Revista a Sentinela teste de leitura PDF
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Revista a Sentinela teste de leitura PDF

on

  • 8,638 views

Sentinela em PDF teste no Facebook

Sentinela em PDF teste no Facebook

Statistics

Views

Total Views
8,638
Views on SlideShare
8,637
Embed Views
1

Actions

Likes
2
Downloads
25
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Revista a Sentinela teste de leitura PDF Revista a Sentinela teste de leitura PDF Document Transcript

    • 34567 1.° DE AGOSTO DE 2011O que as criancas devem ¸aprender sobre Deus?
    • 34567 ´ Tiragem de cada n umero: 1.° DE AGOSTO DE 2011 42.162.000 EM 188 IDIOMAS 6 ´ ´O OBJETIVO DESTA REVISTA, A Sentinela, e honrar a Jeova Deus, o Supremo Governante do Universo. Assim comoas torres de vigia nos tempos antigos possibilitavam que uma pessoa observasse de longe os acontecimentos, esta ´ ` ´revista mostra para nos o significado dos acontecimentos mundiais a luz das profecias bıblicas. Consola as pessoas ´ ´com as boas novas de que o Reino de Deus, um governo real no ceu, em breve acabara com toda a maldade e ´ ´ ´ ´ ´transformara a Terra num paraıso. Incentiva a fe em Jesus Cristo, que morreu para que nos pudessemos ter vida ˜eterna e que agora reina como Rei do Reino de Deus. Esta revista, publicada sem interrupc¸ ao pelas Testemunhas ´ ˜ ´ ´ ` ´de Jeova desde 1879, nao e polıtica. Adere a Bıblia como autoridade. ˜ ˜ ´ ´ ˜ ´Esta publicac¸ ao nao e vendida. Ela faz parte de uma obra educativa bıblica, mundial, mantida por donativos. A menos que haja outra indicac¸ ao, os textos bıblicos citados ˜ ˜ ˆsao da Traducao do Novo Mundo das Escrituras Sagradas com Referencias. ¸ ASSUNTOS DE CAPA 3 As criancas devem aprender ¸ sobre Deus? 4 O que as criancas devem aprender? ¸ ` 6 Quem deve ensinar sobre Deus as criancas? ¸ ` 8 Como ensinar sobre Deus as criancas ¸ ˜ ´ — Quais sao os melhores metodos? ˜ SE C OES REGULARES ¸ ´ 10 Como Ter uma Famılia Feliz ˆ — Tratar o conjuge com respeito 13 Achegue-se a Deus ´ — Ele se lembra de que “somos po” 14 Ensine Seus Filhos — Por que Dorcas era amada 16 Aprenda da Palavra de Deus ˆ — Como voce pode identificar a ˜ adorac¸ ao verdadeira? ´ 18 A Bıblia Muda a Vida das Pessoas ˆ 23 Voce Sabia? 27 Nossos Leitores Perguntam . . . ´ ´ TAMB EM NESTE N UMERO ´ ˜ 24 O papa e “o sucessor de Sao Pedro”? 28 Um dia promissor e de grandes expectativas
    • As criancas devem aprender sobre Deus? ¸ ˜ ˜ “Temos religiao suficiente para nos fazer odiar uns aos outros, mas nao suficiente ˆ para que nos amemos uns aos outros.” — JONATHAN SWIFT, ESCRITOR INGLES. ´ Science Research1 declarou: “Tem se mos-S WIFT disse essas palavras no seculo 18, mas muitas pessoas hoje concorda-riam com ele. De fato, em alguns paıses, ´ ˜ ˜ trado que tanto no caso da mae como no ´ caso do pai a religiao fortalece o vınculo ´ ˜ ´ ´ha pessoas que acreditam que os pais nao com os filhos.” Esse relatorio tambem dis-deveriam ter o direito de ensinar sobre ˜ se: “Religiao e espiritualidade parecem serDeus a seus filhos. Elas acham que os fi- aspectos importantes na vida de muitas ´ ˜ ˜lhos criados numa famılia religiosa estao criancas e sao vitais para o relacionamento ¸de certa forma em desvantagem. familiar.” Veja como isso se harmoniza ˆ com o que Jesus Cristo disse: “Felizes os O que voce acha? Qual das seguintes de- ˜ ´ ´ ˆclarac¸ oes e a mais razoavel? conscios de sua necessidade espiritual.” ˜ ˜˘ Os pais nao deveriam ter permissao de — Mateus 5:3. ensinar sobre Deus a seus filhos. O que dizer da ideia de esperar que os fi- lhos crescam antes de ensinar-lhes sobre ¸˘ Os pais devem esperar que seus filhos ˜ Deus e religiao? Esse conceito desconside- crescam antes de conversar com eles ¸ ra o seguinte fato: A mente de uma crianca ¸ sobre assuntos religiosos. ´ ˜ e como uma caixa vazia esperando para ser˘ Quando os filhos sao pequenos, os ˆ enchida. Na verdade, os pais tem uma es- pais devem ensinar suas crencas a eles. ¸ colha: encher essa “caixa” no ambiente fa- ` ´ Mas, a medida que crescerem, os pais miliar com os princıpios morais e crencas ¸ ´ ´ devem incentiva-los a tirar suas proprias que eles acham apropriados ou permitir ˜ conclusoes. que uma enxurrada de ideias de fora desse ˜˘ Os filhos devem adotar as crencas de ¸ ambiente encha a mente e o corac¸ ao de seus pais sem questionar. seus filhos. ˜ ´ A religiao prejudica as criancas?¸ Qual e o segredo? ˜ ´ ˜ Pais amorosos nao desejam nenhum A Historia mostra que a religiao tem o ´ ˆ ´mal a seus filhos. Mas sera que os fatos potencial de incitar intolerancia e odio.apoiam aqueles que, se pudessem, impedi- Assim, como os pais podem evitar o resul-riam as criancas de aprender sobre Deus? ¸ tado descrito por Jonathan Swift? Como ´ ´ ˆ podem ensinar a seus filhos crencas que osJa por decadas, os pesquisadores tem estu- ¸dado profundamente os efeitos que as ajudem a amar outras pessoas? ˆ ´ ˆcrencas dos pais tem sobre os filhos. A que ¸ O segredo esta na resposta a tres pergun- ˜conclusao chegaram? tas: (1) O que as criancas devem aprender? ¸ ´ ´ ˜ Alguns pesquisadores concluıram que, (2) Quem deve ensina-las? (3) Quais sao os ˆ ´em vez de ser uma influencia negativa, a melhores metodos de ensino? ˜religiao pode ter um efeito positivo no de- 1 Esse estudo foi baseado numa pesquisa feita comsenvolvimento de uma crianca. Em 2008, ¸ mais de 21 mil criancas nos Estados Unidos e com ¸ ´um relatorio publicado na revista Social seus pais e professores. A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 3
    • O que as O que Deus quer que saibamos sobre ele? ´ ´ criancas devem ¸ ˛ O que a Bıblia ensina: “Tu, cujo nome e ´ ´ ´ Jeova, somente tu es o Altıssimo sobre toda a aprender? terra.” — Salmo 83:18. ˜ ˜ ´ Lic¸ ao: Deus nao e uma forca impessoal. Ele e ¸ ´ ´ ´ uma Pessoa real e tem um nome proprio. “Toda a Escritura e inspirada por ´ ´ ˛ O que a Bıblia ensina: “Jeova sonda todos Deus e proveitosa para ensinar, para ˜ ˜ os coracoes e discerne toda inclinacao dos ¸ ¸ repreender, para endireitar as coisas, ´ pensamentos. Se o buscares, deixar-se-a achar para disciplinar em justica.” ¸ ˆ por ti.” — 1 Cronicas 28:9. ´ ˜ ´ — 2 TIMOTEO 3:16. Lic¸ ao: Jeova Deus se preocupa com todos ´ nos, incluindo as criancinhas. (Salmo 10:14; A S CRIANCAS precisam aprender a ver- ¸ dade sobre Deus. Onde elas podem aprender essa verdade? No livro religioso 146:9) Ele deseja que aprendamos sobre ele. ´ ´ ˜ ˜ ˛ O que a Bıblia ensina: “Nao deveis atribular ´ ´ . . . o menino orfao de pai. Se e que o atribula- mais respeitado do mundo, a Bıblia. ˜ ´ ´ ´ res, entao, se e que ele clamar a mim, sem fal- ˆ A Bıblia e como uma carta de Deus. ta ouvirei o seu clamor.” — Exodo 22:22-24. Nessa carta, Deus revela sua personalida- ˜ ´ ˜ ´ ´ ˜ Lic¸ ao: Jeova ouve as orac¸ oes ate mesmo de de e da orientac¸ ao moral para todos os criancas pequenas. Podemos sempre falar ¸ Seus filhos, tanto jovens como mais ve- com Deus e expressar nossos pensamentos e ´ ´ lhos. Veja alguns dos ensinos da Bıblia e sentimentos mais ıntimos. ˜ ´ as lic¸ oes que ate mesmo criancas podem ¸ ´ ´ ˛ O que a Bıblia ensina: “Vez apos vez pu- aprender. ` ´ nham Deus a prova e penavam ao proprio Santo de Israel.” — Salmo 78:41. ˜ Lic¸ ao: O que dizemos e fazemos afeta os sen- ´ timentos de Jeova, por isso devemos pensar antes de falar e agir.34567 ´ ´ Africa do Sul: Private Bag X2067, Krugersdorp, 1740. Alema- puto. Nigeria: PMB 1090, Benin City 300001, Edo State. Nova Ze- ˆ 6 nha: 65617 Selters. Angola: Caixa Postal 6877, Luanda Sul. Argen- landia: PO Box 75142, Manurewa, Manukau 2243. Paraguai: Casil- tina: Casilla 83 (Suc 27B), C1427WAB Cdad. Aut. de Buenos Ai- ´ la 482, 1209 Asuncion. Portugal: Apartado 91, P-2766-955 Estoril. ˜ ´ ´ ˆGostaria de ter mais informac¸ oes ou um curso bı- res. Belgica: rue d’Argile-Potaardestraat 60, B-1950 Kraainem. Quenia: PO Box 21290, Nairobi 00505. Senegal: BP 29896, 14523 ` ´ ´ ˆ Brasil: CP 92, Tatuı, SP, 18270-970. Canada: PO Box 4100, George- Dakar. Timor Leste: Box 248, Dili. Zambia: PO Box 33459, 10101 Lu-blico domiciliar gratuito? Escreva as Testemunhas ´ ´ ´ town, ON L7G 4Y4. Espanha: Apartado 132, 28850 Torrejon de Ar- saka. Zimbabue: Private Bag WG-5001, Westgate.de Jeova, usando o endereco apropriado. Para ¸ ´ doz (Madrid). Estados Unidos da America: 25 Columbia Heights, ´uma lista completa dos enderecos das sedes, veja ¸ Brooklyn, NY 11201-2483. Franca: BP 625, F-27406 Louviers Cedex. ¸ A Sentinela e publicada e impressa quinzenalmente pela Associa- ˜ ˜ ´ ´www.watchtower.org/address. Gana: PO Box GP 760, Accra. Gra-Bretanha: The Ridgeway, Lon- c¸ ao Torre de Vigia de Bıblias e Tratados. Sede e grafica: Rodovia ´ ´ don NW7 1RN. Holanda: Noordbargerstraat 77, NL-7812 AA Em- SP-141, km 43, Cesario Lange, SP, 18285-901. Diretor responsavel: ´ ˜ ´ A. S. Machado Filho. Revista registrada sob o numero de ordem 4 men. Italia: Via della Bufalotta 1281, I-00138 Rome RM. Japao: 4-7-1 Nakashinden, Ebina City, Kanagawa-Pref, 243-0496. Malaui: 508. 5 2011 Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania. PO Box 30749, Lilongwe 3. Mocambique: PO Box 2600, 1100 Ma- ¸ Todos os direitos reservados. Impressa no Brasil. Vol. 132, N.° 15 Semimonthly PORTUGUESE (Brazilian Edition)
