Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Gerenciamento de Riscos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Gerenciamento de Riscos

  • 1,040 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,040
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
36
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Gerenciamento de Riscos“Você deseja uma válvula que não vaze efaz todo o possível para desenvolvê-laMas no mundo real só existem válvulasque vazam. Você tem de determinar ograu de vazamento que pode tolerar.”
  • 2. Gerenciamento de RiscosO que distingue os milhares de anosde história do que consideramosos tempos modernos?
  • 3. Gerenciamento de Riscos● A ideia revolucionária que define a fronteiraentre os tempos modernos e o passado é odomínio do risco:● a noção de que o futuro é mais do que umcapricho dos deuses e de que homens emulheres não são passivos ante a natureza● até os seres humanos descobrirem como transporessa fronteira, o futuro era uma espelho dopassado ou o domínio obscuro de oráculos eadivinhos
  • 4. Gerenciamento de Riscos● Estudo sério do risco iniciou-se no Renascimento, quandoas pessoas se libertaram das restrições do passado edesafiaram abertamente as cresças sagradas● 1654, o cavaleiro de Méré, um nobre francês com gosto pelojogo e pela matemárica, desafiou o famoso matemáticofrancês Blaise Pascal a decifrar um enigma“como dividir as apostas de um jogo entre doisjogadores, que foi interrompido quando um delesestava vencendo?”
  • 5. Gerenciamento de Riscos● O enigma confundira os matemáticos desdesua formulação, duzentos anos antes, pelomonge Luca Paccioli● Pascal pediu ajuda a Pierre de Fermat,advogado que também era brilhantematemático● Levou à descoberta da teoria dasprobabilidades, o núcleo matemático doconceito de risco
  • 6. Gerenciamento de Riscos● A transformação nas atitudes em relação àadministração do risco desencadeada por suasrealizações canalizou a paixão humana pelosjogos e apostas para:● crescimento econômico● melhoria da qualidade de vida● progresso tecnológico
  • 7. Gerenciamento de RiscosSe algo pode dar errado, dará errado!Lei de Murphy para a gestão de riscos
  • 8. O que é Risco?um evento ou condição incerta que, se ocorrerterá um efeito positivo ou negativo sobre osobjetivos do projeto
  • 9. Riscos X Incertezas● Existem dados históricos e/ou informaçõespassadas suficientes para quantificar aprobabilidade de ocorrência de um eventofuturo?SIMNÃORISCOINCERTEZA
  • 10. Gerenciamento de Riscos● maximizar a probabilidade e as consequênciasde eventos positivos● minimizar a probabilidade e as consequênciasde eventos adversos aos objetivos do projeto● O gerenciamento de riscos inclui:● identificação● análise● resposta ao risco
  • 11. Porque assumimos riscos?● Um risco só é aceito quando acreditamos queos benefícios serão maiores do que o custo ouimpacto● Os riscos são definidos pela análise do custo edos benefícios esperados● Devemos tentar equilibrar as probabilidades eas oportunidades
  • 12. Natureza do Risco● A natureza de qualquer risco é composta portrês elementos fundamentais e podem sercaracterizados da seguinte forma:● evento – exatamente o que pode acontecer emdetrimento do projeto● probabilidade do risco – qual a probabilidade que oevento ocorra● valor em risco ou impacto – a extensão da perda ouganho que podem resultar a probabilidade
  • 13. Natureza do Risco● Evento: ocorrer um incêndio na espaçonave● A probabilidade e o impacto deste evento ocorrer émuito diferente se ele ocorrer em solo (durante ostestes) ou em pleno espaço● explorar a natureza dos eventos de risco antesde avaliar a probabilidade e impacto da ocorrênciado risco● sem um definição clara do evento esta avaliaçãotorna-se mais difícil
  • 14. Riscos e o Ciclo de vida do Projeto1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12020004000600080001000012000Tempo do ProjetoQuantidadedeEventosIncidência de eventos de risco
  • 15. Riscos e o Ciclo de vida do ProjetoImpacto de evento de riscos (negativos)1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12020004000600080001000012000Tempo de ProjetoQuantidadedeEventos
  • 16. Riscos e o Ciclo de vida do ProjetoOportunidade em evento de riscos (positivos)1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12020004000600080001000012000Tempo de projetoQuantidadedeEventos
  • 17. Gerenciamento de Riscos
  • 18. Gerenciamento de Riscos
  • 19. Gerenciamento de Riscos
  • 20. Gerenciamento de Riscos
  • 21. Gerenciamento de Riscos
