Pspc r6 audiência pública ipê rs blog
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Pspc r6 audiência pública ipê rs blog

  • 318 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
318
On Slideshare
318
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Pensamento Sistêmicopara Apoio ao PlanoDiretorAudiência Pública“Não nos serve mais apenas novos processos ou novastecnologias. Precisamos de novas habilidades e capacidades.Novas maneiras de perceber, sentir e comunicar o mundo.Precisamos de um conjunto renovado de valores.Aurélio L. Andrade. Pensamento Sistêmico: Caderno de Campo.
  • 2. http://pspcplanodiretoripe.wordpress.com
  • 3. www.sistemico.com.brcontato@sistemico.com.brpolar@polar-ambiental.com.brAurélio L. AndradeAnalista de sistemas e mestre em engenharia de produçãoAutor do livro Pensamento Sistêmico Caderno de CampoLeonardo R. F. MarquesPsicólogo e especialista em sustentabilidade integralFacilitador em metodologias sistêmicasDaniele ChavesQuímica egestora de projetos
  • 4. Agenda do dia18:00 – Inicialização18:15 – Contexto do projeto18:30 – O projeto passo a passo18:35 – R1 – Desafio Visionário, História18:45 – R2 – Padrões de comportamento, Gráficos18:55 – R3 – Mapa Sistêmico19:15 – R4 – Modelos Mentais e Cenários19:30 – R5 – Projetos de Ação19:45 – Diálogos20:00 – Encerramento
  • 5. EventosPadrões deComportamentoEstruturaSistêmicaModelosMentais
  • 6. Método Sistêmico1) Definir um Desafio Visionário2) Apresentar a História Através de Eventos3) Identificar os Fatores e Variáveis Chave4) Traçar os Padrões de Comportamento5) Desenhar a Estrutura Sistêmica6) Identificar Modelos Mentais7) Planejar Cenários8) Definir Direcionadores Estratégicos, Políticas eDiretrizes, Reprojetar o Sistema e Planejar Ações
  • 7. R’ Data Horas Formato Atividade em Ipê-RS1 19/fev 8hPresencial Definição dos Desafios VisionáriosApresentação da História por meio de EventosIdentificação dos Fatores-chave1A 2hÀ distância Definição das variáveis e organização da coleta de dadosColeta de dados; coleta de conhecimento; desenho de pré-mapas2 28/fev 8hPresencial Conscientização sobre padrões de comportamentoDesenvolvimento do mapa sistêmico2A 8hÀ distância Refinamento do mapa sistêmico3 21/mar 8hPresencial Apresentação e refinamento do mapa sistêmicoIdentificação dos modelos mentais3A 4hPresencialou e/oudistânciaRefinamento do mapa sistêmico com modelos mentais4 2/abr 8hPresencial Cenários4A 4hÀ distância Refinamento dos cenários5 16/abr 8hPresencial Desenvolver Visão de FuturoElaborar Direcionadores Estratégicos5A 4hPresenciale/oudistânciaRefinamento da Visão de Futuro e dos DirecionadoresEstratégicos Publicação dos resultados
  • 8. Co-criadores
  • 9. Co-criadores1 Adelaide Mussatto CONDICA2 Adilso Ivan Salvador Vereador3 Alaor Donde4 Ana Maria Reis Conselho Tutelar5 Andre Scapinelli Comunidade São joão6 Carla M. Dalla Zen Scopel Secretaria da Saúde7 Cleiton Dalla Bona Rech Universitário8 Cristiane dos Anjos Parisoto Conselho Municipal de Educação9 Daniel Costela Igreja - Frei10 Dalberto Corezzola Emater11 Edinei Mussatto12 Elaine Inedino Belini Escola Municipal Sonho e fantasia13 Eneiva Luisa Chiarello Balancelli Emater14 Etelvino Lana Vereador15 Enedina Zanotto Pontel Escola Municipal Plácido Damiani16 Gessi Maria Gazzola Caríssimi Secretaria da Educação17 Gislaine Ziliotto vereadora18 Inocencio Garrote Vila Segredo19 Ivandra Ziliotto Bortolotto Conselho Merenda20 Isabel de Oliveira Fiscal de Tributos Prefeitura21 Luciana Gallio Parin Secretaria da Saúde22 Maria R. Boeira Guerra Faz trabalho voluntários23 Marilene Mussatto Scopel Secretária da