• Save
Tutorial de retoque
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Tutorial de retoque

on

  • 1,496 views

This tutorial covers some of the main techniques and tools used to retouch a human figure. It's based on the slick force technique developed by the famous photographer/cinematographer Nick ...

This tutorial covers some of the main techniques and tools used to retouch a human figure. It's based on the slick force technique developed by the famous photographer/cinematographer Nick Saglimbeni.

Statistics

Views

Total Views
1,496
Views on SlideShare
1,473
Embed Views
23

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 23

http://campus.sapo.pt 18
http://www.linkedin.com 4
https://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Tutorial de retoque Tutorial de retoque Presentation Transcript

  • Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais Departamento de Ciências da ComunicaçãoProfessor Leonardo Pereira Ano Curricular - 2012 | 2013 COMUNICAÇÃO E MEIOS DIGITAIS Curso de Mestrado em Comunicação, Cidadania e Educação - 1º Ano | 1º Semestre TUTORIAL 03 INTRODUÇÃO AO RETOUCHING TUTORIAL DE RETOQUE DE FIGURA FEMININA
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao Disclaimer Dada a imensa polémica existente em torno do trabalho de profissionais de retoque de imagem e da carga de retoque responsabilidade ética que deve estar envolvida nesta prática profissional, esclarece-se que este tutorial, apesar de demonstrar os fundamentos teórico e técnicos necessários à manipulação de imagem, não pretende defender nenhum modelo de beleza específico. Não pretende tão pouco favorecer um ideal de magreza em detrimento de qualquer outro ideal estético associado à figura humana. Este tutorial pretende, antes, equipar os seus beneficiários com o conhecimento, teórico, técnico e ético necessário ao correto uso destas ferramentas, tanto na sua dimensão técnica como ainda na sua dimensão, repita-se, ética. O uso que os beneficiários deste tutorial farão da aprendizagem presente neste documento é e será, por isso, da inteira responsabilidade dos mesmos. Direitos de Autor e propriedade legal da imagem utilizada neste tutorial A imagem original utilizada no presente tutorial é da autoria e propriedade legal de WalterPro4755. Este autor licenciou a imagem ao abrigo da licença Creative Commons Attribution 2.0 Generic, conforme descrito no seguinte link: >> http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pink_bikini_03.jpg A licença Creative Commons Attribution 2.0 Generic pode ser consultada no seguinte link: >> http://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo PereiraDepartamento de Ciências da ComunicaçãoTutorialIntrodução ao retoqueNeste tutorial terás contacto com as seguintes ferramentas:As Healing Tools;A Clone Stamp Tool;As Dodge e Burn Tool;O filtro Liquify e suas ferramentas;O Blending Mode Luminosity.Terás, também, contacto com técnicas de retoque baseadas na SlickforceTechnique, uma técnica de retoque desenvolvida por Nick Saglimbeni, um reputadoe experiente fotógrafo e Retoucher Norte americano.>> Para mais informações consultar o seguinte link: http://masteringretouching.com/about.php leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 1. Analisemos a imagem a ser retocada: retoque Antes propriamente de fazer qualquer tipo de retoque é importante analisar a imagem e definir logo o que vai ser alterado ou retocado. Para tal cria-se um mapa de retoque. Criamos uma nova layer com o nome “retocar” e nesta nova layer assinalamos, com a Brush tool (a vermelho) o que queremos alterar na imagem. E o que é que vamos retocar? • Diminuir ventre; • Diminuir queixo; • Aumentar ligeiramente peito; • Retirar tatuagem; • Corrigir curvatura das costas; • Eliminar estrias e imperfeições na pele; • Adelgaçar ligeiramente os braços; • Eliminar objetos e ruídos do fundo; • Suavizar a textura da pele; • Etc... ...conforme marcado na imagem.Imagem original Imagem com mapa de retoque leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 2. Depois é necessário determinar na imagem o que tem de ser preservado: retoque É necessário compreender que um dos factores que vão fazer a diferença entre um bom e um mau retoque, ao nível da