Cubatao

2,948 views

Published on

Published in: Education, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,948
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Leandro
  • Cubatao

    1. 1. Autores: Camila Dailhana Leandro Oliveira Louise Cristine
    2. 2. Introdução <ul><li>Cubatão é um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS). </li></ul><ul><li>RMBS é composta por nove cidades, sendo elas: </li></ul><ul><ul><li>Bertioga; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cubatão; </li></ul></ul><ul><ul><li>Guarujá; </li></ul></ul><ul><ul><li>Itanhaém; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mongaguá; </li></ul></ul><ul><ul><li>Peruíbe; </li></ul></ul><ul><ul><li>Praia Grande; </li></ul></ul><ul><ul><li>Santos e </li></ul></ul><ul><ul><li>São Vicente. </li></ul></ul>
    3. 3. Região Metropolitana da Baixada Santista
    4. 5. História <ul><li>1530, Jesuítas, Comerciantes, Tropeiros, Autoridades do reino. </li></ul><ul><li>22 de Janeiro de 1532, Martim Afonso. </li></ul><ul><li>Sesmarias. </li></ul><ul><li>10 de Fevereiro de 1533, Rui Pinto. </li></ul>
    5. 6. Ano das concessões efetuadas por Martim Afonso de Souza 1532 - Sesmaria de Pedro Góes 1533 – Sesmaria de Rui Pinto 1533 – Sesmarias de Francisco Pinto 1556 – Sesmaria de Antônio Rodrigues de Almeida
    6. 7. História <ul><li>10 de Fevereiro de 1533,“Dia da Fundação do Povoado de Cubatão”. </li></ul><ul><li>Brasão de armas cubatense que vigorou até 1969. </li></ul>
    7. 8. História <ul><li>07 de Setembro de 1822, D. Pedro partiu de Cubatão em direção a São Paulo. </li></ul><ul><li>No percurso proclamou a Independência do Brasil. </li></ul><ul><li>12 de agosto de 1833, Porto Geral de Cubatão é consolidado como povoação . </li></ul>
    8. 9. História <ul><li>01 de Março de 1841, incorporado como um bairro de Santos. </li></ul><ul><li>17 de Outubro de 1948, Plebiscito pela emancipação. </li></ul><ul><li>6.570 habitantes. </li></ul>Foto publicada no caderno especial  Cubatão 50 Anos ,  publicado pelo jornal santista  A Tribuna  em 9 de abril de 1999
    9. 10. História <ul><li>16,74 % da população participaram na decisão. </li></ul>
    10. 11. História <ul><li>1º de janeiro de 1949, reconhecimento como Cidade. </li></ul><ul><li>Esta é a segunda data registrada no brasão. </li></ul><ul><li>Administração do Prefeito de Santos, Álvaro Rodrigues. </li></ul>
    11. 12. História <ul><li>13 de Março de 1949, Votação. </li></ul>
    12. 13. História <ul><li>9 de Abril de 1949, assumi o primeiro prefeito, Armando Cunha. </li></ul><ul><li>E finalmente Cubatão consegue finalmente sua autonomia administrativa. </li></ul><ul><li>O Aniversário da cidade é comemorado nessa mesma data. </li></ul>Câmara Municipal de Cubatão. Armando Cunha (à esquerda).
    13. 15. Indústria: 1ª fase <ul><li>1867, Estrada de ferro “Railway”. </li></ul><ul><li>1870, Bananicultura. </li></ul><ul><li>1915, Anilinas e Produtos Químicos do Brasil. </li></ul><ul><li>1930, Cia. Santista de Papel. </li></ul>A fábrica Anilinas foi uma das primeiras indústrias instaladas em Cubatão. Visão geral da Cia. Santista de Papel.
