GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃODIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE SÃO        JOSÉ DOS CAMPOS    ...
CAFÉ = 15 MINUTOSMANHÃ:Início da Formação    DERSV – Recuperação: 2º encontro - Equipe de matemática -2011
Objetivos:         Analisar os Mapas de Sondagens das classes dos 1ª Anos:Comparativo da 1ª e 2ª sondagem diagnóstica e re...
Conteúdos:Mapas de Sondagens.Portfólio .Situações de Aprendizagens que levam os alunos avançarem:atividades permanentes...
Síntese da Sequência Formativa:•Momento: Leitura em voz alta pela formadora do Livro “ A Festa nocéu” Angela Lago – Intert...
MOMENTO 1:Leitura pela Formadora                                   A FESTA NO CÉU                                 CONTO DO...
Angela Maria Cardoso Lago A maior parte de sua obra é dedicada às crianças..Entre suas obras destaca-se Cena de Rua, premi...
Naquela  Noite  ia ter  uma  festa  no céu.  Nós,  os bichos  sem  asa, estávamos jururus  de  fazer dó.  Aí,  imagine,  a...
-Até logo! – disse ela para o urubu-rei. – Vou indo na frente porque vou devagar! – Por que você não vai voando? – O urubu...
Mas enquanto os pássaros morriam de rir da pretensão da tartaruga, ela se mandou e...Naquela tarde, quando o urubu pegou o...
No céu, sem que ninguém visse, a tartaruga pulou fora do esconderijo.E a passarada arregalou os olhos: - Mas como é que vo...
E ela cantou, sambou a noite toda.Rebolou até o sol raiar.Depois tratou de encontrar um jeito de seenfiar de volta no viol...
Mas  a  terra  nem  se mexeu  .  O  casco  da tartaruga  se  quebrou em pedacinhos. Fomos  nós  que achamos  e  colamos os...
                                                        A FESTA NO CÉU                  Conto tradicional do Brasil       ...
MOMENTO 2: Informes  Dia 20/09 – Abertura das 19h30 às 21h30 no Auditório do SESC  21/09 - Exposição de projetos na quadra...
MOMENTO 3: Análise de Comparativo;Reflexão sobre algumas escritas (agrupamentos produtivos;Atividade de Auditório.
PRINCIPAIS PROBLEMASDETECTADOS A PARTIR DA      ANÁLISE DOCOMPARATIVO DOS MAPAS     DE SONDAGEM.  PRINCIPAIS MOTIVOS      ...
Planejando agrupamentos produtivosImagine a seguinte situação-problema:Você é professora em uma escola e uma colega do 1º ...
Duplas Possíveis
Você nunca deve agrupar os pré-silábicos com pré-silábicos,sempre os coloque com silábicos com valor sonoro.Os silábicos...
Sugestões de Atividades•Trabalhar com texto que eles sabem de cor (Poemas, parlendas,cantigas...)•Diferentes propostas par...
VÍDEO: ATIVIDADE DE AUDITÓRIOVamos observar a aluna Ana e sua evolução, refletir sobre como ocorreuesse processo:Em duplas...
4.Momento: Devolutiva das sequências didáticas do trabalho pessoal.                        APRESENTAÇÃO DA AÇÃO DE FORMAÇÃ...
5º MOMENTO: Projeto EMAIEm grupos: Análise das propostas de Trajetórias Hipotéticas de Aprendizagem 2do 1º ano do EF.•As s...
Trabalho Pessoal:•Inserir na Rotina Atividade de Auditório – diariamente.•Continuar a Aplicação - THA2 nas salas de 1º Ano...
Encaminhamento para trabalhar com revista Ciências Hoje das crianças.Roda de Leitura de Textos Informativos;  http://chc.c...
CAFÉ = 15 MINUTOSTARDE: Final da Formação
A TODOS OS PROFESSORES, PROFESSORES COORDENADORES PARTICIPANTES      NESTA OT E AOS PCNPS QUE INTEGRAM A EQUIPE DE APOIO....
