Your SlideShare is downloading. ×
0
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Informação E Conhecimento - Conceitos Essenciais

18,939

Published on

Conceitos básicos sobre informação e conhecimento

Conceitos básicos sobre informação e conhecimento

Published in: Business
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
18,939
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
421
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Informação e Conhecimento - Conceitos Essenciais MBA em Negócios Jurídicos Disciplina: Gestão da Informação e do Conhecimento em Negócios Jurídicos Prof. Leonardo Barbosa de Moraes
  • 2. Dados x Informação x Conhecimento  DADOS  Fatos não trabalhados:  Representam as coisas do mundo real: descrição elementar de coisas, eventos, atividades, transações;  Podem ser representados por vários tipos de dados, podendo ser números, letras, figuras, sons ou imagens;  Características: estruturado, facilmente obtido por máquinas, freqüentemente quantificado e facilmente transferível.  Ex: nomes, números de telefone, cep
  • 3. Dados x Informação x Conhecimento  INFORMAÇÃO  Do latim informare (dar forma). São dados coletados, organizados, ordenados, aos quais são atribuídos significado e contexto, de modo que adquirem um valor adicional além do valor dos próprios dados. Está relacionado ao propósito de uso e sua relevância.  Dados que foram organizados de modo a terem significado e valor para o receptor;  Características: Requer unidade de análise, exige consenso em relação ao significado e exige necessariamente a mediação humana.  Ex: Relação de nomes dos alunos do 5o. período.
  • 4. Dados x Informação x Conhecimento  CONHECIMENTO  está ligado ao relacionamento entre informações, categorização, aprendizagem e decisão. Inclui reflexão, síntese e contexto. Dados e informações organizados e processados para transmitir entendimento, experiência, aprendizagem e prática, aplicados a um problema ou atividade empresarial; Percepção e compreensão de um conjunto de informações e de como essas informações podem ser úteis para uma tarefa específica;
  • 5. Dados x Informação x Conhecimento  CONHECIMENTO  Exemplo: uma empresa descobre que alunos com médias acima de 30 tiveram mais sucesso profissional, levando a empresa a entrevistar somente candidatos com média acima de 30; O conhecimento organizacional, que reflete a experiência e a prática de muitas pessoas, tem grande valor para todos os empregados;  Características: Difícil estruturação, difícil captura em máquinas, freqüentemente tácito de difícil transferência;
  • 6. Dados x Informação x Conhecimento  Informação é aquilo que reduz incerteza;  Regras e relacionamentos podem ser estabelecidos para organizar dados em informação útil e valiosa;  O tipo de informação depende dos relacionamentos definidos entre os dados existentes;  A transformação de dados em informação é um Processo (seleção, organização e manipulação), que exige Conhecimento;  Processo: conjunto de tarefas logicamente relacionadas e executadas para atingir um resultado definido;
  • 7. Processo de transformação dos Dados  Na execução de uma dada tarefa, o conhecimento nos permite escolher ou rejeitar fatos, baseado em sua relevância;  Dados podem ser processados mentalmente, manualmente ou por computadores;  Adicionar novos ou diferentes dados significa que os relacionamentos podem ser redefinidos e novas informações podem ser criadas;
  • 8. A complexidade do ambiente das organizações
  • 9. Alguns olhares: para dentro Gestão: • Documentos •Informação •Conhecimento
  • 10. Alguns olhares: para fora • Inteligência competitiva
  • 11. Alguns olhares: o tempo - passado e futuro •Inteligência competitiva •INOVAÇÃO •Aprendizado organizacional
  • 12. LEMBRANDO A •A informação é um ÚLTIMA AULA.... ativo, e assim deve ser gerenciada. ESSA  A necessidade de PERCEPÇÃO gerenciar também ORIGINA UMA PREOCUPA-ÇÃO todos os recursos informacionais
  • 13. Origem da Gestão dos Recursos de Informação Fatores que, em conjunto, dispararam o surgimento da GRI: 1. Explosão informacional Séc. XX: livros, jornais, relatórios, pesquisas, satélite, radio, TV, computador, CD, DVD, internet, web 2.0. etc 2. Proliferação de papel A maior parte da informação ainda estava em papel 3. Amplo uso de tecnologias para manuseio de informação TICs, sociedade da informação, ambiente de trabalho, etc.
