Boletim informativo  n 14
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Boletim informativo n 14

on

  • 594 views

 

Statistics

Views

Total Views
594
Views on SlideShare
450
Embed Views
144

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

6 Embeds 144

http://www.izaiasdacruz.com.br 96
http://www.izaiasdacruz43333.com.br 33
http://459240184424368367_afb1e8656beda57e611e215fe2595a9485885f0c.blogspot.com 6
http://izaiasdacruz.blogspot.com 4
http://izaiasdacruz.blogspot.com.br 3
http://izaiasdacruz43333.blogspot.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Boletim informativo  n 14 Boletim informativo n 14 Document Transcript

  • MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA MARCELO BEZERRA CRIVELLA SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DA PESCA E AQUICULTURA DO PARANÁ JOSÉ ANTONIO FARIA DE BRITO Curitiba –Terça feira, 27 de novembro de 2012 NESTA EDIÇÃO• SUPERINTENDENTE DO PARANÁ PRESTIGIA 10ª EDIÇÃO DO ENCONTRO CULTIVANDO ÁGUA BOA, DA ITAIPU BINACIONAL• ENCONTRO COM ASSOCIADOS DA COOPERÇU• VISITA A ÁREA DE PRODUÇÃO DA COOPERÇU
  • ASSOCIADOS DA COOPERÇU RECEBEM OSUPERINTENDENTE FEDERAL DA PESCA E AQUICULTURA DO PARANÁJosé Antonio Faria de Brito (Britasso), Superintendente Federal daPesca e Aquicultura do Paraná, participou de um importanteencontro com representantes de entidades e associações depiscicultores da Bacia do Rio Iguaçu.Promovido pela Cooperativa de Peixes do Rio Iguaçu /COOPERÇU, oencontro aconteceu na quarta feira (21), num dos braços do RioIguaçu, no Município de Três Barras do Paraná, distante 392 km dacapiatal, Curitiba.O objetivo do encontro foi apresentar o Superintendente aosassociados e entidades representativas da piscicultura na região,assim como os representantes dos Municípios do Pró-Caxias / PróDesenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao lado da Usina de SaltoCaxias, além de conhecer as demandas e apresentar o Plano Safrada Pesca e Aquicultura aos produtores da região.O desenvolvimento da piscicultura através da COOPERÇUPaulo Langner, Presidente daCOOPERÇU, fez a apresentação,relatando a determinação dosuperintendente e o seu empenho embuscar resultados, fez um breve balançoda atual situação da cooperativa.
  • A COOPERÇU, continua sendo um bom exemplo de cooperativabem administrada, com cerca de duzentos associados, tem sedestacado pela luta constante do seu presidente em busca dasliberações para as áreas de cultivo, além de fazer importantesviagens com o objetivo de trazer conhecimento e novas técnicaspara o pleno desenvolvimento da piscicultura na Bacia do RioIguaçu. A Cooperçu tem 11 áreas com licenciamento prévio e 23 áreas em análise técnica. Apesar do crescimento e futuro promissor, os associados tem se deparado com um entrave determinante, que muitas vezes desanima os produtores a continuarem no projeto – o crédito, umfinanciamento a longo prazo.Ações do Ministério da Pesca e AquiculturaO Superintendente Britasso ouviu atentamente a esplanação dePaulo Langner e as reivindicações dos produtores, aproveitou paraapresentar as novas propostas do Ministério da Pesca e Aquicultura/ MPA, tendo como base o recém anunciado Plano Safra da Pesca eAquicultura / PSPA, onde um dos ítens segue de encontro com ogargalo destes trabalhadores –mais crédito e investimentos.São planos específicos parapequenos, médios e grandespescadores e aquicultores.Britasso disse ainda, que oBanco do Brasil, parceiro doMPA no PSPA, tem condiçõesde atender os profissionais dosetor, desde que os mesmosatendam as garantias pedidaspela instituição financeira. “ O Plano é recente, o Banco do Brasil