    • ´ Como devemos tratar quem e ´ diferente de nos? ˛ ´ ˜ ´ O que a Bıblia ensina: “Deus nao e parcial, ˜ Como devemos tratar os membros mas, em cada nacao, o homem que o teme e ¸ ´ ´ ´ de nossa famılia? que faz a justica lhe e aceitavel.” — Atos ¸ 10:34, 35. ˛ ´ ˜ O que a Bıblia ensina: “Filhos, em tudo sede Lic¸ ao: Se Deus aceita pessoas de todas as for- ´ ˜ ˜ ´ obedientes aos vossos pais, pois isso e bem mac¸ oes, nao devemos discriminar outros so ´ ˆ agradavel no Senhor.” — Colossenses 3:20. porque eles tem cor de pele ou tracos dife- ¸ ˜ ˜ ˜ ´ Lic¸ ao: Filhos que sao obedientes nao so mos- rentes dos nossos. ´ tram que amam seus pais, mas tambem que ´ ˛ O que a Bıblia ensina: “[Estejam] sempre querem agradar a Deus. prontos para fazer uma defesa perante todo ´ ˛ O que a Bıblia ensina: “Continuai a su- ´ ˜ aquele que reclamar de vos uma razao para a portar-vos uns aos outros e a perdoar-vos uns ´ ´ ´ ´ ˜ esperanca que ha em vos, fazendo-o, porem, ¸ aos outros liberalmente, se alguem tiver razao com temperamento brando e profundo respei- ´ para queixa contra outro. Assim como Jeova to.” — 1 Pedro 3:15. ´ ´ ˜ ˜ vos perdoou liberalmente, vos tambem o fa- Lic¸ ao: Ao falar sobre religiao, devemos nos zei.” — Colossenses 3:13. ˜ ˜ expressar com convicc¸ ao, mas sem agressivi- Lic¸ ao: As pessoas, incluindo nossos familia- ´ ` ˜ dade. Tambem devemos mostrar respeito por res, as vezes nos desapontarao. Mas se qui- quem tem crencas diferentes das nossas. ¸ sermos que Deus nos perdoe precisamos aprender a perdoar outros. — Mateus 6:14, 15. ˆ ´ ˆ ˆ ´ ˆAGORA PUBLICADA EM 188 IDIOMAS: acholi, africaner, ibo, ilocano, indonesio, ingles,67 ioruba, islandes, isoko, nantongo, suaıli, sueco,7 swati, tagalo,7 tai, taitiano, ta- ´ ˆ ˜ ´ ´ ˆ ˆ ´ ´ ´ ´aimara, albanes, alemao,67 amarico, arabe, armenio, italiano,67 japones,67 kiluba, kiribati, kirundi, kwangali, mil, tartaro, tcheco,7 tchiluba, telugo, tetum, tigrınia, ˆ ´ ˜ ˆarmenio ocidental, azerbaijano, azerbaijano (escrita cirı- letao, lingala, lituano, luganda, lunda, luo, luvale, ma- tiv, tok pisin, tonganes, totonaca, tshwa, tsonga, tsuana, ˆ ´ ˆ ˆlica), baule, bengali, bicol, bislama, bulgaro, camboja- cedonio, maia, malaiala, malgaxe, maltes, marata, mar- tumbuca, turco, tuvaluano, tvi, tzotzil, ucraniano, um- ˆ ˆ ˆno, canares, caonde, cazaque, cebuano, chicheva, chines chales, mianmar, mixe, mizo, mouro, ndongo, nedebele, bundo, urdu, uruund, uzbeque, valisiano, venda, vietna- ˆ ´ ˆ ˆ(simplificado), chines (tradicional)7 (audio apenas em nepales, nianeca, niueano, noruegues,67 nzema, oromo, mita, waray-waray, wolaita, xosa, yapese, zande, zapote- ˆmandarim), chitonga, chona, chuuques, cibemba, cin- osseto, otetela, palauano, pangasino, papiamento (Cu- ca (do istmo), zulu. ˆ ´ ˜ ˆ ´ ´gales, congo, coreano,67 crioulo de Maurıcio, crioulo de racau), persa, pidgin das Ilhas Salomao, polones,67 po- ¸ 6 Tamb em dispon ıvel em CD. ˆ ´ ´ ´ ´Seychelles, crioulo do Haiti, croata, cuanhama, dinamar- napeano, portugues,687 punjabi, quıchua, quıchua (An- 8 Tamb em dispon ıvel em MP3. ´ ˆ ´ ´ ´ ´ 7 ´ ´ Audio tamb em dispon ıvel no site www.jw.org.ques,7 efique, eslovaco, esloveno, espanhol,67 estoniano, cash), quıchua (Ayacucho), quıchua (Bolıvia), quıchua ˆ ˆeve, fijiano, finlandes,7 frances,687 ga, georgiano, grego, (Cuzco), quicongo, quicuio, quimbundo, quiniaruanda, ˆ ´groenlandes, guarani,687 gum, guzerate, hauc¸ a, hebrai- quirguiz, rarotongano, romeno, russo,67 samoano, san- ˆ ´ ´ ´co, hiligaino, hindi, hiri motu, holandes,67 hungaro,67 go, sepedi, servio, servio (romano), sesoto, silozi, sra-
    • Por que ser honesto e bondoso?˛ ´ ˆ O que a Bıblia ensina: “Cada um de voces deveabandonar a mentira e falar a verdade ao seu ´ ´ ˜proximo.” — Efesios 4:25, Nova Versao Internacio- Quem devenal. ˜ ensinar sobreLic¸ ao: Quando falamos a verdade, imitamos a ´ `Deus e o fazemos feliz. Se desenvolvermos o ha-bito de mentir, seremos como o inimigo de ´ Deus as criancas? ¸Deus, o Diabo, que e “o pai da mentira”. ˜ ´ ˜ “O aluno nao esta acima do seu ins-— Joao 8:44; Tito 1:2. trutor, mas, todo aquele que for ´˛ O que a Bıblia ensina: “Tratem as outras pes- ´ ´ perfeitamente instruıdo sera seme-soas da mesma maneira que gostariam de ser tra- ´ ´tados por elas.” — Mateus 7:12, Bıblia Facil de Ler. lhante ao seu instrutor.” — LUCAS 6:40. ˜ ˜Lic¸ ao: Devemos ter considerac¸ ao pelos senti- ˜mentos, pensamentos e necessidades de nossa ´famılia e de outros em nossa vizinhanca. Quan- ˜ ´ ¸ ´ A LGUNS pais nao se sentem qualifica- dos para ensinar sobre Deus a seus ˜ filhos. Eles talvez pensem que nao tem ˆdo mostramos “afeic¸ ao fraternal”, e mais prova- ˜ ˜vel que as pessoas nos tratem com bondade. instruc¸ ao suficiente ou que nao enten- ˜— 1 Pedro 3:8; Lucas 6:38. dem muito de religiao para serem bons instrutores. Por isso, talvez se sintam in- clinados a deixar essa importante tarefa ´ para um parente ou lıder religioso. ˜ Mas quem sao os mais indicados para ´ ensinar verdades religiosas e princıpios ` ´ morais as criancas? Veja o que a Bıblia ¸ diz sobre isso e compare estas declara- ˜ c¸ oes com o que os pesquisadores desco- briram. ´ Qual e o papel do pai? ´ ˜ O que a Bıblia ensina: “Pais, nao irri- tem seus filhos; antes criem-nos segundo a ˜ ´ instrucao e o conselho do Senhor.” — Efe- ¸ ˜ sios 6:4, Nova Versao Internacional. O que os pesquisadores descobriram: ´ Por que e bom o pai desenvolver fortes ˜ convicc¸ oes religiosas? O artigo “O En- volvimento Religioso do Pai e o Com- ˜ portamento dos Filhos na Primeira In- Como esses exemplos mostram, as lic¸ oes ´ ˆda Bıblia podem ajudar as criancas a se torna- ¸ fancia”, publicado em 2009, declarou: ˜ “O envolvimento com uma comunida-rem adultos que mostram considerac¸ ao, res-peito e empatia. Mas quem deve ensinar essas de religiosa pode ajudar os homens a se ˜ ` ˜ ´ `lic¸ oes as criancas? ¸ tornarem melhores pais. A religiao da as6 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ˜pessoas apoio social e normas de comporta- a mae gasta de 65% a 80% mais tempo que omento, bem como um conjunto de ensinos e pai interagindo com seus filhos pequenos, e ˜ ´ ˜ ´orientac¸ oes sobre como viver.” esses numeros sao similares em muitos paı- ´ ´ ˆ ses.” Por ter tanto contato com o filho, as A Bıblia da grande importancia ao papel do ˜ ˜ ´ ˜ ˜ ˆpai na criac¸ ao e educac¸ ao dos filhos. (Prover- conversas, ac¸ oes e atitudes da mae tem umbios 4:1; Colossenses 3:21; Hebreus 12:9) profundo efeito no seu desenvolvimento. ´ ˜ ˜Mas sera que os conselhos dela sao relevantes Quando a mae e o pai cooperam entre si ´ para ensinar a verdade sobre Deus aos filhos,hoje? Em 2009, a Universidade da Florida pu- ˜blicou um artigo que falava do impacto que o estao dando a eles pelo menos dois presentes ˆpai tem sobre os filhos. Os pesquisadores ob- valiosos. Primeiro, os filhos tem a oportuni-servaram que os filhos cujo pai se envolvia dade de desenvolver uma amizade com seu ˜ Pai celestial, amizade essa que pode benefi-ativamente em sua criac¸ ao tinham mais pro- ´babilidade de demonstrar empatia e ter mais cia-los durante toda a vida. Segundo, os fi-autoestima. Os meninos estavam mais pro- lhos aprendem pelo exemplo como o maridopensos a se comportar bem, e as meninas a e a esposa devem cooperar um com o outro ´ para alcancar objetivos importantes. (Colos- ¸ter mais equilıbrio emocional. Com certeza, ˜ ´ ˜ senses 3:18-20) Embora o pai e a mae possamos conselhos da Bıblia ainda sao relevantes. ˜ ˆ ter a ajuda de outras pessoas, sao eles que tem ˆ ˜ Qual a importancia do papel da mae? a responsabilidade de ensinar sobre Deus e ´ ˜ ´ O que a Bıblia ensina: “Nao abandones a lei sobre como Deus quer que a famılia fun- ˜ ´de tua mae.” — Proverbios 1:8. cione. O que os pesquisadores descobriram: Em Mas como os pais devem ensinar seus fi-2006, o Handbook of Child Psychology (Ma- ˜ lhos? Quais sao provavelmente os melhores ´ ´nual de Psicologia Infantil) disse: “Em media, metodos? A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 7