pele, é a preservação da qualidade tridimensional da figura a ser retocada. Por isso temos de marcar as linhas de sombras, meios tons e brilhos na imagem para percebermos de que forma vamos retocar a imagem. O que fazer? Criar outro mapa mas de preservação. Cria-se outra layer com o nome “save“ e nesta nova layer marcamos a verde as linhas de tridimensionalidade que temos de preservar, conforme a imagem do lado esquerdo ilustra. Este mapa vai ser útil mais tarde para se p perceber o que temos de preservar e manter quando retocarmos a pele. Imagem original Imagem com mapa de preservação leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 3. Vamos começar por eliminar a Tatuagem e pequenas imperfeições: retoque Eliminar a tatuagem não é tarefa fácil. Mas a melhor forma de o fazer é usando, não a Clone Stamp Tool, mas sim a Patch Tool. No entanto, não podemos fazer uma seleção em torno de toda a tatuagem e deixar a photoshop fazer o resto. O truque é ir fazendo pequenas seleções e ir, progressivamente, eliminando as partes da tatuagem. 1. Ativar a Patch tool; 3 3 2. Duplicar a layer original e mudar o nome para Tatoo Out; 3. Com a Patch tool ir selecionar uma pequena porção da tatuagem e entro da seleção arrastar o d 1 cursor para fora desta, como nas imagens ao lado; 4. Repetir o passo 3 várias vezes até a tatuagem desaparecer por completo. Dica: Quando se arrasta a seleção para fora 3 deve-se arrastar apenas até a segunda seleção estar inteiramente fora da área 4 a corrigir, ou seja, da primeira seleção, como está ilustrado na imagem2 superior direita. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 4. Na mesma Layer eliminar pequenas manchas, pontos e highlights inestéticos: retoque Utilizando o mesmo método e a mesma ferramenta (Patch Tool), vamos eliminar alguma sobre-exposição na imagem e algumas pequenas manchas e sinais. 1. Ativar a Patch tool; 2. Trabalhar na layer “Tatoo out”; 3. Retocar o seguinte: • Brinco • Highlight na parte de baixo do bikini;2 • Highlight do top do bikini no seio direito; • Mancha no braço esquerdo; • E pequenos pontos ao longo do corpo da figura; Basicamente devemos tentar retocar todas as pequeninas manchas e sinais que sejam salientes e que se possam já, rapidamente, eliminar com esta ferramenta mágica. 1 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 5. Vamos agora tornar o ventre, costas, seios, queixo e braços mais esguios: retoque Utilizando o filtro Liquify vamos, muito lentamente (pequenas correções), atenuar o ventre, costas, queixo e braços e acentuar um pouco (sem exagerar) os seios. 1. Duplicar a layer “tatoo out” e mudar o nome para “Liquify 1“; 2. Aplicar um Liquify a esta layer: 4 >> Filter >> Liquify; 3. Ativar a Freeze Mask Tool e proteger as 1 zonas do baixo ventre, parte de baixo 3 dos seios, braços e parte dos olhos na face; 4. Com a Pucker Tool reduzir (aos poucos) a zona do ventre e das costas mas4 intercalando o seu uso com a Warp Tool. Relembre-se que, tanto a Pucker tool como 4 4 a Warp Tool, têm parâmetros como o tamanho da Brush (5), a Densidade (6) e 5 a Pressão (7). Devemos ir alterando estes 6 7 parâmetros conforme as necessidades de retoque que temos. No entanto é 4 4 aconselhável utilizar-se uma densidade 3 que ronde os 50% ou menos. Uma alta densidade dá origem a irregularidades. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 6. Continuando com o liquify: retoque Atenção que se devem manter com o filtro Liquify aberto e na mesma layer. Depois de corrigir o ventre e as costas vamos corrigir a alça do bikini e o queixo. 1. Com a Warp Tool puxar um pouco a alça do bikini do lado esquerdo para dentro como ilustrado nas figuras do lado esquerdo; 1 2. Corrigir a parte anterior do queixo por 1 forma a tornar a face da figura mais esguia (pode ser necessário aqui usar a Pucket Tool em combinação com a Warp Tool); 1 Mais uma vez, recorde-se que, para tornar o retoque credível, temos sempre que ir aplicando o retoque aos poucos e com 2 pequenas alterações. Se assim não o fizerem terão resultados exagerados, pouco controlados e pouco credíveis. É preciso saber quando parar para não se criarem exageros. 3. Por fim aplicar o filtro carregando no Ok da janela do Liquify. 