    14. 16. Indústria: 2ª fase <ul><li>1953, Petrobrás. </li></ul><ul><li>1955, Refinaria Presidente Bernardes. </li></ul><ul><li>1956, Alba S/A Indústrias Químicas. </li></ul><ul><li>1958, Fábrica de Fertilizantes de Cubatão (Fafer). Foi privatizada em 1993 e no ano de 2004 passou a ser denominada Fosfértil. </li></ul><ul><li>1963, Cia. Siderúrgica Paulista (Cosipa). </li></ul>
    15. 18. Crise Ambiental <ul><li>Vale da Morte. </li></ul><ul><li>De 1978 a 1984, foram registrados 18 nascimentos de crianças anencéfalas. </li></ul><ul><li>Cubatão ficou conhecida como a cidade dos &quot;bebês sem cérebro&quot;. Era tida também como uma das cidades mais poluídas do país. </li></ul>
    16. 19. Recuperação Ambiental <ul><li>Medidas antipoluição foram tomadas. Em 1983, a Cetesb (agência ambiental de SP) implantou um programa de controle de poluição ambiental. </li></ul><ul><li>Hoje, 30 anos depois do início do programa, a cidade ainda não tem qualidade do ar considerada &quot;excelente&quot;, mas tem 98% menos materiais particulados (poeira e fumaça) provenientes de indústrias. </li></ul>
    17. 20. Cubatão Ambiental <ul><li>O guará-vermelho, que surpreende os visitantes desde a época do descobrimento do Brasil, é uma das aves mais exóticas da fauna brasileira. </li></ul><ul><li>Em 1984, contava com apenas 86 indivíduos. Hoje, estima-se que tenha mais de 550 aves. </li></ul><ul><li>Por essa razão, a espécie foi escolhida como símbolo da recuperação ambiental do Município. </li></ul>
    18. 21. Bird Watching <ul><li>A observação de pássaros, ou bird watching, é uma atividade cresce a cada dia em Cubatão. </li></ul><ul><li>Além do pássaro símbolo da recuperação ambiental, o guará vermelho - mais de 200 espécies de aves. </li></ul><ul><li>Uma variedade superior à encontrada no Pantanal de Mato Grosso. </li></ul>
    19. 22. Trakking <ul><li>Um dos parques da cidade que pode ser utilizado como trilha pelos amantes da caminha, mais conhecida como trakking, é o Parque Ecológico do Rio Perequê. O local, que atrai moradores e turistas, tem piscinas naturais e trilhas em direção a cachoeiras. </li></ul>
    20. 23. Rapel <ul><li>Também tem os praticantes de Rapel no Parque Perequê. </li></ul><ul><li>A cachoeira “Véu das Noivas”, conta cerca de 60 metros de queda d'água. </li></ul>
    21. 25. Sambaquis <ul><li>Ruínas de uma construção de pedras com amarração de conchas de sambaquis, preservadas há anos, datam dos séculos 17 ou 18, quando religiosos estavam na região. </li></ul>
    22. 26. Rancho da Maioridade <ul><li>Conhecido como ponto de descanso e reabastecimento durante a longa viagem entre o planalto e o litoral. Símbolo da construção da Estrada da Maioridade e a visita da Família Real em 1846. </li></ul>
    23. 27. Cruzeiro Quinhentista <ul><li>Homenagem à chegada dos portugueses ao litoral, no entroncamento das primeiras ligações entre o planalto e o litoral. Formado por um corpo central e uma cruz, tem azulejos pintados à mão com figuras dos desbravadores. </li></ul>
    24. 28. Calçada do Lorena <ul><li>Construída, em 1792, foi a primeira estrada pavimentada do Brasil e a mais importante na época por mudar a rotina dos tropeiros, viajantes e comerciantes, agilizando os negócios. Passou a ter movimento para que os visitantes pudessem apreciar a bela paisagem. </li></ul>
    25. 29. Largo do Sapo <ul><li>Localizado na Praça Coronel Joaquim Montenegro. Local onde foi instalado o Porto Geral de Cubatão, a terceira geração de povoado de Cubatão onde passavam todas as especiarias com destino a São Paulo . A partir do séc. XVII, foi a localização do definitivo povoado cubatense. </li></ul>
