Eco E Narciso
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Eco E Narciso

on

  • 10,637 views

MITO GREGO DE AMOR

MITO GREGO DE AMOR

Statistics

Views

Total Views
10,637
Views on SlideShare
10,629
Embed Views
8

Actions

Likes
1
Downloads
46
Comments
0

1 Embed 8

http://www.slideshare.net 8

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Eco E Narciso Eco E Narciso Presentation Transcript

  • ESTA É A HISTÓRIA DA PAIXÃO DA JOVEM ECO PELO ORGULHOSO NARCISO. MUITO BELO, ERA DESEJADO POR DEUSAS E MORTAIS. MAS SEU CORAÇÃO ERA DURO E FRIO. SENTIA PRAZER EM ATRAIR ATENÇÃO, PARA EM SEGUIDA DESPREZAR SUA CONQUISTA. ECO E NARCISO
  • TAL FOI O TRISTE DESTINO DE ECO. MUITO ESTIMADA POR ARTÊMIS, DEUSA DA CAÇA, ERA CONSIDERADA A MAIS BELA DAS NINFAS DAS FLORESTAS.
  • HERA, ESPOSA CIUMENTA DE ZEUS, SUSPEITANDO DE SUA AUSÊNCIA, FOI INVESTIGAR ALGUMA POSSÍVEL RIVAL. TODAS AS NINFAS SE ESCONDERAM COM MEDO DE SUA FÚRIA. ECO, DISTRAÍDA, DEIXOU-SE FICAR, E LOGO SUA BELEZA FOI NOTADAS POR HERA. SUA IRA IMEDIATAMENTE SE VOLTOU CONTRA ELA. IMPÔS-LHE UM SUPLÍCIO TERRÍVEL: NADA MAIS DIRIA DE ORIGINAL. SEUS LÁBIOS SE LIMITARIAM A REPETIR O QUE FOSSE DITO POR OUTREM.
  • NADA PODERIA SER MAIS DOLOROSO PARA ECO, POIS SE ENCONTRAVA ENTRE AS QUE ALMEJAVAM O AMOR DE NARCISO. PASSOU A SEGUI-LO À DISTÂNCIA, COMO UMA SOMBRA, SEM NADA PODER FAZER PARA QUE ELE SE APERCEBESSE DE SUA PRESENÇA.
    • ATÉ QUE SUA SORTE PARECEU
    • MUDAR, POIS NARCISO
    • COMEÇOU A CHAMAR:
    • HÁ ALGUÉM POR AQUI?
    • ECO RESPONDEU:
    • ...AQUI...AQUI...
    • NARCISO DISSE:
    • VENHA! VENHA!
    • E ECO, CHEIA DE ALEGRIA:
    • ...VENHA! ...VENHA!
    • SAIU DE SEU ESCONDERIJO E
    • CORREU PARA ABRAÇAR NARCISO,QUE A REPELIU
    • DIZENDO:
    • -PREFIRO MORRER! JAMAIS
    • TE DAREI PODER SOBRE MIM!
    • ECO RESPONDEU:
    • - ...TE DAREI PODER SOBRE MIM!...TE DAREI PODER
    • SOBRE MIM!
  • TRISTE E ENVERGONHADA, ECO SE ESCONDEU EM UMA CAVERNA, EM MAIS NADA ENCONTRANDO CONSOLO. SEU CORPO FOI-SE CONSUMINDO COM O PASSAR DO TEMPO, MAS SUA VOZ, ORIGINÁRIA DAS TREVAS, CONTINUA ATÉ HOJE, REPETINDO PALAVRAS QUE JÁ FORAM DITAS POR OUTREM.
  • NARCISO CONTINUOU FRIO E CRUEL, MAS NÊMESIS VINGOU A SORTE DE ECO. FEZ COM QUE ELE SE APAIXONASSE PELA PRÓPRIA IMAGEM, AO SE DEBRUÇAR PARA BEBER ÁGUA NUM RIACHO. INCAPAZ DE ABRAÇAR O QUE VIA REFLETIDO, PERMANECEU IMÓVEL, ATÉ SER ELE PRÓPRIO, CONSUMIDO PELA MORTE.
  • QUANDO AS NINFAS PROCURARAM O CORPO DE NARCISO, A FIM DE SEPULTÁ-LO, ENCONTRARAM EM SEU LUGAR UMA FLOR À BEIRA DO LAGO. EM HONRA AO HOMEM AMADO DERAM À FLOR O NOME QUE TEM ATÉ HOJE: CLAUDIA MADEIRA SITE: www.corepoesia.com IMAGENS: GOOGLE E WEBSHOTS SOM: “LA MER” DE RAVEL TEXTO: CLAUDIA MADEIRA (TRADUÇÃO LIVRE DO SITE “ TALES OF GREEK MITHOLOGY”) NARCISO
  • CLAUDIA MADEIRA SITE: www. corepoesia .com IMAGENS: GOOGLE E WEBSHOTS SOM: “LA MER” DE RAVEL TEXTO: CLAUDIA MADEIRA (TRADUÇÃO LIVRE DO SITE “ TALES OF GREEK MITHOLOGY”)