Conceito de Relações Públicas

24,482 views
23,859 views

Published on

Neste PPT , temos o conceito das relações públicas a sua evolução ,os objectivos e as suas actividades

0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
24,482
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
326
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conceito de Relações Públicas

  1. 1. RELAÇÕES PÚBLICASNO TURISMOTCAT:Módulo 4 Prof.ª :Idália Gomes
  2. 2. CONCEITO DE RELAÇÕES PÚBLICASExistem várias definições de relaçõespúblicas, umas mais abrangentes outras maisrestritasAlgumas definições de relações públicas:“As RP são o esforço deliberado, planeado, e contínuopara estabelecer o entendimento mútuo entre umaorganização e os seus públicos.”“RP são uma filosofia de administração que coloca osinteresses do público em primeiro lugar, em qualqueratitude ou decisão. Expressa-se em políticas que se levamao público, para assegurar compreensão e obter boavontade.”
  3. 3. CONCEITO DE RELAÇÕES PÚBLICAS“RP são o processo contínuo pelo qual a administraçãoprocura obter a boa vontade e compreensão dos seusclientes, empregados e públicos em geral.”Resumindo: RP podem ser consideradas umatécnica de comunicação (*) bidirecional que temcomo objetivo principal a criação de um climafavorável de entendimento mútuo entre umaorganização e os seus públicos, através de umapolítica de informação e de verdade.
  4. 4. CONCEITO DE RELAÇÕES PÚBLICASAs RP são mais utilizadas para o público interno ougrupos de influência específicos (comunicaçãosocial, associações patronais, elites, “famosos”,autarquias, etc.) do que para os consumidores. Osseus efeitos são de longo prazo e é desenvolvidapreferencialmente na comunicação institucional.
  5. 5. CONCEITO DE RELAÇÕES PÚBLICAS(*) COMUNICAR É TORNAR COMUM UMAINFORMAÇÃO, UMA IDEIA OU UMA ATITUDE.Contudo, para tomarmos uma decisão correta,necessitamos de conhecer todas as variáveis domix da comunicação, pois cada uma delas temcaraterísticas específicas e distintas. É precisoutilizar as variáveis certas à conquista dosobjetivos previamente definidos junto dorespetivo público alvo.DECIDIR ENTRE:Publicidade/Relações Públicas/MarketingDireto/Merchandising/Marketing/Patrocínio/etc.
  6. 6. ORIGEM DAS RELAÇÕES PÚBLICASHá quem considere que as Relações Públicas têm origem em meadosdo século XIX, nos EUA.Pode considerar-se que começou com a história pessoal de Rockfeller.ROCKFELLER era um milionário do petróleo.Tinha uma imagem muito negativa junto do públicoAmericanoContratou um “ASSESSOR DE IMPRENSA”IVY LEETinha como objetivo melhorar a imagem de ROCKFELLE
  7. 7. ORIGEM DAS RELAÇÕES PÚBLICASIVY LEE1º PASSO:Passou a ter um bom relacionamento com a imprensa/media.Assegurou que toda a informação transmitida era feita de formacorrecta a todos os jornais e jornalistas sem privilegiar nenhum deles.Assume uma postura de rigor, que lhe permite ganhar a CONFIANÇAABSOLUTA DOS JORNALISTAS.
  8. 8. ORIGEM DAS RELAÇÕES PÚBLICASIVY LEE2º PASSO:Após ter ganho a confiança dos jornalistas, fez fotografar Rockfeller numambiente familiar, descontraído, mostrando ao público uma facesimpática e um lado mais humano.
  9. 9. ORIGEM DAS RELAÇÕES PÚBLICASIVY LEE3º PASSO:Passou a publicar os balanços das empresas de Rockfeller, fazendo ressalvar osimpostos que ele pagava ao estado, bem como às cidades onde estavamimplantadas.Deu também ênfase ao número de empregados, ao montante de salários, etc. dassuas empresas.
  10. 10. ORIGEM DAS RELAÇÕES PÚBLICASIVY LEECONCLUSÃONo final todo este conjunto de divulgação de ações desenvolvidas pelafundação Rockfeller, levou a que a imagem deste milionário passasse aser a de um contribuinte generoso e que garantia um elevado número deempregados.A comunicação veio contribuir, sobretudo, para a humanização dasrelações entre as pessoas e as empresas. As Relações Públicasconstruíram a ponte entre as empresas e os grupos económicos.
  11. 11. EVOLUÇÃO DO CONCEITO DAS RPAs R.P. evoluíram.No início do século XXI, abarcam áreas tão diversificadascomo os “Public Affairs”, a comunicação institucional, deproduto, financeira, de crise e, mais actualmente, aComunicação na Internet.O desenvolvimento do marketing e das marcas provocou,também, um redobrado interesse pelas Relações Públicas,já que o valor da marca vai muito para além da venda nocurto prazo – e as Relações Públicas podem ser uminstrumento fortíssimo para criar, reforçar e protegermarcas. (ex: a McDonald’s).