  • 14. Uma ação do Congresso americano (PRA* ) dispara pesquisas e atividades voltadas para: * Paperwork Reduction Act, 1980
  • 15. Evolução da ação organizacional frente à informação
  • 16. Relações com outros conceitos Origens na biblioteconomia, arquivologia, gestão Origens na biblioteconomia, arquivologia, gestão Records administrativa e outras disciplinas com foco em administrativa e outras disciplinas com foco em armazenamento, recuperação, disseminação e uso armazenamento, recuperação, disseminação e uso recuperação, disseminação Management de documentos em organizações. de documentos em organizações. organizações. Data Abordagem orientada a questões técnicas de Abordagem orientada a questões técnicas de técnicas manuseio de dados em formato eletrônico. manuseio de dados em formato eletrônico. Management Information Visão: informação como um ativo, um recurso, com Visão: informação como um ativo, um recurso, com informação Management significado econômico .. significado econômico
  • 17. Os estágios ESTÁGIO 1 ESTÁGIO 2 ESTÁGIO 3 ESTÁGIO 4 Gerenciamento da GRI (Gestão dos KM (Knowle- Controle Físico da Descrição tecnologia de Recursos dge informação automatização Informacionais) Management) Anos 60 até meados dos Época 1ª metade do séc. XX anos 70 Meados de 70 aos anos 80 Gerenciamento de Desenvolvimento e melhoria Crescente papéis, registros, do processamento de dados, dependência e Traz a responsabilidade Caracte- relatórios, das telecomunicações e penetração da TI em da gestão da informação correspondências, "office systems“. todos os níveis rísticas para a alta gerência registros de nascimento Responsabilidade transferida organizacionais /morte / casamento e para gerências (tomada de decisões office design intermediárias e operacional) 2ª e 3ª geração dos Processamento Sistemas Tecnolo- Papel, máquina de computadores, máquinas de distribuído da informação, especialistas, escrever, telefone, cópia eletrônica (xerox?), gias arquivos, máquinas de processadores de texto, 1º computador pessoal e sistemas de apoio à workstations decisão, sistemas de básicas tabulação e microfilme equipamento de multifuncionais “office intelligence” comunicação por voz Foco na gestão integrada das tecnologias de Principal Melhorar a eficiência dos informação e Eficiência técnica e controle objetivo processos e o controle da informação planejamento estratégico; físico da informação e na integração dos gerencial recursos de informação manuais e automáticos
  • 18. 18 Porque? Leo Moraes - 2009
  • 19. Importância da informação no contexto empresarial  Habilita a empresa a alcançar seus objetivos pelo uso eficiente dos recursos disponíveis, nos quais se inserem pessoas, materiais, equipamentos, tecnologia, dinheiro, além da própria informação.  Quando devidamente estruturada, integra os diversos subsistemas, e portanto, as funções de suas várias unidades organizacionais;  Facilita o desempenho das funções que cabem à administração: planejar, organizar, dirigir e controlar operações;
  • 20. O Grande desafio das organiza- ções modernas •Obter informações relevantes e corretas •Distribuir para as pessoas que necessitam •No tempo adequado •No formato esperado •Na quantidade certa •Transformar, economicamente, os dados em informações ou conhecimento para obter vantagem competitiva;
  • 21. Tipos de informação Estruturada Não Estruturada  Em papel Não tem formato definido;  Digital Ausência de temporalidade; Normalmente Informal; Desorganizada
