Your SlideShare is downloading. ×
0
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
O mundo romano  no apogeu do império - II
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

O mundo romano no apogeu do império - II

7,352

Published on

O mundo romano no apogeu do império - 2.~ª parte …

O mundo romano no apogeu do império - 2.~ª parte

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,352
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Poder militar Poder religioso Comandantesupremo do exército Poder político Supremo sacerdote (Pontífice Máximo) Poder legislativo, As suas atribuições foram muito executivo e judicial reduzidas. Amplia, porém, o seu Perdem o poder judicial e legislativo. poder legislativo. (nomear funcionários, cunhar moeda, dirigir política externa) Novo órgão, com funções deliberativas, Perdem importância em benefício dos grande rival do Senado; novos funcionários imperiais. Composto por altos funcionários e conselheiros do Imperador, por si O imperador tem direito de veto sobre designados. as suas decisões.
  • 2. Gregos Romanos Atributos Zeus Júpiter Céu, tempestades Hera Juno Casamento Apolo Apolo Sol e artes Hefesto Vulcano Fogo, artesãos Ares Marte GuerraPoseidon Neptuno Mar Artémis Diana Caça Atena Minerva SabedoriaAfrodite Vénus Beleza e amorHermes Mercúrio Comércio, viagens
  • 3. No período imperial impôs-se o culto ao imperador, que passou a ser divinizado comoum deus, erguendo-se-lhe templos, a usar o título de Augusto, que significa divino e aser o supremo sacerdote.
  • 4. 1 – Vestíbulo (vestibulum)2 – Loja arrendada3 – Cozinha (cucina)4 – Pátio interior (atrium)5 – Tanque (impluvium)6 – Quartos (cubicula)7 – Sala de estar (tablinum) Materiais de construção:8 – Sala de jantar (triclinium) Tijolos9 – Jardim interior com peristilo Telhas10 – Jardim exterior Azulejos
  • 5. Jardim da casa Vetii, em Pompeia. Observam-se as pinturas afresco nas paredes.
  • 6. Uma villa é a casa no campodos grandes proprietáriosagrícolas romanos
  • 7. As ´´insulas” (ilhas) eram prédios que de 4 ou 5 pisos, mas que podiam chegar aos 10!.Lojas e tabernas encontravam-se no rés-do-chão. Logo acima, famílias remediadas e nosandares mais altos habitavam os mais pobres.
  • 8. O Fórum era considerado o coração da cidade,quer do ponto de vista religioso, quer político,económico e de convívio.Os imperadores tentavam deixar nele a suamarca pessoal, como forma de ganharpopularidade e deixar a sua marca na História.
  • 9. Termas de Bath (Inglaterra). As termas eram muito frequentadas por doentes para fazertratamentos devido à qualidade medicinal das suas águas. Ainda hoje são utilizadas paraos mesmos fins.
  • 10. Este grande anfiteatro foi iniciado pelo Imperador Vespasiano no ano 72 d.C. Na suaconstrução foram utilizados prisioneiros hebreus. O seu verdadeiro nome éAnfiteatro de Flávio .Aqui se realizavam espetáculos como lutas de gladiadores, de animais e de homenscontra animais. Chegaram a fazer-se recriações de batalhas navais, após encher aarena de água.
  • 11. Habitualmente o Coliseu estava descoberto, mas em caso de mau tempo e duranteo forte calor do verão, era protegido por uma gigante tela de pano que eramanobrada através de equipamentos utilizados normalmente nos barcos, pelosmarinheiros.
  • 12. Os espetáculos preferidos dos Romanos eram os jogos de circo (ludi circenses), dosquais faziam parte as lutas entre gladiadores e entre estes e animais ferozes, trazidosdas mais distantes zonas do Império. Segundo parece, estes jogos foram inventadosnos últimos tempos da República e tinham como objetivo alimentar o espíritoguerreiro romano.
  • 13. Recinto onde se realizavam corridas de carruagens (principalmente quadrigas),o espetáculo mais apreciado pelos Romanos. Tinha capacidade para 250 milpessoas.
  • 14. Corrida de quadrigas. Existiam 4 equipas principais: osvermelhos, os azuis, os verdes e os brancos. Despertavamforte entusiasmo e faziam-se apostas a dinheiro para adivinharos vencedores.
  • 15. Aqueduto de Segóvia (Espanha).O abastecimento de água é fundamental para a existência de cidades.Utiliza-se o arco de volta perfeita.
  • 16. As Vestais eram responsáveis por conservar o fogo sagrado. Eramseis, eleitas entre as jovens patrícias. Gozavam de privilégiosespeciais, mas se alguma quebrava o seu voto de castidade eraenterrada viva. As Vestais viviam numa casa reconstruída peloImperador Septimo Severo, depois de um incêndio em 191 d. C.Ainda hoje é possível encontrar muitas estátuas e inscrições quefaziam parte da casa.
  • 17. Foi construído por ordem de Agripa, um dos principais colaboradores de Augusto. Depois de ter sofrido umgrande incêndio, foi restaurado pelo Imperador Adriano, em 118 d.C. A cúpula tem a particularidade de estaraberta para o exterior. No edifício foi colocada uma colunata de capitéis coríntios e fustes canelados. Deveriater, tal como se pode ver na reconstituição, um frontão triangular com baixos-relevos.
  • 18. Os arcos comemoravam vitóriasimportantes obtidas pelos imperadores.
  • 19. Coluna deTrajano foiconstruída paraassinalar aconquista daDácia peloimperadorTrajano Um friso ilustrado ergue-se em espiral, num comprimento total de 500 m. Contam-se 2600 pessoas diferentes. O imperador aparece retratado 70 vezes!
  • 20. A escultura romana foi fortemente influenciada pelos artistas gregos.Representava deuses, o Imperador e outros chefes políticos. Deram muitaimportância ao retrato, onde se nota a dimensão psicológica.
  • 21. Da pintura ficou-nos a pintura mural queencontramos a decorar as paredes das casasabastadas.

×