• Like
Servico social 5
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Servico social 5

  • 3,478 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
3,478
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
45
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Universidade Anhanguera - Uniderp Centro de Educação a Distância Caderno de Atividades Serviço Social Coordenação do Curso Elisa Cléia Pinheiro Rodrigues Nobre Autores Andrea Tochio de Antonio Elisa Cléia Pinheiro Rodrigues Nobre Emanuela Patrícia de Oliveira Enilda Maria Lemos Silvia C. A. Marques Yaeko Ozaki
  • 2. Universidade Anhanguera - Uniderp Centro de Educação a DistânciaChanceler Diretor-AdjuntoAna Maria Costa de Sousa Luciano SathlerReitorGuilherme Marback Neto Coordenação de Qualidade do MaterialVice-Reitora DidáticoHeloisa Helena Gianotti Pereira Luciano Gamez: Coordenador e organizadorPró-Reitores da publicaçãoPró-Reitor Administrativo: Antonio Fonseca Fernanda Bocchi Balthazarde Carvalho Helena OkadaPró-Reitor de Extensão, Cultura e Waurie RolãoDesporto: Ivo Arcângelo Vendrúsculo BusatoPró-Reitor de Graduação: Eduardo de IlustraçõesOliveira Elias Ednei MarxPró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação:Elizabeth Tereza Brunini Sbardelini ANHANGUERA PUBLICAÇÕESCENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Gerente EditorialDiretor-Geral Adauto DamásioJosé Manuel Moran C129 Caderno de atividades: serviço social / Andrea Tochio de Antonio …[et al.]; Organizador Luciano Gamez; Coordenação do cur- so Elisa Cléia Pinheiro Rodrigues Nobre. - Valinhos : Anhan- guera Publicações, 2010. p. 248 - (EAD ; 2ª série). ISBN: 978-85-7969-033-4© 2010 AnhangueraPublicações - Proibidaa reprodução final ou 1. Serviço social - Metodologia. 2. Sociologia. 3. Serviço socialparcial por qualquer meiode impressão, em forma - Filosofia. I. Antonio, Andrea Tochio de. II. Nobre, Elisa Cléia Pi-idêntica, resumida ou nheiro Rodrigues. III. Série.modificada em línguaportuguesa ou qualqueroutro idioma. Impresso CDD – 20 ed. : 370.15no Brasil 2010
  • 3. Nossa Missão, Nossos ValoresDesde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm sido o principal motivo doseu crescimento.Buscando permanentemente a inovação e o aprimoramento acadêmico em todas as ações e programas, é umaInstituição de Educação Superior comprometida com a qualidade do ensino, pesquisa de iniciação científica eextensão, que oferecemos.Ela procura adequar suas iniciativas às necessidades do mercado de trabalho e às exigências do mundo em cons-tante transformação.Esse compromisso com a qualidade é evidenciado pelos intensos e constantes investimentos no corpo docentee de funcionários, na infraestrutura, nas bibliotecas, nos laboratórios, nas metodologias e nos Programas Institu-cionais, tais como:• Programa de Iniciação Científica (PIC), que concede bolsas de estudo aos alunos para o desenvolvimento de pesquisa supervisionada pelos nossos professores.• Programa Institucional de Capacitação Docente (PICD), que concede bolsas de estudos para docentes cursa- rem especialização, mestrado e doutorado.• Programa do Livro-Texto (PLT), que propicia aos alunos a aquisição de livros a preços acessíveis, dos melhores autores nacionais e internacionais, indicados pelos professores.• Serviço de Assistência ao Estudante (SAE), que oferece orientação pessoal, psicopedagógica e financeira aos alunos.• Programas de Extensão Comunitária, que desenvolve ações de responsabilidade social, permitindo aos alunos o pleno exercício da cidadania, beneficiando a comunidade no acesso aos bens educacionais e culturais.A fim de manter esse compromisso com a mais perfeita qualidade, a custos acessíveis, a Anhanguera privilegiao preparo dos alunos para que concretizem seus Projetos de Vida e obtenham sucesso no mercado de trabalho.Adota inovadores e modernos sistemas de gestão nas suas instituições. As unidades localizadas em diversos Es-tados do País preservam a missão e difundem os valores da Anhanguera.Atuando também na Educação a Distância, orgulha-se em oferecer ensino superior de qualidade em todo o Terri-tório Nacional, por meio do trabalho desenvolvido pelo Centro de Educação a Distância da Universidade Anhan-guera - UNIDERP -, nos diversos polos de apoio presencial espalhados por todo o Brasil. Sua metodologia permitea integração dos professores, tutores e coordenadores habilitados na área pedagógica, com a mesma finalidade:aliar os melhores recursos tecnológicos e educacionais, devidamente revisados, atualizados e com conteúdo cadavez mais amplo para o desenvolvimento pessoal e profissional de nossos alunos.A todos, bons estudos! Prof. Antonio Carbonari Netto Presidente - Anhanguera Educacional
  • 4. Sobre o Caderno de AtividadesCaro(a) Aluno(a),Você está recebendo o Caderno de Atividades, preparado pelos professores do Curso de Graduação em que vocêestá matriculado, com o objetivo de contribuir para a sua aprendizagem. Ele aprofunda os conteúdos disponíveisnas publicações que fazem parte do Programa do Livro-Texto (PLT), trazendo orientações de estudo, destaques,propostas de atividades individuais e em grupo e desafios de aprendizagem a serem realizados.As questões propostas foram elaboradas pelos docentes ou adaptadas de provas públicas já realizadas, inclusi-ve do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), que tem o objetivo de aferir o rendimento dosalunos dos cursos de graduação em relação a conhecimentos, habilidades e competências, necessários ao seufuturo desempenho profissional. Essa inclusão de perguntas, selecionadas a partir de avaliações ocorridas forado âmbito universitário, colabora na sua preparação para o enfrentamento de situações mais contextualizadas.Você também vai encontrar caminhos para vincular os textos e questões com as teleaulas do seu curso. Issopermite planejar com antecedência seu tempo e dedicação, estudar os temas previamente e se preparar paraaproveitar ao máximo a interação com a equipe docente.Desejamos que você tenha um ótimo semestre letivo. José Manuel Moran e Luciano Sathler Diretoria do Centro de Educação a Distância Universidade Anhanguera - UNIDERP
  • 5. Autores Andrea Tochio de Antonio Graduação: Ciências Sociais - Universidade Federal de São Carlos - UFscar, 2004. Graduação: Psicologia - Universidade Paulista - UNIP Jundiaí, cursando 5º semestre. Mestrado: Antropologia Social - Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, 2008. Elisa Cléia Pinheiro Rodrigues Nobre Graduação: Serviço Social - Universidade Católica Dom Bosco, 1992. Especialização: Gestão de Políticas Sociais - Universidade do Estado e da Região do Pantanal/UNIDERP, 2003. Mestrado: Educação - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS, 2007. Emanuela Patrícia de Oliveira Graduação: Ciências Sociais: Bacharel em Sociologia e Antropologia e Licenciatura em Ciências Sociais - Universidade Estadual de Campinas, 2004. Especialização: Didática e Metodologia do Ensino Superior - Universidade Anhanguera-UNIDERP, 2008. Mestrado: Antropologia Social - Universidade Estadual de Campinas, 2007. Enilda Maria Lemos Graduação: Estudos Sociais - Faculdade de Ciência, Letras e Educação de Presidente Prudente (FCLEPP), 1975. Graduação: Serviço Social. Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso (FUCMT), 1979.Especialização: Metodologia de Ação do Serviço Social. Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso (FUCMT), 1982. Mestrado: Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional. Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal, UNIDERP, Campo Grande, Brasil, 2004. Sílvia C. A. Marques Graduação: Comunicação Social com habilitação em Cinema e vídeo - FAAP, 2000. Mestrado: Comunicação e Semiótica - PUC de São Paulo, 2003. Doutorado: Comunicação e Semiótica - PUC de São Paulo, 2009. Yaeko Ozaki Graduação: Psicologia - Universidade São Francisco (USF), 1991. Especialização: Administração de Recursos Humanos - Universidade São Judas Tadeu (USJT), 1993. Mestrado: Clínica Médica - Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, 2008. Luciano Gamez – Organizador da publicação Graduação: Psicologia - Universidade de Lisboa, 1992. Mestrado: Engenharia Humana - Universidade do Minho, 1998. Doutorado: Engenharia de Produção - Área de concentração: Ergonomia Universidade Federal de Santa Catarina, 2004.