Administração24 Marlene M. Baldo Torresan Escola Municipal Casimiro Zoff25 Matheus Marin Engenheiro - Prefeitura Municipal26 Neudi Jose Balancelli Emater, vereador27 Neura Margarete Parizotto Escola Municipal Leonel Brizola28 Onoir Silva Contador29 Paulo Roberto Agustini Vereador30 Ricardo Reginatto Vereador31 Roberto Araldi Universum Móveis32 Rogerio Francisco Marcon Prisma33 Sandra Zeliotto Bortolotto Representante de conselho34 Sidnei Giubel Sindicato dos Trabalhadores Rurais35 Stela Mare Slongo Zanotto SMEC36 Tatiane Zulianelo Escola Municipal Placido Damiani37 Valdir P. Bueno Secretário de Desenvolvimento Agrár38 Valerio Cecatto Acisa39 Valerio E. Marcon Prefeitura Municipal40 Vera Angela Detófono Schiavão Escola Municipal Pequenos Brilhantes41 Waldemar Rotini Brigada Militar42 Zilda Finardi Vila Segredo
  • 10. Desafio VisionárioConstruir um Ipê comdesenvolvimento sustentável,organizado e comqualidade de Vida para todosvalorizando nossas potencialidades
  • 11. História em eventos1875-colonização, emancipação de Antonio Prado1899-divisa com Formigueiro1931-inauguração cooperativa São Sebastião1936-paróquia São Luis1943-inauguração seminário1944-cooperativa Mista1950-irmã São José1964-inicio da construção da escola Frei Casemiro1968-inauguração da escola Frei Casemiro eimplantação do ensino médio1975-inauguração salão centenário1974-inicio pavimentação1985-reunião pré-emancipação1987-plebiscito1988-última reunião comissão pró-emancipação1988-formação do conselho de desenvolvimentocomunitário de Ipê e aquisição do primeiro t-ratoresteira1989-criação a Assuni (associação dosuniversitarios de Ipe), possibilitando o transportedos mesmos1989-abertura do escritório municipal emater1990-criação centro ecológico de Ipê1991-Jornal Prisma (inauguração)1991-criação do conselho municipal de educação1991-inicio da feira ecológica de Porto Alegre1992-Encontro Terra do Futuro (Agroecologia)1992-Abertura da Agência do BB1992-Formação de 7 associações ecológicas deprodutores1993-Aumento da Avicultura e Suinocultura1993-criação do biofertilizante Supermagro1994-criação da entidade assistencialipeense, criando várias comissões1994-início das redes de distribuição de água nointerior1994-DDD do município1995-maior participação das mulheres nas esferassociais e econômicas1995-tentativa de emancipação de Segredo1996-fusão das cooperativas1996-seminário internacional de agroecologia1997-Ipê Amo Você1998-Ligação Asfaltiva1998-desenvolvimento e ampliação dacomunicação, telefone e internet1998-implantação da educação infantil nomunicípio1998-criação do Pronaf1998-projeto escola agrícola1999-Pró-rural2000-conclusão RS 1222000-professores buscam aperfeiçoamento emgraduação2001-tentativa de implantação de um centrotécnico de agricultura orgânica2001-acidentes de trânsito, principalmente na RS1222002-Doux Frangosul2002-estado desativa hospital de Vila Segredo2003-municipalização ambiental das atividades deimpacto local2003-abertura da terra da Mitra para loteamento2004-inauguração do ginásio de esportes2004-nucleação das escolas do interior(multiseriadas)2004-visita do governador e doação de aprox. R$100 mil para favorecer 32 famílias dasmicrobacias2004-inauguração da Unidade Básica de Saúde2005-aumento da caça a animais silvestres2005-asfaltamento2005-vinda posto Andreazza mais várias empresas2006-incorporação do tratamento primário doesgoto doméstico individual2006-aumento do volume de construção devido aliberação de recursos pela Caixa EconômicaFederal2006-curso de pós graduação para professores domunicípio2006-criação da escola de ensino fundamental LeonelBrizola2006-abertura