  • deve orientar seus servidores e com certeza propostas serãoapresentadas. Não faltarão recursos para pescadores eprodutores que poderão investir e contribuir com o crescimentoda nossa produção, “ disse o superintendente.Conhecendo as áreas produtivasO Superintendente foi convidado por Paulo Langner à conhecer asáreas de produção da COOPERÇU. Durante o percurso, foiconstatado o grande potencial da cooperativa, cujos dadospossíveis de produção dos 11 projetos com licenças prévias , giramem torno de 7.000 toneladas/ano. O peixe cultivado é a tilápia.As experiências bem sucedidas da COPERÇU em Três Barras doParaná, onde existem 530 tanques rede em funcionamento, comprodução de 1.600 kg de peixe por cada gaiola, são excelentesbases, que estimulam o MPA, através do Plano Safra da Pesca eAquicultura, a expandir um plano teritorial em toda a bacia doIguaçu, criando parques aquícolas que fortalecerão o setor,estimulando a economia nos Municípios e multiplicando a produçãoem todo o Estado do Paraná.
  • SUPERINTENDENTE DO PARANÁ PRESTIGIA ENCONTRO EM FOZ DO IGUAÇU CULTIVANDO ÁGUA BOA ( CAB+10)Nos dias 22 e 23 de novembro, no Rafain Palace Hotel, em Foz doIguaçu, aconteceu a 10ª edição do Encontro Cultivando Água Boa,promovido pela Itaipu Binacional. Neste ano, o principal tema era“O caminho adiante” – título do último capítulo da Carta da Terra,documento que inspirou o evento em 2003. Cerca de três milpessoas prestigiaram o encontro, que, entre autoridades,instituições e entidades representativas, assistiram palestras,apresentações culturais e a assinatura de um compromissoinstitucional para a sustentabilidade.“O caminho adiante” prevê a renovação constante do compromissocom as Nações Unidas e os princípios de respeito e cuidado com acomunidade; justiça social eeconômica; integridadeecológica; democracia, nãoviolência e paz. Segundo oDiretor de Coordenação daItaipu – Nelton Friedrich, esse éo caminho do Cultivando ÁguasBoas.Nelton Friedrich, ao falar dosprogramas do CAB, fez menção ainclusão do cultivo da tilápia nos
  • lagos de Itaipu, processo que tem sido discutido comrepresentantes do Brasil e Paraguai.Presença do setor da pesca e aquiculturaO Prefeito de Toledo José Carlos Schiavinato, o Diretor Nacional da Itaipu, JorgeSamek, o Superintendente Federal da Pesca e Aquicultura do Paraná José AntonioFaria de Brito e o Diretor de Coordenação da Itaipu Nelton Friedrich.O Superintendente Federal da Pesca e Aquicultura do Paraná – Dr.José Antonio Faria de Brito (Britasso), representou o Ministro daPesca e Aquicultura – Marcelo Crivella, também presentesAssociações de Pescadores, Colônias de Pescadores e Associaçõesde Piscicultores.Todos os passosdasustentabilidade,em sintonia com oevento CultivandoÁguas Boas, traz atona a liberaçãodo cultivo datilápia nos lagosde Itaipu. Lago de Itaipu - GoogleO Superintendente, nas viagens que fez ao oeste do Estado,presenciou o anseio dos pescadores artesanais e suas famílias comeste problema. “ Sabemos que são muitas as famílias que
  • dependem exclusivamente da pesca nesta região e que o grandeentrave para o crescimento da produção está em resolver estapendência,” disse, argumentando que o Ministério da Pesca eAqüicultura, junto com a Itaipu Binacional, estão buscandosoluções urgentes com as autoridades paraguaias para resolver oentrave. Britasso conversou com representantes da ItaipuBinacional, procurando uma saída rápida para o problema.Os estudos apresentados até agora, deixam claro que a espécie jáocorre no reservatório, inclusive com depoimento de pescadores.O superintendente, que estará em Brasília durante toda a semana,buscará novidades para o desdobramento do entrave que temimpedido o crescimento da piscicultura no Oeste do Estado.Resposta da agenda passadaO Superintendenteconversou compescadores queestavam no eventoe ficou satisfeito aosaber que em SantaHelena, a Colôniade Pescadores foiprocurada peloBanco do Brasil,resultado daapresentação do Plano Safra da Pesca e Aquicultura feita pelosuperintendente no início do mês. Comunicação SFPA/PR ANTONIO RICARDO MEDEIROS ASSUNÇÃO ricardo.medeiros@mpa.gov.br 41. 3264-1646/3407 Rua Francisco Alves Guimarães, 346 Cristo Rei – Curitiba / PR