Modelagem 21102006_2

3,430 views
3,339 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,430
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
150
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Modelagem 21102006_2

  1. 1. Especialização - DBA Prof. Teresinha Planez Diniz Aula 21/10/2006 Modelagem dos dados
  2. 2. Roteiro - Aula <ul><li>Resolução exercício </li></ul><ul><li>2) Modelo de classe </li></ul><ul><li>3 ) Modelo de interação </li></ul><ul><li>Diagrama de seqüência </li></ul><ul><li>Diagrama de componentes </li></ul><ul><li>4) Exercício Diagrama de seqüência </li></ul>
  3. 3. Diagrama de classe - Componentes <ul><li>Classes </li></ul><ul><li>Associações e Tipos de associações </li></ul><ul><li>Restrições </li></ul><ul><li>Multiplicidade/Opcionalidade </li></ul><ul><li>Qualificador </li></ul>Representa graficamente a estrutura de armazenamento do sistema.
  4. 4. Diagrama de classe - Componentes Classes Componentes De software Elementos lógicos Componentes físicos
  5. 5. UML - Diagrama de classe (Furlan – 1998) Pedido Cliente Organi- zação Cliente Org_Cli {ou} Ped_Item 1..1 Produto Biscoito Chocolate Leite 1..* {Disjunção incompleta} Classe associativa SuperClasse SubClasse Agregação Multiplicidade Opcionalidade Generalização Restrição Associação
  6. 6. Diagrama de interação <ul><li>Diagrama de Seqüência </li></ul><ul><li>Diagrama de colaboração </li></ul>Descrição de Caso de uso Cenário Situações Concretas
  7. 7. Diagrama de interação Caso de uso É constituído vários Cenário Trocas de mensagens Diagrama de interação É representado
  8. 8. Diagrama de Seqüência O diagrama de seqüência mostra a interação entre os objetos ao longo do tempo e apresenta os objetos que participam da interação e a seqüência de mensagens trocadas.
  9. 9. Diagrama de Seqüência [Se novo criar] Objeto Linha do tempo Condição de guarda Auto delegação Método ( ) Objeto1 Objeto2
  10. 10. Mensagens Mensagem é a comunicação entre objetos que veicula informação na expectativa de provocar uma resposta. É representada por uma seta horizontal, do emissor para o receptor com uma titulação e os possíveis argumentos.
  11. 11. Representação gráfica de mensagens a) Mensagem síncrona A seqüência de operações é completada antes de retomada da seqüência acionadora. O emissor fica parado a espera da resposta.
  12. 12. Mensagem Síncrona Retorno de mensagem síncrona - opcional
  13. 13. Representação gráfica de mensagens b) Mensagem assíncrona Mostra como um controle é passado de um objeto para outro sem descrever detalhe sobre a comunicação. O receptor não fica parado aguardando resposta. Corresponde tipicamente a envio de sinal entre dois objetos concorrentes.
  14. 14. Mensagem – Simples ou indiferenciada Sem especificação definida . Não se decide se é síncrona, de retorno ou assíncrona. Usados, normalmente na modelação de interações na fronteira do sistema.
  15. 15. Representação gráfica de mensagens c) Fluxo de mensagem assíncrona Envio de mensagem com semântica nenhuma de espera. O remetente envia mensagem e continua o processamento.
  16. 16. Diagrama de seqüência - exemplo :Um Sib :SÓCIO Pede publicação emprestada Identifica publicação Mostra restante dados publicação Pede cartão sócio Mostra cartão de sócio Identifica sócio Mostra restante dados do sócio Confirma dados Imprimi requisição Entrega requisição Devolve requisição assinada Empresta publicação Adiciona prazo para devolução :FUNCIONÁRIO
  17. 17. Exercício 1) Observe o modelo de classe apresentado na lista de exercício, ele é constituído de um conjunto de classes inter-relacionadas e atende ao caso de uso Manter Matéria Prima que tem como agente externo a SECRETÁRIA . Construir o diagrama de seqüência para efetivar a inclusão de um objeto modelo.
