• Like
1712 Libras
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

1712 Libras

  • 5,591 views
Published

LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

Published in Technology , Travel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
5,591
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9

Actions

Shares
Downloads
203
Comments
1
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Libras Língua Brasileira de Sinais
  • 2.       As línguas de sinais são línguas naturais, porque como as línguas orais, surgiram espontaneamente da interação entre pessoas e porque devido à sua estrutura permitem a expressão de qualquer conceito - descritivo, emotivo, racional, literal, metafórico, concreto, abstrato - enfim, permitem a expressão de qualquer significado decorrente da necessidade comunicativa e expressiva do ser humano.
  • 3. Projeto de Lei n o 4857 / 1998 - Autor: Benedita da Silva - PT/RJ. Dispõe sobre a regulamentação da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). (lei para os surdos) Fonte: Revista da FENEIS Art. 1 o - É reconhecida como meio legal de comunicação e expressão a Linguagem Brasileira de Sinais - LIBRAS e outros recursos de expressão e a ela associados. Parágrafo único. Entende-se como Linguagem Brasileira de Sinais a forma de comunicação e expressão, em que o sistema lingüístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constituem um sistema lingüístico de transmissão de idéias e fatos, oriundos de comunidades Surdas do Brasil.  
  • 4. Art. 2 o - Deve ser garantido, por parte do poder público em geral e empresas concessionárias de serviços públicos, formas institucionalizadas de apoiar o uso e difusão da Linguagem Brasileira de Sinais como meio de comunicação objetiva e de utilização corrente das comunidades Surdas do Brasil. Art. 3 o - As instituições públicas e empresas concessionárias de serviços públicos de assistência à saúde devem garantir atendimento e tratamento adequado aos portadores de deficiência auditiva, de acordo com as normas legais em vigor.
  • 5. Art. 4 o - O sistema educacional federal e os sistemas educacionais estaduais, municipais e do Distrito Federal devem garantir a inclusão nos cursos de formação de Educação Especial de Fonoaudiologia e de Magistério, em seus níveis médio e superior do ensino da Linguagem Brasileira de Sinais, como parte integrante dos Parâmetros Curriculares Nacionais - PCNs, conforme legislação vigente. Parágrafo único. A Linguagem Brasileira de Sinais não poderá substituir a modalidade escrita da língua portuguesa.   Art. 5 o - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
  • 6. Vamos conhecer agora o Alfabeto Libras...
  • 7.  
  • 8.  
  • 9.  
  • 10.  
  • 11.  
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.  
  • 15.  
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.  
  • 19.  
  • 20.  
  • 21.  
  • 22.  
  • 23.  
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30.  
  • 31.  
  • 32.  
  • 33.  
  • 34. Créditos: LUCINDA FERREIRA BRITO Doutora em Lingüística - Departamento de Lingüística e Filologia da UFRJ http ://www.ines.org.br/ines_livros/FASC7_INTRO.HTM INCLUINDO.NET E-MAIL [email_address] br   http ://planeta.terra.com.br/educacao/surdez/legisla003. htm Dicionário Libras http ://www.dicionariolibras.com.br/website/index.asp?start=1 Desenvolvimento da Apresentação : Sarah Coutinho E-mail - [email_address] br