Cultura: um conceito antropologico - Parte 1

24,219 views

Published on

Material organizado pelo Professor Leonardo Santos para a disciplina de Introdução ao Pensamento Social da Universidade Federal da Fronteira Sul

Published in: Education
1 Comment
13 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
24,219
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
110
Actions
Shares
0
Downloads
923
Comments
1
Likes
13
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cultura: um conceito antropologico - Parte 1

  1. 1. CULTURA: UM CONCEITO ANTROPOLÓGICO Organizado pelo Professor Leonardo Santos - UFFS
  2. 2. Na ilha de Vancouver, conta Ruth Benedict, os índios celebravam torneios para medir a grandeza dos príncipes. Os rivais competiam destruindo seus bens. Atiravam ao fogo suas canoas, seu azeite de peixe e suas ovas de salmão; e do alto de um promontório jogavam no mar suas mantas e vasilhas. Vencia o que se despojava de tudo. Eduardo Galeano – Os índios 4 – O livro dos abraços
  3. 3. A CIÊNCIAS SOCIAIS SOCIOLOGIA POLÍTICA CIÊNCIAS SOCIAIS ANTROPOLOGIA
  4. 4. As ciência sociais estudam fenômenos complexos, situados em planos de causalidade e determinação complicados. Nos eventos que constituem a matéria prima das ciências sociais não é fácil isolar causas e motivações exclusivas. Ex. o ato de comer um bolo. A matéria prima das ciências sociais são eventos com determinações complicadas e que podem ocorrer em ambientes diferenciados tendo, por causa disso, a possibilidade de mudar seu significado de acordo com o ator, as relações existentes num dado momento e, ainda, com sua posição numa cadeia de eventos anteriores e posteriores.
  5. 5. Estudo do homem como ser biológico, dotado Antropologia de um aparato físico e uma carga genética, Biológica ou com um percurso evolutivo definido e relações específicas com outras ordens e espécies de Física seres vivos. Estudo do homem no tempo, através dos monumentos, restos de moradias, documentos, RAMOS DA Arqueologia armas, obras de arte e realizações técnicas ANTROPOLOGIA que foi deixando no seu caminho enquanto civilizações dava lugar a outras no curso da História Antropologia Social(ou Estudo do homem enquanto produtor e transformador da natureza cultural)ou Etnologia
  6. 6. DILEMA A conciliação da unidade biológica e a grande diversidade cultural da espécie humana.
  7. 7. DETERMINISMO BIOLÓGICOS Os antropólogos estão totalmente convencidos de que as diferenças genéticas não são determinantes das diferenças culturais . ( p.17) Ver página 18
  8. 8. O comportamento dos indivíduos depende de um aprendizado, de um processo que chamamos de endoculturação. Um menino e uma menina agem diferentemente não em função de seus hormônios, mas em decorrência de uma educação diferenciada. (p. 21)
  9. 9. DETERMINISMO GEOGRÁFICO A posição da moderna antropologia é que a “cultura age” seletivamente e não casualmente, sobre o seu meio ambiente. “explorando determinadas possibilidades e limites ao desenvolvimento, para o qual as forças decisivas estão na própria cultura e na história da cultura. (p.24) Ver página 21 e 22
  10. 10. Lapões
  11. 11. Iglu
  12. 12. Diferentemente dos animais, o homem é capaz de dar respostas variadas a condicionantes ambientais e fisiológicos .
  13. 13. A cultura não é apenas um ornamento da existência humana, mas uma condição essencial para ela.
  14. 14. Se queremos descobrir quanto vale o homem , só podemos descobrir naquilo que os homens são: e o que os homens são, acima de outras coisas, é variado. Clifford Geertz Ver página 48
  15. 15. ATIVIDADE EM GRUPOS Debater em grupos os dois textos em anexo do livro: 1. “Uma experiência absurda” e 2. “ A difusão da cultura”. Questões norteadoras: Texto 1. Qual a relação que o texto estabelece entre natureza e cultura? Texto 2. É possível pensarmos na existência de culturas “puras” e isoladas? Por que, do ponto de vista das ciências sociais, não é possível afirmar que existem hierarquias entre as culturas?

×