2 2 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 7. Analisar e comparar o que já está feito com o que era a imagem original: retoque Depois das primeiras correções é importante comparar o que está já feito com o que era a imagem inicial. Isso dá-nos uma noção do todo e do que devemos fazer de seguida. Análise Comparando os dois estados (antes e depois) vemos que há progressos e está tudo credível. No entanto podemos apertar um pouco mais a base das costas, para a tornar um pouco mais esguia e puxar, ainda mais o ventre para dentro. Tanto a alça como o queixo, parecem, até agora, bem. Por isso vamos, agora, antes de retocar os braços e os seios, apertar um pouco mais as costas e o ventre. 1. Duplicar a layer “Liquify 1“ e mudar o nome da duplicada para “Liquify 2”. Antes Depois Layer “Liquify 1“ com Layer “Liquify 1“ com 2. À layer “Liquify 2” aplicar o Liquify: visibilidade desativada visibilidade ativada >> Filter >> Liquify. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 8. Acentuar o retoque no ventre e nas costas com um segundo Liquify: retoque 1 1 1. Com a Freeze Mask Tool voltar a proteger os seios, o braço esquerdo e a zona do baixo ventre da figura; 2. Com a Warp Tool, e com uma brush grande (Brush Size = 1200), puxar o ventre um pouco mais para dentro; 3. Com uma brush menor (600), 2 2 arredondar um pouco mais as costas (para dentro); Nestes casos não vale a pena utilizar a Pucker Tool. A Warp Tool é suficiente. 2 1 1 4. Aplicar o segundo Liquify carregando no OK. Mais uma vez é importante ligar e desligar a visibilidade às layers “Liquify 1 e 2“ para se manter a noção do que já fizemos e verificar se não estamos a abusar e se as alterações são credíveis. 1 3 3 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 9. Passemos aos seios e aos braços: retoque 1. Duplicar a layer “Liquify 2“ e mudar o 3 nome da duplicada para “Liquify 3”; 4 2. Aplicar à Layer “Liquify 3” um Liquify; 4 3. Com a Freeze Mask Tool voltar a proteger o ventre já corrigido até à zona dos seios e a zona da face da figura; 4. Com a Bloat Tool aumentar um pouco1 os seios mas, mais uma vez, sem exagerar. Esta é uma parte muito delicada da imagem e, para se obter um 5 3 resultado credível e moralmente aceitável, não podemos nem devemos5 exagerar. 5. Com a Warp Tool adelgaçar um pouco os braços da figura, principalmente nas zonas das articulações e apertar um 5 pouco a anca do lado esquerdo;4 6. Terminados os retoques aplicar o Liquify com o OK e, mais uma vez, ligar e desligar as layers para se manter a noção do caminho percorrido. 53 5 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 10. Agora surge um problema: retoque Repare-se que, na zona do rabo da figura (1), este parece demasiado proeminente por comparação com a zona superior da anca onde a figura tem a mão (2). É necessário resolver isto. Mas vamos fazê-lo, agora, por um processo de corta e cose. 3. Com a Polygon Lasso Tool, fazer uma 2 seleção em torno da parte de baixo do 3 rabo como ilustrado na imagem; 4 4. Fazer um copy paste e mudar o nome da nova layer resultante para “Rabo“; 5. À layer “Rabo“ aplicar uma máscara; 6. Com a Polygon Lasso Tool, fazer uma seleção em torno do dedo (vai servir para tapar o retoque do rabo); 1 3 7. Fazer um copy paste e mudar o nome da nova layer resultante para “mão retoque“; 8. Aplicar uma máscara à “mão retoque“; 7 9. No painel das layers colocar a layer “mão retoque“ por cima da layer “rabo“; 6 10. or fim criar uma nova layer vazia e P dar-lhe o nome “retoque fundo“. Esta deve ficar por baixo das duas layers “mão retoque“ e “rabo“, porque vai 6 8 servir para preencher o fundo que se vai aumentar ao reduzir o rabo. 5 10 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 11. Continuando a resolver o problema: retoque 2 3 1. Deslocar a layer “Rabo“ para um pouco para o lado esquerdo, como ilustrado na imagem; 2. Aumentar ligeiramente o tamanho do remendo, clicando para isso em 1 Control + T. Surgem os Transform controls (quadrados) e esticamos a 3 partir de um dos cantos para se aumentar ligeiramente o remendo; 1 3. Com a Brush Tool pintar na máscara da layer “rabo” (a preto) o que está a mais por forma a se criar uma transição suave entre o remendo e a layer “Liquify 3“; 4 4. Ainda com a Brush Tool e na máscara 5 da layer “rabo”, pintar para subtrair, o resto do fundo que está a mais; 4 5. Também com a Brush Tool, mas agora 5 na máscara da layer “mão retoque“, 5 5 pintar para subtrair o rebordo que está a mais - no contorno inferior do dedo. 4 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 12. Finalizando a resolução do problema: retoque Agora só falta mesmo preencher o fundo para completar o remendo feito. 