• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Games e mundos melhores crie futuros nave-rj, jun 2009
 

Games e mundos melhores crie futuros nave-rj, jun 2009

on

  • 776 views

 

Statistics

Views

Total Views
776
Views on SlideShare
754
Embed Views
22

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 22

http://criefuturos.com 14
http://www.criefuturos.com 7
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Games e mundos melhores crie futuros nave-rj, jun 2009 Games e mundos melhores crie futuros nave-rj, jun 2009 Presentation Transcript

    • “ CRIE FUTUROS GAMES E MUNDOS MELHORES” Rio de Janeiro, 10 de junho de 2009 Local: NAVE – Núcleo Avançado de Educação (Oi Futuro) Realização: Enthusiasmo Cultural Coordenação: Lala Deheinzelin
    • Campus Party do Futuro Participação do máximo possível de pessoas, conectadas, de outros países e de fora do evento presencial, com colaboração e construção/ interação coletiva. Misto de evento presencial e virtual (totalmente wireless), com convívio social, o Campus Party passa a ser uma grande celebração para interação, conexão e trocas criativas de serviços, mas principalmente de ideias e relações. Possui agora, um espaço mais aconchegante para instalação de barracas em áreas gramados, lado a lado com centros de discussões para games, blogs, conteúdos, design, desenvolvimento, em clima de aprendizados colaborativos e compartilhados, além de uma gestão não apenas de resíduos de informática, como reciclagem de ideias inovadoras voltadas para a sustentabilidade do planeta. Autores: Marcio Burochowsky (Diretor Geral da FuturaNetworks/ Campus Party) e participantes do encontro do NAVE.
    • Games para a Sustentabilidade Profusão de games voltados para sustentabilidade e inspiradores de situações que podem ser vividas por todos os participantes de jogos virtuais, seja em termos de campeonatos on-line, seja reunindo pessoas em espaços para a prática real e interativa com outros que compartilham as mesmas vivências. Games podem ir de simulações de situações concretas, que levem pessoas a propor soluções para problemas reais, até encontros ao ar livre para prática de esportes virtuais, também desenvolvidos de maneira presencial. Autores: Criação coletiva com participantes do debate + provocações de Marcio Burochowsky (Diretor Geral da FuturaNetworks/ Campus Party) .
    • Cenários para Games Colaborativos Produção e re-criação de cenários para games através de fotoblogs interatividade entre virtual e real, do real com o virtual e benefícios concretos para participantes/ populações dessas localidades visitadas. Com isso, inclui-se os resultados dessas caminhadas (fotografias, desenhos e outras criações) na montagem de cenários para os novos games produzidos de maneira colaborativa (interação entre games e sustentabilidade). Autores: Artur Potásio (Centro de Tecnologia e Sociedade/FGV-RJ) e participantes do evento do NAVE.
    • Fóruns para tomada de decisões compartilhadas Tomadas de decisões compartilhadas e efetuadas dentro de um espírito colaborativo e compartilhado, como o do Campus Party, no qual as pessoas se encontram e convivem, favorecendo a troca de experiências e aprendizados compartilhados, fortalecidos pelas vivências e interações com outras pessoas. Exercícios de cidadania com fóruns de resoluções de problemas da comunidade, de maneira interativa e colaborativa. Com participação de pessoas representativas de diversos setores que queiram resolver essas questões, e que se proponham a resolvê-los levando em conta os diversos pontos de vista da sociedade, convidadas a participar desses fóruns. Autores: Lala Deheinzelin e participantes do evento do NAVE.
    • Interações de Games com outras expressões artístico-culturais Game como expressão cultural e artística, integrando com outras artes e tecnologia, possibilitando que os games alcancem um status semelhante ao de outras expressões artístico-culturais. Isso, porque ele já ocupa um lugar de expressão e manifestação cultural, integrando diversas outras artes. Formação de espaços de convivência e interação (“Jogokês”/”luderias”) para se compartilhar, interagir e trocar experiências (jogar junto e compartilhar ideias, em ambientes que lembrem temas dos jogos e contos que estejam sendo jogados na hora), com reinvenções das narrativas e recriações dos personagens. Autores - Convidados: Artur Potásio (Centro de Tecnologia e Sociedade/FGV-RJ) + Público: Fita 1 (50:40 até o final – público: Fita 2)
    • Ideias em geral para Games Colaborativos 1) Leonardo - Jogos on line com dicas e lições de vida. 2) Leandro – Simulador de Genérico Multiplayer On Line para simulação de novas sociedades on line (hoje mais simplificado, no próprio browser de internet). 3) Debate do público em geral: Game com questões de saneamento, etc. para que cada personagem desenvolva soluções individuais e coletivas para os problemas que forem surgindo (ex.: obtenção de financiamento para saneamento, etc.), com futuros desejáveis, dentro do jogo e na vida real. Autores: Artur Potásio (Centro de Tecnologia e Sociedade/FGV-RJ) e participantes do evento do NAVE.