    26. 30. Pontos Turísticos <ul><li>Pouso de Paranapiacaba </li></ul><ul><li>Monumento do Pico </li></ul><ul><li>Ruínas do Pouso </li></ul><ul><li>Pouso Circular ou Belvedere Circular </li></ul><ul><li>Padrão do Lorena </li></ul><ul><li>Pontilhão da Raiz da Serra </li></ul><ul><li>Parque Ecológico do Perequê </li></ul><ul><li>Parque Ecológico Cotia-Pará </li></ul><ul><li>Itutinga-Pilões </li></ul><ul><li>Parque Anilinas </li></ul>
    27. 32. Aspectos Geográficos
    28. 33. Formação Geológica <ul><li>Cubatão apresenta compartimento geológico “embasamento cristalino” que é representado pela Serra do Mar que está protegida pela floresta tropical e esconde sob o solo pouco espesso, rochas primitivas da Era Proterozóica, que são consideradas, dentre outras, as rochas mais antigas do mundo. </li></ul>
    29. 34. Geomorfologia <ul><li>O relevo de Cubatão possui três características marcantes reveladas na exuberância da paisagem e na condição habitacional que ocorre de forma inadequada. </li></ul><ul><li>Os elementos naturais que dão forma à superfície de Cubatão são: </li></ul><ul><ul><li>A cordilheira Atlântica; </li></ul></ul><ul><ul><li>A planície litorânea; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os morros isolados. </li></ul></ul>
    30. 35. Vegetação <ul><li>Cu batão está sob o domínio da Mata Atlântica que é classificada como floresta tropical. </li></ul><ul><li>Destacam - se em Cubatão quatro tipos de vegetação, do bioma Mata Atlântica: </li></ul><ul><ul><li>Floresta de Encosta; </li></ul></ul><ul><ul><li>Manguezal; </li></ul></ul><ul><ul><li>Floresta de Restinga; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mata de Transição. </li></ul></ul>
    31. 36. Hidrografia <ul><li>Devido à proximidade da Serra do Mar, os rios que banham Cubatão são pouco extensos e torrenciais. Originárias do planalto Atlântico, os rios mais conhecidos do município são: </li></ul><ul><ul><li>Perequê; </li></ul></ul><ul><ul><li>Pilões; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cubatão; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mogi. </li></ul></ul>
    32. 38. Elementos Físicos <ul><li>Área : 148 km² </li></ul><ul><li>Limites municipais: </li></ul><ul><ul><li>São Bernardo do Campo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Santo André; </li></ul></ul><ul><ul><li>São Vicente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Santos. </li></ul></ul><ul><li>Clima: Tropical Úmido. </li></ul><ul><li>Temperatura média anual : 23°C. </li></ul><ul><li>Índices pluviométricos : </li></ul><ul><ul><li>Cidade: 2.300 mm/a. </li></ul></ul><ul><ul><li>Alto da Serra do Mar: 4.000 mm/a. </li></ul></ul><ul><li>Umidade relativa do ar : entre 70 e 90%. </li></ul>
    33. 39. Elementos Humanos <ul><li>População: 118.720 (IBGE Censo 2010) </li></ul><ul><li>Densidade demográfica: 812,64 hab./ km² </li></ul><ul><li>Taxa de natalidade: 16,79%o (por mil habitantes) </li></ul><ul><li>Taxa de mortalidade: 6,66 %o (por mil habitantes) </li></ul><ul><li>Taxa de mortalidade infantil: 18,08%o (por mil nascidos vivos) </li></ul><ul><li>Taxa de crescimento demográfico anual: 1,5% (2000-2007) </li></ul><ul><li>Índice de Desenvolvimento Humano IDH(2000): </li></ul><ul><li>0,772 (1260º posição no Brasil e a 517º posição no Estado de São Paulo) </li></ul><ul><li>Taxa de analfabetismo: 9,06% </li></ul><ul><li>Atividades econômicas: Destaca-se a atividade industrial </li></ul><ul><ul><li>Petroquímica </li></ul></ul><ul><ul><li>Siderurgia </li></ul></ul><ul><ul><li>Química </li></ul></ul><ul><ul><li>Fertilizante </li></ul></ul>
    34. 41. Artesanato Cultural <ul><li>Banana, em Cubatão. </li></ul><ul><li>Henrique Muniz de Gusmão Brunken. </li></ul><ul><li>Artesanato Cubatense. </li></ul>