  • 6. SumárioFundamentos Históricos e Teóricos-Metodológicos do Serviço Social I Tema 1 - O Processo de Produção Capitalista ............................................................. 15 Tema 2 - O Serviço Social e o Trabalho do Assistente Social ........................................ 21 Tema 3 - As Origens do Serviço Social Brasileiro e Latino-Americano .......................... 26 Tema 4 - Manifestações sociais das décadas de 1920 e de 1930 ................................ 34 Tema 5 - As Primeiras Escolas Brasileiras de Serviço Social .......................................... 40 Tema 6 - A Prática e o Discurso dos Primeiros Assistentes Sociais ............................... 46 Tema 7 - Primeiras Instituições Públicas e Privadas que Implantaram o Serviço Social ........................................................................................... 52 Tema 8 - Primeiros Congressos Brasileiros de Serviço Social ........................................ 58Formação Social, Econômica e Política do Brasil Tema 1 - O Brasil Colônia ........................................................................................... 71 Tema 2 - A Economia Cafeeira ................................................................................... 77 Tema 3 - A Crise do Trabalho Escravo......................................................................... 82 Tema 4 - A Imigração e o Esgotamento do Sistema Cafeeiro ...................................... 88 Tema 5 - O Brasil Republicano e a Industrialização ..................................................... 94 Tema 6 - As Diferenças Econômicas Regionais no Brasil ............................................ 100 Tema 7 - Revolução de 1930 e a Era Vargas ............................................................. 105 Tema 8 - O Processo de Substituição de Importações ............................................... 110Filosofia Aplicada ao Serviço Social Tema 1 - O Ser Humano .......................................................................................... 129 Tema 2 - O conhecimento ........................................................................................ 185 Tema 3 - História da Filosofia ................................................................................... 141 Tema 4 - Filosofia Moderna...................................................................................... 146 Tema 5 - Filosofia Contemporânea ........................................................................... 151 Tema 6 - Ciência e Filosofia ...................................................................................... 157 Tema 7 - Ética e Filosofia .......................................................................................... 162 Tema 8 - Filosofia Política e Estética ......................................................................... 167
  • 7. Sociologia Tema 1 - Fundamentos básicos da Sociologia Geral: da pesquisa sociológica ao planejamento governamental ............................................................... 180 Tema 2 - Cultura e sociedade: as estruturas, as interações e os grupos sociais .......... 187 Tema 3 - O papel das instituições na regulamentação e controle social..................... 194 Tema 4 - O papel da sociedade civil na dinâmica social e na luta pelo desenvolvimento sustentável ..................................................................... 202Responsabilidade Social e Meio Ambiente Tema 1 - Ecossistemas e aquecimento global ........................................................... 215 Tema 2 - As metas do milênio e a sustentabilidade .................................................. 221 Tema 3 - Responsabilidade empresarial ................................................................... 228 Tema 4 - Marketing sustentável ............................................................................... 235
  • 8. ResponsabilidadeSocial eMeio AmbienteAutora:Yaeko Ozaki
  • 9. Responsabilidade Social e Meio Ambiente Orientações de estudo Caro(a) aluno(a), Este caderno de atividades foi elaborado com base no livro “Responsabilidade Social e Meio Ambiente”, do autor Fernando Almeida, da Editora Elsevier, PLT 112. Ele é composto por 4 temas: Tema 1 Ecossistemas e aquecimento global Aborda os conteúdos situados nos capítulos 1, 2 e 3. Neles, você poderá observar os seguintes conceitos: • Ecossistemas: sistemas complexos formados por organismos vivos e não-vivos em interatuação. • Dinâmica dos ecossistemas: o funcionamento dos ecossistemas ocorre pelo ciclo biogeoquímico e o fluxo de energia. • Avaliação Ecossistêmica do Milênio (AEM): inventário desenvolvido pela Organização das Nações Uni- das (ONU), em 2005, sobre o uso dos recursos da natureza. Sugere possibilidades de mudança no estágio atual dos recursos naturais utilizados pela sociedade humana. • Serviços ambientais: benefícios oferecidos pela natureza e que possibilitam a sobrevivência da humani- dade. Esses serviços são classificados em: a) serviços de suporte; b) serviços de provisão; c) serviços regula- dores; e d) serviços culturais. • Mudanças dos ecossistemas: nos últimos cinquenta anos, embora o desenvolvimento produtivo trouxes- se melhoria das condições de saúde e de vida da população, trouxe também modificações nos ecossiste- mas, como desmatamento, escassez de água, sobrepesca e alterações climáticas. • Aquecimento global: fenômeno climático que se caracteriza pela elevação da temperatura provocada pela emissão de gases causadores do efeito estufa. • Medidas internacionais para estabilização da concentração de dióxido de carbono: metas para reduzir a tendência de 16 GTC para 9 GTC, até 2050. • Mundo 9 GTC (gigatonelada de carbono): a) implicações na infraestrutura de energia e habitação; b) infraestrutura de transporte; e c) o poder de escolha do consumidor. • Natureza resiliente: a capacidade de os ecossistemas retomarem as condições originais, após alguma mudança. • Comportamento dos sistemas naturais: características para compreender os impactos das ações huma- nas nos sistemas naturais e sociais. Três tipos de comportamentos: a) heterogeneidade espacial; b) estabi- lidade e resiliência; e c) variabilidade dinâmica.212 3
  • 10. Tema 2As metas do milênio e a sustentabilidadeAborda os conteúdos situados nos capítulos 4 e 5. Neles você poderá observar os seguintes conceitos:• Declaração do Milênio: lista aprovada por 189 países, reunidos em setembro/2000, na sede da ONU, con- tendo oito objetivos e metas a serem alcançados pelos países, no 2.º milênio.• Oito objetivos do Milênio: 1) erradicar a miséria e a fome; 2) universalizar o ensino básico; 3) promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres; 4) reduzir a mortalidade infantil; 5) melhorar a saúde materna; 6) combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças; 7) garantir a sustentabilidade ambiental; e 8) estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.• As metas dos objetivos na Declaração do Milênio: cada um dos objetivos do milênio tem as suas metas traçadas para serem alcançadas.• Sustentabilidade: para ser sustentável, uma organização precisa produzir mais e melhor, com menos po- luição e menor uso dos recursos naturais. Abrange três dimensões: a) econômica; b) ambiental; e c) social.• Reversão de tendências: a sociedade e as organizações têm demonstrado atitudes de maior responsabi- lidade e transparência em relação a questões econômico-financeiras, sociais e ambientais. Os negócios são pressionados pela tendência ao comércio justo, à ecoeficiência, à ruptura e à recriação.• Ecoeficiência: produzir bens e serviços a preços competitivos, com redução progressiva dos impactos am- bientais e consumo dos recursos naturais, durante o ciclo de vida de um produto ou serviço.• Destruição criativa: processo de transformação radical em uma organização, visando a melhoria contínua de produtos ou serviços.Tema 3Responsabilidade empresarialAborda os conteúdos situados no capítulo 6. Nele, você poderá observar os seguintes conceitos:• Desenvolvimento sustentável: desenvolvimento que atende às necessidades humanas atuais, sem com- prometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer as suas necessidades.• Responsabilidade tripolar ou responsabilidade tripla: envolvimento de três atores principais, isto é, 1) empresas; 2) governos e 3) sociedade civil, para se atingir a sustentabilidade.• Instrumentos econômicos e financeiros: mecanismos para controle dos produtos e serviços dos ecossis- temas.• Inovação na busca da sustentabilidade: não há sustentabilidade sem inovação; para o sucesso de um negócio, é necessário avaliar necessidades, valores e interesses da sociedade, reduzindo riscos e ampliando as oportunidades de um novo produto ou serviço.• Finanças sustentáveis: novas formas de lidar com dinheiro, como capitalismo inclusivo, negócios com a base da pirâmide e redução da desigualdade.• Estadista corporativo: mais do que líderes, as organizações necessitam de estadistas corporativos, isto é, pessoas com visão e energia necessárias para catalisar as mudanças em direção à sustentabilidade e com características de liderança para conduzi-las.• Normatização para a sustentabilidade financeira, social e ambiental: instrumentos para inserção de conceitos e práticas de sustentabilidade empresarial. Alguns desses instrumentos são: a) Pacto Global da ONU; b) Norma AA1000; c) Global Reporting Initiative (GRI); d) Norma SA8000; e) ISO14001; f) Índice Dow Jones de Sustentabilidade (IDJS); e g) Lei Sarbanes-Oxley.• Stakeholders: pessoas ou grupos que podem afetar os negócios e também podem receber os impactos das ações de uma organização, como no caso de acionistas, empregados, clientes, fornecedores, instituições governamentais, parceiros, sociedade e concorrentes. 213
  • 11. Tema 4 Marketing sustentável Aborda os conteúdos situados no capítulo 4. Nele, você poderá observar os seguintes conceitos: • Contabilidade socioambiental: ferramentas, procedimentos, indicadores financeiros, sociais e ambientais em busca da transparência, envolvendo a comunicação para todos os stakeholders da organização. • Marketing sustentável: para a comunicação com transparência, é necessário que as organizações geren- ciem sua marca, imagem e reputação. • Sustentabilidade na gestão de pessoas: os conceitos e práticas de sustentabilidade organizacional pre- cisam estar alinhados entre a cúpula administrativa e as pessoas, em todos os níveis hierárquicos organiza- cionais, e também os stakeholders, como: a) os funcionários; b) investidores e acionistas; c) clientes; e d) comunidades e o governo. • Internalização do desenvolvimento sustentável: o desenvolvimento sustentável é responsabilidade de todas as pessoas que trabalham numa organização. É importante conhecer os papéis funcionais existentes numa organização para poder identificar as responsabilidades de cada um em relação ao desenvolvimento sustentável empresarial: a) gestão da cadeia de suprimentos; b) gestão de pessoas; c) desenvolvimento e vendas de produtos; d) finanças; e e) relações públicas e corporativas. ATENÇÃO! As respostas para as atividades deste caderno estão disponíveis no ambiente virtual do curso. Consulte seu professor-tutor para maiores informações.214
  • 12. Tema 1Ecossistemas e aquecimento globalObjetivos de aprendizagem• Compreender as questões que envolvem as mudanças climáticas;• Identificar cenários para uma sociedade sustentável;• Conscientizar-se da responsabilidade individual e capacitar-se para a atuação, de modo sustentável, na sociedade.Para início de conversaCompreender as ligações dos ecossistemas, sua dinâmica dasmudanças e seus principais efeitos, especialmente a escassez deágua e as alterações climáticas, é fundamental para a formaçãoda pessoa e do cidadão rumo a uma sociedade sustentável.Por dentro do temaNas últimas décadas, a sociedade humana causou alterações nos ecossistemas,em decorrência do aumento da população, das necessidades de alimentos,água, fibras e energia. Isso enfraqueceu a capacidade da natureza em proverao homem os seus serviços como a purificação do ar e da água, a proteçãocontra catástrofes e os remédios naturais.A perda desses serviços providos pelos ecossistemas constitui um empecilhopara o desenvolvimento da sociedade de uma forma sustentável.Se os comportamentos e atitudes das pessoas, das organizações e dos paísesnão mudarem, as futuras gerações não sobreviverão. Por isso, há mobilizaçãodos países, das organizações e das pessoas, unindo esforços em direção à sustentabilidade. 215
