• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Natdascomunicacoes
 

Natdascomunicacoes

on

  • 595 views

 

Statistics

Views

Total Views
595
Views on SlideShare
583
Embed Views
12

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 12

http://laisaboaventura.blogspot.com 9
http://laisaboaventura.blogspot.com.br 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Natdascomunicacoes Natdascomunicacoes Presentation Transcript

    • Da Natureza das Comunicações Laísa Boaventura – 28/09/11 Manifestações Espíritas
    • Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na razão da grandeza do efeito. (Revista Espírita – Jan 1858)
    • Os Espíritos atestam a sua presença de diversas maneiras, segundo sua aptidão, sua vontade e seu maior ou menor grau de elevação. Todos os fenômenos dos quais teremos ocasião de nos ocupar, se relacionam, naturalmente, a um ou a outro desses modos de comunicação. Ação oculta Quando ela não tem nada ostensivo. Tais são, por exemplo as inspirações ou sugestões de pensamento, as advertências íntimas, as influências sobre os acontecimentos, Ação patente ou manifestação Quando ela é apreciável de um modo qualquer Manifestações físicas ou materiais Elas não têm por objetivo senão chamar a nossa atenção sobre alguma coisa, e nos convencer da presença de uma força superior à do homem; Manifestações visuais ou aparições Quando um Espírito se revela à visão Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações
    • Manifestações inteligentes, Quando revelam um pensamento. Toda manifestação que comporte um sentido, não fora senão um simples movimento ou um ruído que acuse uma certa liberdade de ação, responde a um pensamento ou obedece a uma vontade, é uma manifestação inteligente. Ocorrem em todos os graus; As comunicações São as manifestações inteligentes que têm por objeto uma troca seguida de pensamentos entre o homem e os Espíritos (Extensas, explícitas, rápidas) Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas –
    • Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunun Há grande variedade e diferença entre as comunicação a depender do grau de inteligência e moralidade do Espírito (sua ignorância, seus vícios e virtudes) LE-100: A classificação dos Espíritos se baseia no grau de adiantamento deles, nas qualidades que já adquiriram e nas imperfeições de que ainda terão de despojar-se. Esta classificação, aliás, nada tem de absoluta. Apenas no seu conjunto cada categoria apresenta caráter definido. Quanto a natureza das comunicações... 1 - Única 5 – Benevolentes 4 – Sábios 3 – Prudentes 2 - Superiores 10 – Impuros 9 – Levianos 8 – Pseudo-Sábios 7 – Neutros 6 – Batedores e Perturbadores Puros Bons Espíritos Imperfeitos
    • Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – Grosseiras As comunicações grosseiras se traduzem por expressões que chocam as conveniências. Elas não emanam senão de Espíritos inferiores, ou que não estão ainda despojados de todas as impurezas da matéria (triviais, ignóbeis, obscenas, insolenes, arrogantes, malévolas, ímpias) As comunicações francamente grosseiras são as menos perigosas, pois a ninguém podem enganar Frívolas As comunicações frívolas emanam de Espíritos levianos, zombadores e traquinas, mais maliciosos do que maus, que não ligam nenhuma importância ao que dizem. Mistificam. Agradam a certas pessoas
    • Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas –
      • Sérias
      • As comunicações sérias são graves quanto ao assunto e à maneira que são feitas. A linguagem dos Espíritos superiores é sempre digna e isenta de toda a trivialidade. Toda comunicação que exclui a frivolidade e a grosseria, e que tem um fim útil, mesmo de interesse privado, é, por isso mesmo, séria.
      • Podem ser falsas ou verdadeiras.
      • Falta de conhecimento do espírito, podendo estes até se enganarem embora agindo de boa fé
      • Há que se tomar cuidado com os pseudo-sábios
      • Usar a razão, questionar
    • Instrutivas São as comunicações sérias que têm por objetivo principal um ensinamento qualquer, dado pelos Espíritos sobre as ciências, a moral, a filosofia, etc. São mais ou menos profundas e mais ou menos verdadeiras, segundo o grau de evolução e de desmaterialização do Espírito. Para se retirarem frutos reais desssas comunicações , preciso é que sejam regulares e continuadas. Os Espíritos sérios se ligam aos que desejam se instruir Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – 1 - Única 5 – Benevolentes 4 – Sábios 3 – Prudentes 2 - Superiores 10 – Impuros 9 – Levianos 8 – Pseudo-Sábios 7 – Neutros 6 – Batedores e Perturbadores Puros Bons Espíritos Imperfeitos
      • Como Kardec classifica as comunicações mediúnicas?
      • 2. Há diferença entre comunicações grosseiras e comunicações frívolas?
      • 3. Qual a característica principal das comunicações sérias?
      • 4. Pode uma comunicação séria ser falsa? Como sabê-lo?
      • 5. Que são comunicações instrutivas? 
      • "Por maior que seja a legítima confiança que vos inspiram os Espíritos que presidem aos vossos trabalhos, é recomendação nunca por demais repetida que deveis ter sempre presente em vossa mente, quando vos entregardes aos vossos estudos: pesai e refleti; submetei ao controle da razão a mais severa todas as comunicações que receberdes; desde que uma resposta vos pareça duvidosa ou obscura, não vos esqueçais de pedir os necessários esclarecimentos para vos orientardes.
