Análise da Maturidade dos Processos de Negócio do CPD da UFS através do Estudo do CobiT

  • 3,471 views
Uploaded on

 

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
3,471
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
199
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Universidade Federal de Sergipe Departamento de Ciência da Computação Análise da Maturidade dos Processos de Negócio do CPD da UFS através do Estudo do CobiT Disciplina: Tópicos Especiais em Sistemas da Informação Professor: Rogério P. Chagas do Nascimento Aluna: Kharylim Machado Sea
  • 2. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise de um Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 3. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise de um Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 4. INTRODUÇÃO Especialização dos mercados Uso da tecnologia Alto nível de competitividade Manipular os dados operacionais e auxiliar nas decisões Governança em Tecnologia da Informação e Comunicação CobiT
  • 5. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise de um Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 6. TRABALHOS RELACIONADOS A gestão de TI como base para a prática da educação à distância: um estudo para a aplicação da Governança de TI na prática de EAD do Instituto Anísio Teixeira Importância de um plano de GTIC CobiT + ITIL Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação – PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT Avaliação utilizando o PO1
  • 7. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise do Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 8. CONCEITOS FUNDAMENTAIS Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) Bastante amplo Conjunto de recursos tecnológicos e computacionais utilizados para fornecer dados, informações e conhecimento Abrange o ambiente técnico, os recursos humanos e toda a estrutura da organização
  • 9. CONCEITOS FUNDAMENTAIS Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (GTIC) Conjunto de estruturas e processos que têm como meta assegurar que a TIC suporte e maximize de maneira adequada os objetivos e estratégias de negócio da organização Ex.: Balanced Scorecard, ITIL e CobiT
  • 10. CONCEITOS FUNDAMENTAIS Planejamento Estratégico de TIC Metodologia para dar suporte à GTIC Consiste em um conjunto de normas e diretrizes para a concepção de um planejamento estratégico voltado para a área de Tecnologia da Informação e Comunicação Cenário atual x Cenário ideal Realização de processos seqüenciais a fim de determinar objetivos e metas que podem ser alcançados utilizando recursos de TIC
  • 11. CONCEITOS FUNDAMENTAIS CobiT Control Objectives for Information and Related Technology Guia formulado como framework livre e aberto mantido pela Information Systems Audit and Control Association (ISACA)
  • 12. CONCEITOS FUNDAMENTAIS CobiT Visão Geral do CobiT
  • 13. CONCEITOS FUNDAMENTAIS CobiT Características: Focado no negócio: projetado para ser utilizado em organizações em geral Baseado em controles: reduzir riscos e garantir que os objetivos de negócio serão alcançados Direcionado à medição: dispõe de três ferramentas para auxiliar nesse processo: Modelos de Maturidade, Métricas e Objetivos de desempenho e Metas de atividades Orientado ao Processo: define as atividades de TIC em um modelo de processo genérico composto por 4 domínios e 34 processos.
  • 14. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise do Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 15. COMO ANALISAR A MATURIDADE DOS PROCESSOS DE UMA ORGANIZAÇÃO UTILIZANDO COBIT O Descrições dos processos Identificação dos processos Processos Descrição PO1 Definição de um Para gerenciar e direcionar os recursos de TIC e obter um valor otimizado de projetos e serviços é necessária a elaboração de um Planejamento Estratégico de TI. Planejamento Estratégico de TI PO3 Determinar Direção Criar um plano de infra-estrutura tecnológica que estabeleça e gere expectativas sobre o Tecnológica que a tecnologia pode oferecer em termos de produtos, serviços e mecanismos de entrega. PO7 Gestão de Pessoas da Uma força-tarefa competente é adquirida e mantida para a criação e entrega de serviços TI de TIC ao negócio. Isto é conseguido quando se seguem práticas definidas e pré- aprovadas de recrutamento, treinamento, avaliação de desempenho, promoções e demissões. AI5 Adquirir Recursos de TI Exige a definição e execução dos procedimentos de procura, seleção dos fornecedores, configuração das disposições contratuais e a aquisição propriamente dita Recursos de TI DS7 Instruir e Treinar Uma educação eficaz de todos os utilizadores dos sistemas de TIC exige identificar as usuários necessidades de formação de cada grupo de usuários e inclui a definição e execução de uma estratégia eficaz para a formação e a avaliação dos resultados. DS11 Gestão de Dados Para se conseguir uma gestão de dados eficaz exige-se a identificação das necessidades de dados, a criação de procedimentos para gerir a biblioteca dos meios de comunicação, backup e recuperação de dados e a eliminação adequada