  • 13. Responsabilidade SocialTema 1 - Atividades e Meio Ambiente Atividades b) Substituir uma fonte de energia fóssil, como o petróleo, por energia renovável. c) Que plantar árvores em áreas degradadas INSTRUÇÕES ajuda a neutralizar esses gases nocivos. d) Que o dióxido de carbono (CO2) é um desses Você encontrará a seguir questões objetivas e dis- gases que precisam ser neutralizados. sertativas. Cada uma delas contém as orientações necessárias para respondê-las. Leia atentamente e) Que os vegetais consomem CO2 durante a o enunciado. Recorra aos capítulos 1 (Ecossiste- fotossíntese; por isso, ajudam a neutralizar mas), 2 (Aquecimento global) e 3 (A natureza e esses gases. o comportamento dos sistemas naturais), para Então, você consegue perceber por que estão responder às questões e fixar os conceitos apren- ocorrendo discussões sobre as mudanças nos didos. ecossistemas e seus impactos? Toda discussão e Fique atento, pois seu tutor poderá pedir que reflexão precisam levar a ações concretas. uma ou mais atividades dissertativas sejam pos- tadas no ambiente virtual de aprendizagem. Agora, é com você! Responda às questões a seguir para conferir o que aprendeu! Ponto de partida A mídia tem divulgado eventos em vários paí- Questão 1 ses para discutir as mudanças nos ecossistemas, seus impactos e encontrar alternativas de solu- Segundo Fernando Almeida, é correto afirmar ção para a sustentabilidade do planeta. Um dos que: eventos mais recentes aconteceu em Manaus. I. Existe consenso internacional indicando que Capriglione e Brasil (2010) informam na folha on- será preciso tomar medidas para estabilizar line que, em 26 e 27 de março de 2010, aconte- a concentração de dióxido de carbono na at- ceu o Fórum Internacional de Sustentabilidade, mosfera até 2050. que reuniu cerca de 300 empresários em dois dias de debates. O objetivo desse evento foi difundir II. É a mudança que causa maior impacto à in- práticas e mecanismos bem-sucedidos de desen- fraestrutura de serviços ambientais e está volvimento sustentável na Amazônia. Estiveram relacionada com a emissão de gases causa- presentes o ex vice-presidente norte-americano dores do efeito estufa. Al Gore (Prêmio Nobel da Paz 2007) e o bem-suce- III. A ciência evidencia que a elevação da tem- dido diretor de cinema James Cameron. O Fórum peratura global pode fazer com que alguns deve adquirir créditos de carbono para neutrali- icebergs flutuantes derretam, fazendo com zar emissões de gases de efeito estufa e pretende que o sertão brasileiro vire mar. fazer compensação com o plantio de árvores. IV. Algumas afirmações científicas alertam que Ao final do Fórum, foi apresentada a Carta do o aquecimento global afetará mais as popu- Amazonas, uma declaração contendo princípios lações que não têm meios de se adaptar às que defendem a preservação do planeta. Leia a mudanças, isto é, as de baixa renda. íntegra dessa Carta no site do evento. Disponível V. Políticas públicas e precificação da energia em: <http://www.forumdesustentabilidade.com/ em equilíbrio com objetivos sociais poderão index.php?id_menu=89>. Acesso em: 25 mai. induzir novos e sustentáveis hábitos de con- 2010. sumo da população. Teste seu conhecimento sobre aquecimento glo- As alternativas corretas estão contidas em: bal. Leia a frase abaixo e responda qual/quais a) I, II e IV. alternativa(s) é/são correta(s). b) I, III e V. “Neutralizar emissões de gases de efeito estufa”, c) II, IV e V. significa: d) I, II e V. a) Reduzir da atmosfera os gases de efeito estufa que contribuem para o aquecimento global. e) II,III e IV.216
  • 14. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 1 - Atividades Questão 2 Questão 4 Segundo Odum, citado por Almeida (2008, pág. No PLT 112, Fernando Almeida (2008, pág. 26) 3, do PLT), “Qualquer região natural que inclua reflete sobre o poder de escolha do consumidor organismos vivos e substâncias abióticas intera- consciente. turando para promover uma troca de matéria É correto afirmar que o consumo responsável entre as partes vivas e não-vivas é um sistema refere-se: ecológico ou sistema”. a) Ao ato de consumir produtos e serviços, le- Por essa citação, Almeida está se referindo a vando em conta seus impactos e consequên- uma definição de: cias para o meio ambiente e para a socieda- a) Stakeholder. de. b) Ecossistema. b) Ao ato do consumidor de evitar o consumo, c) Fluxo de energia. por ser contra o desenvolvimento das organi- d) Variabilidade dinâmica. zações que fabricam produtos de plástico. e) Regulação hídrica. c) À responsabilidade do consumidor em rela- ção às propostas das financiadoras de crédito de bens duráveis, não-duráveis e bens mó- veis. Questão 3 d) À oportunidade que o consumidor tem de exigir seus direitos por meio de órgãos de proteção ao consumidor, como o Procon. Na página 3 do PLT 112, o autor Fernando Al- meida explica sobre fatores abióticos e fatores e) À responsabilidade de consumir recursos, bióticos e sua importância no ecossistema. produtos e serviços, pensando exclusivamen- te no desenvolvimento sustentável da gera- Assinale a alternativa que melhor apresenta es- ção de hoje. ses fatores. a) Os fatores abióticos são organismos vivos, como plantas, animais e microorganismos; e os bióticos são elementos constituintes da Leia atentamente a reportagem “Enchente no biota. Rio está entre as mais fatais nos últimos 12 me- b) Os bióticos são elementos que compõem a ses no mundo”, da bbcbrasil.com (7 abr. 2010). biota; e os abióticos são os elementos não- Disponível em:< http://www.estadao.com.br/ vivos que, juntos, formam um ecossistema. noticias/nacional,enchente-no-rio-esta-entre- as-mais-fatais-nos-ultimos-12-meses-no-mun- c) Os fatores abióticos, elementos não-vivos, do,534900,0.htm>. Acesso em: 3 mai. 2010. são inseparavelmente inter-relacionados com os fatores bióticos (plantas, animais e microorganismos que constituem a biota), formando um ecossistema. d) Os fatores bióticos, elementos vivos, que formam a biota e os fatores abióticos for- mam o que denominamos de ecossistema. e) Qualquer região natural inclui organismos vivos e não-vivos, que agem de forma inde- pendente no mesmo sistema ecológico. 217
  • 15. Responsabilidade SocialTema 1 - Atividades e Meio Ambiente A partir dessa leitura, responda às questões 5 e 6. Questão 5 Fernando Almeida, autor do Livro-Texto de RSMA (2008, pág. 11), explica que fenômenos ENCHENTE NO RIO ESTÁ ENTRE como enchentes, tempestades, secas e terremo- AS MAIS FATAIS NOS ÚLTIMOS 12 tos são efeitos de um fenômeno chamado: a) Gestão sustentável. MESES NO MUNDO As enchentes no Rio de Janeiro, nesta semana, já cau- b) Avaliação ecossistêmica. saram mais mortes do que qualquer outro incidente se- c) Sustentabilidade global. melhante em 2010, em qualquer parte do mundo. Nos últimos 12 meses, a inundação no Rio foi a quinta mais d) Mudança dos ecossistemas. fatal do mundo. e) Variabilidade dinâmica. As autoridades brasileiras confirmam que pelo menos 95 pessoas já morreram, mas, segundo alguns relatos, o número de mortos pode passar de cem. Segundo da- dos preliminares do Centro de Pesquisas de Epidemio- logia dos Desastres (Cred, na sigla em inglês), a pedido Questão 6 da BBC Brasil, as quatro enchentes que mais mataram pessoas nos últimos 12 meses foram as da Índia, Arábia Saudita e Serra Leoa. O Cred, sediado na Bélgica, coleta Em grupos de cinco alunos, avaliem os impactos dados sobre catástrofes há 30 anos e fornece estatísticas psicológicos e sociais causados pelas enchentes. para pesquisadores de todo o mundo. O pior incidente aconteceu na Índia, onde as chuvas de monções, em julho do ano passado, em diversas partes do país, deixaram 992 pessoas mortas. Em setembro, outras 300 pessoas morreram, também em inundações na Índia. A lista é seguida por inundações na Arábia Saudita - em novembro, com 163 mortos - e Serra Leoa, em agosto, com 103 mortos. A enchente desta semana no Rio aparece na quinta posição na lista do Cred. Outra enchente no Brasil - que inclui as inundações no litoral do Rio e São Paulo, em janeiro - era até esta se- mana a mais fatal no mundo em 2010. Naquela oca- sião, 74 pessoas morreram, segundo o instituto belga. As outras enchentes mais fatais registradas neste ano pelo Cred foram em Madeira, Portugal (42 mortos em fevereiro), Cazaquistão (37 mortos em março), México (41 mortos em janeiro) e França (45 mortos em feverei- ro e março). Os dados deste ano ainda são preliminares e estão sendo revisados pelo Centro. No Rio de Janeiro, a maior parte das mortes foi causada por deslizamentos em Niterói e no Rio de Janeiro. As cidades foram atingi- das por algumas das chuvas mais fortes em anos, no fim da tarde de segunda-feira. [...] Um relatório de 2009 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) afirma que ape- nas 11% das pessoas expostas a catástrofes naturais vi- vem em países pobres, mas que é em países pobres que ocorrem mais de 53% das mortes. (bbcbrasil.com (7 abr. 2010). Disponível em: < http://www.estadao.com.br/noti- cias/nacional,enchente-no-rio-esta-entre-as-mais- fatais-nos-ultimos-12-meses-no-mundo,534900,0. Htm>. Acesso em: 3 mai. 2010.218
  • 16. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 1 - Atividades Questão 7 Faça uma pesquisa em websites e identifique, pelo menos, cinco práticas adotadas pelos paí- ses para redução do aquecimento global. Uma dica: sempre anote os endereços dos websites que serviram de fonte para sua pesquisa. Pode ser que numa futura pesquisa você precise de- les. Questão 9 Respondida a questão 8, forme grupos com qua- tro colegas e discuta como as ações grupais, ou Questão 8 em sociedade, poderão reduzir a “pegada” de uma cidade. Segundo a WWF-Brasil (Disponível em: <http:// www.wwf.org.br>), uma organização não-go- vernamental brasileira, “a Pegada Ecológica de um país, de uma cidade ou de uma pessoa, cor- responde ao tamanho das áreas produtivas de terra e de mar, necessárias para gerar produtos, bens e serviços que sustentam seus estilos de vida”. Para calcular o tamanho da sua Pegada Ecoló- gica, acesse: <http://www.pegadaecologica.org. br/> e responda às quinze questões sugeridas no site para identificar alguns hábitos do seu estilo de vida. Responda-as e observe o tama- nho da sua pegada. Depois de conhecido o tamanho da sua “Pega- da Ecológica”, identifique de que forma você poderá reduzir o seu tamanho, nas ações do seu cotidiano em casa, no trabalho, na universidade e nos ambientes em que frequenta. 219