de poços artesianos no interior domunicípio2007-construção do centro esportivo Protásio deGuazelli2008-diminuição da área utilizada para pecuária parautilização na agricultura2008-aumento do furto de animais abijiato2008-ampliação do Pronaf (mais alimento)2008-aprovação de projeto para prevenção ouatendimento ao adolescente quanto ao uso dedrogas2009-alagamentos constantes na cidade2009-aumento no consumo de substânciasentorpecentes por jovens2009-encontro de agroecologia Ecovida (mais de 800visitantes)2010-furtos e arrombamentos de residências2010-migração das regiões de fronteira e norte doestado para prestação de mão de obra2010-sala de recursos para atender as necessidadesespeciais educacionais (inclusão(2011-aumento da população e em consequência doaumento de ocorrências policiais2011-demolição da casa das Irmãs São José2012-primeiro seminário regional para criação docurso técnico de agroecologia pós médio Escola FreiCasemiro2012-assaltos a bancos2012-projeto Raízes de Ipê envolvendo escolas ecomunidade em geral2012-criação do museu histórico municipalEdunúcleo de preservação dos estudantes2012-internet via rádio chega as propriedades rurais2013-construção do novo CTG Tronco do Ipê2013-Implantação do Plano diretor
  • 12. História em eventos1875-colonização, emancipação de Antonio Prado1899-divisa com Formigueiro1931-inauguração cooperativa São Sebastião1936-paróquia São Luis1943-inauguração seminário1944-cooperativa Mista1950-irmã São José1964-inicio da construção da escola Frei Casemiro1968-inauguração da escola Frei Casemiro eimplantação do ensino médio1975-inauguração salão centenário1974-inicio pavimentação1985-reunião pré-emancipação1987-plebiscito1988-última reunião comissão pró-emancipação1988-formação do conselho de desenvolvimentocomunitário de Ipê e aquisição do primeiro t-ratoresteira1989-criação a Assuni (associação dosuniversitarios de Ipe), possibilitando o transportedos mesmos1989-abertura do escritório municipal emater1990-criação centro ecológico de Ipê1991-Jornal Prisma (inauguração)1991-criação do conselho municipal de educação1991-inicio da feira ecológica de Porto Alegre1992-Encontro Terra do Futuro (Agroecologia)1992-Abertura da Agência do BB1992-Formação de 7 associações ecológicas deprodutores1993-Aumento da Avicultura e Suinocultura1993-criação do biofertilizante Supermagro1994-criação da entidade assistencialipeense, criando várias comissões1994-início das redes de distribuição de água nointerior1994-DDD do município1995-maior participação das mulheres nas esferassociais e econômicas1995-tentativa de emancipação de Segredo1996-fusão das cooperativas1996-seminário internacional de agroecologia1997-Ipê Amo Você1998-Ligação Asfaltiva1998-desenvolvimento e ampliação dacomunicação, telefone e internet1998-implantação da educação infantil nomunicípio1998-criação do Pronaf1998-projeto escola agrícola1999-Pró-rural2000-conclusão RS 1222000-professores buscam aperfeiçoamento emgraduação2001-tentativa de implantação de um centrotécnico de agricultura orgânica2001-acidentes de trânsito, principalmente na RS1222002-Doux Frangosul2002-estado desativa hospital de Vila Segredo2003-municipalização ambiental das atividades deimpacto local2003-abertura da terra da Mitra para loteamento2004-inauguração do ginásio de esportes2004-nucleação das escolas do interior(multiseriadas)2004-visita do governador e doação de aprox. R$100 mil para favorecer 32 famílias dasmicrobacias2004-inauguração da Unidade Básica de Saúde2005-aumento da caça a animais silvestres2005-asfaltamento2005-vinda posto Andreazza mais várias empresas2006-incorporação