    • ` Como˜ ensinar sobre´ Deus as criancas ¸ QUAIS SAO OS MELHORES METODOS? ˆ ˜ ´“Estas palavras que hoje te ordeno tem de estar sobre o teu corac¸ ao; e tens de inculca-las a teu filho, e tens de falar delas sentado na tua casa e andando pela estrada, e ao dei- ˆ tar-te e ao levantar-te.” — DEUTERONOMIO 6:6, 7. ` ´O S PAIS as vezes acham difıcil lidar com a grande responsabilidade de educar seus filhos. Quando buscam conselhos, porem, a ´ sempiterno poder e Divindade”. (Romanos 1:20) Os pais podem fazer muito para ajudar ´ os filhos a entender que Deus e uma Pessoa ´ ˜ enorme quantidade de materia sobre o assun- real. Isso pode ser feito por chamar a atenc¸ ao to talvez os deixe ainda mais confusos. Paren- ˜ deles para as obras criativas de Deus e entao ˆ ˜ ´ tes e amigos tem sempre sugestoes para dar. E ajuda-los a ver que qualidades de Deus essas ´ ˜ ha uma infinidade de conselhos, muitas vezes criac¸ oes revelam. conflitantes, em livros, artigos de revista e na ´ ´ Jesus usou essa tecnica ao ensinar seus discı- internet. pulos. Por exemplo, ele disse: “Observai aten- ´ ´ ˜ ´ ˜ Por outro lado, a Bıblia da aos pais nao ape- tamente as aves do ceu, porque elas nao ´ nas conselhos confiaveis sobre o que ensinar semeiam nem ceifam, nem ajuntam em celei- ´ ˜ ´ aos filhos, mas tambem orientac¸ ao pratica so- ros; contudo, vosso Pai celestial as alimenta. ´ ˜ ´ bre como fazer isso. De acordo com os versıcu- Nao valeis vos mais do que elas?” (Mateus los acima, os pais precisam encontrar um jeito 6:26) Aqui Jesus destacou o amor e a compai- ˜ ´ de falar sobre Deus com seus filhos todos os xao de Jeova. Mas ele fez mais do que isso. ´ dias. Apresentamos abaixo apenas quatro su- Ele ajudou seus discıpulos a raciocinar sobre ˜ ´ ˆ gestoes baseadas na Bıblia que tem ajudado como Deus demonstrava essas qualidades em milhares de pais a ensinar sobre Deus a seus fi- favor de seus filhos. lhos. ´ ˜ ˜ O sabio Rei Salomao chamou a atenc¸ ao ˜ ´ ` 1. Usar a criac¸ ao para ensinar. O apostolo para a sabedoria instintiva que Deus deu as ´ Paulo escreveu que as “qualidades invisıveis formigas e usou essas pequenas criaturas para ˜ ˜ [de Deus] sao claramente vistas desde a cria- enfatizar uma lic¸ ao valiosa. “Vai ter com a for- ˜ ˜ ´ ˆ c¸ ao do mundo em diante, porque sao percebi- miga, o preguicoso”, escreveu ele, “ve os seus ¸ ´ ˜ das por meio das coisas feitas, mesmo seu caminhos e torna-te sabio. Embora nao tenha 8 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ˜comandante, nem oficial ou governante, pre- aos cristaos em Roma. Ele escreveu: “Tu, pois, ´ ˜ ˜para seu alimento no proprio verao; tem reco- que ensinas outro, nao te ensinas a ti mesmo? ´ ˜lhido seus alimentos na propria colheita”. Tu, que pregas: ‘Nao furtes’, furtas?” — Roma- ´(Proverbios 6:6-8) Essa foi uma excelente ma- nos 2:21.neira de ensinar o valor de estabelecer alvos ´ Esse conselho e importante porque os fi-que valem a pena e de usar a forca que Deus ¸ ˜ lhos sao muito mais influenciados pelo que osnos deu para atingi-los. pais fazem do que pelo que eles dizem. De Os pais podem imitar o modo eficaz como fato, a probabilidade de os filhos darem aten- ˜ ˜ ` ´Jesus e Salomao ensinavam por fazer o seguin- c¸ ao aquilo que os pais ensinam e maior se oste: (1) Perguntar a seus filhos que plantas e pais praticarem o que dizem.animais eles gostam. (2) Pesquisar com eles ´ ˜ 4. Comecar quando o filho e pequeno. Ti- ¸essas plantas e animais. (3) Usar essas criac¸ oes ´ moteo, companheiro de Paulo no servico mis- ¸para lhes ensinar sobre Deus. ´ ˜ sionario, tinha uma excelente reputac¸ ao em ˜ ` 2. Imitar a atitude de Jesus em relac¸ ao as sua comunidade. (Atos 16:1, 2) Um dos moti-pessoas a quem ele ensinava. De todas as pes- ´ ˆ ´ vos e que “desde a infancia” ele havia sido en-soas que ja viveram, Jesus era quem tinha as ˜ ´ sinado nos “escritos sagrados”. A mae e a avocoisas mais importantes para falar. No entan- ´ de Timoteo liam as Escrituras para ele e tam-to, ele gastou muito de seu tempo fazendo ´ bem o ajudavam a raciocinar sobre as verda-perguntas. Ele estava bastante interessado nos ´ des contidas nesses escritos. — 2 Timoteo 1:5;pensamentos e sentimentos das pessoas a 3:14, 15.quem ensinava. (Mateus 17:24, 25; Marcos ˆ ˆ8:27-29) De modo similar, os pais tem muitas Onde voce pode encontrar ajuda ˜ ´ ´lic¸ oes importantes para ensinar a seus filhos. As Testemunhas de Jeova produzem variasMas para serem eficazes precisam imitar a Je- ˜ publicac¸ oes que visam ajudar os pais a ensinarsus e incentivar os filhos a expressar aberta- a verdade sobre Deus a seus filhos. Algumasmente seus sentimentos. ˜ sao escritas para criancas. Outras podem aju- ¸ ´ O que fazer, porem, se os filhos tiverem dar os pais e seus filhos adolescentes a manter ˜uma maneira de pensar errada ou forem len- abertas as linhas de comunicac¸ ao.1 ˜tos em aprender alguma lic¸ ao valiosa? Veja ` o Naturalmente, antes de os pais poderem en- ´modo como Jesus lidou com os apostolos. As sinar sobre Deus a seus filhos, eles mesmos ´vezes, eles discutiam entre si. Alem disso, de- precisam saber as respostas a algumas pergun-moraram para aprender o valor de ser humil- ´ tas difıceis que as criancas talvez facam. Por ¸ ¸de. Ainda assim, Jesus continuou a mostrar ` ˆ exemplo, como responderia as seguintes per-paciencia e repetidas vezes falou da necessida- guntas: Por que Deus permite o sofrimento?de de humildade. (Marcos 9:33, 34; Lucas ´ ´ Qual e o proposito de Deus para a Terra? Onde9:46-48; 22:24, 25) Pais que imitam a Jesus ˜ ´ ˜ ˆ estao os mortos? As Testemunhas de Jeova te-continuarao a corrigir seus filhos com pacien- ˜ ´ ´ ˜ ˜ rao prazer em ajuda-lo a saber as respostas a es-cia e, se necessario, repetirao a mesma lic¸ ao ˆ ´ sas e a outras perguntas para que voce e sua fa-ate que eles entendam plenamente sua impor- ´ ˆ mılia possam se achegar a Deus. — Tiago 4:8.tancia.1 ´ 1 Para os filhos menores, os pais podem usar o livro 3. Ensinar pelo exemplo. E bom que os pais Aprenda do Grande Instrutor, que destaca os ensinos de Je- ˜ ´ ´ ´deem atenc¸ ao ao conselho do apostolo Paulo sus Cristo, ou o Meu Livro de Historias Bıblicas, que ensina ˜ ´ de maneira simples lic¸ oes importantes da Bıblia. Para os jo- 1 A palavra hebraica traduzida “inculcar” em Deutero- vens, os pais podem usar os livros Os Jovens Perguntam ˆ ´nomio 6:7 tem o sentido de repetir um ponto muitas vezes. — Respostas Praticas, Volumes 1 e 2. A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 9