    • Ideias gerais de futuros para o Rio de Janeiro - Futuros desejados, a partir de apresentação da Marvus Ludens, visando redução de emissões de CO2 no RJ e outros futuros desejáveis: 1) lugar amplo para lazer e abrigo para crianças desabrigadas, tirando-as da rua; 2) Lucas: combustíveis renováveis para transportes alternativos 3) Outras formas de transporte (bicicleta, movida a oxigênio e metrô) 4) RJ sem crianças carentes, com teletransporte não-poluente; 5) Áreas de lazer e formas de incentivar uso de bicicleta com geração de energia a partir de movimento (a partir do andar da bicicleta – motor movida a energia acumulada pelas pedaladas); 6) Academias com games interativos: pontuações a partir das atividades desenvolvidas na academia (como nos games, em que personagens acumulam pontos); 7) Reinvenção da economia e criação de novas moedas (baseadas em informação e em bits, infinitos, além do trabalho) – como utilizar melhor as informações e conhecimentos/ habilidades existentes; Autores Alunos/ participantes do NAVE e da Marvus Ludens Projeto Phoenix (Ives Albuquerque, Bruna Lombardo, e Marcos Vericelli?) .
    • Escolas e Educação do Futuro Reformulação da universidade e das escolas/ metodologias utilizadas na educação: renovação dos objetivos e métodos com promoção de uma educação mais colaborativa. Estas escolas passam a interagir de forma mais constante e articulada com as questões da comunidade, passando a utilizar moedas sociais e participando de economias solidárias. Autor: Yves Albuquerque, da Marvus Ludens com colaboração de outros participantes do evento do NAVE.
    • Propostas de Games para o Futuro 1) Game para pessoas cegas (com áudio) ou com outras limitações 2) Game para resolução da fome em país pobre (7 fases – já existente) 3) Marcos Arcanjo: criação de uma cultura em que o diferente possa ser desejável/ atraente, possibilitando sua valorização; 4) Congregate – um tipo de Youtube de jogos, com soluções participativas na busca de dicas e sugestões; 5) Karen: trabalhar com games e futuros desejáveis, dentro das escolas e voltadas para formações específicas (caso de escolas técnicas). Autores: Roger Tavares - Doutor em games, do Gamecultura e do SENAC-SP e participantes do evento.
    • Futuros desejáveis para o Proyecto Trinitária, da República Dominicana: 1) Conseguir mais pessoas na República Dominicana que possa trabalhar com games e educação; 2) Aumentar interatividade entre as pessoas; 3) Aprendizagem através de jogos sobre desafios concretos e possibilidades de solucioná-los; 4) Fortalecimento e interação entre comunidade de jogadores na Universidade (ITLA) em cooperção com desenvolvedores de games brasileiros e os de República Dominicana. Autores: Rodolfo Eduardo Pezzotti Fernández - República Dominicana (ITLA-Instituto Tecnológico de las Americas, Santo Domingo, Proyecto Trinitária) e participantes do NAVE.
    • Profissões do Futuro: 1) Multiplicador cultural – diversidades regionais no Brasil: NE para RJ, propondo atividades de integração entre culturas diversas e existentes; 2) Integrador artístico – entre diversas linguagens e culturas (sinestesia); 3) Cinetista (cineasta com cientista) – apresentado no evento do dia anterior na Oi Futuro. Autores: Karen (e pessoal da Oficina Oi Futuro, no dia anterior) e Guilherme Xavier – Game designer e Diretor de Artes da Dansof Enterteinment, com game sobre capoeira, difundido no mercado internacional, Rio de Janeiro.
    • Culturódromo: Culturódromo: local para integradores artísticos e multiplicadores culturais, com uma bolsa de valores culturais e voltada para o fortalecimento de uma cultura dos valores. Medidas de valor possíveis: inovação, novidade, desejo/atratividade, tradição/ memória, reputação, felicidade. Autores: Guilherme Xavier, Game designer e Diretor de Artes da Dansof Enterteinment, com game sobre capoeira, difundido no mercado internacional, Rio de Janeiro, e participantes do evento do NAVE.
      • Futuros desejáveis da Optiko, Valparaíso/Chile:
      • - Utilização racional de recursos para espetáculos (50m2, para até 1600 pessoas/ dia),com experiências de luz, som e espaço numa linguagem não-racional, criativa – Usina Planet);
      • Futuro desejável: possibilitar a cada vez mais pessoas, que experimentem “Outras maneiras de ver, para novas formas de atuar”:
      • - Jogos para alcançar outras dimensões da realidade que não percebemos hoje, ampliando níveis de consciência e conhecimento (distinção entre o que percebemos e sentimos, compreendemos).
      • Autor: Ignácio Saavedra, Arquiteto do Optiko ( www.optiko.cl) , Valparaíso/Chile.
      • Bloco 3: Adaílton Medeiros, Diretor Executivo Ponto Cine, Rio de Janeiro (Fita 4-02: 07:40) :