  • 17. Responsabilidade SocialTema 1 - Atividades e Meio Ambiente A publicação aborda o enfoque ecossistêmico Questão 10 em saúde pública, discutindo as implicações so- bre políticas de ação das ameaças que as mudan- ças nos ecossistemas apresentam à saúde pública Em dezembro/2009, aconteceu em Copenha- e as perspectivas para adoção de enfoques ecos- gue, na Dinamarca, a 15ª Conferência das Na- sistêmicos em saúde. ções Unidas sobre Mudança do Clima, conhecida Disponível em: <http://new.paho.org/bra/index. como COP 15. Reuniu líderes de todo o mundo php?option=com_content&task=view&id=618&I a fim de decidir sobre as ações para redução do temid=575>. aquecimento global. • Livro PINTO et al. Perguntas e respostas sobre Disponível em: <http://g1.globo.com/Sites/Es- aquecimento global. 4.a ed. Instituto de Pesquisa peciais/0,,17816,00.html>. Acesso em: 25 mai. Ambiental da Amazônia, 2009. 2010. Explique as principais conclusões elabora- das pelos países participantes do COP 15. A cartilha apresenta discussões sobre as prin- cipais questões relacionadas às mudanças cli- máticas, em forma de perguntas e respostas. Disponível em: <http://g1.globo.com/Sites/Espe- ciais/0,,17816,00.html>, ícone Cartilha do Clima. • Documentário - UMA VERDADE INCONVENIEN- TE (An Inconvenient Truth) Direção: Davis Guggenheim. Roteiro: Lawren- ce Bender, Scott Burns, Laurie Lennard e Scott Z. Burns. Ator: Al Gore. EUA: Lawrence Bender Productions / Participant Productions. 2006. DVD (100 min). Sinopse do DVD: O ex vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore apresenta uma análise da questão do aqueci- mento global, mostrando os mitos e equívocos existentes em torno do tema e também possíveis saídas para que o planeta não passe por uma ca- AMPLIANDO O CONHECIMENTO tástrofe climática nas próximas décadas. Dispo- Para saber mais sobre esse assunto consulte: nível em: <http://www.adorocinema.com/fi lmes/ verdade-inconveniente>. • Greenpeace: uma organização independente que realiza campanhas expondo os problemas ambientais globais para proteger a biodiversi- dade e outras questões ambientais. Elaborou, FINALIZANDO também, a cartilha “Mudanças do clima, mu- Neste tema você estudou as questões que envol- danças de vida: como o aquecimento global já vem as mudanças nos ecossistemas e no clima. afeta o Brasil”. Disponível em: <http://www.gre- Esperamos que você tenha se sensibilizado, como enpeace.org.br/clima/pdf/cartilha_clima.pdf>. pessoa e profissional, para poder contribuir para • Site “Só Biologia”: contém informações sobre a sustentabilidade do planeta, não somente no os principais ecossistemas brasileiros. momento atual, mas também para a sobrevivên- Disponível em: <http://www.sobiologia.com.br/ cia das futuras gerações. conteudos/Ecologia/Ecologia5.php>. • A Organização Panamericana de Saúde/Orga- nização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e a Fio- cruz lançaram a publicação “Enfoques ecossis- têmicos em saúde: perspectivas para sua adoção no Brasil e em países da América Latina”.220
  • 18. Tema 2As metas do milênioe a sustentabilidadeObjetivos de aprendizagem• Compreender os objetivos e as metas da Declaração do Milênio;• Identificar as ações efetivamente concretizadas pelo Governo e pelas organizações;• Refletir sobre os impactos das ações humanas para a sustentabilidade do planeta.Para início de conversaDiante das mudanças dos ecossistemas e do clima, em con-sequência das atividades humanas, os governos, as organiza-ções, a sociedade e as pessoas estão buscando soluções con-juntas para reverter os impactos negativos dessas mudanças,visando à sustentabilidade do planeta.Por dentro do temaSegundo estudiosos do tema sobre sustentabilidade, os negócios são pressio-nados para a reversão de tendências que apontam para a insustentabilidadedo planeta. Para reverter essa condição, os objetivos e as metas do milêniodevem orientar as ações dos países e das organizações. 221
  • 19. Responsabilidade SocialTema 2 - Atividades e Meio Ambiente Atividades Considerando essas informações, analise a se- guinte situação hipotética. Ao discutir a aplicação de recursos disponíveis para o desenvolvimento de determinada região, INSTRUÇÕES organizações civis, universidade e governo resol- Você encontrará a seguir questões objetivas e veram investir na utilização de uma unidade de dissertativas. Cada uma delas contém as orien- proteção integral, o Parque Nacional do Morro tações necessárias para respondê-las. Leia aten- do Pindaré, e de uma unidade de uso susten- tamente o enunciado. Recorra aos capítulos 4 tável, a Floresta Nacional do Sabiá. Depois das (Objetivos do milênio) e 5 (Sustentabilidade), discussões, a equipe resolveu levar adiante três para responder às questões e fixar os conceitos projetos: aprendidos. I. O projeto I consiste de pesquisas científicas Fique atento, pois seu tutor poderá pedir que embasadas exclusivamente na observação de uma ou mais atividades dissertativas sejam pos- animais. tadas no ambiente virtual de aprendizagem. II. O projeto II inclui a construção de uma escola e de um centro de vivência. III. O projeto III promove a organização de uma Ponto de partida comunidade extrativista que poderá coletar e explorar comercialmente frutas e sementes nativas. Agora que você está sensibilizado(a) com as Nessa situação hipotética, atendendo-se à lei mudanças nos ecossistemas e com o fenômeno mencionada acima, é possível desenvolver tanto do aquecimento global, é importante que você na unidade de proteção integral quanto na de estude os objetivos e as metas estabelecidas na uso sustentável: Declaração do Milênio para a sustentabilidade a) Apenas o projeto I. do planeta. b) Apenas o projeto III. Reflita sobre o seguinte: diante da situação em que se encontra o planeta, que ações estão sen- c) Apenas os projetos I e II. do planejadas e aplicadas no sentido de alcan- d) Apenas os projetos II e III. çar a sustentabilidade para os próximos anos? e) Todos os três projetos. Antes de realizar as atividades propostas, avalie E aí, você acertou a resposta? seus conhecimentos sobre o tema, assinalando a alternativa correta da questão que estava in- cluída na prova do ENEM 2008. Agora, é com você! Responda às questões a Então, está pronto(a) para responder à pergun- seguir para conferir o que aprendeu! ta inicial avaliativa? A Lei Federal n.º 9.985/2000, que instituiu o sis- tema nacional de unidades de conservação, de- fine dois tipos de áreas protegidas. O primeiro, Questão 1 as unidades de proteção integral, têm por obje- tivo preservar a natureza, admitindo-se apenas o uso indireto dos seus recursos naturais, isto é, Segundo o PLT-112, Fernando Almeida explica aquele que não envolve consumo, coleta, dano que a sustentabilidade quer dizer: ou destruição dos recursos naturais. O segundo, a) O conjunto de sistemas complexos de desen- as unidades de uso sustentável, têm por função volvimento, em que organismos vivos e não compatibilizar a conservação da natureza com vivos são inseparavelmente inter-relaciona- o uso sustentável de parcela dos recursos natu- dos. rais. Nesse caso, permite-se a exploração do am- b) A capacidade da ciência em compreender e biente de maneira a garantir a perenidade dos prever o desenvolvimento de mudanças rela- recursos ambientais renováveis e dos processos cionadas aos recursos infinitos. ecológicos, mantendo-se a biodiversidade e os demais atributos ecológicos, de forma social- mente justa e economicamente viável.222
  • 20. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 2 - Atividades c) Um fenômeno característico da sociedade d) Transformar radicalmente a empresa, com contemporânea ocidental fortemente in- foco nos diversos grupos afetados pela em- fluenciada pelo desenvolvimento da socie- presa ou que a afetam (stakeholders). dade americana. e) Romper o estado de equilíbrio, introduzindo d) Um tipo de gestão que cada vez mais ganha um novo produto ou serviço no mercado ou importância em processos de avaliação de uma nova forma de comercialização. empresas brasileiras, gerando valor agrega- do. e) Uma forma de desenvolvimento econômico, aliado aos aspectos sociais e ambientais, sem Questão 4 comprometer as necessidades das gerações futuras. A respeito da destruição criativa, o autor do PLT explica que: Outro aspecto dos negócios que terá de ser des- Questão 2 truído e recriado em novas bases é a competi- ção. É evidente que sempre haverá competição por preço, qualidade e prazos de entrega. No Complete o espaço ao final do texto. entanto, teremos de mudar o rumo para a coo- No contexto econômico internacional, foi cria- peração na área de sustentabilidade. A lógica da do, na década de 1980, um movimento que vi- destruição do competidor, visto como inimigo, sava melhorar as condições de vida de produ- não é sustentável. A destruição da concorrência tores e trabalhadores no mundo. Atualmente também significa a destruição de empregos e da é considerada uma alternativa viável para que geração de impostos. (ALMEIDA, 2008, p. 62). pequenos empreendedores acessem o mercado A partir desses argumentos, é correto concluir em condições mais justas, fortalecendo a cultura que: do empreendedorismo e da cooperação. Trata- I. É preciso mudar a percepção do empresário se de um modelo ético em que as relações de para construir uma nova lógica focada na compra e de venda baseiam-se no respeito ao cooperação. meio ambiente, à comunidade e às boas práti- II. A destruição de emprego afeta a sustentabi- cas de produção e comércio. Artesanato, flores lidade de uma organização. tropicais e produtos alimentícios, como açaí e guaraná, são produtos amazônicos que poderão III. Devido à concorrência, o consumidor sempre ser inseridos nesse movimento, que é conhecido optará por preços mais baixos e qualidade como ________________________________. de produto ou serviço. IV. O empresário precisa destruir o concorrente, porque senão, o concorrente poderá destruí- lo. Questão 3 V. A geração de impostos faz com que uma em- presa deixe de contribuir para a sustentabili- Identifique a alternativa INCORRETA. dade da sociedade. Toda empresa responsável deve buscar a gestão É correto o que se afirma em: via destruição criativa, o que significa: a) I, III e V, apenas. a) Transformar radicalmente a empresa, focan- b) II, III e IV, apenas. do a tecnologia, o mercado, os parceiros e as c) I, II e III, apenas. necessidades. d) II, III e V, apenas. b) A recriação constante, priorizando a melho- e) I, III e IV, apenas. ria da qualidade de vida e a redução cada vez maior do uso dos recursos naturais. c) Convencer políticos e empresários a defen- der a causa da sustentabilidade econômica, social e ambiental. 223
  • 21. Responsabilidade SocialTema 2 - Atividades e Meio Ambiente “Localizado em Uberaba (MG), o Hospital I. Aplica uma gestão focada em melhores resul- O Bom Samaritano tem como foco principal a tados financeiros com melhor uso dos recur- redução de custos e riscos à segurança. Foram sos naturais. necessários seis meses para a implantação do II. Usa métodos para reduzir o impacto ambien- processo que obteve benefícios ambientais e tal e o consumo de recursos naturais ao longo vantagens financeiras em torno de R$ 918 mil. do ciclo de serviços. Esse programa possibilitou a economia anual de III. Desenvolveu métodos que aliam vantagens 5.570 m³ de água, 156 mil KWA de energia elé- econômicas e ambientais por intermédio do trica, redução de 3,5 toneladas de resíduos só- uso de energias renováveis. lidos e 1 tonelada de resíduos tóxicos, redução de 4.562 m³ de efluentes líquidos e eliminação IV. Calcula as economias proporcionadas a partir de 126 toneladas de óleos combustíveis. da incorporação do conceito de sustentabili- dade aos negócios. Para atingir os resultados esperados, está sendo utilizada a metodologia de produção mais lim- V. Preocupa-se com a integração das equipes e pa (P+L). Outro fator relevante é a integração o envolvimento de todos para alcançar os re- das equipes e a conscientização de todas as pes- sultados esperados. soas envolvidas. É correto o que se afirma em: Na área de Manutenção, foi implantado um a) I, III e V, apenas. sistema de proteção contra descargas elétricas b) II, IV e V, apenas. atmosféricas, reduzindo os riscos de danos. O c) I, II, III, IV e V. setor exigiu a utilização da energia solar como fonte de aquecimento da água dos chuveiros e d) I, II, IV e V, apenas. torneiras, proporcionando a redução dos custos e) II, III e V, apenas. com energia elétrica e também a desativação da caldeira e eletrificação completa, reduzindo os custos operacionais, ambientais e financeiros. Foi promovida a redução do consumo de água Questão 6 para limpeza e rega das plantas, por meio da estocagem e uso da água de lavagem da hemo- Pela leitura do texto, pode-se concluir que o es- diálise. forço em produzir mais e melhor, com menor uso No setor de Higienização, ocorreu a redução de recursos naturais e gerando menos resíduos, dos custos operacionais e de materiais de lim- poderá levar o Hospital O Bom Samaritano a al- peza e água, por meio do uso adequado de cançar a: carrinhos de serviços e da utilização de sacos a) Estagnação. específicos, em substituição aos sacos plásticos b) Ruptura. de 1.000 litros. c) Filantropia. Atualmente, a redução na geração de resíduos é uma preocupação nos hospitais brasileiros. d) Ecoeficiência. O grande desafio não é apenas ‘reciclar’, mas e) Reputação. implementar o conceito de redução de resíduos e efluentes na sua origem, não somente pelas Texto 1 perdas e desperdícios, mas também pela com- petitividade de mercado, preservação ambien- “A Declaração do Milênio traçou oito objetivos tal e redução dos custos e riscos à segurança.” básicos, que foram desdobrados em 18 metas e 48 indicadores, a serem atingidos até 2015, por meio de ações concretas dos governos e da so- ciedade”. (Fernando Almeida, PLT 112, pág. 39). Questão 5 Texto 2 Pela leitura do texto, pode-se compreender que O Chile será o único país da América Latina e do o Hospital O Bom Samaritano: Caribe que cumprirá os oito Objetivos de Desen- volvimento do Milênio (ODM), elaborados pelas Nações Unidas para 2015, segundo um estudo do Programa das Nações Unidas para o Desen-224