  • 22. Categorias de Riscos● Técnicos, de Qualidade ou de Desempenho– tecnologias não comprovadas ou complexas,metas de desempenho irrealista, mudança nasnormas industriais durante o projeto● Gerenciamento do Projeto – alocaçãoinadequada de recursos e tempo, plano deprojeto de má qualidade● Organizacionais – falta de priorização doprojeto, falta de verba, competição entre outrosprojetos da organização● Externos – mudanças na legislação,problemas trabalhistas, clima
  • 23. Categorias de Riscos● Risco de paralisação do projeto por indisponibilidade de caixa● Risco de indisponibilidade de materiais no AlmoxarifadoCentral devido à má definição do escopo de fornecimento● Falência de um dos fornecedores do projeto● Aumento de custo de mão-de-obra devido a acordo coletivo● Revestimentos inadequados para determinadas situações detemperatura● Nível de detalhamento do escopo insuficiente, devido à faltade informação● Risco de entrega do produto pelo executor fora daespecificação● Risco de realização de reuniões improdutivas e de falta demembros-chave de outras áreas durante o projeto
  • 24. Gerenciamento de Riscos● Planejamento do Gerenciamento de Riscos – decisão sobre comoabordar, planejar e executar as atividades de gerenciamento deriscos do projeto● Identificação de Riscos – determinação dos riscos que podemafetar o projeto e a documentação de suas características● Análise Qualitativa de Riscos - priorização dos riscos para análiseou ação subsequente por meio de avaliação e combinação de suaprobabilidade de ocorrência e impacto● Análise Quantitativa de Riscos – medição da probabilidade e doimpacto dos riscos e estimativa de suas implicações nos objetivos doprojeto● Planejamento de Respostas a Riscos – desenvolvimento deopções para aumentar as oportunidades e reduzir as ameaças aosobjetivos do projeto● Monitoramento e Controle de Riscos – acompanhamento dosriscos residuais, identificação de novos riscos, execução do plano derespostas a riscos e avaliação de eficácia desses planos durantetodo ciclo de vida do projeto
  • 25. Planejamento deGerenciamento de Riscos● Processo de decidir como abordar e planejaras atividades de gerenciamento de riscos● Como os riscos serão gerenciados ao longoda vida do projeto e estabelece um orçamentopara isso● Propósito● forçar aos gerentes de projeto a pensar de formaorganizada e metódica no que diz respeito a gestãode riscos e proporcionar uma infra-estruturaorganizacional para suportá-los● processo de planejamento de riscos deve ser feito erepetido em intervalos regulares
  • 26. Plano deGerenciamento de Riscos● Metodologia – define abordagens, ferramentas efontes de dados que podem ser usadas paraexecutar o gerenciamento de riscos● Funções e responsabilidade – define a liderança,suporte e participação da equipe de gerenciamentode riscos do projeto● Orçamentação – quanto será gasto como ogerenciamento de riscos● Frequência – define quando e com que frequência oprocesso de gerenciamento de riscos será executado
  • 27. Orçamentação
  • 28. Plano deGerenciamento de Riscos● Pontuação e interpretação – métodos deinterpretação e pontuação adequados para osprocesso de análise qualitativa e quantitativa● Formatos de relatórios – define o conteúdo eo formato do plano de resposta a riscos● Acompanhamento – consiste nadocumentação sobre como registrar todas asfacetas das atividades relacionadas a riscos
  • 29. Identificação dos Riscos● Determinação de quais eventos de risco podemafetar o projeto e documentação de suascaracterísticas● Esforço maior na fase de planejamento paraidentificação de riscos● Deve-se determinar● a probabilidade de ocorre (o que)● os resultados possíveis (o impacto ou o tamanho doperigo)● estimativa do momento em que irá acontecer(quando)● antecipar a frequência do risco
  • 30. Classificação dos Riscos● Por tipo● de negócio (oportunidade ou perda)● segurável/securitizável (perda)● totalmente de desconhecido – total incerteza● muito desconhecido – alguma incerteza● risco certo – total certeza● Categorias● Externo imprevisível – leis, regulamentos● Externo previsível – riscos de mercado● Interno não-técnico – gestão● Interno técnico – projeto/arquitetura/tecnologia● Interno legal - contratos10% dos riscossão imprevisíveis
  • 31. Técnicas Identificação dos Riscos● Brainstorming – obter uma lista abrangentede riscos que podem ser abordados noprocesso de análise● Método Delphi – reunir opiniões de peritos● Técnica nominal (NGT) – cada participantegera individualmente seus ideias e após istodevem classificar os riscos● Entrevistas, diagramas de causa e efeito,fluxos de processos, etc.
