Ifes aula 4-cartografia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Ifes aula 4-cartografia

on

  • 2,722 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,722
Views on SlideShare
2,626
Embed Views
96

Actions

Likes
1
Downloads
52
Comments
0

4 Embeds 96

http://pkeliton.blogspot.com 65
http://pkeliton.blogspot.com.br 28
http://feeds.feedburner.com 2
http://www.pkeliton.blogspot.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Ifes aula 4-cartografia Ifes aula 4-cartografia Presentation Transcript

    • CARTOGRAFIA
      “O conhecimento cartográfico, entendido no sentido da utilização prática, da leitura e da interpretação de mapas, é indispensável para trabalhar e conhecer o espaço geográfico e nele se movimentar.
      Maria C. Granell-Perez. Trabalhando geografia em cartas topográficas
      AULA 4
      Prof. Kéliton Oliveira Ferreira
    • O INÍCIO
      - A mais antiga representação plana da superfície da Terra foi gravada em um bloco de argila e representava a região da Mesopotâmia, no Oriente Médio.
    • EVOLUÇÃO
      • Os gregos introduziram as primeiras noções de matemática e cosmologia nas representações da Terra.
      - Hecateu e Mileto – século VI a.C
      - Aristóteles - 284 a.C
      • Durante a idade média (século V á XV) a Igreja Católica adaptou a ciência á bíblia.
      • A expansão marítima européia deu uma nova visão a noção de mundo, através das viagens e observações.
    • A TECNOLOGIA NA CARTOGRAFIA
      • A ciência cartográfica passou por uma verdadeira revolução na segunda metade do século XX.
      - Fotografias aéreas e de satélites.
      - Sensoriamento remoto.
      - GPS.
      - Informatização de dados geográficos.
      - Os mapas deixam de ser exclusivos da geografia e são usados por vários profissionais.
    • MAPAS E CARTAS
      • Diferenciados apenas pela escala.
      • Pela escala podem ser:
      - Cadastrais, de 1:500 a 1:10000
      - Topográficos, de 1:25000 a 1:250000
      - Geográficos, de 1:500000 a 1:1000000
      • De acordo com a finalidade são:
      - Gerais: Informações sobre vários temas.
      - Temáticos: Destacam um determinado aspecto da geografia.
      - Especiais: Informações específicas para atender a uma necessidade.
    • QUAL É O QUE?
    • CONSTRUÇÃO DE MAPAS
      • A representação mais fiel da Terra é o globo terrestre, por causa de sua forma esférica.
      • Os 2 grandes desafios da cartografia é representar na superfície plana o que é esférico e grandes áreas em tamanhos reduzidos.
      • As soluções são respectivamente as Projeções Cartográficas e as Escalas.
    • PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
      • A projeção mais apropriada depende da utilização pretendida para o mapa.
      • Os aspectos mais importantes em uma projeção são a distância, as formas e os ângulos, nenhuma é fiel a todos ao mesmo tempo.
      - Equidistantes: Mantém as distâncias.
      - Equivalentes: Fiel as áreas.
      - Conformes: Permanecem as formas.
      • As Projeções podem ser:
      - Projeções Cilíndricas de Mercator e de Peters, Cônicas e Azimutais.
    • PROJEÇÃO CILÍNDRICA
      • Usada para representar toda a Terra.
      • Alonga as formas a medida que se aumenta as latitudes.
      • Paralelos e Meridianos retos.
    • MERCATOR PETERS
      • Elaborada no século XVI.
      • Projeção cilíndrica mais conhecida.
      • Visão Eurocentrista do mundo.
      PETERS
      • Elaborada em 1973
      • Projeção cilíndrica.
      • Buscou preservar mais as áreas.
    • PROJEÇÃO CÔNICA
      • Usada para representar regiões menores
      • Apresenta deformações maiores na base e no vértice.
      • Os Paralelos são circuncêntricos e os Meridianos são radiais.
    • PROJEÇÃO AZIMUTAL OU PLANA
      • Pode ser oblíqua, polar ou equatorial a depender do ponto de tangência.
      • Deformações menores próximo ao ponto de tangência.
      • Elaborada a partir de uma ponto tangente sobre a superfície da Terra.
    • ESCALAS
      • É a relação entre o fato geográfico representado no mapa e seu tamanho real na superfície da Terra. Pode ser:
      - Numérica: Representada por uma fração onde o numerador indica a distância no mapa e o denominador a distância na superfície real.
      - Gráfica: Composta por uma linha reta graduada que indica a relação da distância real com as distâncias representadas do mapa.
    • ESCALAS
    • ORIENTAÇÃO E LEGENDA
      • A maior parte dos mapas vem com uma rosa dos ventos indicando o norte, quando não tem convencionou-se que o norte está na parte superior do mapa.
      • A legenda é a chave para a leitura dos símbolos ou das convenções cartográficas por meio dos quais podemos interpretar as informações que eles contém.
    • ORIENTAÇÃO E LEGENDA
    • TOPOGRAFIA E CURVAS DE NÍVEL
      • Tanto o relevo terrestre como o submarino podem ser representados de várias formas. As mais comuns são as curvas de nível e o perfil topográfico.
      • Topografia é a técnica utilizada para analisar o relevo do solo e que representa estas diferenças por meio de curvas de nível. Convencionou-se representar as altitudes acima do nível do mar de verde, amarelo, marrom, violeta, violeta escuro e branco. E abaixo do nível do mar em tons de azul.
    • TOPOGRAFIA
      E CURVAS DE NÍVEL
    • ATIVIDADES
      Página: 144 e 145.
      - Atividades: 5 á 10
    • FIM
      Prof. Kéliton Oliveira Ferreira
      • Mestrando em Geografia pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória-ES.
      • Especialista em Docência do Ensino Superior pela Faculdades Integradas de Jacarepaguá, Jacarepaguá-RJ.
      • Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória-ES.
      • Técnico em Administração pela EEEM “Clóvis Borges Miguel”, Serra-ES.
      keliton@gmail.com