  • 22. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 2 - Atividades volvimento (PNUD) divulgado hoje em Santiago, enquanto o Brasil só conseguirá completar três. Questão 7 O estudo aconteceu baseado nas atuais políticas públicas que têm sido implementadas por 19 pa- íses da região, afirmou Enrique Ganuza, repre- A partir da leitura dos três textos motivadores, sentante e coordenador do PNUD em coletiva disserte sobre um dos objetivos do milênio. No de imprensa conjunta com o chanceler chileno, desenvolvimento da sua dissertação, utilize os Alejandro Foxley. conhecimentos adquiridos ao longo dos estudos da disciplina Responsabilidade Social e Meio Am- “A situação é menos glamurosa do que pensáva- biente (RSMA). mos, já que há um só país que neste momento, de acordo com as políticas atuais, pode comple- tar as metas: Chile”, afirmou Ganuza, que desta- cou, além disso, que esse país “já atingiu várias metas”. (Chile será único da América Latina a cum- prir Objetivos do Milênio, 12 Set. 2008, dis- ponível em: <http://g1.globo.com/Noticias/ Mundo/0,,MUL758272-5602,00.html> Acesso em: 7 mai. 2010). Texto 3 Juntos - governos, empresas, organizações so- ciais e cidadãos como você - nós podemos mu- dar a nossa rua, a nossa comunidade, o nosso país. Eu posso, você pode, nós podemos mudar o mundo. Disponível em: <http://www.objetivos- domilenio.org.br>. O publicitário Percival Caropreso, na época, vi- ce-presidente da McCann, coordenou a criação dos logotipos e das mensagens da campanha Questão 8 brasileira “Nós podemos: 8 jeitos de mudar o mundo”. (http://portaldovoluntario.org.br). No Greenpeace, uma organização não-governa- Brasil os 8 objetivos do milênio são conhecidos mental, criada em 1971, no Canadá, atua in- como os 8 jeitos de mudar o mundo: 1) acabar ternacionalmente em questões relacionadas ao com a fome e a miséria; 2) educação básica de meio ambiente e desenvolvimento sustentável. qualidade para todos; 3) igualdade entre sexos e O Greenpeace recomenda a utilização de tecno- valorização da mulher; 4) reduzir a mortalidade logias limpas. infantil; 5) melhorar a saúde materna; 6) com- Observe as três figuras a seguir. Elas servirão bater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças; 7) como ponto de partida. Redija uma frase em, no qualidade devida e respeito ao meio ambiente; máximo, três linhas, explicando por que a socie- e 8) estabelecer parceria mundial para o desen- dade deve usar tecnologias limpas. volvimento. 225
  • 23. Responsabilidade SocialTema 2 - Atividades e Meio Ambiente Segundo Almeida (2008, pág. 40), uma das me- tas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milê- nio (ODM), referente ao objetivo 1 – erradicar a miséria e a fome – é “reduzir para a metade, en- tre 1990 e 2015, a proporção da população que sofre com a fome”. Essa meta será atingida, de acordo com Gian- carlo Summa, diretor do Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio). Mas ele alerta para uma maior atenção na desigualda- de regional. “Os números do país são bons de uma forma global, mas, quando consideradas as estatísticas regionais, ainda há muito a ser feito.” Summa afirma que “a redução da por- centagem de pobreza extrema no Brasil é po- sitiva.” Em 1990, a porcentagem era de 25% e, em 2003, baixou para 12%. Na última pesquisa, de 2008, chegou a 4,8%”, analisa, baseando-se em dados da Pesquisa Nacional de Domicílios, a PENERJ. Para que o Brasil atinja o objetivo de acabar com a fome e a miséria, a ONU estipulou, em 2000, que o País deve reduzir pela metade, • http://assets.wwfbr.panda.org/img/web_106751_ até 2015, a proporção da população com renda 28580.jpg abaixo da linha da pobreza e que sofre de fome. • http://www.iph.ufrgs.br/corpodocente/dieter/logo1.jpg Disponível em: <http://opiniaoenoticia.com.br/ • http://www.stickerguy.com/stikweek/biodiesel-big.gif internacional/brasil-alcancaraas-metas-dos-odm- ate-2015%E2%80%9D-dizespecialista/>. Acesso em: 7 mai. 2010). Questão 9 Faça uma busca na internet para localizar orga- nizações que atuam no Brasil e que estejam pra- ticando ações concretas no sentido de contribuir para o alcance de um dos oito objetivos do milê- nio, até 2015.226
  • 24. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 2 - Atividades • A Aliança Brasil Uni- Questão 10 versitário desenvolveu a obra “Oito jeitos de mudar o mundo na Busque informações sobre o alcance de outros universidade” – que objetivos definidos nos ODM no site do Progra- mostra algumas dicas ma das Nações Unidas para o Desenvolvimento para colocar em práti- (PNUD). Disponível em: <http://www.pnud.org. ca os 8 jeitos de mudar o mundo. Disponível em: br/odm/index.php?lay=odmi&id=odmi>. Acesso <http://www.facaparte.org.br/new/download/ em: 25 mai. 2010. livro_8jeitos_univ.pdf> E, então, responda à pergunta: será que o Brasil • VEIGA, João Paulo Cândia. O compromisso das conseguirá alcançar as metas somente com o ob- empresas com as metas do milênio. São Paulo: jetivo de erradicar a miséria e a fome? Por quê? Instituto Ethos, 2004. Disponível em: <http:// www.uniethos.org.br/_Uniethos/Documents/me- tas_do_milenio.pdf> Acesso em: 2 mai. 2010. • O Instituto de PVC disponibiliza um game para conhecer a indústria do PVC e suas contribuições para o desenvolvimento sustentável. Segundo o site, representa a união de todos os segmentos da cadeia produtiva do PVC: fabricantes de ma- térias-primas e insumos, produtores de resinas, aditivos, fabricantes de equipamentos, transfor- madores e recicladores. Segundo informações do site, o PVC é um mate- rial plástico, versátil e reciclável, cuja “principal matéria-prima é o sal marinho, um recurso natu- ral renovável.” É utilizado na construção civil, na moda, na medicina, nos produtos de decoração e no lazer. O site é rico em artigos, publicações e vídeos. Disponível em: <http://www.institutodopvc.org/ pvcgame/> AMPLIANDO O CONHECIMENTO Para saber mais sobre esse assunto consulte: • Os oito jeitos de mudar o mundo são expli- FINALIZANDO cados em diversas publicações. Disponível em: Quais são os impactos das nossas ações sobre a <http://www.objetivosdomilenio.org.br/artigos/ sustentabilidade do planeta? freibetto.asp>. O Objetivo 1: acabar com a fome É exatamente essa reflexão que precisamos rea- e a miséria. Disponível em: <http://www.facapar- lizar antes de qualquer tomada de decisão, seja te.org.br/new/download/Livro%20Objetivo%20 na vida pessoal, na profissional e na comunitária. 1%20-%20Fome.pdf>. Acesso em: 2 mai. 2010. • Portal ODM - Acompanhamento Municipal dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio: para ter acesso à biblioteca multimídia (material para download de imagens), publicações, sistemas de indicadores, áudio e vídeos. Disponível em: <http://www.portalodm.com.br/imagens-bisc--4- -np--1.html> 227
  • 25. Tema 3 Responsabilidade empresarial Objetivos de aprendizagem • Relacionar os conceitos às práticas organizacionais; • Conhecer algumas normas orientadoras em busca da sustentabilidade empresarial e do planeta; • Identificar nas práticas organizacionais aquelas que estão voltadas para a sustentabilidade do planeta. Para início de conversa Você já parou para pensar em quanto você já evoluiu nos conhecimentos sobre Responsabilidade Social e Meio Am- biente? Agora que você já estudou esse tema pelo Livro-Texto, che- gou o momento de aprofundar um pouco mais os conheci- mentos sobre o assunto. Enquanto colaborador(a) de uma organização, seja qual for o título que se receba - empregado(a), prestador(a) de serviço ou profissional autônomo, cada um de nós tem a responsabi- lidade de contribuir para que a organização tenha sustentabi- lidade financeira, social e ambiental. Por dentro do tema A luta pela sobrevivência sempre esteve presente nos seres vivos. Na atua- lidade, se levarmos em conta uma organização como um organismo vivo, também ela luta pela sua sobrevivência: ela quer se tornar perene, diferente- mente do ser humano que tem certeza de sua finitude. Para sobreviver, é preciso ser sustentável. Uma organização precisa buscar, em todas as suas ações e decisões, ser sustentável nas dimensões financeira, social e ambiental, levando em consideração todos os stakeholders. Para ela sobreviver, ela precisa dos stakeholders. Ela também precisa zelar pela susten- tabilidade do planeta.228
  • 26. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 3 - Atividades Atividades Assinale a alternativa correta. a) Somente os itens I, III e V estão corretos. b) Somente os itens II, III, IV e VI estão corretos. INSTRUÇÕES c) Todos os itens estão corretos. Para estudo do Tema 3, você encontrará ques- d) Somente os itens I, II, III, IV e V estão corre- tões objetivas e dissertativas. Cada uma delas tos. contém as orientações necessárias para respon- e) Somente os itens III, IV, V e VI estão corretos. dê-las. Leia atentamente o enunciado. Recorra Diante disso, você pode perceber que, no passa- ao capítulo 6 (Responsabilidade Empresarial) do, as organizações podiam se preocupar ape- para responder às questões e fixar os conceitos nas com os seus negócios. aprendidos. Pois é, não havia uma abrangência maior em Fique atento, pois seu tutor poderá pedir que termos de preocupações. Hoje, qualquer pessoa uma ou mais atividades dissertativas sejam pos- ou grupo poderá afetar os negócios e também tadas no ambiente virtual de aprendizagem. qualquer pessoa ou grupo poderá ser afetado pela atuação de uma organização. Prossiga agora os seus estudos, respondendo às Ponto de partida questões a seguir, para conferir o que aprendeu e ampliar os seus conhecimentos. Assim como nós temos uma razão de existência, as organizações também têm. Exemplo disso é a Agora, é com você! Responda às questões a manifestação expressa no site da Vale. seguir para conferir o que aprendeu! Para iniciar os estudos sobre responsabilidade empresarial, reflita sobre a seguinte questão. A Vale é uma mineradora, empresa global se- diada no Brasil e emprega cerca de 60 mil tra- Questão 1 balhadores. A sua missão é “transformar re- cursos minerais em riqueza e desenvolvimento É correto afirmar que um dos efeitos positivos sustentável”, orientando suas “ações no rela- da globalização é o comprometimento de di- cionamento com stakeholders e na gestão dos versos países com a defesa do ambiente. Disso impactos de suas atividades”, pois acreditam também decorre o conceito de desenvolvimento serem “corresponsáveis na busca do desenvol- sustentável, que pode ser entendido como: vimento sustentável.” Disponível em: <http:// www.vale.com>. a) O uso das práticas econômicas da Primeira Revolução Industrial para reduzir drastica- Tem sido comum a referência das organiza- mente os impactos ambientais negativos. ções aos stakeholders, o que não acontecia fre- quentemente num passado recente. O termo b) A gradual utilização de máquinas e equi- stakeholders refere-se à preocupação com as pamentos agrícolas para adubação do solo, relações com: para garantir a produção agrícola. I. Concorrentes. c) A produção industrial que utilize fontes al- ternativas de energia como o petróleo, bio- II. Comunidade. combustível e o carvão vegetal. III. Clientes internos. d) O desenvolvimento de forma equilibrada, IV. Clientes externos. preservando a natureza como fonte de ener- V. Fornecedores. gia para as futuras gerações. VI. Instituições governamentais. e) A eliminação de processos de produção que impliquem a interação do homem com a na- tureza, de forma sustentável. 229