  • 32. Análise SWOT(strengths, weaknesses, opportunities, threats)● Quais as forças da organização(o que temos de melhor)?● Quais são as maioresfraquezas da organização (oque não sabemos fazerdireito)?● Quais as oportunidades esteprojeto traz para aorganização?● Quais as ameaças o projetoapresenta para a organização?
  • 33. EAR (Estrutura Analítica de Riscos)● Similar a EAP● Visualizar todo risco global do projeto● Facilita o processo de identificação dos riscos● Mapeamento de onde os riscos se encontram● Balanceamento das categorias dos riscos● Utilizar nas seções de identificação de riscosEncontramos riscos mais facilmente nos tópicosque conhecemos. E os desconhecidos?
  • 34. EAR (Estrutura Analítica de Riscos)
  • 35. Descrição de eventos de riscoIncorretas CorrigidasA atual super utilização de recursoshumanos na organizaçãoOs programadores de software podem nãoestar disponíveis durante o teste, causandoassim impactos no cronogramaOs manuais de operação deveriam ter ummecanismo de teste para garantir autilizaçãoOs manuais de operação podem não estarutilizáveis durante a execução dos testes,causando assim impactos no custoOs manuais de treinamento ainda nãoforam preparadosNão é um risco, mas sim um item para açãoA política da dinâmica de grupo A falta de habilidade na tomada de decisõesrelativas ao gerenciamento do projeto podeocorrer durante a fase de projeto, causandoimpacto no cronogramaA preocupação que nem todos problemastécnicos tenham sido resolvidosadequadamenteDefeitos significativos podem ocorrer duranteo teste final, causando assim impactos nocusto e no cronograma
  • 36. Análise Qualitativa dos Riscos● Avalia o impacto e a probabilidade de um riscoocorrer● Impacto – efeito sobre os objetivos do projeto● Probabilidade – chance de ocorrer o risco● Prioriza riscos de acordo com os objetivos doprojeto
  • 37. Análise Qualitativa dos Riscos
  • 38. Probabilidade● Expressões matemáticas que mostram orelacionamento entre um resultado em particular e onúmero total de resultados possíveis● Expressas em forma de números, variando de zero aum ou em porcentagens. Um é a certeza absoluta daocorrência● Exemplo 1: um lançamento de uma moeda temosdois possíveis resultados (cara ou coroa). Aprobabilidade de cada evento é ½ ou 50%● Exemplo 2: um lançamento de um dado tem seispossíveis resultados. A probabilidade de cada eventoé de 1/6 ou 0,1666%
  • 39. Impacto
  • 40. Análise Quantitativa do Risco● Análise numérica dos riscos● Não é necessário para todos os riscosidentificados, apenas para os de maiorprioridade● Valor Monetário Esperado (VME)VME = probabilidade X impacto● Quando positivo representa ganho● Quando negativo representa perda
  • 41. Valor Monetário EsperadoQuantidade de horas de retrabalho esperadasRetrabalho - Horas Probabilidade (%) Aumento em horas0 10% 01 20% 0,22 30% 0,63 20% 0,64 10% 0,4VME 1,8 horas
  • 42. Questão● Considerando o quadro de riscos abaixo, qualseria uma boa sugestão de reserva decontingência para o projeto?Fator de Risco Probabilidade (%) Impacto no orçamento(R$)A 50 10.000B 35 15.000C 45 -5.000
  • 43. Árvore de Decisão● São diagramas que permitem mapear demaneira clara as alternativas e recompensasde várias decisões, bem como suaspossibilidades de ocorrências● O método consiste em se calcular o valoresperado atual do projeto com base nasdiversas possibilidade de ocorrência
  • 44. Árvore de DecisãoConstruirouModernizarInvestimentoinicial = $120Investimentoinicial = $50ConstruirModernizar65% Lucro = $200Demanda Forte35% Lucro = $90Demanda Fraca65% Lucro = $120Demanda Forte35% Lucro = $60Demanda Fraca
  • 45. Árvore de DecisãoConstruirouModernizarInvestimentoinicial = $120Investimentoinicial = $50ConstruirModernizar65% Lucro = $200Demanda Forte35% Lucro = $90Demanda Fraca65% Lucro = $120Demanda Forte35% Lucro = $60Demanda FracaLucro de $80Prejuízo de $30Lucro de $70Lucro de $10
  • 46. Árvore de DecisãoConstruirouModernizarInvestimentoinicial = $120Investimentoinicial = $50ConstruirModernizar65% Lucro = $200Demanda Forte35% Lucro = $90Demanda Fraca65% Lucro = $120Demanda Forte35% Lucro = $60Lucro de $80Prejuízo de $90Lucro de $70Lucro de $10Opção construir (VME) = -120 + (200*0,65) + (90*0,35) = 41,5Opção modernizar (VME) = -50 + (120*0,65) + (60*0,35) = 49
  • 47. QuestãoUma máquina está em produção para um projeto quetermina daqui a 3 meses. A produção é de 1000 peças pormês. A máquina atual apresenta sensível deterioração deperformance e as pelas que produz estão sendo rejeitadasnuma proporção de 10 para cada 100. O fornecedorofereceu, pelo custo de R$100.000,000, a troca por umanova máquina, para entrega imediata, com umaperformance de apenas uma peça rejeitada a cada 100produzidas. O custo pela perda de cada peça rejeitada é deR$ 500,00. Deve o Gerente do Projeto trocar a máquinaatual pela nova?