Avaliação do Encontro                     PAUTA DA 3ª AÇÃO DE FORMAÇÃO DOS 1º ANOS DAS SÉRIES INICIAIS EF                 ...
Obrigado!            33
Ppt 3ªformação 1ªanos_2012
Ppt 3ªformação 1ªanos_2012
Ppt 3ªformação 1ªanos_2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ppt 3ªformação 1ªanos_2012

1,842

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,842
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ppt 3ªformação 1ªanos_2012

  1. 1. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULOSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃODIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS   3ª Ação de Formação dos 1º Anos das Séries Iniciais EF 1
  2. 2. CAFÉ = 15 MINUTOSMANHÃ:Início da Formação DERSV – Recuperação: 2º encontro - Equipe de matemática -2011
  3. 3. Objetivos: Analisar os Mapas de Sondagens das classes dos 1ª Anos:Comparativo da 1ª e 2ª sondagem diagnóstica e reflexões de algumasescritas de alunos com hipóteses de escrita não alfabética ( portfóliodos alunos). Garantir possíveis ações que proporcionem aos alunosavançarem: Atividade de Auditório. Devolutiva das sequênciasdidáticas dos projetos, atividades sequenciadas. Conhecer quais são as características principais do projetoEMAI. Propor análise das sequências didáticas de coleção detampinhas, resolução de problemas de situações reais, que norteiamo trabalho com as Trajetórias Hipotéticas de Aprendizagem.
  4. 4. Conteúdos:Mapas de Sondagens.Portfólio .Situações de Aprendizagens que levam os alunos avançarem:atividades permanentes, atividades sequenciadas e encaminhamentosdos projetos.Sequências didáticas THA2.
  5. 5. Síntese da Sequência Formativa:•Momento: Leitura em voz alta pela formadora do Livro “ A Festa nocéu” Angela Lago – Intertexto: Contos de Luís Câmara Cascudo “ Afesta no céu” Nova versão;•Momento: Informes –“Exposição dos Projetos”. Local - SESC. _ Plantão do Curso EAD. Santillana (fora doHorário de Trabalho)3.Momento: Análise de Comparativo e Reflexão sobre algumasescritas; Atividade de Auditório.4.Momento: Devolutiva das sequências didáticas do trabalho pessoal.5.Momento: Sequência Didática THA 2- Projeto EMAI
  6. 6. MOMENTO 1:Leitura pela Formadora A FESTA NO CÉU CONTO DO NOSSO FOLCLORE Angela Lagohttp://www.angela-lago.net.br/ Banco Itaú - Feito Para Você2.rv
  7. 7. Angela Maria Cardoso Lago A maior parte de sua obra é dedicada às crianças..Entre suas obras destaca-se Cena de Rua, premiado na França.   Escritora  e  ilustradora,  mineira,  nascida  em  Belo Horizonte,  em  1945,  Angela  Anastácia  Cardoso Lago.  Das  diversas  obras  que  a  autora  possui,  podemos destacar  a  obra  Sangue  de  Barata.  Resultante  da relação entre texto poético e desenho.
  8. 8. Naquela  Noite  ia ter  uma  festa  no céu.  Nós,  os bichos  sem  asa, estávamos jururus  de  fazer dó.  Aí,  imagine,  a tartaruga,    logo  a tartaruga,decidiu que ia ao bale.
  9. 9. -Até logo! – disse ela para o urubu-rei. – Vou indo na frente porque vou devagar! – Por que você não vai voando? – O urubu caçoou. – É ... Vai voando! – Os pássaros gozaram.
  10. 10. Mas enquanto os pássaros morriam de rir da pretensão da tartaruga, ela se mandou e...Naquela tarde, quando o urubu pegou o violão e levantou voo para a festa, a tartaruga estava quietinhs escondida lá dentro.
  11. 11. No céu, sem que ninguém visse, a tartaruga pulou fora do esconderijo.E a passarada arregalou os olhos: - Mas como é que você apareceu aqui? Como é que você veio? – Voando _ a tartaruga respondeu, rebolando.
