Digital Storytelling como ferramenta pedagógica

14,518 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
23 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
14,518
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6,578
Actions
Shares
0
Downloads
287
Comments
1
Likes
23
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Digital Storytelling como ferramenta pedagógica

  1. 1. Carlos Pinheiro, 2013
  2. 2. «... refere-se ao uso de novas ferramentas digitais para ajudar pessoas comuns a contar as suas histórias.» Wikipedia«Digital Storytelling é a expressão moderna para a antiga arte de contar histórias. O seu poder deriva da junção de imagens, música, narrativa e voz.» Leslie Rule, Digital Storytelling Association Carlos Pinheiro, 2013
  3. 3. Uma história digital consiste num clip de vídeode 2 a 4 minutos de duração, que reproduz umanarrativa frequentemente contada na primeirapessoa, usando a sua própria voz eacompanhada de imagens e/ou vídeos, e porvezes acompanhada de uma banda sonora pararealçar a emotividade. Carlos Pinheiro, 2013
  4. 4. Educação• Para ensinar/demonstrar. Para desenvolver a imaginação, a criatividade e as capacidades expressivas dos alunos.Corporate Storytelling• Narrativas que contam a história de uma organização ou empresa, procurando uma maior proximidade com o seu público.Marketing e Publicidade• O setor de maior crescimento do storytelling: vender uma marca contando histórias. Carlos Pinheiro, 2013
  5. 5. • Interactive Storytelling• User-Generated Stories• Collaborative Storytelling• Transmedia Storytelling Carlos Pinheiro, 2013
  6. 6. • Fáceis de reproduzir e partilhar.• Multimédia: texto + imagens + áudio + vídeo + interação.• Promovem a inovação e a criatividade no processo de ensino-aprendizagem. Carlos Pinheiro, 2013
  7. 7. – Pessoais;– Experiências vivenciadas;– Atividade pessoal;– Temáticas ou acontecimentos históricos;– Instrução/(in)formação. Carlos Pinheiro, 2013
  8. 8. História Média Programa Google Maps Wordle Texto InkleWriter Story Builder Audacity Áudio PodoMaticStorytelling Photostory Imagem LittleBirdTales Storybird VoiceThread Vídeo Meograph Movie Maker Carlos Pinheiro, 2013
  9. 9. Carlos Pinheiro, 2013
  10. 10. Carlos Pinheiro, 2013
  11. 11. Carlos Pinheiro, 2013
  12. 12. http://www.inklestudios.com/inklewriter Carlos Pinheiro, 2013
  13. 13. http://www.inklestudios.com/inklewriter Título Autor TextoFormatação detexto Opções de interaçãoparágrafo eimagem Carlos Pinheiro, 2013
  14. 14. http://docsstorybuilder.appspot.com/builder Carlos Pinheiro, 2013
  15. 15. Carlos Pinheiro, 2013
  16. 16. Carlos Pinheiro, 2013
  17. 17. http://audacity.sourceforge.net/download Carlos Pinheiro, 2013
  18. 18. http://www.podomatic.com Carlos Pinheiro, 2013
  19. 19. http://bit.ly/ZsQz99 Carlos Pinheiro, 2013
  20. 20. http://www.littlebirdtales.com Carlos Pinheiro, 2013
  21. 21. http://www.littlebirdtales.com Carlos Pinheiro, 2013
  22. 22. http://storybird.com Carlos Pinheiro, 2013
  23. 23. http://voicethread.com Carlos Pinheiro, 2013
  24. 24. http://www.meograph.com Carlos Pinheiro, 2013
  25. 25. Carlos Pinheiro, 2013
  26. 26. • Creative Commons – Licenças Creative Commons para o trabalho.• Archive.org – Arquivo de imagens, texto, vídeo, e registos sonoros de domínio público.• Spinxpress – Motor de busca para arquivos multimédia: vídeo, áudio, imagens.Imagens• Worldart – Mais de 50 mil imagens de utilização livre em educação.• 4FreePhotos – Banco de imagens de domínio público,• Pixabay – Imagens de domínio público para projetos escolares.• ImageNet – Base de dados de imagens organizadas hierarquicamente.• Flickr Creative Commons – Fotos Flickr com licenças CC.• Edupic – Imagens e desenhos para projetos de educação.• Photo Pin – Imagens de Domínio Público do Flickr.• FreePhotoBank – Motor de busca de imagens de domínio público.• Ppics4learning – Imagens de Domínio Público para educação.• Morguefile – Fotografias grátis de alta resolução.• Public Domain Image – Banco de imagens de domínio público.• cCmpfight – Ferramenta de pesquisa no Flickr search. Carlos Pinheiro, 2013
  27. 27. Sons• ccMixter – Comunidade de música com ficheiros que podem servir como amostra, remistura ou sobreposição.• ArtistServer.com – Músicas para download gratuito.• FreeMusicArchive – Arquivo de música organizado pelo WFMU.• JamStudio – Fábrica de música online.• Public Domain Music – Músicas de domínio público ou de utilização livre.• Pdsounds.org – Sons e efeitos sonoros de domínio público.• Last fm free music downloads – Músicas gratuitas em formato mp3.Vídeos• WGBH Sandbox – Coleção de vídeos de alta qualidade com licença de creative commons.• Entertainment Magazines Free Movies – Vídeos gratuitos organizados alfabeticamente• Vimeo CC – Vídeos Vimeo com licença de creative commons.• Public Domain Comedy Videos – Vídeos de comédia de domínio público.• The Open Video Project – Uma coleção de vídeo digital partilhada.• One minute video – Tutorial da BBC sobre como fazer um vídeo num minuto. Carlos Pinheiro, 2013