do tratamento primário doesgoto doméstico individual2006-aumento do volume de construção devido aliberação de recursos pela Caixa EconômicaFederal2006-curso de pós graduação para professores domunicípio2006-criação da escola de ensino fundamental LeonelBrizola2006-abertura de poços artesianos no interior domunicípio2007-construção do centro esportivo Protásio deGuazelli2008-diminuição da área utilizada para pecuária parautilização na agricultura2008-aumento do furto de animais abijiato2008-ampliação do Pronaf (mais alimento)2008-aprovação de projeto para prevenção ouatendimento ao adolescente quanto ao uso dedrogas2009-alagamentos constantes na cidade2009-aumento no consumo de substânciasentorpecentes por jovens2009-encontro de agroecologia Ecovida (mais de 800visitantes)2010-furtos e arrombamentos de residências2010-migração das regiões de fronteira e norte doestado para prestação de mão de obra2010-sala de recursos para atender as necessidadesespeciais educacionais (inclusão(2011-aumento da população e em consequência doaumento de ocorrências policiais2011-demolição da casa das Irmãs São José2012-primeiro seminário regional para criação docurso técnico de agroecologia pós médio Escola FreiCasemiro2012-assaltos a bancos2012-projeto Raízes de Ipê envolvendo escolas ecomunidade em geral2012-criação do museu histórico municipalEdunúcleo de preservação dos estudantes2012-internet via rádio chega as propriedades rurais2013-construção do novo CTG Tronco do Ipê2013-Implantação do Plano diretor
  • 13. Dimensões evariáveis da vida domunicípio
  • 14. Padrões de comportamento(gráficos)Análise- A maioria dos municípios pequenos estádiminuindo de população. Nós não.- Muitos "filhos da terra" estão saindo apesardeste aumento. É difícil manter jovens nomunicípio.- Este crescimento tem relação a pessoas quevem de fora.Aprendizagens Estratégicas- Temos que investir mais em Indústria eestimular as que tem para gerar empregos.- É preciso investir na nossa infraestrutura- Temos que buscar demanda fora (ex.: turística)Análise- Nossa agricultura é muito dependente doclima.- A quebra de 20% representa os 80% daagricultura, basicamente do grão.- Houve uma mudança de perfil, rebanho emelhoramento de lavouras.- Poderia ser ainda mais, se todos os produtorestirassem as notas aqui e não em outrosmunicipios.Aprendizagens estratégicas- Algumas culturais são menos dependents declima do que os grãos, como pomares, hortifruti,etc.- Temos que nos preocupar cada vez mais coma água.Análise- Muitos altos e baixos- Em 2008 houve uma crise que fez fecharalgumas indústrias- A relação atual Indústria x Agropecuaria nãoestá sustentável- Crise mundial acabou com empresas nossas,haviam 5 vidrarias só ficou 1 (2004)Análise- fatores que influenciam qualidade:- origem dos alunos, comprometimento dosprofissionais, estrutura da famíliaAprendizagens estratégicas- trabalhar na base da famíliaAnálise- 2005 construção de poços artesianos- em época de eleição se investe mais- percepção da necessidade dereadequação da questão tributáriaR$-R$20.000.000,00R$40.000.000,00R$60.000.000,00R$80.000.000,00R$100.000.000,00R$120.000.000,00R$140.000.000,00200120022003200420052006200720082009201020119- PIB64%65%66%67%68%69%70%71%20032004200520062007200820092010201111- Cobertura vegetal Km2024681012141618200120022003200420052006200720082009201020112012Milhões8- Impostos arrecadados