  12. 12. E ela cantou, sambou a noite toda.Rebolou até o sol raiar.Depois tratou de encontrar um jeito de seenfiar de volta no violão.Lá pela metade do caminho para casa, o urubucomeçou a assobiar um samba da festa. E atartaruga, que estava muito alegre e umpouco zonza, começou a cantarolar também.O urubu-rei escutou. Pensou um pouco. tam...tam...tammm!!!!!
  13. 13. Mas  a  terra  nem  se mexeu  .  O  casco  da tartaruga  se  quebrou em pedacinhos. Fomos  nós  que achamos  e  colamos os pedaços todos.Agora  você  já  sabe por  que  a  tartaruga tem esse lindo casco tão bem remendado.E  se  você  quiser saber  mais  sobre  a festa  no  céu, pergunte para ela.Ela adora contar. fim
  14. 14.                                    A FESTA NO CÉU   Conto tradicional do Brasil  Luís Câmara Cascudo Folclorista brasileiro Nascimento: 30 de dezembro de 1898 em Natal(RN) Morte: 30 de julho de 1986 em Natal (RN) Obra: Contos do Folclore brasileirohttp://www.qdivertido.com.br/verconto.php?codigo=13
  15. 15. MOMENTO 2: Informes Dia 20/09 – Abertura das 19h30 às 21h30 no Auditório do SESC 21/09 - Exposição de projetos na quadra poliesportiva do SESC, com Workshop Manhã: das 9h às 10h e das 10h às 11h Tarde: 14h às 15h e das 15h às 16h 22/09 – Dia da família no SESC para visitação da exposição. Haverá banners e recreação. Sugestão de sábado letivo. Encaminhar bilhete para fazer a confirmação de presença. A escola poderá organizar a contratação de ônibus. Manhã: das 10h30 ás 12h
  16. 16. MOMENTO 3: Análise de Comparativo;Reflexão sobre algumas escritas (agrupamentos produtivos;Atividade de Auditório.
  17. 17. PRINCIPAIS PROBLEMASDETECTADOS A PARTIR DA ANÁLISE DOCOMPARATIVO DOS MAPAS DE SONDAGEM. PRINCIPAIS MOTIVOS ELENCADOS CONTEÚDOS QUE TÊM CONTRIBUÍDO PARA O AVANÇO DOS ALUNOS.
  18. 18. Planejando agrupamentos produtivosImagine a seguinte situação-problema:Você é professora em uma escola e uma colega do 1º Ano solicitou sua colaboraçãopara analisar e adequar (se necessário) uma atividade de leitura que ela planejou paraseus alunos. Para que a atividade seja produtiva, você precisará pensar em formas de ajudá-la amontar os agrupamentos, e também em possíveis variações para a atividade proposta –com a preocupação de responder às necessidades de aprendizagem de todos os alunos epermitir que todos tenham bons problemas a resolver. Observe as escritas, que já foram previamente analisadas pela professora, veja se vocêconcorda com a análise feita por ela e monte agrupamentos adequados, considerandonão só as produções dos alunos, mas também as observações que ela fez em seu diáriosobre suas características pessoais. Defina duplas e eventuais variações para a atividade, a fim de discutircom a professora posteriormente.
  19. 19. Duplas Possíveis
  20. 20. Você nunca deve agrupar os pré-silábicos com pré-silábicos,sempre os coloque com silábicos com valor sonoro.Os silábicos sem valor sonoro devem ser agrupados com ossilábicos com valor sonoro ou com silábico-alfabéticos.Os silábico-alfabéticos com os alfabéticos.É  fundamental  agrupar  os  alunos  com  hipóteses  pré-silábicas  ou  silábicas  sem  valor  sonoro  com  os  que  já produzem escrita silábica com valor sonoro.(http://www.unesp.br/prograd/ixcepfe/Arquivos%202007/11relatos.pdf)
  21. 21. Sugestões de Atividades•Trabalhar com texto que eles sabem de cor (Poemas, parlendas,cantigas...)•Diferentes propostas para a mesma leitura (parlendas),considerando onível de conhecimento de seus alunos e definindo as duplas de trabalho apartir do que eles sabem a respeito da escrita.Podem ser:7.Letra Móveis para alunos Pré-silábicos /silábico com valor sonoro esilábico sem valor sonoro/silábico com valor sonoro ( 1 verso da parlenda).8.Dividir a parlendas em palavras (cada palavra em um cartão) e organizá-las para que fiquem na ordem em que se canta (SSV/SCV/AS).9.Escrita da parlenda ( Silábico alfabético e Alfabético).