    • ´ COMO TER UMA FAMILIA FELIZ ˆ Tratar o conjuge com respeito ´ Wilson1 diz: “Quando a Raquel esta chateada, ela chora por muito tempo. ˜ Se sentamos para conversar, ela fica irritada ou entao se fecha. Parece que ´ nada funciona. Minha vontade e desistir.” Raquel diz: “Quando o Wilson chegou em casa, eu estava chorando. Tentei ex- plicar por que estava chateada, mas ele me interrompeu, dizendo que o assun- ˜ ˜ ´ ´ to nao era tao serio e que eu devia deixar para la. Fiquei ainda mais chateada.” ´J A SE sentiu como Wilson ou Raquel? Os dois querem secomunicar, mas muitas vezes ˆficam frustrados. Por que? Os homens e as mulheres secomunicam de formas diferen- ˆ ´tes e tem suas proprias necessi-dades. Em geral, a mulher dese-ja falar sobre seus sentimentos ´abertamente e varias vezes. Poroutro lado, muitos homenstentam manter a paz, resolven- ´do logo os problemas e evitando assuntos falasse com ele”, diz Ana, casada ha oito anos. ˜ ˆ “Eu queria´ que ele usasse essa mesma empatiaespinhosos. Entao, como voce pode superar ˆ ´ ˆessas diferencas e se comunicar com seu con- ¸ comigo.” E provavel que voce ouca paciente- ¸ ´ mente e fale de modo respeitoso com seusjuge? Por trata-lo com respeito. ´ ´ ´ amigos e ate com estranhos. Mas sera que tem Uma pessoa respeitosa da valor aos outros e ˜ ˆtenta entender seus sentimentos. Desde crian- essa considerac¸ ao com seu conjuge? ˆ ˜ ´ca, voce aprendeu a respeitar quem tem mais ¸ O desrespeito cria tensao na famılia e leva a ˆ ˆ ˜ ´autoridade ou experiencia do que voce. Mas grandes discussoes. Um governante sabio dis- ´ ´ ˜no casamento o desafio e mostrar respeito por se: “Melhor e um pedaco de pao seco com paz ¸ ´ ˆ ˆ ´alguem que voce considera igual a voce — seu e tranquilidade do que uma casa onde ha ban- ´ ˆ quetes, e muitas brigas.” (Proverbios 17:1,conjuge. “Eu sabia que Felipe ouvia com pa- ˜ ´ ˆ ˜ Nova Versao Internacional) A Bıblia diz que ociencia e compreensao qualquer pessoa que marido deve tratar sua esposa com honra, ou ´ 1 Os nomes neste artigo foram mudados. respeito. (1 Pedro 3:7) “A esposa” tambem10 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ´ ˜“deve ter profundo respeito pelo seu marido”. com os ouvidos, mas tambem com o corac¸ ao. ´ ˆ— Efesios 5:33. Quando seu conjuge falar, tente entender seus ˆ ˆ Mas como voce pode se comunicar de ma- sentimentos. Pela forma como voce o escuta, ´ ´ ´ ˆneira respeitosa? Veja alguns conselhos prati- ele percebera ate que ponto voce o respeita ´ ´ — ou desrespeita.cos que a Bıblia da. ˆ Jesus nos ensinou como escutar. Por exem- Quando seu conjuge tem algo a dizer O desafio: Muitas pessoas gostam mais de plo, quando um homem doente se aproximou ˆ ´ ˜falar do que de ouvir. Voce e uma dessas pes- dele pedindo ajuda, Jesus nao resolveu o pro- ´ blema imediatamente. Primeiro, ele ouviu osoas? A Bıblia diz que quem “replica a um as- ´ ´ pedido do homem. Depois, deixou que aquilosunto antes de ouvi-lo” e tolo. (Proverbios ˜ ˜18:13) Portanto, antes de falar, escute. Por que ouviu tocasse seu corac¸ ao e entao o curou. ˆ ˆque? “Eu acho melhor quando meu marido (Marcos 1:40-42) Quando seu conjuge falar, ˜ siga esse exemplo. Lembre-se: provavelmentenao tenta resolver os problemas na hora”, diz ´ ˜ ´ ele ou ela esta precisando de empatia, nao deCarla, casada ha 26 anos. “Ele nem mesmo ˜ ´precisa concordar ou entender por que o pro- uma soluc¸ ao rapida. Por isso, ouca com aten- ¸ ´ ˜ ˆblema surgiu. So quero que me escute e reco- c¸ ao. Permita que as palavras de seu conjuge to- ˜ ´ ˜ ´nheca que meus sentimentos sao validos.” ¸ quem seu corac¸ ao. Depois, e so depois, tente ´ Por outro lado, alguns homens e mulheres ajuda-lo no que ele precisa. Agindo assim, ˜ ˜ ` ˆ ´nao gostam muito de conversar e nao ficam a voce mostrara que o respeita. ˆ ´vontade quando seu conjuge os pressiona a fa- TENTE O SEGUINTE: Na proxima vez que ´lar sobre seus sentimentos. Laura, recem-casa- ˆ ˆ ˜ seu conjuge comecar a conversar com voce, ¸da, descobriu que seu marido nao fala logo so- ` ˜ ˆ ˆ resista a tentac¸ ao de dizer algo na hora. Debre seus sentimentos. “Preciso ter paciencia”, tempo para que ele termine de falar e paradiz ela, “e esperar que ele se abra comigo”. ˆ ˜ ˆ ˆ que voce entenda o que ele falou. Mais tar- Uma soluc¸ ao: Se voce e seu conjuge precisa- ˆ ˆ de, fale com seu conjuge e pergunte: “Vocerem conversar sobre algo que pode causar di- ˜ acha que eu fui um bom ouvinte?”visao, puxe o assunto quando os dois estive-rem calmos e tranquilos. E o que fazer se seu ˆ ˆ ˜ Quando voce tem algo a dizerconjuge nao estiver muito disposto a conver- ´sar? Reconheca que “os pensamentos de uma ¸ O desafio: “Programas humorısticos na TV ˜ ´ ˆpessoa sao como agua em poco fundo, mas ¸ fazem parecer normal falar mal do conjuge e ´ ´ ´ ´quem e inteligente sabe como tira-los para ser grosseiro e sarcastico”, observa Ana, ja ´ ´ ˜ ´fora”. (Proverbios 20:5, Bıblia na Linguagem mencionada. Alguns sao criados em famılias ´ ´de Hoje) Se puxar muito rapido um balde de em que a linguagem desrespeitosa e comum. ˆ ´ ´um poco, voce vai perder muita agua. De ma- ¸ Mais tarde, quando se casam, acham difıcil ˆ ˜ ´ ´neira similar, se forcar seu conjuge a falar, ele ¸ evitar esse padrao em sua propria famılia. Ivo- ´ ˆ ´ ´podera ficar na defensiva e voce perdera a ne, que mora no Canada, diz: “Cresci num ´ ambiente em que o sarcasmo, gritaria e insul-oportunidade de ajuda-lo a se abrir. O melhor ´ tos eram coisas normais.”e fazer perguntas de forma gentil e respeitosa, ˆ ˜ ˜ ˆe ser paciente se seu conjuge nao falar de seus Uma soluc¸ ao: Quando voce falar com ou- ˜ ´ ˆ ˆsentimentos tao rapido quanto voce gostaria. tros sobre seu conjuge, transmita o que for ´ ˜ Quando ele resolver falar, seja “rapido no bom “para a edificac¸ ao, conforme a necessida-ouvir, vagaroso no falar, vagaroso no furor”. de, para que confira aos ouvintes aquilo que ˜ ´ ´ ´ ´(Tiago 1:19) Um bom ouvinte escuta nao so e favoravel”. (Efesios 4:29) Passe uma boa A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 11
    • ˜ ˆ ´ `impressao de seu conjuge pela forma como Felipe e que ele se preocupa menos que eu. As ˆvoce fala sobre ele. vezes, ele consegue ficar tranquilo ao passo ˆ ´ que eu fico preocupada, e acabo ficando zan- Mesmo quando voce esta sozinho com seu ˆ ` ˜ ˜ ´conjuge, resista a tentac¸ ao de usar sarcasmo gada porque parece que ele nao da tanta im- ˆou insultos. No Israel antigo, Mical ficou fu- portancia ao assunto quanto eu.” ˜riosa com seu marido, o Rei Davi. Ela foi sar- Uma soluc¸ ao: Aceitem um ao outro como ´ ˆ ˜castica e disse que ele tinha agido “como voces sao. Respeitem suas diferencas. Para ilus- ¸um homem vulgar”. Suas palavras ofende- trar: Seus olhos funcionam de forma diferente ´ dos ouvidos; mesmo assim, eles cooperam en-ram Davi, mas tambem desagradaram a Deus. ˜ ˆ(2 Samuel 6:20-23, NVI) Que lic¸ ao aprende- tre si e, por isso, voce consegue atravessar uma ˆ ˆ ´ ´mos? Quando voce conversar com seu conju- rua em seguranca. Adriana, que e casada ha ¸ ˆ ´ge, escolha as palavras com cuidado. (Colos- quase tres decadas, diz: “Desde que nossos ´ ˜senses 4:6; nota) Felipe, casado ha oito anos, pontos de vista nao violem a Palavra de Deus, ˆ ˜admite que ele e sua esposa ainda tem desen- eu e meu marido nao nos importamos em ter ` ˜tendimentos. Ele notou que as vezes o que ele opinioes diferentes. Afinal, somos casados, ˜ ˜diz piora a situac¸ ao. “Percebi que ‘ganhar’ nao clonados.” ˜ ˜ ˆ ˜uma discussao na verdade nao compensa. Quando seu conjuge tem uma opiniao ou ´ ´ ´ ˜ ˜Acho que e muito mais satisfatorio e benefico reac¸ ao diferente da sua, nao se concentre ape- ´fortalecer nosso relacionamento.” nas em seus proprios interesses. Leve em con- ´ ˆ Uma viuva idosa nos tempos antigos incen- ta os sentimentos de seu conjuge. (Filipensestivou suas noras a achar “um lugar de descan- 2:4) Eduardo, marido de Adriana, admite: “Eu ˜so, cada uma na casa de seu esposo”. (Rute 1:9) nem sempre entendo as opinioes de minha es-Quando o marido e a esposa dignificam um posa ou concordo com ela. Mas procuro lem-ao outro, eles fazem com que seu lar seja “um brar que a amo muito mais do que amo minha ˜ ´ ´lugar de descanso”. opiniao. Quando ela esta feliz, eu tambem es- tou.”TENTE O SEGUINTE: Reserve tempo para ˆ ˜ TENTE O SEGUINTE: Numa lista, escrevaanalisar com seu conjuge sugestoes deste ´ exemplos em que o ponto de vista de seusubtopico. Pergunte: “Quando eu falo com ˆ ˆ ´ ˆ conjuge ou o modo de ele lidar com situa-voce em publico, voce se sente respeitado ˜ ˜ou desprezado? O que posso fazer para me- c¸ oes sao superiores aos seus. — Filipenses ˜ ` 2:3.lhorar?” Ouca com atenc¸ ao a medida que ¸ ˆ ´seu conjuge expressa seus sentimentos. O respeito e uma das chaves para um casa- ˜Tente aplicar as sugestoes dele. mento feliz e duradouro. “O respeito promove a alegria e a seguranca no casamento”, diz ¸ ˆ Aceite as diferencas de seu conjuge ¸ Ana. “Realmente, vale a pena cultivar o respei- ´ O desafio: Alguns recem-casados entendem to.” ˜ ´erroneamente que a expressao usada na Bıblia ´“uma so carne” significa que o casal precisa PERGUNTE-SE . . . ˜ ˆter a mesma opiniao e personalidade. (Mateus ˇ Como o fato de meu conjuge ser dife- ´ ´19:5) Mas eles logo descobrem que essa ideia e rente de mim enriqueceu nossa famılia? ´ ` ˆirrealista. Depois de algum tempo casados, as ˜ ˇ Por que e bom ceder as preferencias de ˆ ˜diferencas muitas vezes levam a discussoes. ¸ meu conjuge sempre que nao estiver en- ´ ´Ana diz: “Uma grande diferenca entre mim e ¸ volvido nenhum princıpio bıblico?12 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ACHEGUE-SE A DEUS ´Ele se lembra de que “somos po” ´“E U ACHAVA que Jeova nunca me perdoaria com- pletamente e que eu carregaria este peso pelo resto da vida.” Era assim que se sentia uma crista a ˜ bia como se sente um pai amoroso. Um pai assim ˜ se sente movido a mostrar compaixao pelos filhos, ˜ especialmente quando estao sofrendo. Davi nos ´ respeito de seus erros passados. Sem duvida, uma garante que nosso amoroso Pai celestial mostra mi- ˆ ´ ´ ´ consciencia culpada e um fardo pesado. Mas a Bı- sericordia a seus filhos na Terra, em especial quan- ´ ˜ ´ blia da consolo que pode aliviar a dor de pecado- do o corac¸ ao arrependido deles esta “quebrantado res arrependidos. Veja o que Davi disse no Sal- e esmagado” por causa de seus pecados. — Salmo mo 103:8-14. 