  • 27. Responsabilidade SocialTema 3 - Atividades e Meio Ambiente Leia o texto sobre o município de Lucas do Rio 5. Para escapar desses problemas, o prefeito da Verde e responda às questões 2, 3 e 4. cidade, Marino José Franz, decidiu que era preciso adequar o município às novas exi- gências da sociedade. O primeiro passo foi se 1. Lucas do Rio Verde, município jovem de aliar à iniciativa privada, buscando patrocínio 35.000 habitantes, fruto da expansão da de empresas como Sadia, Syngenta e Fiagril. fronteira agrícola brasileira, é grande pro- Arrecadados os recursos financeiros, a prefei- dutor de soja de Mato Grosso. Sua econo- tura contratou a empresa paranaense Seno- mia e seu desenvolvimento dependem da grafia, especializada em mapeamento por sa- atração de investimentos e da exportação télite, para radiografar cada palmo dos 3.600 de soja para mercados internacionais. Rio km², revelando as áreas a ser reflorestadas. Verde, como é conhecida, cresce a 10% ao A etapa seguinte foi começar a convencer os ano. É o retrato do Brasil que está dando cerca de 370 proprietários das 670 fazendas certo, mas empresários, produtores rurais do município a reflorestar as áreas de nascen- e políticos da cidade perceberam que essa tes e manter as lavouras a uma distância de prosperidade vem sendo ameaçada por no- 100 metros dos mananciais; vas forças de mercado. Já não é suficiente ser o mais produtivo, ter os melhores custos 6. A parceria entre governo e iniciativa priva- e uma boa logística. Os clientes do presen- da está funcionando. Hoje, a cidade tem 8 te e do futuro não comprarão a soja de Rio postos de saúde e 11 escolas públicas novas. Verde se a cidade não conseguir vencer o Com o apoio do governo federal, a prefeitura desafio da sustentabilidade social e ambien- constrói, atualmente, 2.000 casas populares tal. que, por enquanto, atendem às necessidades dos moradores. Recentemente foi inaugura- 2. Em todo o mundo, o cerco a práticas ambien- da uma fábrica de biodiesel; talmente incorretas ou simplesmente ilegais adotadas por alguns fazendeiros – trabalho 7. Esse projeto está estimulando outros municí- escravo, desmatamento e queimadas, por pios a trilhar o mesmo caminho; exemplo, – vem se fechando. Ao optar por 8. (Adaptado de PIMENTA, Angela. Crescimen- políticas socialmente responsáveis, Rio Ver- to chinês e ambientalismo nórdico. Exame, n. de tenta garantir a própria sustentação de 914, ano 42, n. 5, 26/3/2008). sua economia; 3. “Quem não adotar práticas sustentáveis cor- re o risco de ser punido pelos consumidores asiáticos e europeus”, afirma o economista Questão 2 americano Peter Goldsmith, um dos maiores especialistas do mundo no assunto; No parágrafo 2 do texto, há uma referência ao 4. No início de 2005, o Greenpeace agraciou trabalho escravo. o governador de Mato Grosso, Blairo Mag- Sobre esse assunto, foi criada uma norma in- gi, com o sarcástico troféu “motosserra de ternacional para certificação das condições de ouro”, numa alusão ao desmatamento da trabalho, possibilitando que uma organização floresta. Um ano depois, o porto da multina- desenvolva, mantenha e execute políticas de cional americana Cargill, em Santarém, seria responsabilidade social. Um dos requisitos des- fechado em outro protesto do Greenpeace; sa norma refere-se à liberdade de atuação, sem apoiar o trabalho forçado ou trabalho escravo. Essa norma é conhecida como: a) ISO 9001. b) ISO 14001. c) AA 1000. d) SA 8000. e) NBR 6023.230
  • 28. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 3 - Atividades Questão 3 Questão 5 Tendo em vista os argumentos utilizados no (ENEM, 2008). Em 2006, foi realizada uma con- texto sobre Lucas do Rio Verde, pode-se con- ferência das Nações Unidas em que se discutiu o cluir que: problema do lixo eletrônico, também denomina- I. A busca pelo desenvolvimento sustentável do e-waste. Nessa ocasião, destacou-se a neces- deve ser um esforço coordenado por gover- sidade de os países em desenvolvimento serem nos e empresas e também pela sociedade protegidos das doações nem sempre bem-inten- como um todo. cionadas dos países mais ricos. Uma vez descar- II. Os mercados internacionais estão atentos e tados ou doados, equipamentos eletrônicos che- fazem exigências em relação à sustentabili- gam a países em desenvolvimento com o rótulo dade social e ambiental das empresas com de “mercadorias recondicionadas”, mas acabam as quais negociam. deteriorando-se em lixões, liberando chumbo, cádmio, mercúrio e outros materiais tóxicos. Dis- III. É impossível uma empresa ter alta reputa- ponível em:<g1.globo.com>, com adaptações. ção, sem estar comprometida também com o desenvolvimento social e ambiental da so- A discussão dos problemas associados ao e-waste ciedade. leva à conclusão de que: IV. As fragilidades socioambientais podem pre- a) Os países que se encontram em processo de judicar a imagem e a reputação do Brasil e industrialização necessitam de matérias-pri- das empresas diante do mercado internacio- mas recicladas oriundas dos países mais ricos. nal. b) O objetivo dos países ricos, ao enviarem mer- Estão corretas as afirmações contidas em: cadorias recondicionadas para os países em desenvolvimento, é o de conquistar merca- a) I e III, apenas. dos consumidores para seus produtos. b) II e IV, apenas. c) O avanço rápido do desenvolvimento tecno- c) III e IV, apenas. lógico, que torna os produtos obsoletos em d) II e I, apenas. pouco tempo, é um fator que deve ser consi- e) I, II, III e IV. derado em políticas ambientais. d) O excesso de mercadorias recondicionadas enviadas para os países em desenvolvimento é armazenado em lixões apropriados. Questão 4 e) As mercadorias recondicionadas, oriundas de países ricos, melhoram muito o padrão de No parágrafo 6 do texto sobre Lucas do Rio vida da população dos países em desenvolvi- Verde, há uma referência sobre a parceria do mento. governo e a iniciativa privada. Para que essa responsabilidade seja chamada de responsabili- dade tripla ou tripolar, agrega-se mais um seg- mento nessa parceria, que é: a) Uma organização não-governamental. b) A sociedade civil. c) Uma pessoa física. d) Uma pessoa jurídica. e) Um órgão do governo estadual. 231
  • 29. Responsabilidade SocialTema 3 - Atividades e Meio Ambiente Um tema, 5 perspectivas III. As organizações que quiserem sobreviver e O mundo levou um século inteiro para atingir a prosperar terão de repensar seu modelo de marca de 1 bilhão de carros. O rápido avanço dos negócios, considerando aspectos sociais e países emergentes, no entanto, pode nos levar ambientais. ao segundo bilhão dentro dos próximos 30 anos. IV. As organizações que incluírem estratégias de Para os ambientalistas, esse é mais um motivo de enfrentamento do desafio do aquecimento preocupação para com o aumento das emissões global serão mais competitivas no mercado de gases poluentes. Para a indústria automobilís- global. tica, porém, é uma nova oportunidade de merca- V. A Responsabilidade Social Empresarial é uma do. É justamente do esforço das montadoras para oportunidade de negócio e um benefício atender aos anseios de uma sociedade preocupa- para a sociedade, gerando competitividade da com o aquecimento global (e com os crescen- no mercado. tes preços do petróleo) que trata o livro Zoom - Estão corretas as afirmações expressas em: The Global Race to Fuel the Car of the Future (em português, “Zoom - A corrida global para abaste- a) I, III e V. cer o carro do futuro”). Os autores Iain Carson e b) II, IV e V. Vijay V.Vaitheeswaran lançam a idéia de que os c) III e V. veículos verdes são a nova fronteira da indústria d) III, IV e V. - e as montadoras que não se derem bem nessa corrida podem ser riscadas do mapa. e) IV e V. Trata-se de um desafio enorme. Até hoje, o mo- delo híbrido de eletricidade e gasolina de maior sucesso é o pioneiro Prius, lançado em 1997 pela Toyota. O Prius já vendeu mais de 500.000 unida- Questão 7 des e garantiu à montadora japonesa a liderança no segmento, com 77% de participação. Mesmo Reúna-se em grupo de cinco colegas e discuta que tardiamente, Carson e Vaitheeswaran apon- sobre as práticas chamadas de responsabilidade tam que as montadoras americanas vivem ago- social pelas organizações. São decorrentes do ra “um grande despertar” e também decidiram desejo de contribuição para o desenvolvimento investir no carro sustentável. A General Motors, da sociedade ou é apenas mais um modismo uti- por exemplo, já investiu 1 bilhão de dólares em lizado pelas organizações? Por quê? pesquisas para desenvolver o carro limpo. Dessa forma, nasceu o Chevrolet Volt, um sedã movi- do à eletricidade, com lançamento previsto para 2010. (Um tema, 5 perspectivas. Disponível em: http:// www.portalexame.com.br. Acesso em 29 nov. 2007). Questão 6 Com base no texto “Um tema, 5 perspectivas”, pode-se concluir que: I. Diante da concorrência global, as organiza- ções precisam produzir tecnologias que pos- sibilitem a substituição do velho pelo novo. II. A sustentabilidade econômica deve ser o ob- jetivo primordial de uma organização que te- nha como objetivo maior a sua perenização.232
  • 30. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 3 - Atividades Questão 8 Questão 10 Na página 105 do PLT 112, o autor explica a con- A partir da leitura do item 6.1.2 – o papel da ino- tabilidade convencional e a contabilidade socio- vação na busca da sustentabilidade, páginas 70 a ambiental. Explique a diferença básica existente 73 do PLT, redija um texto em, no máximo oito li- entre elas. nhas, iniciando-o ou concluindo-o com esta frase “não há sustentabilidade sem inovação.” AMPLIANDO O CONHECIMENTO Questão 9 Para saber mais sobre esse assunto consulte: • Futura ISO 26000. Conheça no site do Instituto Defenda a ideia de que todo administrador deve Nacional de Metrologia, Normalização e Qua- ser um estadista corporativo. lidade Industrial (Inmetro) a redação da futura ISO 26000 - Responsabilidade Social, prevista para ser publicada ainda em 2010. Disponível em: <http://www.inmetro.gov.br/qualidade/res- ponsabilidade_social/iso26000.asp> • NBR 16001 - estabelece os requisitos mínimos ao sistema de gestão da responsabilidade social de uma organização. Disponível em: <http://por- tal.mj.gov.br/corde/normas_abnt.asp> • A publicação Mecanismo de Desenvolvimento Limpo é uma contribuição do Conselho Empresa- rial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentá- vel (CEBDS) para que o empresariado, o governo e a sociedade adotem o mecanismo de desenvol- vimento limpo, conciliando produção de bens e serviços com a preservação ambiental e bem-es- tar social. Disponível em: <http://www.cebds.org. br/cebds/pub-docs/pubmc-mdl.pdf> 233
  • 31. Responsabilidade SocialTema 3 - Atividades e Meio Ambiente • Norma SA8000, da Social Accountability Inter- national (SAI), versão 2001, referente à respon- sabilidade social. Disponível em: <http://www. cpfl.com.br/parceiros_inovacao_tecnologica/ documentos/Norma%20Responsabilidade%20 Social%20SA%208000%20.pdf • Indicadores utilizados no balanço social que estão contidos nas páginas 24 a 26 do Relató- rio de Sustentabilidade 2008 do Grupo Pão de Açúcar. Disponível em: <http://www.gpari.com. br/RAO/2008/port/download/GPA_RS2008.pdf> FINALIZANDO No estudo do tema 3, você deve ter compreen- dido o panorama atual da responsabilidade em- presarial, com normas e diretrizes orientadoras em busca da sustentabilidade empresarial e do planeta sustentável.234
  • 32. Tema 4Marketing sustentávelObjetivos de aprendizagem• Compreender o conceito de Marketing sustentável;• Relacionar as práticas ao conceito;• Analisar e avaliar as práticas organizacionais;• Elaborar argumentos.Para início de conversaA sustentabilidade relaciona-se com transparêncianos resultados e atitudes éticas. Sustentabilidadeestá associada à marca, reputação e imagem ecultura organizacional.Por dentro do temaOs profissionais de Comunicação e Marketing assumem papéis importantes nodesenvolvimento de ações de comunicação que privilegiem a melhoria do desem-penho social e ambiental das organizações, de forma a abrir novos espaços nomercado consumidor. 235