1. Na layer “Retoque fundo“ e com a Clone Stamp Tool, picar uma zona da imagem ao lado da zona a transferir (tecla alt premida) o remendo para a zona a corrigir e assim, preencher o fundo; Como se pode ver nas duas seguintes imagens comparativas o rabo, depois de tratado parece, muito mais credível. 1 1 Antes Depois Sem a correção ao rabo Com a correção ao rabo leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 13. Momento de pausa, organização e análise*: retoque Terminamos uma fase de alterações e retoques muito significativos à nossa imagem. Agora vamos organizar o que já temos feito para nos ser mais fácil comparar todo o trabalho já realizado com o ponto de partida, ou seja, a imagem original 2 1. Mudar o nome da “layer 1” para “original“; 3 2. Com a tecla Alt premida selecionar as layers todas de retoque já criadas; 3. Agrupar as layers (Control + G) e mudar o nome da pasta criada para “retoque Liquify“; 1 Agora, se ligarmos e desligarmos a visibilidade da pasta criada, vemos, com um clique, o antes e depois. Imagem Original Imagem com Retoque leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 14. Antes de começarmos a retocar a pele: retoque Para se retocar pele de uma forma correta é preciso, antes de mais, compreender que, para o retoque ser feito de uma forma correta e credível não se podem eliminar os recorte de cor e tons que definem as sombras, os meio tons e os brilhos. É a preservação, no retoque, destas propriedades de uma figura, que preservam a sua qualidade tridimensional e tornam o retoque credível. Por exemplo neste braço, para se preservar os brilhos e as sombras, quando estivermos a retocar, a brush stroke (pincelada) deve ser no sentido da linha que define a sombra (como ilustrado a verde nas imagens) e nunca contra (como ilustrado a vermelho nas imagens). Se retocarmos cruzando as linhas definidas pelas sombras e pelos brilhos, isso acabará por as diluir, o que não é o pretendido ou desejável.Método correto Método errado leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 14. Antes de começarmos a retocar a pele: retoque Se por outro lado o que queremos são eliminar estrias ou linhas de ruga inestéticas temos de fazer precisamente o contrário do que fazemos para preservar uma sombra, meio tom ou Brilho, ou seja, retocamos cruzando as linhas das rugas ou estrias. Por exemplo no caso destas estrias, temos de cruzar a brush stroke com a linha das estrias para as eliminar (ilustrado a verde nas imagens), e não a favor das da direção das linhas (como ilustrado a vermelho nas imagens). O cumprimento integral destas regras determina uma boa técnica de retoque de pele. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 14. Antes de começarmos a retocar a pele: retoque Explicado o princípio importa agora explicar a técnica. Para se retocar pele e suavizar texturas ou rugas temos de utilizar a Clone Stamp Tool (1). Do ponto de vista das propriedades da Brush (pincel) da Clone Stamp Tool esta deve ter as seguintes características: 2 3 4 5 2. Brush Size - O size terá de ser definido em função das necessidades do momento; 3. Mode - Manter sempre em normal; 4. Opacity - Este parâmetro é o mais importante. Terá que estar sempre a 20% de opacidade para se ir progressivamente e calmamente retocando a pele e em 1 concordância com os princípios antes explicados. 5. Sample - O Sample tem de estar em All Layers porque o retoque é feito numa nova layer à parte. Avancemos para a explicação da técnica de retoque de pele. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 14. Antes de começarmos a retocar a pele: retoque Outra particularidade da técnica que é preciso compreender, é que tipicamente, o uso da Clone Stamp Tool implica ir buscar um remendo fora da área a corrigir. No caso desta técnica de retoque, depois de se picar uma zona de referência para remendo, a brush deve deslizar logo a partir da zona picada (a verde), e não fora da zona de referência (a vermelho) como ilustrado nas imagens: < Referência picada < Referência picada com a Clone S. Tool com a Clone S. Tool Percurso da Brush parte da Percurso referência da Brush separado da referência Método errado Método correto leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 15. Vamos finalmente retocar a pele: retoque Como não é possível, numa operação de retoque como a seguinte, ilustrar passo a passo, o referido retoque da pele, ilustram-se a seguir os passos gerais a tomar para proceder ao retoque da pele. Mas o que vamos retocar? No início deste tutorial fizemos um mapa de retoque. Mas há coisas que já retocamos. Excluindo-se o que já foi retocado vamos ter ainda de retocar o que está marcado a vermelho nesta imagem. Basicamente retoca-se na pele as imperfeições e texturas, estrias e outros elementos esteticamente desagradáveis. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 15. Vamos finalmente retocar a pele: retoque Os passos a tomar são os seguintes: 1. Criar uma nova layer a partir de todo o 3 retoque já feito: • Selecionar todo o espaço da imagem com um Control + A (Select All); 1 2 • A seguir faz-se um Control + Shift + C e Control + V. Gera-se uma nova layer à qual damos o nome “base da pele“; 2. Acima da nova layer criada, criar mais uma layer vazia e nomeá-la de “retoque da pele”; 3. Na layer “retoque da pele“ fazer o retoque da pele segundo os princípios e técnica descritas antes. 4. Para devolver alguma textura à pele 5 aplicar à layer “retoque da pele“ um ligeiro efeito de Noise: >> Filter >> Noise >> Add Noise = 5 5. Depois de retocarmos tudo devemos ficar com um resultado como da imagem central das três apresentadas ao lado. 5 5 6. Por fim agrupar as layers “base da pele“ e “retoque da pele” numa única pasta. A esta pasta dá-se o nome de “Pele“.Imagem sem o retoque Imagem com o retoque Layer individualda pele da pele do retoque leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 16. Há outro problema no cabelo: retoque Repare-se que alguém tentou retocar o extermo superior direito da imagem e fez um péssimo trabalho, destruindo até parte do cabelo da figura (1). Vamos tentar recuperar um pouco do cabelo. 3 2. Criar uma nova layer a partir de todo o 1 retoque já feito: • Selecionar todo o espaço da imagem com um Control + A (Select All); • A seguir faz-se um Control + Shift + C 1 2 e Control + V. Gera-se uma nova layer à qual damos o nome “base fundo“; 3. Desenhar uma seleção em torno da parte inferior do cabelo da figura como 3 na imagem: 5 4. Copiar (Control + C e Control + V) o conteúdo da seleção para uma nova 4 4 layer (dar nome “cabelo”), mudar a opacidade para 50% e colocar sobre área a remendar. Depois adaptar 5 4 o remendo à área a corrigir (Control + T) rodando-o como ilustrado na imagem; 5 5. Aplicar à layer “Cabelo” uma máscara e fazer a fusão do cabelo desta layer com a restante imagem pintando a preto na 5 máscara da layer. 4 5 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 17. Falta agora retocar o fundo: retoque Repare-se que o fundo da figura tem muitas descontinuidades e objetos inestéticos. Para além de que, com os filtros Liquifys aplicados, houve alguma distorção das texturas que podem e devem ser corrigidas. 1. Acima da layer “Cabelo“, criar mais uma layer vazia e nomeá-la de “retoque do fundo”; 2. Com a Clone Stamp Tool, eliminar a cadeira e preencher as falhas na imagem no extremo superior da imagem 1 e no extremo inferior da mesma. Como estamos a trabalhar numa layer independente não tenham medo de pintar por cima da figura. O que estiver a mais pode depois ser apagado com a Eraser Tool ou com uma máscara aplicada à layer. Do lado esquerdo da imagem o retoque 2 deu origem a alguma repetição de padrão. Para o eliminar podemos criar uma layer a partir de todas as outras e nesta usar a 2 Patch Tool para, aos poucos eliminar estas bandas de repetição. Do lado esquerdo - com bandas Do lado direito - sem bandas leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 18. Vamos, agora, trabalhar brilhos: retoque Agora vamos aumentar um pouco a expressividade e look da nossa imagem acentuando os brilhos e as sombras e mudando ligeiramente a cor. 1. Organizar as layers geradas na tarefa de retoque do fundo e agrupá-las numa pasta chamada “fundo”; 3 2. Criar uma nova layer a partir de todo o 3 retoque já feito e dar-lhe o nome e o 1 Blending Mode “Luminosity“; 3 3. Nesta nova layer, com a Dodge Tool selecionada, vamos pintar sobre os brilhos da imagem por forma a 3 aumentar o seu recorte e a melhorar esteticamente a aparência da figura. 