  • 15. Padrões de comportamento(gráficos)Análise- A maioria dos municípios pequenos estádiminuindo de população. Nós não.- Muitos "filhos da terra" estão saindo apesardeste aumento. É difícil manter jovens nomunicípio.- Este crescimento tem relação a pessoas quevem de fora.Aprendizagens Estratégicas- Temos que investir mais em Indústria eestimular as que tem para gerar empregos.- É preciso investir na nossa infraestrutura- Temos que buscar demanda fora (ex.: turística)Análise- Nossa agricultura é muito dependente doclima.- A quebra de 20% representa os 80% daagricultura, basicamente do grão.- Houve uma mudança de perfil, rebanho emelhoramento de lavouras.- Poderia ser ainda mais, se todos os produtorestirassem as notas aqui e não em outrosmunicipios.Aprendizagens estratégicas- Algumas culturais são menos dependents declima do que os grãos, como pomares, hortifruti,etc.- Temos que nos preocupar cada vez mais coma água.Análise- Muitos altos e baixos- Em 2008 houve uma crise que fez fecharalgumas indústrias- A relação atual Indústria x Agropecuaria nãoestá sustentável- Crise mundial acabou com empresas nossas,haviam 5 vidrarias só ficou 1 (2004)Análise- fatores que influenciam qualidade:- origem dos alunos, comprometimento dosprofissionais, estrutura da famíliaAprendizagens estratégicas- trabalhar na base da famíliaAnálise- 2005 construção de poços artesianos- em época de eleição se investe mais- percepção da necessidade dereadequação da questão tributáriaR$-R$20.000.000,00R$40.000.000,00R$60.000.000,00R$80.000.000,00R$100.000.000,00R$120.000.000,00R$140.000.000,00200120022003200420052006200720082009201020119- PIB64%65%66%67%68%69%70%71%20032004200520062007200820092010201111- Cobertura vegetal Km2024681012141618200120022003200420052006200720082009201020112012Milhões8- Impostos arrecadados
  • 16. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R7
  • 17. Modelos mentaisProdutores convencionaisProfessores e diretoresFamílias tradicionaisLíderes HistóricosFreis do passadoLíderes religiososVereador OsmarVoluntariadosVereadoresMigrantesPrefeitoPopulaçãoVereadoresPais e Mães de FamíliaEmpresários TradicionaisProdutores ConvencionaisLíderes políticos partidáriosProdutores AgroecológicosEmpresários AgronegociantesPopulação"Novo? Pra que ?Gostamos de fazeras mesmas coisas"Líderes políticospartidários"defendo aideologia domeu partido"Modelo mentalda resistência àmudançaModelo mentalda politicagemProdutoresAgroecológicos"por sermos inicialmentediscriminadosprecisamos nos fecharum pouco"Modelo mental dafalta de integração
  • 18. Ótima qualidade deinfraestrutura e logísticaPéssima qualidade deinfraestrutura e logísticaCriseeconômicaPlenodesenvolvimentoeconômico1 23 4Vacas GordasTanto Perso(tudo perdido)Correndo atrás damáquinaQua comando mi(aqui mando eu)Cenários
  • 19. Ótima qualidade deinfraestrutura e logísticaPéssima qualidade deinfraestrutura e logísticaCriseeconômicaPlenodesenvolvimentoeconômico1 2VacasGordasTantoPerso(tudoperdido)CorrendoatrásdamáquinaQuacomandomi(aquimandoeu)- Pavimentação- Buscar autonomia em energiaelétrica, água, alimentação- Estruturar processamentoautônomo do lixo e tratamento doesgoto- Explorar o turismo ecológico- Criar Indústrias verdesdiversificadas e não tão grandes- Incentivar a inovação eoempreendedorismo- Planejar o uso do solo e dosrecursos hídricos para prevenir asvariações climáticas- Planejar a urbanização para aexpansão da cidade- Investir na estruturação detratamento de esgoto- Ampliar a produção industrialatravés de incentivos públicos parainstalação de novas indústrias- Criar políticas públicas de incentivoao setor primário- Integrar entidades para odesenvolvimento de uma culturaecológica- Melhorar estradas rurais parapermitir o acesso de maquinários- Investir em desenvolvimento eassessoria técnica- Implantar cursos nas áreas deagricultura, turismo, etc- Desenvolver uma identidadecultural para Ipê- Elaborar plano de mobilidadeurbana- Elaborar plano de saneamento- Ampliar a alargar a RS 122- Fazer parceria com indústrias paramelhorar gestão de resíduos- Préselecionar o lixo nos distritos- Fazer cadastro ambiental daspropriedades rurais- Construir centro de convivência- Construir galeria de captação deesgoto do Arroio rio Leão- Elaborar plano de resíduos sólidos
