Gerenciando times autogerenciáveis

3,855 views
3,686 views

Published on

Apresentação feita no OxenteRails 2010.

Published in: Business
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,855
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,253
Actions
Shares
0
Downloads
74
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide



































  • Gerenciando times autogerenciáveis

    1. 1. GERENCIANDO TIMES AUTOGERENCIÁVEIS Leandro Silva, Locaweb http://leandrosilva.com.br OxenteRails 2010
    2. 2. QUEM SOU EU?
    3. 3. LEANDRO SILVA @codezone • 13 na indústria (escrevendo software de produção) • Fissurado em programação (Ruby, Java, Erlang, C#, F#) • Blogueiro (http://leandrosilva.com.br) • Gerente de desenvolvimento de software na Locaweb • Instrutor de Arquitetura de Sistemas e Java na Caelum
    4. 4. VAMOS AO TEMA Gerenciamento de Times Autogerenciáveis
    5. 5. • Rápido overview sobre escolas de gestão de projetos • Virtudes do time autogerenciável • Conselhos para gestão de times autogerenciáveis
    6. 6. GESTÃO DE PROJETOS Quem faz isso
    7. 7. À moda antiga: GERENTE DE PROJETOS
    8. 8. New school: TIME + DONO DO PRODUTO + FACILITADOR
    9. 9. AUTOGERENCIAMENTO Um grande desafio
    10. 10. Não se trata de entregar a direção nas mãos de uma criança e ir para o banco de trás dormir
    11. 11. Porque o resultado disso seria desastroso e até irreparável
    12. 12. Ao contrário disso, se trata de: • Responsabilidade • Comprometimento • Maturidade • Flexibilidade • Habilidade de cada membro do time
    13. 13. Não só na hora do “um por todos e todos por um”
    14. 14. Mas também na hora de fazer o que ninguém gosta de fazer
    15. 15. E mais ainda: na hora de compartilhar as derrotas
    16. 16. TIMES AUTOGERENCIÁVEIS Quais são suas virtudes mesmo?
    17. 17. RESPONSÁVEIS por todas as suas decisões e resultados
    18. 18. COMPROMETIDOS com o time, a empresa e seus objetivos e valores
    19. 19. MADUROS para lidarem com a opinião dos outros, trabalhos chatos e decisões estratégicas da empresa
    20. 20. FLEXÍVEIS para negociarem metas, prazos, padrões e até mesmo maneiras de trabalhar
    21. 21. HABILIDOSOS com as ferramentas e técnicas necessárias para produzirem bons resultados
    22. 22. GERENCIANDO ISSO Conselhos práticos
    23. 23. A “velha escola” de gestão diz que você tem que comandar e controlar todos bem de perto, senão a coisa não anda
    24. 24. Mas se você tiver um time responsável, comprometido, maduro, flexível e habilidoso ESQUEÇA ISSO!
    25. 25. CONTEXTUALIZE SEU TIME para que compreendam a realidade do negócio em que estão inseridos e a importância do que fazem ou deixam de fazer
    26. 26. AJUDE-O A APRIMORAR CONSTANTEMENTE SEU MODO DE TRABALHO dando-lhe conselhos, sugestões e transmitindo experiências
    27. 27. NÃO QUEIRA CONTROLÁ-LO mas também tome muito cuidado para não ser omisso
    28. 28. SEJA LEVE EM SUAS DECISÕES TOP-DOWN mas não deixe de fazer o que você precisa fazer
    29. 29. REMOVA IMPEDIMENTOS que não deixam o time andar com seu trabalho e entregar o melhor
    30. 30. PROMOVA INOVAÇÃO RESPONSÁVEL porque às vezes “inventar” pode ser algo bem perigoso
    31. 31. CRIE CANAIS DE FEEDBACK DE MÃO-DUPLA ex: rodadas de feedback franco e maduro são uma ótima ferramenta de aprendizado com os erros
    32. 32. LEMBRE-SE DE QUE VOCÊ É REPONSÁVEL por ter deixado o time trabalhar de maneira autogerenciada, então quando algo der errado, não tente “sabonetar”
    33. 33. NÃO TENHA MEDO DE ERRAR porque erros sempre vão acontecer, queira você ou não
    34. 34. PERGUNTAS?
    35. 35. OBRIGADO! Leandro Silva, Locaweb http://leandrosilva.com.br “Ao evento mais arretado que já participei”

    ×