Ciclo de Palestras E&P 27.6 - Aplicações RFID da Technotag

2,038 views

Published on

Apresentação da Empresa Technotag sobre RFID para o ciclo de palestras do projeto E&P27.6.

saiba mais: www.labceo.uff.br/eep276

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,038
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
83
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ciclo de Palestras E&P 27.6 - Aplicações RFID da Technotag

  1. 1. RFID E TECNOLOGIAS MÓVEIS APLICADOS A CADEIA DO PETRÓLEO E GÁS
  2. 2. A EMPRESA TECHNOTAG® - Tecnologia de Informação por Rádio Frequência Ltda. Empresa nacional com sede em Porto Alegre – RS. Fundada em 26 de setembro de 2000, a TECHNOTAG a partir de 2006 tornou-se uma empresa de tecnologia voltada ao desenvolvimento de soluções móveis para gestão, monitoramento e controle de processos e atividades industriais. O Sistema Lince® patente INPI 0901136- 6 é o principal produto da TECHNOTAG e consiste na união de tecnologias de identificação(RFID), hardware e software integradas em uma solução móvel.
  3. 3. CONCEITO DO RFID RFID ( Radio Frequency IDentification, ou Identificação por Rádio Freqüência) A tecnologia de RFID consiste na leitura de um código gravado em um micro chip, utilizando-se de uma unidade leitora, sem a necessidade de contato físico ou visual. A unidade leitora emite um sinal de rádio frequência que ao ser detectado pe lo microchip, devolve ao leitor seu número interno de identificação. As tags ou transponders como são comumente chamados os microchips de RFID, podem ser encapsulados em diversos formatos e possuem capacidade de armazenar além de seu número de identificação que é inviolável, outros dados conforme o desejado. As tags podem ser lidas a poucos centímetros de distância ou a vários metros conforme a tecnologia utilizada e são divididas em ativas e passivas.
  4. 4. HISTÓRIA DO RFID RFID ( Radio Frequency IDentification, ou Identificação por Rádio Freqüência) Inventado o radar em 1935 por Sir Robert Alexander Watson-Watt para alertar da aproximação de aviões mesmo estes estando à milhas de distância Sistema Identificador de Amigo ou Inimigo ( IFF – Identify Friend or Foe ) Na segunda guerra para a identificação dos aviões aliados foi colocado um transmissor em cada avião. Quando o transmissor recebe sinais de estações de radar terrestres ele começa a enviar diversos sinais de volta, identificando o avião como amigo.
  5. 5. HISTÓRIA DO RFID 1935 Segunda Guerra 1970 1980 1990 Invenção do Radar Primeiro sistema RFID conhecido com IFF 1973 criado o antecessor do atual RFID RFID para rastrear materiais nucleares 1983 primeira patente RFID Criado EPC Global EAN – European Article Number Patente UHF pela IBM EPC – Código Eletrônico de Produto
  6. 6. CONCEITO DO RFID Transponder / TAG O termo TRANSPONDER vem da expressão TRANSmitter / resPONDER, revelando a função do componente: responde ao transmissor com uma informação ou dado que o TAG carregue. É composta por pelo menos um chip e uma antena, podendo ter outras funcionalidades, como memória permanente ou regravável, bateria, etc. Podem ser ativos ou passivos:
  7. 7. CONCEITO DO RFID Transponders ativos e passivos Ativos: são energizados por uma bateria interna e além da função de disponibilizar dados, ele permite a escrita. O tamanho de uma memória de um tag ativo pode variar com o tipo de aplicação; alguns casos operam com até 1 MB de memória. Por ser alimentado por uma bateria, sua potência é maior tendo uma distância maior. Porém seu custo é mais alto. Passivos: Os tags passivos são energizados pela tensão induzida na bobina do Tag onda gerada pela antena do transceiver, ou seja não possuem bateria, e portanto precisam de uma distância menor de leitura. Normalmente contém memórias ROM (Read Only Memory), normalmente de 32bits a 128 Kbits, que não podem ser modificada(Apenas leitura). O custo dos modelos passivos é bem inferior, e tem uma vida útil bem mais elevada, se comparado aos modelos ativos. ATIVO PASSIVO