  • 16. COMO ANALISAR A MATURIDADE DOS PROCESSOS DE UMA ORGANIZAÇÃO UTILIZANDO O COBIT Modelo de maturidade genérico Análise da maturidade dos processos identificados Nível Descrição 0 Não existente Não há processos reconhecidos nem há o entendimento da necessidade de se gerenciá-los. 1 Inicial A empresa reconhece a necessidade de gerenciamento do processo, embora não existam padrões para o mesmo, somente abordagens locais. 2 Repetitivo, Procedimentos similares são adotados por diferentes pessoas na execução de mas intuitivo mesmas tarefas. 3 Definido Procedimentos são padronizados, documentados e comunicados através de treinamento. A empresa recomenda a utilização dos mesmos, mas não há nenhuma obrigatoriedade nem fiscalização. 4 Gerenciado e Os gerentes monitoram a conformidade com os procedimentos e agem quando mensurado os processos parecem não estar trabalhando efetivamente. Há um constante melhoramento dos processos. 5 Otimizado Os processos estão no nível de melhores práticas e são baseados em resultados de melhoramento contínuo e modelagem de maturidade com outras empresas.
  • 17. COMO ANALISAR A MATURIDADE DOS PROCESSOS DE UMA ORGANIZAÇÃO UTILIZANDO COBIT O Matriz de Processos x Níveis de Maturidade Níveis de Maturidade Domínios e Processos 0 1 2 3 4 5 PO1 Definição de um Planejamento X Estratégico de TI PO2 Definição da Arquitetura de Informação PO3 Determinar Direção Tecnológica X PO4 Definir os Processos de TI, Organização e Relacionamentos PO5 Gerenciar os investimentos de TI PO6 Comunicar os objetivos de Gestão e Direção
  • 18. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise do Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 19. ANÁLISE DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC DO CPD DA UFS UTILIZANDO-SE O COBIT
  • 20. ANÁLISE DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC DO CPD DA UFS UTILIZANDO-SE O COBIT PO1 Definição de um Planejamento Estratégico de TI - nível 3, pois foi encontrado um Planejamento Estratégico documentado, mas que ainda não foi colocado em prática. PO3 Determinar Direção Tecnológica - nível 3, pois no Planejamento Estratégico de TIC existem diretivas para aquisição de infra-estrutura de TIC, porém essas ainda não foram seguidas pelo mesmo motivo já citado. PO7 Gestão de Pessoas da TI – nível 4, pois existe um processo documentado para gerenciamento de pessoas de TIC que é atribuído a um gestor com habilidades para desenvolver e manter o plano. Porém esse processo ainda deixa a desejar quanto às contratações, pois são feitas através de concursos onde não são levadas em consideração as necessidades de projetos da instituição.
  • 21. ANÁLISE DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC DO CPD DA UFS UTILIZANDO-SE O COBIT AI5 Adquirir Recursos de TI– nível 3 , pois existem políticas e procedimentos para aquisição de TIC cuja responsabilidade é da Coordenação Geral de Planejamento (COGEPLAN). Após receber as solicitações, a COGEPLAN analisa a real necessidade de TIC da instituição para que seja feita uma licitação. DS7 Instruir e Treinar usuários - nível 3, pois existe uma política de implantação de cursos de capacitação que visa atender às necessidades de serviços de acordo com o ambiente organizacional. DS11 Gestão de Dados – nível 2, pois há o conhecimento da necessidade do gerenciamento dos dados, embora esse ainda seja feito de forma individual e tenha problemas como: modelagem e documentação deficientes, falta de padronização, falta de análise dos projetos e ausência de Data Warehouse.
  • 22. ANÁLISE DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC DO CPD DA UFS UTILIZANDO-SE O COBIT A maturidade do CPD da UFS está entre os níveis entre 2 e 4, um patamar intermediário. Assim, mudanças devem ser implantadas para que um processo como o DS11 Gestão de Dados, que é de fundamental importância para a organização, não fique em um nível tão baixo e para que os outros processos possam obter melhores níveis.
  • 23. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise do Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões
  • 24. CONCLUSÕES O Planejamento Estratégico de TIC não aborda todos os processos inerentes à GTIC. Um trabalho futuro imediato será a análise de maturidade dos outros processos que não foram abordados neste trabalho.
  • 25. AGENDA Introdução Trabalhos Relacionados Conceitos Fundamentais Como analisar a maturidade dos processos de uma organização utilizando o CobiT Análise do Planejamento Estratégico de TIC do CPD da UFS utilizando-se o CobiT Conclusões Referências
  • 26. REFERÊNCIAS Campos, R. (1999) “A terceira revolução industrial”, http://www.race.nuca.ie.ufrj.br/journal/c/campos1.doc, February. ITGI (Estados Unidos) (2007) “CobiT 4.1”, https://www.isaca.org/AMTemplate.cfm?Section=Dow nloads&Template=/MembersOnly.cfm&ContentFileID =14002, December. Santos, V. C. e Matta, A. E. R. (2008) “A gestão de TI como base para a prática da educação à distância: um estudo para a aplicação da Governança de TI na prática de EAD do Instituto Anísio Teixeira”, http://www.abed.org.br/congresso2008/tc/6122008244 38PM.pdf, January.
  • 27. REFERÊNCIAS Satin, A. L. S. e Schveitzer, A. (2007) “Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação – PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT”, http://pet.inf.ufsc.br/abstracao/revistas/4/2/revist a_abstracao_ano_4_edicao_2_planejamento_estra t_gico_de_tecnologia_da_informa_o_a_peti_uma_ aplica_o_referenciada_pelo_cobit.pdf, January.