  • 20. Diretrizes para PlanoDiretor• O depositário das conclusõesMapa sistêmicoModelos mentaisCenáriosMemóriasExemplos de planosdiretoresDiretrizes paraPlano Diretor
  • 21. O que é o Plano DiretorO Estatuto da Cidade (Lei 10.257/01) instituiu oPlano Diretor como o instrumento básico dapolítica de desenvolvimento urbano sendo oresultado de um processo que, desde a década de70, vinha promovendo o planejamento urbano nasadministrações municipais.
  • 22. O que é o Plano DiretorOs Planos Diretores têm como objetivo organizarsistematicamente os aspectos físicos, econômicos esociais do Município como um todo e da área urbanaem particular numa perspectiva de presente e futuro.O Plano Diretor deve partir “do pressuposto que a cidadeé produzida por uma multiplicidade de agentes quedevem ter sua ação coordenada, não em função de ummodelo produzido em escritórios, mas a partir de umpacto que corresponda ao interesse público da cidade”.Os planos devem manifestar o interesse público edevem ser construídos com a participação popular.
  • 23. O que é o Plano DiretorOs Planos Diretores devemnecessariamente conectar-se aosoutros instrumentos deplanejamento: o PPA, a LDO e aLOA.
  • 24. EstratégiasRobustas• Ampliar a produção industriais através de incentivospúblicos e criação de novas indústrias• Construir centro de convivência• Construir galeria de captação de esgoto do Arroio rioLeão• Criar políticas públicas de incentivo ao setor primário• Elaborar plano de mobilidade urbana• Elaborar plano de resíduos sólidos• Elaborar plano de saneamento• Integrar entidades para o desenvolvimento de umacultura ecológica• Planejar o uso do solo e dos recursos hídricos para
  • 25. EstratégiasRobustas• Ampliar a produção industriais através de incentivospúblicos e criação de novas indústrias• Construir centro de convivência• Construir galeria de captação de esgoto do Arroio rioLeão• Criar políticas públicas de incentivo ao setor primário• Elaborar plano de mobilidade urbana• Elaborar plano de resíduos sólidos• Elaborar plano de saneamento• Integrar entidades para o desenvolvimento de umacultura ecológica• Planejar o uso do solo e dos recursos hídricos para
  • 26. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R7
  • 27. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R7
  • 28. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717
  • 29. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Constituir umaagência dedesenvolvimentolocal
  • 30. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717
  • 31. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Realizar umaconsulta pública arespeito da vocaçãoagroecológica, emespecífico e maisamplamente domodelo econômicodo municípioCriação de umapolítica públicadedesenvolvimentoeconômico combase na consultapública
  • 32. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717
  • 33. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Constituir oConselho dasEntidadesComunitárias(CEC), que sejapensante, deliberante e executivo
  • 34. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717
  • 35. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Estabelecer programaspúblicos para incrementararrecadação do município(especialmente aevasão):- Aumento da base- Redução da alíquotaCriarIPTUVerde