      • ...
      Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunun
    • Sabeis que a revelação existiu desde os tempos mais remotos, mas foi sempre apropriada ao grau de adiantamento dos que a recebiam. Hoje não se trata de vos falar por imagens, e parábolas: deveis receber nossos ensinamentos de uma maneira clara, precisa, e sem ambigüidades. Seria, entretanto, muito cômodo nada ter que perguntar para esclarecer; aliás, isto seria fugir às leis do progresso, que presidem a evolução universal. Não vos admireis, pois, se, para vos deixar o mérito da escolha e do trabalho, e também para punir as infrações que possais cometer aos nossos conselhos, seja por vezes permitido que certos Espíritos, mais ignorantes que mal intencionados, venham responder, em certos casos, às vossas perguntas. Em vez de ser isto um motivo de desencorajamento, deve ser um poderoso excitante para que procureis ardentemente a verdade. Ficai, pois, bem convictos de que, seguindo este caminho, não podereis deixar de chegar a resultados felizes. Sede unidos de coração e de intenção; trabalhai todos; procurai, procurai sempre e achareis". (São Luiz) Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunun
    • Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas –   Principais caracteres que denotam a origem das comunicações espíritas. 1.- Espíritos superiores têm uma linguagem sempre digna, nobre, elevada, sem qualquer mistura de trivialidade. Dizem tudo com simplicidade e modéstia, jamais se gabam, não exibem saber nem posição entre os outros. A dos Espíritos inferiores ou vulgares tem sempre algum reflexo das paixões humanas. 2.- Os bons Espíritos só dizem o que sabem. Calam-se ou confessam sua ignorância relativamente ao que não sabem. Os maus falam de tudo com segurança, sem se importarem com a verdade. 3.- A linguagem dos Espíritos elevados é sempre idêntica, senão na forma, pelo menos no conteúdo. Os pensamentos são os mesmos, em qualquer tempo e lugar. Se duas comunicações com a mesma assinatura se encontrarem em oposição, uma delas será evidentemente apócrifa, e a verdadeira será aquela onde coisa alguma desminta o caráter conhecido do personagem. Quando uma comunicação apresenta caráter de sublimidade e de elevação, sem nenhuma falha, emana de um Espírito elevado, seja qual for o seu nome. Se contiver uma mistura de bom e de mau será de um Espírito comum. 4.- Os bons Espíritos jamais ordenam, não impõem. Aconselham e, se não forem ouvidos, retiram-se.  Os maus são imperiosos. Dão ordens e querem ser obedecidos. Todo Espírito que impõe trai a sua origem.
    • Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – 5.- Os bons Espíritos não adulam. Aprovam quando se faz o bem, mas sempre com reservas. Os maus fazem elogios exagerados, estimulam o orgulho e a vaidade, mesmo pregando a humildade, e procuram exaltar a importância pessoal daqueles a quem querem apanhar. 6.- Os Espíritos superiores se sobrepõem às puerilidades formais em todas as coisas. Para eles, o pensamento é tudo, a forma nada vale. Só os Espíritos vulgares podem ligar importância a certos detalhes incompatíveis com as idéias realmente elevadas. 7. – É preciso desconfiar dos nomes bizarros e ridículos que tomam certos Espíritos, desejosos de impor-se à credulidade. 8.- Deve-se  igualmente desconfiar daqueles que se apresentam com muita facilidade com nomes extremamente venerados, e não aceitar suas palavras senão com as maiores reservas. 9.- Os bons Espíritos são muito escrupulosos no tocante às providências que podem aconselhar. Em todos os casos estas tem sempre um objetivo sério e eminentemente útil. 10.- Os bons Espíritos só prescrevem o bem. 11.- Os bons Espíritos só aconselham coisas perfeitamente razoáveis. Toda recomendação que se afaste da linha reta do bom senso ou das leis imutáveis da Natureza denota um Espírito limitado
    • 12.- Os Espíritos maus ou simplesmente imperfeitos ainda se traem por sinais materiais, com os quais não nos poderíamos enganar. Sua ação sobre o médium é por vezes violenta, e provoca na sua escrita movimentos bruscos e sacudidos, uma agitação febril e convulsiva, que contrasta com a calma e a suavidade dos bons Espíritos. 13.- Outro sinal de sua presença é a obsessão. Os bons Espíritos jamais obsediam. Os maus se impõem em todos os momentos. É por isso que todo médium deve desconfiar da irresistível necessidade de escrever que dele se apodera nos mais inoportunos momentos. Jamais se trata de um bom Espírito, e ele não deve jamais ceder. 14.- Entre os Espíritos imperfeitos, que se imiscuem nas comunicações há os que, por assim dizer, se insinuam furtivamente, como para fazer uma brincadeira, mas que se retiram tão facilmente como vieram, e isto na primeira intimação. Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunun Outros, ao contrário, são tenazes, agarram-se ao indivíduo e só cedem contra a vontade e com persistência. Apoderam-se dele, subjugam-no e o fascinam a ponto de induzi-lo a aceitar os mais grosseiros absurdos, como se fossem coisas admiráveis.
    • Da Natureza das Comunicações - Manifestações Espíritas – Da Natureza das Comunun Comunicação é uma permuta regular e continuada de pensamentos. São variados os meios utilizados pelos Espíritos, atuando sobre os nossos orgãos e sobre todos os nossos sentidos.
    • Biblio grafia Livro dos Médiuns - Cap X Revista Espírita - Jan 1858 Revista Espírita – Set 1859