  28. 28. 1. Porquê: justificar a utilização de Digital Storytelling num ambiente pedagógico;2. Escolha da ferramenta adequada ao projeto;3. Guião da história;4. Inventariação dos recursos multimédia necessários;5. Preparação dos recursos: edição de texto, imagem, som, vídeo.6. Storyboard;7. Edição;8. Partilha na Internet;9. Aplicação do produto no contexto de aprendizagem;10. Avaliar/reformular. Carlos Pinheiro, 2013
  29. 29. Lambert (2004) identifica sete elementos para a construção de histórias digitais.Ponto de vista Questão dramática Conteúdo emocional Economia de recursosPoint of View Dramatic Question Emotional Content Economy Tempo Voz Banda sonora Pacing The Gift of Your Voice Soundtrack
  30. 30. 1. Ponto de Qual é o principal enfoque da história e qual é a perspetiva do autor.vista Questão-chave que prende a atenção do espectador e que será respondida no final2. Questão da história (ex. O rapaz fica com a rapariga? Ingredientes: tensão dramática, surpresa,dramática o bem e o mal…)3. Conteúdo Capacidade do enredo de prender o espectador e de ligar a história ao público. (Ex. Paradigmas emocionais:emocional amor/solidão/morte/perda/traição/amizade/crime/vingança/saudade…)4. Economia Usar apenas os recursos necessários para contar a história, sem sobrecarregar o espectador. Escolher os pontos-chave, deixar que o espectador preencha os «espaçosde recursos em branco». Encontrar o ritmo adequado à história e quão devagar ou depressa ela progride. É o5. Tempo principal segredo do sucesso da história.6. Voz Forma de personalizar a história e ajudar o público a perceber o contexto.7. Banda Música de fundo ou efeitos sonoros para aumentar a dramaticidade da história.sonora Carlos Pinheiro, 2013
  31. 31. • Máquina fotográfica• Câmara de vídeo• Scanner• Computador• Sistema de gravação de som (microfone, software de gravação e edição de som) Carlos Pinheiro, 2013
  32. 32. Questão préviaSomos nós que fazemos a história ou é uma atividade para os alunos fazerem? Carlos Pinheiro, 2013
  33. 33. Literacias envolvidas (segundo Bernard R. Robin)• Literacia digital – capacidade de comunicar com a comunidade, discutir assuntos, reunir informação, procurar ajuda;• Literacia global – capacidade de ler, interpretar, e contextualizar mensagens numa perspetiva global;• Literacia tecnológica – capacidade de usar o computador e outras ferramentas tecnológicas para melhorar a aprendizagem, a produtividade e o desempenho;• Literacia visual – capacidade de entender, de produzir e de comunicar através de imagens;• Literacia da informação – capacidade de encontrar, avaliar e sintetizar informação. Carlos Pinheiro, 2013
  34. 34. Competências envolvidas (segundo Bernard R. Robin)• Competências de pesquisa: documentar a história, procurar e analisar informação pertinente.• Competências de escrita: formular o ponto de vista e escrever o guião.• Competências de organização: gerir as diferentes etapas do projeto, os recursos necessários e o tempo para realizar a tarefa.• Competências tecnológicas: aprender a usar uma variedade de ferramentas, como câmaras digitais, scanners, microfones e software de criação da história.• Competências de apresentação: decidir a melhor forma de apresentar a história a um determinado público.• Competências interpessoais: trabalhar em grupo e determinar os papéis de cada um dentro do grupo.• Competências de resolução de problemas: aprender a tomar decisões para ultrapassar obstáculos ao longo do processo.• Competências de avaliação: avaliação do seu próprio trabalho e do trabalho dos outros. Carlos Pinheiro, 2013
  35. 35. Carlos Pinheiro, 2013
  36. 36. Bernard R. Robin, The Educational Uses of Digital Storytelling, http://faculty.coe.uh.edu/brobin/homepage/Educational-Uses-DS.pdfBernard R. Robin, A Multilevel Approach to Using Digital Storytelling in the Classroom, http://digitalstorytelling.coe.uh.edu/multilevel-approach.pdfBernard R. Robin, Digital Storytelling: A Powerful Technology Tool for the 21st Century Classroom: http://digitalstorytellingclass.pbworks.com/f/Digital+Storytelling+A+Powerful.pdfCenter for Digital Storytelling, Digital Storytelling Cookbook. http://www.storycenter.org/storage/publications/cookbook.pdfGlen Bull & Sara Kajder, Digital Storytelling in Language Arts, http://www.digitalstoryteller.org/docs/DigitalStorytelling.pdfJennifer New, How to Use Digital Storytelling in Your Classroom, http://www.edutopia.org/digital-storytelling-classroomMicrosoft, Tell a Story, Become a Lifelong Learner, http://download.microsoft.com/download/D/F/0/DF087781-EDEF-45E1-9FAA- 18FE7CD1E7E3/digitalstorytellingebook.pdfSilvia Rosenthal Tolisano, Digital Storytelling Tools for Educatorshttp://www.lulu.com/shop/silvia-rosenthal-tolisano/digital-storytelling-tools-for- educators/ebook/product-17478437.html Carlos Pinheiro, 2013

×