  • 33. Responsabilidade SocialTema 4 - Atividades e Meio Ambiente Atividades Agora, é com você! Responda às questões a seguir para conferir o que aprendeu! INSTRUÇÕES A reforma que virou estratégia Você encontrará a seguir questões objetivas e Winkel, Juliana e Graciani, Marcos (Revista Ama- dissertativas. Cada uma delas contém as orien- nhã) tações necessárias para respondê-la. Leia aten- A HP do Brasil conseguiu transformar um “cal- tamente o enunciado. Recorra ao capítulo 7 canhar de Aquiles”¹ em diferencial no mercado. (Marketing sustentável), para responder às Ao perceber que cerca de 70% dos custos com questões e fixar os conceitos aprendidos. energia de um data center provêm do aparato Fique atento, pois seu tutor poderá pedir que de refrigeração das máquinas, a empresa desen- uma ou mais atividades dissertativas sejam pos- volveu um método que gasta muito menos ener- tadas no ambiente virtual de aprendizagem. gia. Com o novo sistema de refrigeração e outras medidas pontuais, a HP quer reduzir em 20% o consumo de energia elétrica em suas instalações, até 2010. De solução para um problema interno, Ponto de partida o novo sistema virou trunfo nos negócios. “Hoje, nos comprometemos, em contrato, a reduzir o gasto de energia dos clientes em pelo menos Quando se fala em Marketing , é comum que 30%. as pessoas façam associação com publicidade, “É uma ousadia comercial e também uma de- propaganda, vendas, estratégias para enganar monstração de compromisso com a sustenta- as pessoas... mascarar produtos e serviços... en- bilidade ambiental”, afirma Mário Anseloni, fim... pode-se entender até como algo pejora- presidente da HP Brasil. A adoção de soluções tivo. inovadoras para o uso dos recursos naturais já No entanto, o Marketing é muito importante tornou a unidade brasileira referência dentro do para as organizações e para a sociedade. grupo HP. Um exemplo é a alternativa encontra- Faça uma pesquisa rápida na internet e elabore da para a montanha de papel usado nos testes a sua compreensão contendo uma definição de das 10 mil impressoras que a HP produz todos os Marketing. meses no Brasil. A papelada passou a ser usada na fabricação de protetores internos para as embalagens das im- pressoras. O resultado foi uma drástica redução do uso do isopor, derivado do petróleo e de di- fícil reciclagem, e uma queda de 10% nos custos de embalagem, transporte e armazenamento dos produtos. 1 calcanhar de Aquiles: o ponto fraco de alguém.236
  • 34. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 4 - Atividades A preocupação com o meio-ambiente acompa- Questão 1 nha a Coca-Cola Brasil desde a década de 1970 e, agora, com a plataforma Viver Positivamente, ela ganha cinco pilares definidos: Performance, Assinale a alternativa INCORRETA, considerando Portfolio, Planeta, Pessoas e Parceiros, sob os o apresentado no texto “A reforma que virou es- quais reside a filosofia da letra R. “Os três “R’s” tratégia”. estão presentes na nossa produção industrial. O a) As empresas estão buscando a imagem “eco- primeiro é de Redução, quando buscamos utili- logicamente correta”. zar o mínimo necessário; o segundo é de Recicla- b) Ações ambientalmente corretas inviabilizam gem, já que quase 100% de nossa água é reuti- retornos financeiros. lizada; e o terceiro é de Reposição. Por meio de reflorestamento, buscamos devolver à natureza c) Ações como as da HP podem melhorar sua re- o que foi utilizado”, enumera o vice-presidente. putação e marca no mercado. Os projetos Programa de Valorização do Jovem; d) Esse tipo de prática torna a empresa e seus Reciclou, Ganhou; e Água das Florestas também produtos sustentáveis. fazem parte da plataforma, que será divulgada e) As empresas devem se preocupar com o uso até fevereiro de 2009. adequado dos recursos naturais. (BOTAS, Patrícia. Resultados sustentáveis [...]. Disponível em:<http://www.portaldapropagan- da.com>. Acesso em 1º out. 2008) Leia o texto “Resultados sustentáveis da Coca- Cola chegam à mídia em campanha da DPZ”e responda à questão 2. Questão 2 “A Coca-Cola Brasil lançou uma campanha de mí- A partir das informações contidas no texto, so- dia impressa e on-line que buscará dividir com bre a empresa Coca-Cola, é possível se chegar às a sociedade as atividades relacionadas às ações seguintes conclusões: de sustentabilidade que a empresa realiza, apre- sentando suas bases de organização e resulta- I. Diante da concorrência global, as organiza- dos. Através da plataforma Viva Positivamente, ções precisam produzir tecnologias que pos- ideias de economia de água e energia, além de sibilitem a substituição do velho pelo novo. reciclagem de materiais e inclusão social, serão II. A sustentabilidade econômico-financeira disseminadas pela Companhia, buscando inspirar deve ser o objetivo maior de uma organiza- também os consumidores a fazerem sua parte”. ção que busca o sucesso e a sua perenidade. “A campanha é a ponta do iceberg da ideia de vi- III. As organizações que quiserem sobreviver e ver positivamente. Estamos criando um modo de prosperar terão de repensar seu modelo de vida sustentável abrangente, como filosofia, na negócios, considerando aspectos sociais e empresa, que vai partir para outras esferas atra- ambientais. vés do esforço de comunicação”, afirma Marco IV. As organizações que incluírem estratégias Simões, vice-presidente de comunicação e sus- de enfrentamento do desafio do aqueci- tentabilidade da Coca-Cola Brasil. Criadas pela mento global serão mais competitivas no DPZ, as peças propõem a reflexão sobre questões mercado global. de desenvolvimento sustentável. Os anúncios são V. Responsabilidade Social Empresarial é uma ilustrados com pontos de exclamação, interroga- oportunidade de negócio e um benefício ção e símbolo de porcentagem, acompanhados para a sociedade, gerando competitividade de um tema a ser pensado e também dos núme- no mercado. ros positivos obtidos pela empresa nas questões citadas. 237
  • 35. Responsabilidade SocialTema 4 - Atividades e Meio Ambiente Estão corretas as afirmações expressas em: 2000 ppm S no interior. A substância, altamente a) I, III e V. cancerígena, é responsável pela morte de 3 mil pessoas por ano, somente na capital paulista. b) II, IV e V. 5. Em sua defesa, os representantes da Petrobras c) III e V. argumentaram que a resolução do CONAMA d) III, IV e V. não determina a diminuição da quantidade de e) IV e V. enxofre no diesel comercializado no País e que o produto “não é o único responsável pela polui- ção veicular”. 6. A decisão acata pedido de entidades governa- Leia atentamente o texto sobre o CONAR e as mentais e não-governamentais, como as Secre- campanhas publicitárias da Petrobras e respon- tarias Estaduais de Meio Ambiente de São Paulo da à questão 3. e Minas Gerais, do Verde e Meio Ambiente do Município de São Paulo, o Fórum Paulista de Mu- CONAR suspende duas campanhas publicitárias danças Climáticas Globais e de Biodiversidade, o da Petrobras. Disponível em: <http://www1. IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consu- folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u393273. midor), o Greenpeace, o Movimento Nossa São shtml - 17/04/2008> Paulo e a SOS Mata Atlântica, dentre outras. 1. O CONAR (Conselho Nacional de Auto- Regulamentação Publicitária) recomendou a “Petrobras - Sonhar pode valer muito” suspensão da veiculação de duas campanhas Locutor: “Quanto vale seu sonho? O investimen- da Petrobras¹ por divulgarem a “ideia falsa de to em ações de uma empresa séria e com credibi- que a estatal tem contribuído para a qualidade lidade internacional pode transformar seu sonho ambiental e o desenvolvimento sustentável do em realidade, com altos índices de crescimento. país”; A Petrobras trata todos os seus acionistas e inves- 2. A decisão não obriga os veículos de imprensa tidores de forma transparente...” e correlatos a suspenderem os anúncios, mas as Letreiro: “Transparência”. decisões do CONAR, historicamente, sempre são acatadas. Caso alguma emissora, jornal ou revis- Locutor: “...pensa no seu futuro e naqueles que ta descumpra ou demore excessivamente para você ama, preservando o meio ambiente e bus- cumprir a decisão, a atitude do CONAR é ape- cando novas fontes de energia, invista em uma nas veicular publicamente o nome da entidade. empresa que tem energia de sobra pra pensar no futuro”. 3. De acordo com a ação apresentada por en- tidades governamentais e não-governamentais, Letreiro: “Empresa que respeita o meio ambiente a Petrobras “afirma recorrentemente em suas / Energia renovável: vento, sol, biocombustível / campanhas e anúncios publicitários seu com- Logo da Petrobras - O desafio é a nossa energia”. promisso com a qualidade ambiental, com o de- senvolvimento sustentável e a responsabilidade “Petrobras - Estar no meio ambiente sem ser no- social”. Entretanto, para essas organizações, tada” essa postura “não condiz com os esforços para Cena 1: Lagarto se camufla numa árvore. uma atuação social e ambientalmente correta”, uma vez que o óleo diesel produzido pela esta- Cena 2: Borboleta se camufla em uma folha. tal possui níveis de enxofre muito altos. Cena 3: Peixe se camufla em uma pedra debaixo 4. Resolução do CONAMA (Conselho Nacional d’água. do Meio Ambiente) determina que, a partir de Letreiro: “Esse também é o desafio da Petrobras. 1º de janeiro de 2009, o diesel comercializado Estar no meio ambiente sem ser notada.” no Brasil contenha, no máximo, 50 partes por milhão de enxofre (ppm S). A proporção hoje é de 500 ppm S, nas regiões metropolitanas, e de 1 Foram suspensas as campanhas “Petrobras - Sonhar pode valer muito” e “Petrobras - Estar no meio ambiente sem ser notada”. (Fonte: http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/514)238
  • 36. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 4 - Atividades Questão 3 Questão 4 O parágrafo 3 do texto sobre o CONAR e a Pe- Identifique, pelo menos, três aspectos que con- trobras explica que a responsabilidade social tribuem para o Marketing sustentável de uma proposta pelas campanhas e anúncios publici- empresa. tários da Petrobras não condiziam com a rea- lidade. Pode-se dizer que uma organização pratica res- ponsabilidade social quando: I. Atende às expectativas de todas as pessoas e organizações que podem afetar ou são afetados pelas suas atividades, isto é, os stakeholders: empregados, sociedade, acio- nistas, governos, sindicatos, organizações civis e/ou governamentais. II. Compromete-se permanentemente em adotar posturas éticas e contribuir para o desenvolvimento econômico, simultanea- mente, com a qualidade de vida de seus em- pregados e de seus familiares, da comunida- de local e da sociedade como um todo. III. Assume posição de corresponsabilidade, na busca do bem-estar geral, em articulação com as políticas sociais: institutos, funda- ções, organizações, universidades, comuni- Leia atentamente os argumentos de Fernando dade e outras organizações governamentais Almeida, no texto a seguir, e responda à questão ou não-governamentais. 5. IV. Demonstra conscientização do empresário no enfrentamento dos problemas econômi- “Fernando Almeida, autor do PLT de RSMA cos, sociais e ambientais, para a construção (2008, pág. 113), alerta que os profissionais de de uma sociedade cada vez mais democrá- comunicação, Marketing e áreas correlatas ope- tica e humana, reduzindo as desigualdades ram com os ativos intangíveis da empresa, como e as injustiças sociais. a marca e a reputação. Em alguns casos, os in- É correto o que se afirma em tangíveis já representam 90% do valor de uma a) I e III, apenas. empresa, ficando os 10% restantes para os ati- vos tradicionais, como imóveis e equipamentos. b) II e III, apenas. Isso dá uma ideia da importância da ação desses c) I, II, III e IV. profissionais na empresa, seja para ajudar a le- d) I, II e III, apenas. vá-la para o rumo da sustentabilidade, seja para e) II e IV, apenas. orientá-la no sentido oposto”. 239
