Análise do Mercado Alimentício no Brasil

  • 10,525 views
Uploaded on

Dados e estatísticas sobre o Mercado de Alimentos, o Mercado de Restaurantes e o Mercado de Delivery Online, no Brasil. Os dados foram coletados a partir de pesquisas e artigos de sites terceiros. A …

Dados e estatísticas sobre o Mercado de Alimentos, o Mercado de Restaurantes e o Mercado de Delivery Online, no Brasil. Os dados foram coletados a partir de pesquisas e artigos de sites terceiros. A LAF Brasil é especialista no segmento, entre em contato e destaque-se! comercial@lafbrasil.com

More in: Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
10,525
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
144
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. AnálisedoMercado deAlimentaçãono Brasil
  • 2. Introdução Refeições rápidas ganham mais espaço no cenário brasileiro e abrem portas para franquias que oferecem alimentos leves e balanceados. As exigências da vida moderna e as longas jornadas de trabalho têm estimulado o brasileiro a tornar-se um adepto da alimentação rápida. Cerca de um quarto da população, o equivalente a 60 milhões de pessoas, realiza refeições fora de casa diariamente, o que consome aproximadamente 30% da renda familiar destinada à alimentação. Em 2020, esse índice chegará a 50%.
  • 3. Dados Destacado por ser o mercado MAIS promissor no Brasil, o ramo de alimentação cresce hoje três vezes mais que o PIB nacional. O mercado aponta que as redes de comidas rápidas são as que mais continuarão a crescer. Outra tendência que se evidencia atualmente é a busca pela alimentação equilibrada. Segundo informações divulgadas no site do SEBRAE, em 2009, a busca por estes produtos aumentou 82% no Brasil.
  • 4. Importação e Exportação Do total de vendas, US$ 43,4 bilhões foram exportados, o que equivale a R$ 84,8 bilhões, ou 20% das vendas totais do setor. De outro lado, as importações de alimentos são bem menos significativas e concentradas em trigo, totalizando US$ 5,6 bilhões.
  • 5. Investimento e Empregos Em 2012, apesar do crescimento tímido do PIB brasileiro, as vendas reais do setor cresceram 4,6%. Esse crescimento tem refletido também no aumento dos empregos. Em 2012, a indústria empregou 1,63 milhão de trabalhadores.
  • 6. Tipos de Alimentos A população brasileira migrou fortemente dos alimentos in natura para os processados. Hoje, 85% dos alimentos consumidos no país passam por algum processamento industrial. Além disso, a indústria também tem explorado, de forma crescente, novos nichos de produtos, como os alimentos e bebidas funcionais e dietéticos. Em 2012, o segmento de produtos de saúde e bem-estar (diet, light, funcionais, fortificados, naturais e saudáveis) faturou R$ 38,4 bilhões, ou 8,9% das vendas totais.
  • 7. Fontes Abia “A força do setor de alimentos” - http://migre.me/gjDKe Pesquisa Refeição Assert - http://migre.me/gjE86 Mixirica "O Mercado de alimentos no Brasil" - http://migre.me/gjEvh
  • 8. AnálisedoMercado deRestauranteseBares
  • 9. Dados O mercado de Food Service no Brasil movimenta em torno de 130 bilhões ao ano. Em 2012, cerca de 32% da população brasileira fizeram suas refeições fora de casa ou compraram alimentos prontos e os levaram para suas residências. Trata-se de um mercado em constante crescimento. Em 2002, por exemplo, este índice estava em 24%. A título de comparação, o mercado de Food Service cobre 40% da sociedade nos Estados Unidos.
  • 10. Dados Em São Paulo, contamos com 12,5 mil restaurantes, 52 tipos de cozinhas, 500 churrascarias, 250 restaurantes japoneses, 15 mil bares, 3.200 padarias, 10,4 milhões de pãezinhos por dia e 7.200 por minuto, 5.000 pizzarias, 1 milhão de pizzas por dia, 720 por minuto, 2.000 opções de delivery. São Paulo é a segunda maior cidade em número de restaurantes.
  • 11. Dados Segundo a pesquisa* feita em 2012, um dos destinos frequentes para alimentação do brasileiro é a padaria. Também se destacam as redes de restaurantes, super e hiper mercados e restaurantes independentes. A opção do restaurante por “quilo” durante a semana aumentou de 23% em 2010 para 48% em 2012. Outra mudança foi a do delivery. Antes focado em pizzas, sanduíches e comida chinesa, o serviço de delivery se diversificou e apontou novas opções com a culinária árabe, japonesa, italiana e também a brasileira. * Food Service da GS&MD
  • 12. Fontes GS&MD Blog “Instituto é criado para defender o crescimento do Foodservice no Brasil” http://migre.me/gjFXS GS&MD Blog “As novas escolhas do brasileiro para se alimentar” http://migre.me/gjFYX Visite SP “Dados da cidade de SP“ http://migre.me/gjG5W
  • 13. AnálisedoMercado deDeliveryOnline
  • 14. Dados Os deliveries de comida, segmento que movimentou 8 bilhões no ano de 2012, de acordo com estimativas da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). O serviço de Delivery pela web e aplicativos móveis já são utilizadas por dois milhões de consumidores e são responsáveis por cerca de 2% do faturamento do mercado no País, de acordo com o CEO do iFood. De acordo com o executivo, estimativas apontam que o delivery on- line brasileiro crescerá 100% ano até 2015.
  • 15. Dados Recente pesquisa realizada pelo instituto estadunidense Nielsen, com 28 mil pessoas em 56 países, revela que a intenção dos consumidores em comprar alimentos e bebidas online aumentou 44% nos últimos dois anos. Segundo os entrevistados, o telefone ocupado é o principal motivo para utilizar a Internet, e a segunda razão é o cardápio disponível. A web representa 90% dos pedidos, e entre os mobiles, o android 35% e iphone, 65%.
  • 16. Perfil do Consumidor O perfil predominante dos consumidores são homens e mulheres, na faixa etária de 25 a 35 anos, das classes A e B. “Através de nossos pedidos podemos constatar que os brasileiros ainda preferem pedir pizzas (26%). Os sanduíches (15%) e a culinária japonesa (14%) vem em seguida”, afirma Fioravante, CEO da iFood. As mulheres costumam procurar mais a Internet na hora das refeições. Apenas na capital mineira, 54% dos que procuram são homens, números que diferem do resto do País. Já em Salvador, quase houve empate, mas as mulheres continuam à frente, com 51%. Os solteiros predominam, e na maioria das capitais, os números ultrapassam 70%.
  • 17. Fontes Jornal DCI “Mulheres utilizam mais o delivery online do que homens” http://migre.me/gjErc Ecommerce Brasil "Delivery online de comida deve crescer 100% ao ano até 2015“ http://migre.me/gjEsz
  • 18. Referências • Pesquisa Assert sobre evolução dos preços no setor de refeições prontas http://migre.me/gjDqS • Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação http://www.abia.org.br/vst/ • Brasil Food Trends 2020 http://migre.me/gjDSy • Associação Nacional de Restaurantes http://www.anrbrasil.com.br/
  • 19. Referências • Artigo sobre Delivery Corporativo http://tinyurl.com/pwhtd8s • Associação Brasileira de Bares e Restaurante http://www.abrasel.com.br/ • Matéria sobre cardápio em Tablets e crescimento do faturamento http://tinyurl.com/kcswn23
  • 20. Que tal diferenciar sua Empresa no mercado? Temos pacotes especiais para o segmento... Entre em contato ;) comercial@lafbrasil.com (11) 2759-7931