    35. 42. Calendário Cultural <ul><li>Carnaval - A maior festa popular do Brasil levam mais de 30 mil pessoas às ruas da cidade. </li></ul><ul><li>Paixão de Cristo - Drama sacro-religioso que reconta a crucificação e conta 200 componentes, entre atores amadores da cidade. </li></ul>
    36. 43. Calendário Cultural <ul><li>Procissão de São Lázaro Desde 2005, conta com shows e atrai cerca de 5 mil pessoas, todo mês de maio. </li></ul><ul><li>Semana Afonso Schmidt Evento anual tem como finalidade estimular a leitura e é realizado em junho. </li></ul>
    37. 44. Calendário Cultural <ul><li>Festa de Senhora da Lapa Celebração religiosa, conta com carreata, procissão e missa campal reunindo 10 mil pessoas. </li></ul><ul><li>Caminhos da Independência Encenação que reconta a passagem histórica de Dom Pedro I por Cubatão, evento é realizado em setembro no Teatro do Kaos. </li></ul>
    38. 45. Calendário Cultural <ul><li>Cubatão Danado de Bom É um festival que homenageia os nordestinos onde 67% da população Cubatense é composta por nordestinos e seus descendentes. </li></ul><ul><li>A primeira edição, em 2010 reuniu 50 mil pessoas em shows realizados no Kartódromo de Cubatão. </li></ul>
    39. 46. Festas Populares <ul><li>Março - A Festa da Banana é no bairro da Vila Nova. </li></ul><ul><li>Abril - A Festa da Carne Seca é realizada no bairro Jardim Nova República. </li></ul><ul><li>Maio - A Festa do Frango celebra a existência da Vila São José. </li></ul><ul><li>Julho - Festa do Siri comemora o aniversário do Jardim Casqueiro. </li></ul><ul><li>Dezembro - Festa do Caranguejo é realizada na Vila Natal. </li></ul>
    40. 47. Brasão <ul><li>O Escudo português (ibérico) recorda a origem lusitana de nossa Pátria; </li></ul><ul><li>A roda dentada , evidencia e simboliza o progresso industrial do Município; </li></ul><ul><li>O sol dourado refulgente traduz a iluminação brilhante do astro-rei, em contato com a areia prateada; </li></ul><ul><li>A flecha e a alabarda falam das lutas travadas entre silvícolas e os bandeirantes; </li></ul><ul><li>Os três escudetes destacam as poderosas riquezas do município (energia elétrica, petróleo e aço); </li></ul><ul><li>As duas datas significam, respectivamente, a fundação e a elevação de Cubatão à dignidade de cidade; </li></ul><ul><li>As duas folhas de bananeira, representa a importância da fruta na economia da cidade. </li></ul><ul><li>O conjunto das cinco torres é o símbolo de cidade </li></ul>
    41. 48. Significado de “Cubatão” <ul><li>Segundo o historiador Francisco Martins dos Santos , o nome da cidade deriva do tupi Cui-pai-ta-ã , contraído em Cui-pai-tã e transformado por assimilação em Cubatão. Para ele, a palavra significa “rio que cai do alto” . </li></ul><ul><li>Outro estudioso , José de Souza Bernardino , considera que o significado seja “pequeno morro”, mas não cita a origem da palavra. </li></ul><ul><li>Já o historiador João Mendes de Almeida, o nome Cubatão significa “empinado em escadaria” e provém da palavra Gu-bi-itã . O termo defendido por um dos grandes cronistas do século XVIII, frei Gaspar da Madre de Deus, já que a região possuía muitos portos devido à existência de vários rios. </li></ul><ul><li>Para o estudioso cubatense Joaquim Miguel Couto , a palavra vem de Cu-ba-tã , ou seja, “rio de pé de serra” . </li></ul>
    42. 49. Webgrafia <ul><li>http://www.cubatao.sp.gov.br/publico/images/Turismo.pdf </li></ul><ul><li>http://www.novomilenio.inf.br/baixada/bsfotos/bslivros02.pdf </li></ul><ul><li>http://www.novomilenio.inf.br/ </li></ul><ul><li>http://www.cubatao.sp.gov.br/ </li></ul><ul><li>http://www.camaracubatao.sp.gov.br/cubatao.htm </li></ul>

    ×