  • 48. Planejamento das RespostasEstratégia para riscos Negativos ou Ameaças● Prevenir – muda-se os planos para eliminar acondição que origina a sua possível ocorrência● Transferir – não altera sua condiçãointrínseca, não elimina o risco. A consequênciado risco é transferida para uma terceira parte.● Mitigar – tentar reduzir a chance de suaocorrência ou reduzir as consequências dorisco
  • 49. Planejamento das RespostasEstratégia para riscos Positivos ou Oportunidades● Explorar – tentar eliminar a incerteza do riscopositivo fazendo com que a oportunidadeaconteça● Compartilhar – atribuir a propriedade aterceiros que possam melhor capturar asoportunidades● Melhorar – identificar e maximizar os principaisacionadores dos riscos de impacto positivo
  • 50. Planejamento das RespostasEstratégia para Ameaças e Oportunidades● Aceitar – Riscos de baixo efeito potencialsobre o projeto podem ser aceitos.Significa não tomar ações antecipadas e arcarcom as consequências do risco, caso eleocorra.● Aceitação ativa – preparação antecipada de umplano de contingência● Aceitação passiva – não há plano decontingência. Quando o risco ocorrer será avaliadaa resposta.
  • 51. ID Deliverebles Risco Prob Grav Resposta Descrição Custo Com oTempo1.a Desenvolvimentodo Projeto Técnicodo PhoenixFalta deConhecimento doprocesso produtivo daindústria e dosprotocolos decomunicação, podecausar a inviabilidadeda criação do produto.B A Mitigar Assossoria 15 horas deconsultoria aocusto de nomáximo R$90,00 a horaDiminui1.b Falta de conhecimentotécnico do pessoalenvolvido na criaçãodo produto, podendocausar atrasos nodesenvolvimento.B A Mitigar Treinamento Valor paratreinamento R$5.000,00Diminui1.c Atrasos nodesenvolvimento dohardware e dosoftware devido atroca de pessoas naequipe.B A Aceitar Contrataçãode pessoalqualificadoA cada mês deatraso perde-seo valorcorrespondenteà venda deduas soluçõesConstanteResposta aos riscos
  • 52. QuestãoSeu projeto tem um risco identificado de atrasonas atividades A, B e C devido a poucaexperiência da equipe na tecnologia utilizada paradesenvolver o produto. Estima-se que aprobabilidade de ocorrência do atraso é de 70%.Se o atraso ocorrer o custo para recuperaçãoserá de R$10.000.Você pode aceitar o risco ou então mitiga-lofornecendo um treinamento a sua equipe. O custodo treinamento é de R$4.000 e estima-se que orisco irá reduzir para 40%.Qual a melhor resposta ao risco?
  • 53. Monitoramento e Controle de Riscos● A finalidade de monitoramento de risco é de determinar se:● As reações ao risco foram implementados conforme planejado● As medidas de reações ao risco são tão efetivas quanto oesperado● As premissas do projeto são ainda válidas● A exposição ao risco é ainda válida● Um sintoma de risco ocorreu● Procedimento e políticas apropriados estão sendo seguidos● Riscos que não foram previamente identificados ocorreram ousurgiram
  • 54. Ferramentas e Técnicas● * Reavaliação de riscos● * Auditoria de riscos● * Análise das tendências e da variação● * Medição do desempenho técnico● * Análise das reservas● * Reuniões de andamento
  • 55. Planejamento deGerenciamento de Riscos● Riscos residuais – são aqueles que aindapermanecem depois que as respostas deprevenção, transferência ou mitigação tiveremsido aplicados● Riscos secundários – surgem como resultadodireto da implementação de uma resposta ariscos