• Like
  • Save
Reformulação de consultas sparql no padrão linked data
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Reformulação de consultas sparql no padrão linked data

on

  • 311 views

Slide sobre o SPARQL e as tecnologias que o sustenta. Feito por Leonardo Ribeiro.

Slide sobre o SPARQL e as tecnologias que o sustenta. Feito por Leonardo Ribeiro.

Statistics

Views

Total Views
311
Views on SlideShare
311
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Reformulação de consultas sparql no padrão linked data Reformulação de consultas sparql no padrão linked data Presentation Transcript

    • Reformulação de consultas SPARQL no padrão Linked Data Ana Dandara dos Santos Rodrigues Leonardo Oliveira Ribeiro Matheus Nobre Costa
    • Web de Documentos X Web de Dados Web 1.0 Documentos Conteúdo HTML descreve estrutura e apresentação da informação, ou seja, a sintaxe, não a semântica. Web 2.0 AJAX Redes Sociais
    • Web de Documentos X Web de Dados Navegadores HTML Hiperlinks URIs, HTTP, HTML Navegadores RDF (Resource Description Framework) Links RDF URIs, HTTP, RDF, SPARQL Web de Documentos Web de Dados
    • Como os dados estão publicados na Web? Banco de Dados Relacionais XML CSV XLS
    • Deficiências da Web Web baseada em HTML Apenas descrições sintáticas Grande cobertura porem com baixa precisão Diferentes formatos Diferentes modelos de dados Não há vínculo entre fontes de dados diferentes DIFICULDADE PARA INTEGRAR OS DADOS
    • Observe um exemplo: Laranja (Fruta) Laranja (Cor)
    • Web Semântica
    • Mas como Ligar os Dados ? Utilização de ontologias. As boas práticas para a publicação de dados são importantes. Dê nome às coisas usando URIs. As URIs serão solicitadas, devolva uma informação útil em RDF.
    • Ontologia Na filosofia: Ciência de descrever os tipos de entidades no Mundo e como estão relacionadas. Na Web: Conjunto de conceitos dentro de um domínio e os relacionamentos entre estes. É necessário descrever : CONCEITOS RECURSOS PROPRIEDADES RELACIONAMENTOS
    • URI Uniform Resource Identifier Usada para identificar de forma única um recurso na Internet http://pt.wikipedia.org/wiki/URI#Exemplos_de_ref_URI "http" é o nome do 'conjunto', "pt.wikipedia.org" é a 'autoridade', "/wiki/URI" é o 'caminho' apontando para este artigo "#Exemplos_de_ref_URI" é um 'fragmento' apontando para esta seção
    • RDF Resource Description Framework A descrição do arquivo é adequado à situações nas quais a informação precisa ser processada por software em vez de serem somente exibidas para pessoas. RDF é baseado na ideia de identificar coisas usando identificadores Web (Uniform Resource Identifiers ) e descrevê-las em termos de propriedades simples com seus valores. Essa ideia permite ao RDF representar afirmações sobre recursos na forma de um Grafo.
    • RDF: padrão W3C para descrição dos recurso Web Em RDF uma descrição de um recurso é representada como uma série triplas. As três partes dessa tripla são : sujeito predicado objeto
    • SPARQL Linguagem de Consulta de alto nível para recuperação de informações contidas em grafos RDF. Protocolo usado para enviar consultas e recuperar resultados através do protocolo HTTP.  Fontes Linked Data tipicamente fornecem um SPARQL Endpoint que é um serviço Web com suporte ao protocolo SPARQL. Uma consulta (retornar o título do livro identificado pelo URI):
    • Linked Data Descreve métodos de publicação de dados estruturados de modo que possam ser interligados e tornar-se mais útil. Ele baseia-se em tecnologias da Web padrão, tais como HTTP, RDF e URIs, mas ao invés de usá-los para servir páginas web para leitores humanos, estende-se a eles para compartilhar informações de uma maneira que podem ser lidos automaticamente por computadores. Permitindo que os dados de diferentes fontes sejam conectados e consultados.
    • Aplicações BBC Programmese e BBC Music
    • Aplicações DBPediaMobil e Google Maps
    • Fontes  http://www.slideshare.net/regispires/linked-data-minicurso-sbbd-2011  http://www2.dbd.puc- rio.br/pergamum/tesesabertas/0821379_11_cap_01.pdf  http://www2.dbd.puc- rio.br/pergamum/tesesabertas/0821379_11_cap_02.pdf  http://pt.wikipedia.org  http://linkeddatabook.com