51:17. ´ ´ ˆ ˜ Davi sabia que “Jeova e misericordioso” e que Depois dessas tres comparac¸ oes, Davi revela por ˜ ´ ´ ´ ´ ele “nao ralhara para sempre”. (Versıculos 8-10) que Jeova mostra misericordia a humanos imper- ´ ´ ˜ Quando ha margem para mostrar misericordia, feitos: “Ele mesmo conhece bem a nossa formacao, ¸ ´ ´ ´ Deus faz isso de forma plena e sem reservas. Davi, lembra-se de que somos po.” (Versıculo 14) Jeova ˆ ˜ um poeta expressivo, usou tres belas comparac¸ oes ´ “Estou comecando a achar que ¸ para mostrar o amplo alcance da misericordia de Deus. realmente posso me achegar mais a ´ ˜ ´ ´ “Assim como os ceus sao mais altos do que a ter- Jeova. E como se um peso tivesse sido ˆ ´ tirado de meus ombros” ra, sua benevolencia e superior para com os que o ´ ˜ temem.” (Versıculo 11) Ao olhar para cima, nao ´ ˆ sabe que fomos feitos do po, tendo fragilidades e li- conseguimos nem imaginar a grande distancia en- ˜ ´ mitac¸ oes. Levando em conta nossa natureza peca- tre os ceus estrelados e a Terra. Assim, Davi nos aju- ´ ´ ´ minosa, ele esta “pronto a perdoar” — desde que da a ver a magnitude da misericordia de Jeova, ´ nos arrependamos sinceramente. — Salmo 86:5. uma faceta de seu amor leal. Essa misericordia be- ´ ´ ˆ As palavras de Davi sobre a misericordia de Jeova neficia os ‘que temem’ a Deus — os que tem “uma ˜ ´ ˆ tocaram seu corac¸ ao? A mulher citada no inıcio reverencia humilde e sincera por sua autoridade”, ´ ˜ diz um erudito. pesquisou o que a Bıblia diz sobre a prontidao de ˜ ´ ˜ Deus em perdoar e disse: “Estou comecando a ¸ “Tao longe como o nascente e do poente, tao lon- ˆ ´ ˜ ´ achar que realmente posso me achegar mais a ge pos de nos as nossas transgressoes.” (Versıcu- ´ ´ ˜ Jeova. E como se um peso tivesse sido tirado de lo 12) Outras traduc¸ oes dizem: “Como o Oriente ´ ˆ ´ meus ombros.”1 Que tal aprender mais sobre a mi- esta longe do Ocidente.” Que distancia e essa? O ´ ˆ mais longe que podemos imaginar. Uma obra de sericordia de Deus e descobrir como recebe-la? Tal- ˆ ´ ˆ ´ referencia bıblica diz: “Voe o mais longe que as vez voce tambem sinta como se um peso fosse tira- ˜ ´ do de seus ombros. asas da imaginac¸ ao conseguirem leva-lo e, se voar ˜ ´ ´ em direc¸ ao ao Oriente, o Ocidente ficara cada vez 1 Veja o capıtulo 26 “Um Deus ‘pronto a perdoar’ ” no ´ mais longe a cada bater de suas asas.” Aqui Davi livro Achegue-se a Jeova, publicado pelas Testemunhas de ´ ´ Jeova. esta dizendo que, quando Deus perdoa nossos pe- ˜ ´ cados, ele os coloca tao longe de nos que nem con- ˆ ˜ ´ seguimos imaginar a distancia. SUGESTAO DE LEITURA DA BIBLIA ´ “Assim como o pai e misericordioso para com os PARA AGOSTO: ´ seus filhos, Jeova tem sido misericordioso para com ˛ Salmos 87-118 ´ os que o temem.” (Versıculo 13) Por ser pai, Davi sa- A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 13
    • ENSINE SEUS FILHOS Por que Dorcas era amada ˆ T ODOS querem ser amados. Voce tam- ´ ´ bem quer? —1 A Bıblia fala de Dorcas, uma mulher amada por muitas pessoas. ´ Dorcas morava em Jope, uma cidade pro- ˆ ´ xima do mar Mediterraneo. Jerusalem fica- ˆ va a apenas uns 55 quilometros mais para o ´ interior. Dorcas foi uma das primeiras discı- pulas de Jesus. ˆ ˜ Por que voce acha que Dorcas era tao ´ amada? — A Bıblia diz que ela fazia muitas ` coisas boas e dava bons presentes as pes- soas. Pelo visto, ela fazia belas roupas para ´ as viuvas, ou seja, mulheres que tinham per- ´ dido o marido na morte. Ela tambem falava com muitas pessoas a respeito do Deus ver- ´ dadeiro, Jeova, assim como Jesus havia feito. ˆ Voce sabe o que aconteceu de ruim com Dorcas? — Ela ficou muito doente e morreu. Todos os seus amigos ficaram muito tristes. ˆ ˜ 1 Caso voce esteja lendo para uma crianca, o travessao serve ¸ como lembrete para dar uma pausa na leitura e incentivar a crianca a se expressar. ¸14
    • Por isso, pediram que algumas pessoas fos-sem procurar Pedro, que estava a cerca de ˆ15 quilometros dali. Quando o encontra- ´ram, pediram para ele ir rapido. Ao chegar, ´Pedro foi ate o andar superior onde Dorcasestava. Todas as mulheres choravam e lhemostraram as roupas que Dorcas havia feitopara elas. ˜ ´ Entao, Pedro pediu que todos saıssem do ´quarto. Ele e outros apostolos tinham reali-zado milagres antes, mas nunca haviam fei- ´ ` ˆto alguem morto voltar a vida. O que voceacha que Pedro fez depois? — Pedro se ajoelhou perto de Dorcas e orou ´a Jeova. A seguir, ele disse para Dorcas acor-dar. E Dorcas acordou mesmo! Pedro deu ˜ ˜entao a mao a ela e a ajudou a se levantar. ´ ´Daı chamou as viuvas e os outros para que ˆ ´pudessem ve-la. Da para imaginar a ale-gria que todos sentiram? — Vejamos agora o que podemos aprender ´ ˜dessa historia sobre a ressurreic¸ ao de Dor- ˆcas. Se voce ajudar outras pessoas, muitas ˜ ˆ ´delas vao amar voce tambem. Mas o mais ´ ˆ ´importante e que voce sera lembrado e ´amado por Deus. Ele nunca se esquecera ˆdas boas coisas que voce faz para as pes- ´soas. E ele o recompensara com vida eternaem seu novo mundo justo. ´LEIA EM SUA BIBLIAAtos 9:36-43 ˜Revelac¸ ao (Apocalipse) 21:3-5
    • APRENDA DA PALAVRA DE DEUS ˆ Este artigo considera algumas perguntasComo voce ˆ que voce talvez tenha e mostra onde ´ encontrar as respostas em sua Bıblia.pode identificar ´ ˜ As Testemunhas de Jeova terao prazer ˜ ˆ em analisar essas respostas com voce.a adorac¸ ao verdadeira? ˜1. Existe apenas uma religiaoverdadeira? ˜ Jesus ensinou apenas uma religiao a seus seguido- ´res: a verdadeira. Ela e como uma estrada que con- `duz a vida. Sobre essa estrada, Jesus disse: ‘Poucos ˜ ´sao os que a acham.’ (Mateus 7:14) Deus so aceita a ˜adorac¸ ao baseada em sua Palavra da verdade. Todos ˜ ´os adoradores verdadeiros estao unidos em uma so ´ ˜ ´fe. — Leia Joao 4:23, 24; 14:6; Efesios 4:4, 5. ˜ 2. Por que tantas religioes afirmam ˜ ser cristas? Os falsos profetas corrompem o cristianismo e o ´ usam em interesse proprio. Como Jesus predisse, eles se apresentam como suas “ovelhas”, mas agem como lobos vorazes. (Mateus 7:13-15, 21, 23) O fal- so cristianismo se desenvolveu especialmente de- ´ pois da morte dos apostolos de Jesus. — Leia Atos 20:29, 30. “Eles declaram publicamente que conhecem a Deus, mas repudiam-no pelas suas obras.” — Tito 1:16 ˜ ´ ˜3. Quais sao algumas caracterısticas que diferenciam a adoracao ¸verdadeira da falsa? ´ ˜ Os adoradores verdadeiros respeitam a Bı- A religiao verdadeira honra o nome de Deus, ´blia como a Palavra de Deus. Eles se esforcam ¸ Jeova. Jesus tornou conhecido o nome de ´para viver de acordo com os princıpios dela. Deus. Ele ajudou as pessoas a conhecer a Deus ˜ ´Portanto, a religiao verdadeira e diferente da e as ensinou a orar para que o nome de Deus ˜ ˆreligiao que se baseia em ideias humanas. fosse santificado. (Mateus 6:9) Onde voce ˜(Mateus 15:7-9) Os adoradores verdadeiros mora, que religiao incentiva o uso do nome de ˜ ˜nao pregam uma coisa e praticam outra. Deus? — Leia Joao 17:26; Romanos 10:13, 14. ˜ ´— Leia Joao 17:17; 2 Timoteo 3:16, 17.