3 2 Sem brilhos trabalhados Com brilhos trabalhados Nota: 2 A Brush da Dodge Tool não deve ter, na barra de opções, nunca uma Exposure superior a 10% (4). Idealmente deverá ser de 7 ou 8% (4) e o Range deverá estar em Highlights (5), uma vez que estamos a 5 4 trabalhar, precisamente, os brilhos. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 18. Vamos, por fim, trabalhar as sombras: retoque Usando agora a Burn Tool trabalhar agora as sombras. 1. Manter a layer “Luminosity“ selecionada; 2 2. Com a Burn Tool selecionada, vamos pintar sobre as sombras da imagem por forma a aumentar o seu recorte e a melhorar esteticamente a aparência da 2 2 1 figura. 1 2 2 2 Sem sombras trabalhadas Com sombras trabalhadas Nota: A Brush da Burn Tool não deve ter, na barra de opções, nunca uma Exposure superior a 10% (3). Idealmente deverá ser de 7 ou 8% (3) e o Range deverá estar em Shadows (4), uma vez que estamos a 4 3 trabalhar, precisamente, as sombras. leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 19. Terminando vamos dar alguma correção de cor: retoque A imagem ainda tem alguma crueza apesar de já estar retocada a muitos níveis. Mas podemos dar-lhe um look ainda mais profissional e fashion que, para além do benefício estético, ajuda a esconder ou atenuar algumas imperfeições da imagem. 1. Criar uma nova layer a partir de todo o retoque já feito; 2. Acima da nova layer criar uma layer de ajuste Hue/saturation; 4 3. Na layer de ajuste retiramos toda a saturação (-100) à imagem (fica pb); 3 4 4. Criamos outra layer de ajuste acima da 5 2 anterior mas desta vez, uma Brightness Contrast. Dar 20% de contraste; 1 5. Selecionar a layer nova e as duas layers de ajuste criadas e aplicar-lhes um Merge Layers (Control + E);6 6 6. Mudar o nome da layer resultante do passo 5 para Matte, baixar a opacidade 40% e mudar-lhe o blending mode para color. A imagem fica com uma cor matizada.6 Já estamos a chegar a algum lado! Mas vamos mais longe :) Resultado até ao passo 4 Resultado do passo 6 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da Comunicação Introdução ao 19. Terminando vamos dar alguma correção de cor: retoque Agora vamos devolver alguma da cor da imagem mas só no bikini da figura: 1. Aplicar uma máscara à layer “Matte” e com a Brush Tool pintar na máscara o Bikini por forma a devolver a cor inicial apenas a esta parte da figura; 2. Duplicar a layer Matte”, mudar-lhe o 1 Blending Mode para Multiply e na máscara da layer duplicada pintar a 1 1 zona geral da figura, por forma a que o escurecimento afete apenas e globalmente o fundo e não a figura; 3. Se necessário duplicar novamente a layer já antes duplicada e pintar na 1 máscara ainda mais a zona da figura, por forma a escurecer ainda mais 3 o fundo e atenuar os seus defeitos. Para não ficarmos com um recorte 2 2 3 3 demasiado acentuado é aconselhável que se reduza a opacidade desta última layer para 20%;3 E prontoooooooo....2 Vamos comparar a imagem original com o resultado final. 2 2 3 3 leonardpeartree@gmail.com
  • Universidade do Minho Comunicação e Meios Digitais - 2012 | 2013 Instituto de Ciências Sociais Professor Leonardo Pereira Departamento de Ciências da ComunicaçãoIntrodução ao 20. Fim: retoque Só falta mesmo organizar as nossas layers para podermos comparar o ponto de partida com o ponto de chegada. 1. Agrupar as últimas quatro layers criadas numa pasta à qual damos o nome de “Correção de cor“; 2. Agrupar todas as pastas criadas 1 (basta selecioná-las e fazer Control + G) e à pasta geral criada dar o nome “Operações de retoque”; 3. Por fim é só ligar e desligar a visibilidade da última pasta criada para, num clique, compararmos o ponto de partida com o ponto de chegada. 1 Congrats :) Ponto de partida Ponto de chegada 3 3 2 leonardpeartree@gmail.com