  • 36. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717
  • 37. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Planejar oenvolvimento dejovens em atividadesde lazer eculturais, integrandoas existentes domunicípioImplantar o conselhomunicipal dajuventude
  • 38. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717
  • 39. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Implementara escolaintegral até2018 Estabelecerum currículoque atenda:- Ed.Ambiental- Ed.Ética/moral- Ed.FinanceiraTer a escola técnicatotalmente implantadaatendendo 150 alunos e queos egressos sejam inseridosno mercado comoempreendedores baseadonas potencialidadesTerestruturadoem Ipê umpólo/extensãouniversitário
  • 40. ProduçãoPrimáriaProduçãoIndustrialProduçãoComércio eServiçosArrecadaçãoMunicípioEmpregosRendaPopulaçãoR1R2QualidadeEducaçãoQualidadeLazerR3DistribRendaQualidadeModeloEconômicoOrganizaçãoComunitáriaBiodiversidadee CoberturavegetalQualidade do ar,água e solo9 98 8Reconhecimentoe valorização daspotencialidadesDesenv.SocialQualidadeGestão1Preocupc/ futuro econse-quênciasQualidade doplanejamentoGrau deorganização21133R5R4Custode vidaDiversi-dadeprodutivaQualidadesegurançaConsumode drogasViolênciaInvestimentoem educaçãointegralCursosTécnicosQualidadeda saúdeConsciênciaAmbientalAtratividadeTurísticaQualidadeestéticada cidadePlanejamentoAgrário(zoneamento)QualidadeInfra elogísticaRegularizaçãode terrenosQualidade dosaneamentoGrau deintegraçãoQualidade dacomunicaçãoGrau deCompartilhamentode visão imobiliáriaInclusão dosmigrantesQualidadeda migra-ção2Engajamento eInteresse do Jovempelo municípioApoiopúblicoao jovemInovação edinamismoBaseFamiliarMotivaçãop/ melhorias442R11R10R12R9R8x1R62R717Constituir umaagência dedesenvolvimentolocalConstituir oConselho dasEntidadesComunitárias(CEC), que sejapensante, deliberante e executivoRealizar umaconsulta pública arespeito da vocaçãoagroecológica, emespecífico e maisamplamente domodelo econômicodo municípioCriação de umapolítica públicadedesenvolvimentoeconômico combase na consultapúblicaEstabelecer programaspúblicos para incrementararrecadação do município(especialmente aevasão):- Aumento da base- Redução da alíquotaCriarIPTUVerdePlanejar oenvolvimento dejovens em atividadesde lazer eculturais, integrandoas existentes domunicípioImplantar o conselhomunicipal dajuventudeImplementara escolaintegral até2018 Estabelecerum currículoque atenda:- Ed.Ambiental- Ed.Ética/moral- Ed.FinanceiraTer a escola técnicatotalmente implantadaatendendo 150 alunos e queos egressos sejam inseridosno mercado comoempreendedores baseadonas potencialidadesTerestruturadoem Ipê umpólo/extensãouniversitário
  • 41. PopulaçãoModelos mentaiscríticos"Novo? Pra que ?Gostamos de fazeras mesmas coisas"Líderes políticospartidários"defendo aideologia domeu partido"Constituir o Conselho dasEntidades Comunitárias – CEC(que seja pensante, deliberativoe executivo) por portaria doexecutivo.Modelo mentalda resistência àmudançaModelo mentalda politicagemValorizar no currículo escolarvalores como Democracia eColaboraçãoComo Tratar?Como Tratar?
  • 42. PopulaçãoModelos mentaiscríticos"Novo? Pra que ?Gostamos de fazeras mesmas coisas"Líderes políticospartidários"defendo aideologia domeu partido"Constituir o Conselho dasEntidades Comunitárias – CEC(que seja pensante, deliberativoe executivo) por portaria doexecutivo.Modelo mentalda resistência àmudançaModelo mentalda politicagemValorizar no currículo escolarvalores como Democracia eColaboraçãoComo Tratar?Como Tratar?