    • ˆ4. Como voce pode identificar osadoradores verdadeiros? ˜ Os cristaos verdadeiros pregam o Reino de Deus.Jesus foi enviado por seu Pai para pregar o Reino. O ´ ´Reino de Deus e a unica esperanca para a humani- ¸ ´dade. Jesus falou sobre isso ate o dia de sua morte.(Lucas 4:43; 8:1; 23:42, 43) Ele ordenou que seus se- ´guidores pregassem o Reino de Deus. Se alguem ` ˆvier a sua casa falar com voce sobre o Reino de Deus, ˜ ´ ´a que religiao e provavel que essa pessoa pertenca? ¸— Leia Mateus 10:7; 24:14. ˜ O seguidores de Jesus nao fazem parte deste mun- ˜ ´do perverso. Eles nao se envolvem em assuntos polı- ˜ ´ticos nem em conflitos sociais. (Joao 17:16) Alem ˜ ´disso, nao imitam as praticas e as atitudes prejudi-ciais deste mundo. — Leia Tiago 1:27; 4:4. ´ 5. Qual e a marca principal do verdadeiro cristianismo? ˜ Os cristaos verdadeiros se destacam pelo amor ˆ que tem uns pelos outros. Eles aprenderam na Pala- vra de Deus a respeitar as pessoas de todos os gru- ´ ˜ ´ pos etnicos. A religiao falsa muitas vezes da forte ` ˜ apoio as guerras das nac¸ oes, mas os adoradores verdadeiros se negam a fazer isso. (Miqueias 4:1-4) ´ ˜ Pelo contrario, os membros da religiao verdadeira ´ usam de forma altruısta seu tempo e seus recursos ˜ para ajudar e encorajar outros. — Leia Joao 13:34, ˜ 35; 1 Joao 4:20, 21. ´ ˆ Como grupo, as Testemunhas de Jeova tem mos- ´ trado que baseiam todos os seus ensinos na Bıblia, honram o nome de Deus e proclamam o Seu Reino ´ como a unica esperanca para a humanidade. Elas ¸ ˜ ˜ praticam o amor e nao apoiam a guerra. — 1 Joao 3:10-12. ˜ ´ O QUE 17 Para mais informac¸ oes, veja o capıtulo 15 deste livro, ´ ´ A BIBLIA publicado pelas Testemunhas de Jeova. Realmente ENSINA?
    • ´ A BIBLIA MUDA A VIDA DAS PESSOAS ´ ` POR QUE um homem que era polıgamo e que se opunha as Testemunhas ´ de Jeova decidiu se tornar uma delas? O que motivou um pastor da Igreja ˜ Pentecostal a mudar de religiao? O que ajudou uma mulher que teve uma ˜ ´ criac¸ ao conturbada a superar sua falta de amor-proprio e se achegar a Deus? ˜ Por que um fa de heavy metal se tornou ministro religioso? Para saber as respostas, leia os relatos a seguir. ´ COMO A BIBLIA MUDOU ˜ MINHA VIDA: A revoluc¸ ao ‘Eu me tornei um terminou em 1990. Para mi- marido melhor.’ nha surpresa, logo aparece- ´ ram missionarios das Teste- — RIGOBERT HOUETO ´ munhas de Jeova. Comecei a achar que talvez Deus estives- se com esse povo. Por volta da- ´ quela epoca, mudei de empre- go. Um de meus colegas deANO DE NASCIMENTO: 1941 ´ trabalho era Testemunha dePAIS DE ORIGEM: BENIN ´ ˜ ´ ´ Jeova. Ele nao perdeu tempoHISTORICO: POLIGAMO, OPOSITOR `AS TESTEMUNHAS DE JEOVA ´ e comecou a falar comigo so- ¸ bre suas crencas. Mostrou-me ¸ ´ alguns textos na Bıblia que ´ ´ dizem que Jeova e um DeusMEU PASSADO: Sou de Cotonou, de amor e justica. (Deutero- ¸uma cidade grande do Benin. Fui ˆ ˜ nomio 32:4; 1 Joao 4:8) Es- ´ ˜ ´criado como catolico, mas nao ia sas qualidades me atraıram. Eu ` ˜ ´muito a igreja. Na regiao onde eu morava, mui- queria aprender mais sobre Jeova, por isso ´ ´ ´tos catolicos tinham varias esposas porque na- aceitei a oferta de um estudo da Bıblia. ´quela epoca a poligamia era legalizada. Com o Em pouco tempo, comecei a frequentar astempo, me casei com quatro mulheres. ˜ ´ reunioes das Testemunhas de Jeova. Fiquei im- ˜ ´ Quando irrompeu uma revoluc¸ ao nos anos pressionado com o amor genuıno que vi ali ´ ˜ ˜70, achei que isso seria bom para o meu paıs. — nao havia distinc¸ ao de raca nem de classe so- ¸ ˜ cial. Quanto mais eu me associava com as Tes-Apoiei totalmente a revoluc¸ ao e me envolvi na ´ ´ ˜ ´polıtica. Os revolucionarios nao gostavam das temunhas de Jeova, mais claro ficava que ´ elas eram os seguidores verdadeiros de Jesus.Testemunhas de Jeova porque elas se manti- ˜nham neutras. Eu era um dos que as perse- — Joao 13:35. ´ ´guiam. Quando os missionarios das Testemu- Percebi que, se quisesse servir a Jeova, preci- ´ ´ ´ ˜nhas de Jeova foram expulsos do paıs em 1976, sava deixar a Igreja Catolica. Isso nao era nada ´eu tinha certeza de que eles nunca mais volta- facil porque eu me preocupava com o que asriam. pessoas iam pensar. Depois de muito tempo e18 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ´ ´com a ajuda de Jeova, criei coragem e saı da COMO FUI BENEFICIADO: Embora minha ´Igreja. esposa continue a ser catolica, ela respeita ˜ ´ Havia ainda outra grande mudanca que eu ¸ minha decisao de servir a Jeova. Tanto ela ´ ˜ como eu achamos que me tornei um maridotinha de fazer. Aprendi na Bıblia que Deus nao ˆ melhor.aprova a poligamia. (Genesis 2:18-24; Mateus19:4-6) Para ele, apenas o meu primeiro casa- Eu pensava que podia melhorar minha co- ´ ´mento era valido. Assim, registrei legalmente munidade por meio da polıtica, mas esses es- ˜esse casamento e dispensei minhas outras es- forcos foram em vao. Hoje vejo que o Reino de ¸ ˆ ´ ´ ˜posas, tomando providencias para que suas ne- Deus e a unica soluc¸ ao para os problemas dacessidades materiais fossem supridas. Com o humanidade. (Mateus 6:9, 10) Sou muito grato ´tempo, duas delas se tornaram Testemunhas a Jeova por me mostrar como ter uma vida real- ´de Jeova. mente feliz. bem conhecido na comunida- ˜ ´ de. Mas, com o tempo, percebi ‘Nao foi facil ˜ que a igreja nao estava preo- fazer mudancas.’ ¸ cupada com o bem-estar de seus membros — e menos ain- — ALEX LEMOS SILVA da em dar honra a Deus. O ´ unico interesse dela era anga- riar fundos. Decidi deixar essa ˜ religiao.ANO DE NASCIMENTO: 1977 ´ COMO A BIBLIA MUDOU ´PAIS DE ORIGEM: BRASIL ´ MINHA VIDA: Quando co-HISTORICO: PASTOR PENTECOSTAL ´ mecei a estudar a Bıblia com ´ as Testemunhas de Jeova, logo vi que elas eram diferentes das pessoas de outras reli- ˜MEU PASSADO: Cresci na periferia gioes. Duas coisas me chama- ˜ ˜de Itu, no Estado de Sao Paulo. Essa parte da ram muito a atenc¸ ao. Primeiro, as Testemu- ´ ´ ˜cidade era conhecida por seu alto ındice de nhas de Jeova nao ficam apenas falando sobrecriminalidade. ´ amar a Deus e ao proximo; elas mostram isso ˜ ˜ ´ Eu era extremamente violento e imoral. em ac¸ oes. Segundo, nao se envolvem na polı- ´ ´ ´Alem disso, estava envolvido em trafico de tica e nas guerras. (Isaıas 2:4) Esses dois fatoresdrogas. Com o tempo, me dei conta de que me convenceram de que havia encontrado a ˜esse tipo de vida ia me levar ou para a cadeia religiao verdadeira — a estrada apertada que ´ ˜ ´ `ou para o cemiterio. Entao saı dessa vida, en- conduz a vida eterna. — Mateus 7:13, 14.trei para a Igreja Pentecostal e acabei me tor- Percebi que para agradar a Deus eu teria denando pastor. fazer grandes mudancas na vida. Precisava ¸ ˜ ` ´ Achei que poderia ajudar as pessoas com dar mais atenc¸ ao a minha famılia. Precisava ´ ´ ˜ ´meu ministerio na igreja. Eu ate tinha ser mais humilde. Nao foi facil fazer essas ´ ´um programa religioso na radio, e fiquei mudancas, mas com a ajuda de Jeova, eu ¸ A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 19