  8. 8. CONCEITO DO RFID FUNCIONAMENTO DO RFID
  9. 9. CONCEITO DO RFID PADRÕES DE FREQUÊNCIAS POR REGIÕES Classe 0/1 – Somente leitura Classe 2 – Com memória e criptografia Classe 3 – Semi passivo com suporte a comunicação em banda larga Classe 4 - Ativos
  10. 10. CONCEITO DO RFID FAIXAS DE FREQUÊNCIAS LF(Low Frequency) Baixa Frequência 125 KHZ HF(High Frequency) Alta Frequência 13,56MHZ UHF(Ultra High Frequency) Ultra Alta Frequência 928 a 956MHZ SHF(Super High Frequency) Super Alta Frequência 5,8GHz
  11. 11. RFID X CÓDIGO DE BARRAS QUADRO COMPARATIVO Características RFID Código de Barras Resistência Mecânica Alta Baixa Formatos Variados Etiquetas Exige Contato Visual Não Sim Vida Útil Alta Baixa Possibilidade de Escrita Sim Não Leitura Simultânea Sim Não Dados Armazenados Alta Baixa Funções Adicionais Sim Não Segurança Alta Baixa Custo Inicial Médio Baixo Custo de Manutenção Baixo Alto Reutilização Sim Não
  12. 12. RFID X CÓDIGO DE BARRAS Vantagens do RFID Grande capacidade de armazenamento; Leitura sem a necessidade de campo visual ou contato físico; Leitura simultânea de diversos itens; Precisão e velocidade na leitura das informações; Durabilidade(encapsulamentos diversos); Reutilização; Facilidade na localização dos itens identificados; Otimização dos processos; Desvantagens do RFID Custo; Diminuição do desempenho por interferência de barreiras metálicas; Vantagens do Código de Barras Custo; Padronização; Controle; Desvantagens do Código de Barras Durabilidade; Segurança; Necessidade campo visual; Leitura individual por item; Limitação na capacidade de dados;
  13. 13. MIDDLEWARE RFID Middleware RFID Programa (camada de software)que permite integrar aos sistemas de gestão os sistemas de captura automática de dados RFID (Leitores, Sensores, Atuadores e Sinalizadores). Tudo isso conectado em tempo real.
  14. 14. HARDWARE RFID TRANSPONDERS/TAGS LEITORES COLETORES DE DADOS
  15. 15. SOFTWARE/MIDDLEWARE MODELO DE ESTRUTURA DE SOFTWARE CAMADA DE VISUALIZAÇÃO/PUBLICAÇÃO (Supervisão e Monitoramento) USUÁRIOS CAMADA DA APLICAÇÃO/NEGÓCIO (Servidor da Aplicação) MIDDLEWARE CAMADA DE COLETA DE DADOS RFID (Dispositivos RFID) CAMADA DE BANCO DE DADOS BD (Servidor Concentrador)
  16. 16. REDES DE COMUNICAÇÃO REDES DE TELEFONIA CELULAR 3G GPRS EDGE GSM REDES LAN WI-FI (WIRELESS FIDELITY) ETHERNET
  17. 17. PRODUTOS PORTFÓLIO DE SOLUÇÕES Gestão de Ordens de Serviços Comissionamento Manutenção Operação Segurança Controle e Inventário de Ativos Soluções Customizadas
  18. 18. ARQUITETURA DO SISTEMA
  19. 19. PRODUTOS Área de Atividade Sistema Software Comissionamento Lince MCM Mobile Commissioning Management Manutenção Lince MMM Mobile Maintenance Management (customização) Gestão e Lince MIM Mobile Inventory Inventário de Management Ativos (em desenvolvimento) Gestão de Ordens Lince Lince Service de Serviço Service Segurança Lince MSM Mobile Safety Management (em desenvolvimento) Operação Lince MOM Mobile Operation Management (customização)
  20. 20. COMISSIONAMENTO FPU P-56 MÓDULOS DE GERAÇÃO P09A/B CASE UTC ENGENHARIA
  21. 21. ESCOPO - RESUMO DOS SERVIÇOS Atividade Quantidade Itens Comissionaveis 2618 Ordens de Serviço de Preservação 2554 UTC Engenharia Pré-Comissionamento – 2618 Completação Mecânica Loops 954
  22. 22. LINCE MCM ESQUEMA DO PROCESSO
  23. 23. LAY-OUT – REDE WIRELESS
  24. 24. TREINAMENTO
  25. 25. ATIVIDADES DE COMISSIONAMENTO SALA DE PAINÉIS HOOD MÓDULO M09A SALA FRIA
  26. 26. SALA DO COMISSIONAMENTO SISTEMA LINCE EM SISTEMA LINCE INTEGRADO OPERAÇÃO COM O SGC
  27. 27. Obrigado Rua Cristóvão Colombo, 2168 Conj. 303/304 CEP: 90560-002 Fone: (51) 3343.0030 www.technotag.com.br Fax: (51) 3372.1030 technotag@technotag.com.br

×