  22. 22. VÍDEO: ATIVIDADE DE AUDITÓRIOVamos observar a aluna Ana e sua evolução, refletir sobre como ocorreuesse processo:Em duplas:•Analise os encaminhamentos da professora.Quais são os facilitadores edificultadores?•Como procedeu a aluna na sua escrita da palavra “depilação” e“hidratação”. Quais são os seus saberes?•O que levou Ana a escrever “alisamento” representa um avanço nassuas hipóteses? O que devemos considerar com essa atividade? Socialize.
  23. 23. 4.Momento: Devolutiva das sequências didáticas do trabalho pessoal. APRESENTAÇÃO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO - Atalho.lnk
  24. 24. 5º MOMENTO: Projeto EMAIEm grupos: Análise das propostas de Trajetórias Hipotéticas de Aprendizagem 2do 1º ano do EF.•As sequências apresentadas contribuem para otrabalho com as expectativas de aprendizagemanalisadas?•As sequências foram organizadas de forma clarapara compreensão do professor?• Quais saberes são necessários para apoiar oprofessor no desenvolvimento das propostas?
  25. 25. Trabalho Pessoal:•Inserir na Rotina Atividade de Auditório – diariamente.•Continuar a Aplicação - THA2 nas salas de 1º Anos.•Desenvolver as sequências didáticas dos projetos, registrando para aexposição. Matemática é D+ (Campo Aditivo - 1ª série) - YouTube.mp4•Situações problemas do cotidiano.•Problemas a partir de SITUAÇÕES DO COTIDIANOPARA A PRÓXIMA ATIVIDADE VOCÊS PRECISAM ORGANIZAR-SE EM GRUPOS DE 4 CRIANÇAS. SE NA CLASSE TEMOS 25 ALUNOS QUANTOS GRUPOS VOCÊS IRÃO FORMAR?Lembre-se:. depois de vivenciadas as situações você pode pedir registrosda resolução de problemas para as crianças. É bastante interessanteanalisar a evolução que as crianças conquistam ao longo do ano.
  26. 26. Encaminhamento para trabalhar com revista Ciências Hoje das crianças.Roda de Leitura de Textos Informativos; http://chc.cienciahoje.uol.com.br/quadrinhos-a-turma-do-ze-neurim/ http://chc.cienciahoje.uol.com.br/no-fundo- do-mar/ http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.htm  
  27. 27. CAFÉ = 15 MINUTOSTARDE: Final da Formação
  28. 28. A TODOS OS PROFESSORES, PROFESSORES COORDENADORES PARTICIPANTES NESTA OT E AOS PCNPS QUE INTEGRAM A EQUIPE DE APOIO. 3ª Ação de Formação dos 1ª Anos das Séries Iniciais do EF
  29. 29. Avaliação do Encontro PAUTA DA 3ª AÇÃO DE FORMAÇÃO DOS 1º ANOS DAS SÉRIES INICIAIS EF DIA:5 e 6 de junho de 2012 Horário MANHÃ: 8H às 12H TARDE: 13H às 17H PCNPe : Leila da Silva Escola:________________________________________________________________________________ Prezados, sua opinião é muito importante para a melhoria do nosso trabalho. Por favor, não deixe de escrever suas considerações. Participantes:____________________________________________________________________Leitura feita pela Formadora -Análise dos Mapas Comparativos e Agrupamentos ProdutivosAtividade De AuditórioSequências THA2 do Projeto EMAI:
  30. 30. Obrigado! 33
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×