    • ´ ´consegui. Minha esposa, que ja estudava a Bı- sa estamos muito felizes por termos ajudadoblia, ficou impressionada com as mudancas ¸ ˆ ´ nossos tres filhos a cultivar uma amizade ınti- ´ ´ ´que eu fiz e, por isso, fez rapido progresso es- ma com Jeova. Somos uma famılia feliz. Agra- ´ ´ ´ `piritual. Em pouco tempo, tınhamos certeza deco a Jeova por ter me atraıdo a verdade ¸ ´ ´de que querıamos nos tornar Testemunhas de encontrada em sua Palavra, a Bıblia. Ela real- ´Jeova. Fomos batizados no mesmo dia. mente muda a vida das pessoas! Eu sou provaCOMO FUI BENEFICIADO: Eu e minha espo- disso. vez, aconteceu algo comigo que me deixou muito assusta- “Eu me sinto da. Fiquei um tempo no apar- limpa, viva tamento do dono de uma boa- te. Uma noite, dois homens e realizada.” ´ foram visita-lo. Ele me man- dou para o quarto, mas pude — VICTORIA TONG ouvir a conversa deles. O dono da boate ia me vender paraANO DE NASCIMENTO: 1957 aqueles homens. Eles iam me ´ ´ esconder num navio carguei-PAIS DE ORIGEM: AUSTRALIA ˜ ´ ˆ ro e me levar para o Japao paraHISTORICO: INFANCIA CONTURBADA trabalhar num bar. Entrei em ˆ panico, pulei da sacada e corri em busca de ajuda.MEU PASSADO: Cresci em New- Encontrei um homem quecastle, Nova Gales do Sul. Sou a estava em Sydney de passa- ´ ˜mais velha de sete filhos. Meu pai era alcoola- gem e expliquei minha situac¸ ao, esperando ˜tra, e tanto ele como minha mae eram violen- que ele me desse algum dinheiro. Em vez dis- ˜ ´tos. Minha mae me maltratava de forma fısica so, ele me convidou para ir ao lugar onde esta-e verbal. Ela sempre me dizia que eu era va hospedado para eu tomar um banho e co- ´ma e que eu seria atormentada num inferno mer alguma coisa. No fim das contas, nuncade fogo. Essas ameacas me deixavam apavo- ¸ mais o deixei. Um ano mais tarde, nos casa-rada. mos. ´ ´ Por causa dos maus-tratos fısicos, muitas ve- COMO A BIBLIA MUDOU MINHA VIDA:zes eu perdia as aulas. Aos 11 anos, fui tirada de ´ Quando comecei a estudar a Bıblia com as Tes-meus pais e colocada primeiro numa institui- ´ ´ ˜ temunhas de Jeova, passei por uma serie dec¸ ao governamental e depois num convento. ˜ ˜ emoc¸ oes. Fiquei com raiva ao saber que Sata-Quando fiz 14 anos, fugi do convento. Eu nao ´ ´ nas e quem causa o mal; eu tinha aprendidoqueria voltar para casa, por isso fiquei moran- ´ ´ que e Deus quem nos faz sofrer. Tambem sentido nas ruas de Kings Cross, periferia de Sydney. ´ ˜ muito alıvio quando soube que ele nao pune Nas ruas, acabei me envolvendo com dro- as pessoas num inferno de fogo, um ensino ´ ˜gas, alcool, pornografia e prostituic¸ ao. Certa que tinha me apavorado a vida toda.20 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ˜ Fiquei impressionada de ver como as Teste- diz: “Vinde, pois, e resolvamos as questoes en- ´ ´munhas de Jeova baseiam todas as suas deci- tre nos. . . . Embora os vossos pecados se mos- ˜ ´ ´ ˜soes na Bıblia. Elas vivem a sua fe. Eu era uma trem como escarlate, serao tornados brancos ´ ˜ ´pessoa difıcil, mas nao importava o que eu di- como a neve.” Parecia que Jeova estava dizen- ´ ˜zia ou fazia, as Testemunhas de Jeova me trata- do: “Vicky, Vicky, vamos resolver as questoes ´ ˆvam com amor e respeito. entre nos. Eu conheco voce, conheco seus pe- ¸ ¸ ˜ ˆ Minha maior luta foi contra sentimentos de cados, conheco seu corac¸ ao — e amo voce.” ¸ ˜ ˜inutilidade. Eu tinha verdadeira aversao a mim Nao consegui dormir aquela noite. Eu ainda ´mesma, e esses sentimentos persistiram por duvidava que Jeova podia me amar, mas come- ´muito tempo, mesmo depois de eu ter sido ba- cei a pensar no sacrifıcio resgatador de Jesus. ´ ´tizada como Testemunha de Jeova. Eu sabia De repente, me dei conta de que Jeova tinha ´ sido paciente comigo por tanto tempo, mos-que amava a Jeova, mas tinha certeza que ele ´ trando de muitas maneiras que me amava. Masjamais poderia amar alguem como eu. Uma grande mudanca no meu modo de ¸ na verdade eu estava dizendo a ele: “O seu ˜ ´pensar aconteceu uns 15 anos depois de meu amor nao e grande o bastante para me alcan- ˜ ´ ˜ ´batismo. Num discurso no Salao do Reino das car. O sacrifıcio de seu Filho nao e suficiente ¸ ´ para cobrir meus pecados.” Era como se eu es-Testemunhas de Jeova, o orador citou Tiago ´ ´ ´ tivesse devolvendo o sacrifıcio para Jeova. Mas1:23, 24. Esses versıculos comparam a Palavra ´de Deus a um espelho no qual podemos nos agora, finalmente, por meditar nessa dadiva ´ ˆ do resgate, comecei a me sentir amada porver da maneira como Jeova nos ve. Fiquei pen- ´sando se o que eu via em mim mesma era dife- Jeova. ´ ´ ˜rente do que Jeova via. A princıpio, nao aceitei COMO FUI BENEFICIADA: Eu me sinto lim-essa possibilidade. Ainda achava que esperar pa, viva e realizada. Meu casamento melhorou ´ ´que Jeova me amasse era querer demais. e tenho alegria de poder usar minha historia Alguns dias mais tarde, li um texto que mu- de vida para ajudar outros. Estou cada vez mais ´ ´ ´dou minha vida. Era Isaıas 1:18, onde Jeova perto de Jeova. MEU PASSADO: Nasci em ` Votkinsk, cidade natal do fa- “Foi a resposta a ˜ moso compositor Tchaikovski. ´ minha oracao.” ¸ Nossa famılia era pobre. Meu pai tinha muitas qualidades, — SERGEY BOTANKIN ´ mas era alcoolatra. Por isso, o ambiente em casa era sempre tenso. ˜ Eu nao era um aluno muitoANO DE NASCIMENTO: 1974 bom e, com o passar dos anos, ´ ´ desenvolvi um complexo dePAIS DE ORIGEM: RUSSIA inferioridade. Tornei-me uma ´ ˜HISTORICO: FA DE HEAVY METAL pessoa reservada e desconfia- da. Achava muito estressante ` ir a escola. Quando tinha de 21
    • apresentar um trabalho, por exemplo, muitas trasse como a minha vida poderia ter mais sen- ˜ ˜ ´vezes eu nao conseguia explicar nem mesmo tido. Durante aquela orac¸ ao, senti um alıvioideias simples que conseguia expressar em ou- impressionante. Mais impressionante ainda foi ˜ ´ ´tras ocasioes. Quando concluı a oitava serie, o que aconteceu a seguir. Apenas duas horas ´ ´ ´ `meu historico escolar dizia: “Vocabulario limi- mais tarde, uma Testemunha de Jeova bateu a ´tado, incapaz de expressar seus pensamentos.” minha porta e me ofereceu um estudo da Bı- `Essas palavras me deixaram arrasado e fizeram blia. Acredito que isso foi a resposta a minha ´ ˜com que eu me sentisse ainda mais inutil. Co- orac¸ ao. Aquele foi o primeiro dia de uma vidamecei a questionar o objetivo da minha vida. nova e feliz para mim. ˆ ´ ´ Na adolescencia, comecei a beber. No inıcio, COMO A BIBLIA MUDOU MINHA VIDA:a bebida me fazia sentir bem. Mas quando eu ´ ˆ Embora fosse muito difıcil, joguei fora tudobebia muito, ficava com a consciencia pesada. que estava relacionado ao heavy metal. AindaMinha vida parecia sem sentido. Fiquei ainda ´ ` assim, durante muito tempo, aquelas musicasmais deprimido, e as vezes ficava dias sem sair ˜ ´ ´ nao saıam da minha cabeca. Quando eu passa- ¸de casa. Comecei a pensar em suicıdio. va perto de um lugar onde estava tocando esse Quando fiz 20 anos, surgiu algo que aliviou ´ tipo de musica, na hora me lembrava de meu ˜ ˜a minha situac¸ ao, mas apenas por pouco tem- passado. Nao queria misturar aquelas lem- ´ ´po. Descobri a musica heavy metal. Eu me sen- brancas desagradaveis com tudo de bom que ¸ ´tia energizado por essa musica e procurei co- estava se arraigando em minha mente e cora- ´ ˜nhecer outras pessoas que tambem gostavam c¸ ao. Assim, eu procurava evitar esses lugares. Edela. Deixei meu cabelo crescer, furei as ore- quando me sentia tentado a ficar pensando no ´ passado, eu orava fervorosamente. Fazer issolhas e me vestia como os musicos que eu admi-rava. Com o tempo, me tornei uma pessoa me ajudou a sentir “a paz de Deus, que excede ´ todo pensamento”. — Filipenses 4:7.irresponsavel e agressiva, sempre discutindo ´ ´ ˜com minha famılia. Ao estudar a Bıblia, aprendi que os cristaos ˆ ˜ ´ Pensei que ouvir heavy metal me faria feliz, tem a obrigac¸ ao de falar de sua fe a outros. (Ma-mas aconteceu exatamente o oposto. Eu estava teus 28:19, 20) Sinceramente, eu achava queme tornando uma outra pessoa. E quando fi- nunca faria isso. Ao mesmo tempo, as coisasquei sabendo algumas coisas ruins sobre os novas que eu estava aprendendo me davam ´ ´ grande alegria e paz interior. Eu sabia que ou-ıdolos que eu admirava me senti traıdo. ´ ´ De novo, comecei a pensar em suicıdio tras pessoas tambem precisavam aprender es- ´ sas verdades. Apesar de meu medo, comecei a— dessa vez seriamente. A unica coisa que meimpedia era imaginar como isso afetaria mi- falar a outros sobre o que eu estava aprenden- ˜ do. Para minha grande