  • 22. Tipos de problemas numa organização** Controle Controle Tático / Planejamento Operacional gerencial Estratégico • Foca os processos de • Foca nas decisões de • Decisões sobre os objetivos decisão para assegurar alocação de recursos que da organização elaboradas que tarefas específicas precisam ser tomadas por um pequeno grupo serão realizadas após as ‘visões’ e gerencial do staff superior, eficiente e eficazmente. ‘objetivos’ tornarem-se geralmente de maneira • As informações claros. criativa e não repetitiva. A necessárias aqui são • As informações qualidade do processo de bem definidas, de normalmente são obtidas elaboração do PE é de difícil abrangência localizada e através de interação avaliação em função da repetitiva. Uma vez que humana e ‘serve’ para complexidade e é freqüentemente transformar estratégias randomicidade dos usada, sua precisão é em sistemas de trabalho, problemas apresentados. importante. assim como para • As informações responder às surpresas normalmente são coletadas que surgem interna e externamente e variam na externamente. freqüência e conteúdo. ** (Gordon and Scott Morton, A Framework for Management Information Systems, 1989)
  • 23. Tipos de Operacional Tático / Planejamento problemas gerencial Estratégico Estruturado Contas a pagar / Análise de Localização de receber, controle de orçamentos, custos produção e estoque de engenharia, depósitos previsões de curto prazo Semi- Lista de produção, Preparação de Fusões e aquisições, estruturado gerenciamento de orçamentos, planejamento de caixa análises de novos produtos mudanças globais de orçamentos Não Sistemas de custos e Vendas e Planejamento de estruturado de PERT produção P&D Leo Moraes - 2009
  • 24. Valor e qualidade da informação 24
  • 25. Valor da informação  Seu valor é diretamente dependente do quanto ela ajuda aos tomadores de decisão atingir as metas da organização;  Pode ser uma medida do tempo para tomar uma decisão ou do aumento dos lucros;  Pode informar quando é o momento de se investir em sistemas e tecnologias de informação adicionais;  Pode ser uma informação que define os rumos estratégicos da organização (valor potencial); etc  É, então, uma medida do retorno que dá à organização. Ou o custo benefício existente entre a qualidade da informação e o desempenho proporcionado pela mesma.
  • 26. Valor da informação  Seu valor é diretamente dependente do quanto ela ajuda aos tomadores de decisão atingir as metas da organização;  Pode ser uma medida do tempo para tomar uma decisão ou do aumento dos lucros;  Pode informar quando é o momento de se investir em sistemas e tecnologias de informação adicionais;  Pode ser uma informação que define os rumos estratégicos da organização (valor potencial); etc  É, então, uma medida do retorno que dá à organização. Ou o custo benefício existente entre a qualidade da informação e o desempenho proporcionado pela mesma.
  • 27. A informação como bem econômico – suas leis
  • 28. 1ª LEI – a informação é (infinitamente) compartilhável • Ao contrário dos ativos comuns, a informação pode ser compartilhada infinitamente e usada simultaneamente por inúmeras pessoas, sem que seja consumida nesse processo. – Internamente valioso elemento de integração de processos e de melhor compreensão da organização. – Externamente a ampliação do público que a informação atinge fortalece os vínculos e relacionamentos da organização com o ambiente externo. • Ao contrário do compartilhamento, a replicação não agrega valor, apenas custos adicionais.
  • 29. 2ª LEI – o valor da informação aumenta com o uso • O ativos comuns perdem valor com o uso (depreciação), a informação, ao contrário, quanto mais utilizada, maior o valor a ela associado. • Pré-requisitos para o uso efetivo da informação: – Saber que ela existe – Saber onde está armazenada – Ter acesso a ela – Saber como utilizá-la – Receber a informação em formato adaptado às necessidades do usuário, em termos de linguagem, nível de detalhamento e outros requisitos.
  • 30. 3ª LEI – a informação é perecível • A informação perde seu valor potencial com o tempo.
  • 31. 4ª LEI – o valor da informação aumenta com a precisão • Informações inexatas podem causar prejuízos, causar erros operacionais e decisões equivocadas. • Em algumas situações a precisão de 100% é necessária. Em outras, valores aproximados são suficientes.