  • 37. Responsabilidade SocialTema 4 - Atividades e Meio Ambiente Questão 5 Questão 7 A partir dos argumentos apresentados por Fer- Forme grupos de cinco estudantes e discuta so- nando Almeida, redija uma frase em, no máxi- bre os impactos socioambientais dos produtos mo, três linhas, relacionando o Marketing para a e/ou serviços produzidos pela empresa em que sustentabilidade com os aspectos éticos dos pro- você trabalha e relacione-os com a reputação da fissionais que lidam com a comunicação interna marca. e externa na empresa. Questão 6 Crie uma frase curta, porém impactante, como resposta à seguinte pergunta: “Por que o pro- fissional de Propaganda e Marketing precisa se preocupar com a sustentabilidade da empresa- cliente?” Questão 8 Elabore argumentações de que o Marketing sus- tentável agrega valor aos negócios de uma em- presa.240
  • 38. Responsabilidade Sociale Meio Ambiente Tema 4 - Atividades A imagem acima é de uma campanha publici- Questão 9 tária de uma organização não-governamental, Greenpeace. Observe a figura 7.2, na página 119, e faça uma breve análise sobre a existência de internaliza- ção do desenvolvimento sustentável na empresa em que você trabalha. Há contribuição de todas as pessoas que ocupam cargos na empresa? Questão 10 AMPLIANDO O CONHECIMENTO Para saber mais sobre esse assunto consulte: (Vestibular da UFG-GO, 2007). A imagem abaixo • Dez passos para o Marketing sustentável. O retrata uma das cenas de seca ocorrida na Ama- site HSM Inspiring Ideas apresenta o artigo con- zônia em 2005. tendo 10 dicas de estratégias para ser conside- Explique como o efeito de sentido pretendido rado no mercado como uma marca sustentável. por essa campanha atinge o leitor. Disponível em: <http://br.hsmglobal.com/notas/ 43584-dez-passos-o-Marketing-sustentavel> • Prêmio PIB traz novidades com estudo paralelo sobre o Índice de Reputação das Marcas. 21 out. 2009 - O Grupo Padrão e DOM Strategy Partners apresentam um estudo inédito realizado no Bra- sil com as empresas que melhor gerenciam seus ativos intangíveis e mostra os impactos da ges- tão eficiente na reputação das organizações. Co- nheça o ranking das empresas com as melhores reputações no Brasil. Disponível em: <http://www.administradores. com.br/informe-se/artigos/premio-pib-traz-no- vidades-com-estudo-paralelo-sobre-o-indice-de- reputacao-das-marcas/42105/> • VELLANI, Cassio Luiz; RIBEIRO, Maísa de Sou- za. Sistema contábil para gestão da ecoeficiência empresarial. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, v. 20, n. 49, abr. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ Disponível em: < http://www.greenpeace.org. arttext&pid=S1519-70772009000100003&lng=pt br> Acesso em: 8 set. 2006. &nrm=is> Acesso em: 2 mai. 2010. 241
  • 39. Responsabilidade SocialTema 4 - Atividades e Meio Ambiente O artigo responde à pergunta: “em termos con- tábeis, como podem ser categorizadas as ações ecológicas empresariais para fornecer informa- ções sobre eventos relacionados com a ecoefici- ência do negócio?” A pesquisa analisa três tipos de materiais e identifica 608 exemplos de ações ecológicas mantidas por 181 empresas. FINALIZANDO Ao concluir mais um tema de estudo, você apren- deu que os conceitos e as práticas de sustentabi- lidade precisam estar alinhados e internalizados em todos os colaboradores de uma empresa, in- cluindo os stakeholders. Para você, estão claros os conceitos e as práti- cas de Responsabilidade Social e Meio Ambiente (RSMA)? Se a resposta for afirmativa, parabéns! Se persistem dúvidas, faça uma nova leitura do PLT e reveja as atividades propostas. Os conhecimentos apresentados na disciplina RSMA não devem se encerrar neste momento. Procure avançar continuamente. Olhe à sua volta e perceba se as organizações estão mesmo cum- prindo o seu papel em face da sustentabilidade. Existem diferenças nos resultados entre aquelas que buscam e as que não buscam o desenvolvi- mento sustentável?242
  • 40. Responsabilidade Social Desafio de Aprendizageme Meio Ambiente Autor: Ronaldo Tavares de Araújo - Centro Universitário Anhanguera - Leme Este desafio de aprendizagem tem por objetivos: • Favorecer a aprendizagem; • Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado eficiente e eficaz; • Promover o estudo, a convivência e o trabalho em grupo; • Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o autoaprendizado; • Oferecer diferenciados ambientes de aprendizagem; • Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação; • Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas relativos à profissão; • Direcionar o estudante para a emancipação intelectual. Para atingir esses objetivos, as atividades foram organizadas na forma de um desafio, que será solucionado por etapas ao longo do semestre letivo. Realizar essas atividades é essencial para o desenvolvimento das competências e habilidades requeridas na atuação do aluno no mercado de trabalho. Aproveite a oportunidade de estudar e aprender com os desafios da vida profissional. Competências e Habilidades Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as competências e habilidades descritas a seguir: • Identificar as tecnologias associadas à melhoria da qualidade de vida, à preservação da natureza e à utilização, desenvolvimento e inovação do aparato tecnológico de suporte e atenção à saúde; • Planejar, gerenciar e executar as atividades de diagnóstico, avaliação de impacto, proposição de medidas mitigadoras - corretivas e preventivas - recuperação de áreas degradadas, acompanhamento e monito- ramento da qualidade ambiental; • Compreender a regulação do uso, controle, proteção e conservação do meio ambiente, avaliação de conformidade legal, bem como a análise de impacto ambiental, elaboração de laudos e pareceres, que são algumas das atribuições desse profissional; • Elaborar e implantar políticas e programas de educação ambiental, contribuindo, assim, para a melhoria da qualidade de vida e a preservação da natureza. Desafio Os alunos, divididos em equipes de trabalho de no máximo seis pessoas, deverão estruturar um relatório final, a partir do cumprimento das etapas abaixo, onde identificarão a melhor forma de planejamento ambiental na área de saneamento básico para um município. O grande desafio é conhecer as diversas formas de utilização das ferramentas de planejamento e compreender o planejamento ambiental como forma de minimizar os diversos impactos ambientais inerentes ao desenvolvimento do município. 243
  • 41. Responsabilidade SocialDesafio de Aprendizagem e Meio AmbienteAutor: Ronaldo Tavares de Araújo - Centro Universitário Anhanguera - Leme Etapa n.o 1 Aula-tema: Sustentabilidade Essa atividade é importante para que você defina a equipe de trabalho, conceitue e identifique sustentabili- dade e sua aplicação no planejamento ambiental. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos a seguir. PASSOS Passo 1 - Escolha sua equipe de trabalho. O grupo deve ser composto por no máximo seis alunos. Passo 2 - Leia os artigos disponíveis em: http://www.fbds.org.br/fbds/rubrique.php3?id_rubrique=282 e http://www.sustentabilidade.org.br/default.asp Conceitue e identifique sustentabilidade e sua aplicação no planejamento ambiental. Passo 3 - Reúna-se com os demais integrantes de sua equipe de trabalho e analisem os conceitos e apli- cações da sustentabilidade na questão do planejamento de ações ambientais direcionadas ao saneamento básico de um município. Passo 4 - Confeccione um texto (mínimo de três e máximo de cinco páginas, fonte Arial 12, espaçamento 1,5 linhas, respeitando as normas de citação bibliográfica da ABNT) a respeito do passo 3 e entregue ao professor. Etapa n.o 2 Aula-tema: Política Nacional do Meio Ambiente Essa atividade é importante para que você se inteire da legislação ambiental brasileira. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos a seguir. PASSOS Passo 1 - Leia a Lei nº 6.938/ 1981, que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6938compilada.htm Passo 2 - Leia a Resolução CONAMA 237 que regulamenta os aspectos de licenciamento ambiental estabe- lecidos na Política Nacional do Meio Ambiente em:http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res97/res23797. html Passo 3 - Reúna-se com sua equipe para debater sobre a Política Nacional de Meio Ambiente. Nesta discus- são, vocês deverão identificar e relatar por meio de um texto (mínimo de 3 e máximo de 5 páginas, fonte Arial 12, espaçamento 1,5 linhas, respeitando as normas de citação bibliográfica da ABNT) sobre: • As aplicações da Política Nacional do Meio Ambiente quanto ao planejamento ambiental. Etapa n.o 3 Aula-tema: Saneamento Ambiental Essa atividade é importante para que você conheça a importância dos sistemas de saneamento ambiental e sua interação no planejamento ambiental para um município. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos a seguir. 244
  • 42. Responsabilidade Social Desafio de Aprendizageme Meio Ambiente Autor: Ronaldo Tavares de Araújo - Centro Universitário Anhanguera - Leme PASSOS Passo 1 - Consultem www.sabesp.com.br, para saber quais são os principais sistemas de tratamento de água existentes e sua interação no planejamento ambiental. Passo 2 - Consulte www.cetesb.sp.gov.br, e http://www.cidades.gov.br/secretariasnacionais/saneamento- ambiental/biblioteca/biblioteca, para saber quais são os principais sistemas de tratamento de esgotos existen- tes e sua interação no planejamento ambiental. Passo 3 - Consulte http://www.estre.com.br/br/index.html, para saber quais são os principais sistemas de tratamento de resíduos sólidos e sua interação no planejamento ambiental. Passo 4 - Reúna-se com sua equipe para debater sobre a importância do saneamento ambiental para um município. Nesta discussão, vocês deverão identificar e relatar por meio de um texto (mínimo de três e máxi- mo de cinco páginas, fonte Arial 12, espaçamento 1,5 linhas, respeitando as normas de citação bibliográfica da ABNT) sobre: • As interações do Saneamento Ambiental com as formas de planejamento ambiental. Etapa n.o 4 Aula-tema: Planejamento Ambiental Essa atividade é importante para que você tenha contato e conheça o processo de planejamento e as diversas ferramentas utilizadas no planejamento ambiental de um município. Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos a seguir. PASSOS Passo 1 - Reúna-se com sua equipe de trabalho, discutam e escolham uma forma de planejamento ambiental para um município. Passo 2 - Consulte e navegue em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-8392001000100015&script= sci_arttext, para conhecer um exemplo de planejamento ambiental. Passo 3 - Pesquise as seguintes bibliografias: Rozely Ferreira dos Santos. Planejamento Ambiental - Teoria e prática. Oficina de textos. pág. 184 e Josimar Ribeiro de Almeida, et. al. Política e planejamento ambiental. Thex Editora. 3.ª edição. pág. 457 e conheça as principais teorias, ferramentas e aplicações do planejamento ambiental. Passo 4 - Elabore um relatório final (mínimo de 7 e máximo de 10 páginas, fonte Arial 12, espaçamento 1,5 linhas, respeitando as normas de citação bibliográfica da ABNT), contendo a conceituação e aplicação do planejamento ambiental voltado ao saneamento básico de um município. 245
  • 43. Responsabilidade SocialReferências Bibliográficas e Meio Ambiente ALMEIDA, Fernando. Responsabilidade Social e Meio Ambiente. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. Sites para Leitura Complementar: BBCBRASIL. Enchente no Rio está entre as mais fatais nos últimos 12 meses no mundo. 7 abr. 2010. BBCBrasil.com. Disponível em: <http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,enchente-no-rio-esta- entre-as-mais-fatais-nos-ultimos-12-meses-no-mundo,534900,0.htm>. Acesso em: 3 mai. 2010. CAPRIGLIONE, Laura; BRASIL, Kátia. Fórum Internacional de Sustentabilidade começa em Manaus com diretor de “Avatar”. 26 mar. 2010. Folha online. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/ brasil/ult96u712185.shtml>. Acesso em: 8 mai. 2010. CONAR suspende duas campanhas publicitárias da Petrobras. Disponível em: <http://www1.folha.uol. com.br/folha/dinheiro/ult91u393273.shtml>. INSTITUTO DO PVC. Disponível em:< http://www.institutodopvc.org/publico/>. Acesso em: 9 mai. 2010. UFG-GO. Provas da segunda etapa PS2007/UFG. Disponível em: <http://www.vestibular.ufg.br/ps2007/ relatoriops2007/LP-LIT-RED.pdf>. Acesso em: 10 mai. 2010. WINKEL, Juliana; GRACIANI, Marcos. A reforma que virou estratégia. Disponível em: <http://amanha. terra.com.br/edicoes/243/capa01.asp>. 246