      • - Adaílton Medeiros (fita 04_02) :
      • Cinema Digital: futuro de presente, para exibição de filmes de arte nas Zonas Oeste e Norte, do Rio de Janeiro (prioridade para filmes brasileiros – 73 lugares).
      • Levar cidadania, dignidade e como maior exibidor de filmes brasileiros (no. De filmes, taxa de ocupação e exibições);
      • Filme digital, sem película, sem poluentes/ contaminantes do filme (06 a 09 latas por filme, incineradas), etc. com menores custos e portanto acessíveis, mas com dignidade para todas as pessoas (ex. rendas e bens, na zona norte e zona sul, do RJ)
      • Futuros desejáveis:
      • Maior produtor de filmes do mundo Nigéria + questão dos usos da garagem, com filmes e games! (Lala)
      • – Dinheiro: energia – bens como moedas sociais e culturais (conta da Oi, como entrada de cinema) - Adaílton.
      • Palestrante:
      • Adaílton Medeiros, Diretor Executivo Ponto Cine, Rio de Janeiro.
      • Futuros desejáveis a partir da experiência do Ponto Cine, Rio de Janeiro:
      • - Futuros desejáveis e presente compartilhados:
      • 1) Levar cidadania, dignidade e como maior exibidor de filmes brasileiros (no. de filmes, taxa de ocupação e exibições);
      • 2) Filme digital, sem película, sem poluentes/ contaminantes do filme (06 a 09 latas por filme, incineradas), etc. com menores custos e portanto acessíveis, mas com dignidade para todas as pessoas
      • 3) Game em cinemas (exemplo do Japão);
      • 4) Tampas de produtos e outros, como entradas para cinemas/ eventos culturais (novas moedas)
      • 5) Ampliação de experiências como o Oficine-se (Núcleos de oficinas de exibição para alfabetização do olhar, formação de públicos e empreendedores).
      • 6) Acessibilidade para cadeirantes, mais legendeira para surdos e outra de som para deficientes visuais (som em 7.1)
      • 7) Centros culturais em escolas geridas pelos próprios alunos.
      • 8) Rafael Perez dos Santos (participante do NAVE): exemplo da tartaruga para integrar meio ambiente com o tecnológico.
      • Autores: Adaílton Medeiros, Diretor Executivo Ponto Cine, Rio de Janeiro, Guilherme Xavier (Dansof Enterteinment) e participantes do evento do NAVE.
      • Outros Futuros Desejáveis desenhados:
      • Futuros desejáveis compartilhados e registrados em desenhos:
      • Máquina de captar pensamentos e sonhos, com legenda (Leonardo);
      • Uma sensação de futuro;
      • Game virtual de criação de novos jogos, de modo colaborativo;
      • Nature game;
      • Tecnologia e comunicação “of Doom”;
      • A Cidade de Selva;
      • Busque seu sonho a todo custo, nunca desista;
      • Tudo será coordenado pela fala: google que se entende;
      • Integrador cultural;
      • Multiplicador/ Antropólogo cultural;
      • Games de interação;
      • Precisamos mudar, inovar, ajudar e melhorar (Vinicius)
      • Ressignificador.
    •  
    • [email_address] Pedro Taranto [email_address] Rodrigo Carnevali [email_address] Marcos H. P. Aguiar [email_address] Gabriel Marcezino Lopes [email_address] Bruna Spinola Saddy [email_address] Leonardo P. Nogueira [email_address] Adriana Urruha [email_address] Daniel Neal Assis Ribeiro [email_address] Maria Pereira [email_address] Leandro Martins [email_address] Tiago Campaw [email_address] Tetsuo Takita [email_address] Paula Martini [email_address] Gustavo Bohrer Dorneles [email_address] Zilma V. Ferreira [email_address] Alberto Marcelo Leite [email_address] Bruno Moreira de Carvalho [email_address] Eduardo Menedu [email_address] Arthur Protasio [email_address] Yves J. Albuquerque [email_address] Roger Tavares [email_address] Guilherme Xavier
    • [email_address] Ana Borges [email_address] Luiz Pio Borges sem e-mail Rodrigo N. sem e-mail Carla Branco [email_address] Wallace Goulart G. Ley [email_address] Pablo Matos [email_address] Fabio Gandour [email_address] Vera Laporte sem e-mail Ivonne de Lima [email_address] Erika Wurts Bertú [email_address] João Lima [email_address] Marcela d'Avila [email_address] Viviane B. Lepsch [email_address] Nina Luz [email_address] Rakel Cogliatti [email_address] Evandro V. Miques [email_address] Rodrigo Roussoulieres [email_address] Andréia Soares Leal Goulart [email_address] Caio Tulio Costa [email_address] Ana Karina Sousa [email_address] Karen Kristen S. Santos [email_address] Mariana Dias C. da Silva [email_address] Jéssica Almeida [email_address] Keli Freitas [email_address] Luiz Otávio Fernandes [email_address] Marcello Melo Junior [email_address] Marcelo Santos de Melo sem e-mail Helen Ehling [email_address] Marcos Pereira Mulatinho [email_address] Luana Lopes Pereira [email_address] Hugo Richard
    • [email_address] Luiz Otávio Fernandes [email_address] Marcello Melo Junior [email_address] Marcelo Santos de Melo sem e-mail Helen Ehling [email_address] Marcos Pereira Mulatinho [email_address] Luana Lopes Pereira [email_address] Hugo Richard