  18. 18. Diagrama de colaboração Representa graficamente como os objetos interagem enviando mensagens, para realização das operações. Enfatizam o link – ou associações entre objetos
  19. 19. Diagrama de colaboração Objeto1 Objeto3 1:Evento Objeto2 2:Operação 4:Operação (Lista de parâmetros)
  20. 20. Seqüência X Colaboração
  21. 21. Diagrama de componentes <ul><li>Representa graficamente as dependências entre componentes de software. </li></ul><ul><li>Tabelas </li></ul><ul><li>Documentos </li></ul><ul><li>Bibliotecas </li></ul><ul><li>Arquivos </li></ul><ul><li>Executáveis.... </li></ul>
  22. 22. Diagrama de componentes <ul><li>Os diagramas de componentes podem conter: </li></ul><ul><li>Componentes </li></ul><ul><li>Interfaces </li></ul><ul><li>Relacionamentos de dependências, generalização, associações </li></ul>
  23. 23. Componentes Representa uma peça de implementação de um sistema. Conjunto de artefatos físicos em formatos digitais. Define-se pelo menos três tipos de componentes:
  24. 24. Componentes Componentes de instalação : DLL, executáveis, classe Java. Componentes de trabalho: A partir dos quais são criados componentes de instalação. Componentes de execução: Criado como resultado da execução de um sistema: processos, threads , agentes de software.(Representados no diagrama de instalação).
  25. 25. Estereótipos Estereótipos padrão que se aplicam a componentes: Executável – Especifica um componente que poderá ser executado em um nó. Biblioteca – Específica uma biblioteca estática ou dinâmica. Curso.dll
  26. 26. Estereótipos Tabela: Específica um componente que representa uma tabela de BD. Arquivo : Uma componente que representa um documento contendo código fonte ou dados. Documento : Uma componente que representa uma documento.
  27. 27. Nós <ul><li>È um objeto físico que representa um recurso de processamento. Representa um recursos no real que é passível de distribuição e pode executar elementos do mundo conceitual. Podem constituir em: </li></ul><ul><li>Recursos computacionais (hardware) </li></ul><ul><li>Recursos humanos </li></ul><ul><li>Recursos mecânicos </li></ul>
  28. 28. Nós Nó1 Nó2 Nome do vínculo <ul><li>Aspectos a serem considerados ao se alocar componentes em nós: </li></ul><ul><li>Utilização de recursos: distribuir componentes de modo a obter desempenhado máximo. </li></ul><ul><li>Localização geográfica: Determinar quais funcionalidades do sistemas precisam estar disponibilizadas localmente. </li></ul>
  29. 29. Nós c) Acesso a dispositivos; avaliar as necessidades individuais de dispositivos em um nó, incluindo conexão de impressora e demais periféricos. d) Segurança – Estabelecer direitos de acesso e proteção de dados de maneira eficiente e otimizada nas diversas localizações geográficas disponíveis. e) Extensabilidade e portabilidade – Considerar quais componentes podem ser dependentes de um sistema operacional, em caso de serem empregados sistemas operacionais ou arquitetura de máquinas diferentes.
  30. 30. Exemplo de um diagrama de componentes Pacotes (diretório)
  31. 31. Exemplo 2 Diagrama de componente Fotos.bmp Pessoa.EXE Matéria Prima.EXE Produto.EXE Vendas.exe BemaFI32.dll
  32. 32. Nós – Estação 05 Cobrança.exe Pessoas.dll Rregistro.exe Alunos.Cls Curso.dll Professors.Cls
  33. 33. Diagrama de Distribuição Tem por objetivo representar a configuração de nós de processamento em tempo de execução e os componentes que neles existem. Graficamente é uma coleção de arcos e vértices. Obs: tipo especial de diagrama de classe que focaliza nós do sistemas

×