é sempre a mesma coisa. Ou seja, correr a agulha datimeline e ir ajustando a máscara conforme for necessário para que estacubra perfeitamente o remendo. Depois é só repetir o processo para amáscara da figura.Et voilá... Bom rotoscoping! E sim... é um processo demorado e queexige muita paciência!Máscara por atualizar na fr 18 Máscara atualizada na fr 182313