  • 32. 5ª LEI – o valor da informação aumenta quando há combinação de informações • Quanto mais integrada a informação, maior seu valor potencial dentro das organizações. • Para explorar essa característica surgiram, na década de 90, os sistemas integrados – conhecidos como ERP. • A integração da informação permite a obtenção de uma visão sistêmica dos processos.
  • 33. 6ª LEI – mais informação não é necessariamente melhor • Ao contrário dos outros ativos, a informação excessiva é um problema organizacional. • A informação para ser útil, nesse caso, precisa ser filtrada para ser útil.
  • 34. 7ª LEI – a informação se multiplica • Os outros ativos se esgotam com o uso. • A informação é autogenerativa – tem a propriedade de multiplicação por operações de síntese, análise e combinação. Técnicas de datamining têm o propósito de gerar novas informações a partir de dados disponíveis.
  • 35. Qualidade da informação “propriedade, atributo ou condição das coisas ou das pessoas capaz de distingui-las das outras e de lhes determinar a natureza” Ou “numa escala de valores, que permite avaliar e, conseqüentemente, aprovar, aceitar ou recusar qualquer coisa” (Aurélio)
  • 36. Características de qualidade da informação
  • 37. Características de qualidade da informação na dimensão tempo Características Definições Prontidão Relativa a disponibilidade da informação. A informação deve estar disponível no momento da necessidade; Aceitação Deve estar atualizada quando fornecida; Freqüência Deve estar disponível quantas vezes que for necessária. Não pode ser perdida após ser usada. Período Relativa a visão histórica da informação, revelando sua evolução.
  • 38. Características de qualidade da informação na dimensão conteúdo Características Definições Precisão Não contém erros. A imprecisão pode decorrer da imprecisão dos dados; Relevância A informação deve ser relevante para um determinado propósito ou para um determinado usuário; Integridade Todos os seus componentes devem estar presentes; Concisão Somente o necessário deve estar contido na informação; Amplitude Relativo ao alcance do conteúdo da informação; Desempenho Pode ser adotada uma métrica relativa ao impacto da informação nos resultados desejados.
  • 39. Características de qualidade da informação na dimensão forma Características Definições Clareza Facilidade de compreensão da informação. Detalhe Grau de detalhamento necessário. Ordem Deve ser organizada na seqüência necessária. Apresentação Deve ser no formato e na mídia adequados. / mídia
  • 40. Características de qualidade da informação - outros Características Definições Acessível Deve ser facilmente acessível pelos usuários autorizados; Segura Somente usuários autorizados podem acessá- la; Econômica O valor da informação deve compensar o custo de produzí-la; Flexível Pode ser utilizada para mais de um propósito ou por mais de um tipo de usuário; Confiável A confiabilidade da informação pode decorrer do método utilizado na coleta ou decorrer da origem;
  • 41. BIBLIOGRAFIA BEAL, Adriana. Gestão Estratégica da Informação – como transformar a informação e a tecnologia da informação em fatores de crescimento e de alto desempenho nas organizações. São Paulo: Atlas, 2004. DAVENPORT, Thomas H. Ecologia da informação – porque só a tecnologia não basta par o sucesso na era da informação. 6ª Ed. São Paulo: Futura, 1998. FELIX, Wellington. Introdução à Gestão da Informação. Campinas, SP: Editôra Alínea, 2003. McGEE, James e PRUSAK, Laurence. Gerenciamento Estratégico da Informação – aumente a competitividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como ferramenta estratégica. 12ª Ed. Rio de Janeiro: Campos, 1994. SAVIC, D. Evolution of information resource management. Journal of Librarianship and Information Science, v. 24, n. 3, September 1992, p.127-138.
  • 42. datamining • “Processo não trivial pelo qual são identificados padrões compreensíveis, válidos, potencialmente úteis e anteriormente desconhecidos em um conjunto de dados.” volta

×