  • 43. Modelos mentaisCríticosProdutoresAgroecológicos"por sermos inicialmentediscriminadosprecisamos nos fecharum pouco"Realizar Festival Anual daAgroecologia para integrarprodutores diversos epromover a agriculturaecológicaComo Tratar?Modelo mental dafalta de integração
  • 44. Objetivos do PlanoDiretor de Ipê1. Eixo Estratégico 1 – Estrutura Urbana1. Construir galeria de captação do esgoto doarroio do Rio Leão2. Elaborar plano de saneamento do município3. Elaborar plano de mobilidade urbana4. Estabelecer infraestrutura de comunicação(telefone/internet)
  • 45. Objetivos do PlanoDiretor de Ipê2. Eixo Estratégico 2 – Preservação eConservação Ambiental1. Criar o IPTU verde2. Elaborar plano municipal de resíduos sólidos3. Fazer o cadastro ambiental das propriedades4. Planejar o uso do solo e dos recursos hídricos(para prevenir a influência das variaçõesclimáticas na produção primária)
  • 46. Objetivos do PlanoDiretor de Ipê3. Eixo Estratégico 3 – Desenvolvimento Social1. Ter estruturado em Ipê um polo/extensão universitário2. Implementar a educação integral até 20183. Construir um centro de convivência multiuso com acessibilidadepara os portadores de necessidades especiais4. Elaborar um programa de combate a drogadição5. Elaborar plano de educação6. Estabelecer um currículo que atenda:1. Educação ambiental2. Educação ética/moral3. Educação financeira4. Educação para democracia5. Educação para colaboração7. Elaborar plano de assistência social
  • 47. Objetivos do PlanoDiretor de Ipê4. Eixo Estratégico 4 – DesenvolvimentoCultural1. Planejar o envolvimento de jovens em atividadesde lazer e culturais, integrando as existentes domunicípio2. Otimizar e ampliar a utilização dos espaçospúblicos3. Realizar festival anual de agroecologia4. Incentivar o fortalecimento das culturastradicionais (ex.: gaúcha, italiana, etc.)5. Integrar entidades para o desenvolvimento de umacultura ecológica
  • 48. Objetivos do PlanoDiretor de Ipê5. Eixo Estratégico 5 – DesenvolvimentoEconômico1. Constituir uma agência de desenvolvimento local2. Estabelecer um programa de incremento da arrecadação municipal(especialmente no combate a evasão, aumento da base e redução de alíquotas)3. Ter a escola técnica totalmente implantada com os egressos inseridos comoempreendedores, baseada nas potencialidades do município4. Ampliar a produção industrial por meio de incentivos públicos e instalação denovas indústrias5. Realizar uma consulta pública a respeito da vocação agroecológica, emespecífico, e mais amplamente do modelo econômico do município6. Criar uma Política Pública de Desenvolvimento Econômico (PPDE) com base naconsulta pública7. Criar políticas públicas de incentivo ao desenvolvimento do setor primário (combase no PPDE)8. Elaborar plano de fortalecimento das agroindústrias existentes e incentivo anovas (com base no PPDE)9. Atrair novos setores (com base no PPDE)
  • 49. Objetivos do PlanoDiretor de Ipê6. Eixo Estratégico 6 – DesenvolvimentoInstitucional e Gestão Pública1. Constituir o Conselho das Entidades Comunitárias –CEC (que seja pensante, deliberativo e executivo)2. Implantar o conselho municipal da juventude (comrepresentatividade majoritária da juventude)3. Atribuir ao CEC o acompanhamento e assessoramentodo Plano Diretor (como consultivo)4. Criar um sistema de informações municipais(georreferenciamento)
  • 50. “Talvez, pela primeira vez na história,a humanidade tenha a capacidade de criarmuito mais informações do que o homempode absorver, de gerar uma interdependênciamuito maior que o homem pode administrare de acelerar as mudanças comuma velocidade muito maiorque o homem pode acompanhar.”Peter SengeObrigado!