  12. 12. EVOLUÇÃO DO CONCEITO DAS RPEM PORTUGALAs Relações Públicas aparecem em Portugal em 1960,quase somente nas sociedades multinacionais.Em 1964, foi criado o Instituto de Novas Profissões com oscursos de Relações Públicas e de Turismo.Em 1968 foi fundada em Lisboa a SOPREP - SociedadePortuguesa de Relações Públicas e na década de setentafoi criada a Escola Superior de Meios de Comunicação.
  13. 13. EVOLUÇÃO DO CONCEITO DAS RPEM PORTUGALApós o 25 de Abril, surgiu uma curta época de grandecrise neste sector. O recomeço dá-se logo nos anosimediatos, primeiro em departamentos da AdministraçãoPública e depois nas empresas privadas, mantendo-seem crescendo constante, embora lento.A 16 de Abril de 1978, em Assembleia Geral daConfédération Européen des Relations Publiques que tevelugar em Lisboa, foi aprovado o Código Europeu deConduta Profissional de Relações Públicas - o Código deLisboa, ainda vigente.
  14. 14. EVOLUÇÃO DO CONCEITO DAS RPEM PORTUGALNa altura da integração de Portugal na Comunidade EconómicaEuropeia (1986), apenas existiam três agências de RelaçõesPúblicas em Portugal. Poucos anos depois esse número era já detrinta e cinco, embora algumas delas não se dedicassem emexclusivo à comunicação Relacional.Com vista ao reforço do prestígio desta atividade foi criada emSetembro de 1989 a APECOM - Associação Portuguesa dasEmpresas de Conselho em Comunicação e Relações Públicas.
  15. 15. OBJETIVOS DAS RELAÇÕES PÚBLICASObjetivo geral: promover a aceitação geral da empresa,organização ou pessoa, dar a conhecer ao público os serviçosque presta ou os bens que produz e dele recolher opiniões nosentido de aconselhar a organização nas políticas eprocedimentos a seguir.(Visando persuadir as pessoas a mudarem de opinião, aconsolidar opiniões não formadas ou pouco desenvolvidase a reforçar opiniões existentes)São 3 as etapas fundamentais de uma mensagem de RP:CHAMAR A ATENÇÃO;DESPERTAR O INTERESSE;INFORMAR O DESTINATÁRIO.
  16. 16. OBJETIVOS DAS RELAÇÕES PÚBLICASEntre os objetivos da RP destacam-se os seguintes:•Aumentar/recuperar confiança;•Estabelecer identidade;•Aumentar vendas;•Promover a mudança;•Comunicar situações de crise;•Prevenir e solucionar questões laborais;•Criar e sustentar a confiança na comunidade onde a empresaopera;•Superar mal entendidos e combater falsos preconceitos quepossam prejudicar a empresa;•Investigar as atitudes dos diversos grupos sociais, internos eexternos, para com a empresa;•Outros
  17. 17. ATIVIDADES EXERCIDAS PELO DEPARTAMENTODE RELAÇÕES PÚBLICASPESQUISA – realizar sondagens de opinião a empregados, acionistas,clientes, fornecedores, comunidade sobre tendências sociais,económicas e políticas;PLANEAMENTO - estabelecer objetivos, determinar métodos decomunicação, atribuição de orçamentos e pessoal;COORDENAÇÃO – prestar informações e recomendações aosempregados, diretores, chefes, grupos de planos de ação, membros dacomunidade, baseados na informação recolhida;ADMINISTRAÇÃO - gerir o departamento de RP que presta serviço aosvários departamentos da instituição;PRODUÇÃO – execução de publicidade, filmes, publicações,propaganda institucional, acontecimentos especiais, discursos,correspondência e boletins, participação na vida da comunidade.
  18. 18. PRINCIPAIS MEIOS AO DISPÔR DE UMPROFISSIONAL DE RP PARA INFLUENCIAR OSSEUS PÚBLICOS:CONTATOS PESSOAIS: encontros, participação em congressos eseminários, reuniões, clubes ou associações de índole social ouprofissional, acolhimento e integração de trabalhadores;EVENTOS: realização de encontros, colóquios, seminários, concursos,conferências de imprensa, galas, festas, feiras e certames;PUBLICAÇÕES: em brochuras, folhetos, artigos e notícias em revistas,jornal interno, audiovisuais, cartazes, quadro informativo, manual deacolhimento, relatório anula de contas
  19. 19. PRINCIPAIS MEIOS AO DISPÔR DE UMPROFISSIONAL DE RP PARA INFLUENCIAR OSSEUS PÚBLICOS:PATROCÍNIOS: apoio financeiro ou não a manifestações de carácterdesportivo, cultural ou outras com contrapartidas negociadas em termosde visibilidade do patrocinador;ATIVIDADES DE SERVIÇO PÚBLICO: ações de proteção do ambiente,ecologia, proteção de espécies animais e vegetais, causas sociais,programas educativos dirigidos a públicos juvenis;DIVERSOS: referências à empresa em filmes, livros técnicos ecientíficos, visitas às instalações, entre outros.
  20. 20. “Relações públicas e o público estão interligados”2 de Dezembro – dia das Relações públicas

×