surpresa, falar com asnha mae. Ela me amava muito e tinha feito ´ ˜ pessoas sobre a Bıblia aumentou minha au-muita coisa por mim. Essa situac¸ ao era uma ´ ˜ toestima. Tambem fortaleceu essas novas cren-tortura. Eu nao queria continuar vivendo, mas ˜ ˜ cas em meu corac¸ ao. ¸nao podia acabar com a minha vida. ´ Para me distrair, comecei a ler literatura clas- COMO FUI BENEFICIADO: Atualmente, sou ´ ´ ´sica russa. Uma historia falava de um heroi que casado e feliz. Tive a alegria de ajudar variasservia numa igreja. De repente, senti um forte ´ pessoas a aprender a verdade da Bıblia, incluin-desejo de fazer algo por Deus e por outras pes- ˜ ˜ do minha irma e minha mae. Servir a Deus e ˜ ˜soas. Derramei meu corac¸ ao a ele em orac¸ ao. ajudar outros a aprender sobre ele deu verda- `Eu nunca tinha feito isso. Pedi que ele me mos- deiro sentido a minha vida.22 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ˆ VOCE SABIA? ´O que Jesus quis dizer quando falou a Saulo: “Duro te e persistir ´em dar pontapes contra as aguilhadas”? — Atos 26:14. ´ ˜ˇ Nos tempos bıblicos, os agricultores figurado. Por exemplo, o Rei Salomao ´usavam aguilhadas para conduzir os escreveu que as palavras do sabio po- ˜animais de trac¸ ao enquanto aravam. A dem ser “como aguilhadas”, incenti- ˜aguilhada era uma vara comprida, tal- vando um amigo a tomar a decisao cer-vez de uns 2,5 metros. Em uma das ta. — Eclesiastes 12:11. ˜ ´pontas havia um ferrao metalico. Caso O ressuscitado Jesus fez uso dessa fi-o animal se jogasse contra a aguilhada, gura de linguagem. Ele aconselhou ˜ele se machucaria. Na outra ponta, Saulo, que perseguia os cristaos, a pa- ˆ ´muitas vezes havia uma lamina seme- rar de “dar pontapes contra as aguilha- ˜lhante a uma talhadeira, que podia ser das”. Essa expressao faz lembrar um `usada para remover lama, barro ou ve- animal teimoso que resiste as cutuca- ˜getac¸ ao da relha de arado. ` das da aguilhada de seu dono. Sabia- As vezes, as aguilhadas eram usadas mente, Saulo reagiu bem ao conselhocomo armas. O juiz e guerreiro israelita de Jesus e mudou sua vida, tornando- ´Sangar matou 600 filisteus “com uma se o apostolo Paulo. ´aguilhada de gado”. — Juızes 3:31. ´ As Escrituras tambem mencionam ´esse implemento agrıcola em sentido ´ `Como os judeus do primeiro seculo marcavam as horas a noite? ´ˇ Os judeus do primeiro seculo EC po- Como funcionava a clepsidra? A ´ ´diam usar um relogio solar para medir agua escoava de um recipiente para ´a passagem do tempo num dia claro. outro atraves de uma pequena abertu-Mas quando as nuvens bloqueavam o ra no fundo. Um observador podia me-sol ou quando anoitecia, eles usavam a dir a passagem do tempo por verificar o ´ ´ ´ ´ ´clepsidra, ou relogio de agua. Alem dos nıvel da agua tanto no recipiente supe- ´judeus, os egıpcios, os persas, os gre- rior como no inferior, sendo que os dois ˜gos e os romanos da antiguidade tam- podiam ter marcac¸ oes de medida. ´bem usavam esse instrumento. Os acampamentos militares roma- ´ Segundo a The Jewish Encyclopedia nos usavam esses relogios para deter- ´ ´ ´(Enciclopedia Judaica), tanto a Mıxena minar as vigılias noturnas. A mudanca ¸ ´como o Talmude mencionam a clepsi- de vigılia era indicada por um toque de ´dra “sob varios nomes, talvez para dis- trombeta. Qualquer pessoa que ouvis-tinguir diferentes formas e modelos, se esse toque sabia quando comeca- ¸mas todos significando uma coisa: a vam e quando terminavam as quatro ´ ´ ´saıda lenta da agua, gota por gota — li- vigılias. — Marcos 13:35. ´teralmente o roubo —, que e o significa-do de ‘clepsidra’ em grego”. A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 23
    • O papa ´ ˜ e “o sucessor de Sao Pedro”? ˜ E M 2002, o Papa Joao Paulo II escreveu uma carta ao bispo de ˜ Limburg, Alemanha, invalidando uma decisao do bispo relacionada ao ´ aborto. Nessa diretiva, o papa comecou dizendo que era o responsavel pelo ¸ ˜ “bem-estar e uniao de todas as igrejas individuais segundo a vontade de ˜ Jesus Cristo”. Ele alegou ter autoridade para anular a decisao do bispo ˜ porque, como papa, era o “sucessor de Sao Pedro”. ˜ ˜ De acordo com uma definic¸ ao da Igreja c¸ oes), Agostinho argumentou que foi em Jesus ´ ˜ ˜ ˜Catolica Romana, “Cristo nomeou Sao Pe- que a Igreja, ou seja, a congregac¸ ao crista, foi ´ ˜dro como o principal dos apostolos”. A Igre- edificada, nao em Pedro.1 ´ ´ ´ja Catolica diz ainda que “Cristo determinou E verdade que o apostolo Pedro recebe bas-que Pedro sempre deveria ter sucessores neste tante destaque nos Evangelhos. Jesus escolheu ˜ ˆ ´ ˜primado; e que os bispos romanos sao esses su- tres de seus apostolos — Joao, Tiago e Pedro —cessores”. — New Catholic Encyclopedia (Nova ˜ para estarem com ele em algumas ocasioes es- ´ ´ ´Enciclopedia Catolica), 2003, Volume 11, pagi- peciais. (Marcos 5:37, 38; 9:2; 14:33) Jesus con-nas 495-496. ´ fiou a Pedro “as chaves do reino dos ceus”, que ˜ ˜ ´ ˆ ´ Essas afirmac¸ oes sao serias. Voce ja procurou Pedro usou para abrir o caminho para o Reino ˜ ´ ´saber se elas sao validas? Vamos analisar a res- — primeiro aos judeus e proselitos, depois aos ˆ ´posta a tres perguntas: (1) A Bıblia apoia a afir- samaritanos e por fim aos gentios. (Mateus ˜mac¸ ao de que Pedro foi o primeiro papa? (2) O 16:19; Atos 2:5, 41; 8:14-17; 10:45) Por ter ´ `que a Historia ensina sobre a origem da suces- uma personalidade extrovertida, as vezes Pedro ˜ ´sao de papas? (3) A conduta e os ensinos dos pa- atuava como porta-voz dos apostolos como um ˜ ´pas mostram que eles sao sucessores de Pedro? todo. (Atos 1:15; 2:14) Mas sera que esses fatos ˜ fazem de Pedro o cabeca da congregac¸ ao dos ¸ Pedro foi o primeiro papa? ˜ ´ primeiros cristaos? Para provar que a Igreja esta alicercada em ¸ ´ ´ ´ Realmente, o apostolo Paulo escreveu quePedro, os catolicos ja por muito tempo usam as Pedro tinha recebido um “apostolado para com ´ ´palavras de Jesus em Mateus 16:18: “Tu es Pe- os circuncisos”. (Galatas 2:8) Mas o contextodro, e sobre esta rocha construirei a minha con- ˜ ˜ ˜ das palavras de Paulo mostra que ele nao estavagregac¸ ao.” De fato, essas palavras estao inscri- ˜ ´ ´ ˜ dizendo que Pedro dirigia a congregac¸ ao. Seustas em latim sob a cupula da Basılica de Sao ´ comentarios eram sobre o papel de Pedro emPedro em Roma. pregar aos judeus. Houve tempo em que Agostinho, um respei- ˜ 1 A conversa que Jesus teve com Pedro era sobre iden-tado Pai da Igreja, acreditava que a congregac¸ ao ˜ tificar o Cristo e o seu papel, nao o papel que Pedro teria.tinha sido edificada em Pedro. No entanto, per- ´ (Mateus 16:13-17) O proprio Pedro mais tarde disse que ˜to do fim de sua vida, ele mudou seu conceito Jesus era a rocha sobre a qual a congregac¸ ao estava edifi- ´ cada. (1 Pedro 2:4-8) O apostolo Paulo confirmou que Je-sobre o significado das palavras de Jesus. Numa ˜ sus, nao Pedro, era a “pedra angular de alicerce” da con-obra conhecida como Retractationes (Retrata- ˜ ˜ ´ gregac¸ ao crista. — Efesios 2:20.24 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ´ Sera que as ˆ evidencias indicam que os ˆ papas tem seguido o exemplo de Pedro? ˆ Embora Pedro tenha recebido grandes res- queles que procuravam proeminencia. — 2 Tes- ´ ˜ponsabilidades, a Bıblia nao diz em nenhum salonicenses 2:3-8.lugar que ele afirmava ser o cabeca da congre- ¸ ´ ´ ˜ ˜ Pouco depois da morte do ultimo apos-gac¸ ao e que, como tal, tomava decisoes pelos tolo, alguns homens comecaram a ter mais ¸ ´discıpulos como grupo. Em sua carta, ele cha- destaque. A obra The Cambridge History of ´ ˜ ´mou a si mesmo de “apostolo” e “anciao” Christianity (Historia do Cristianismo, de Cam-— nada mais que isso. — 1 Pedro 1:1; 5:1. ˜ bridge) diz: “Provavelmente, nao havia ne- ´ nhum bispo atuando como ‘monarca’ em O que a Historia ensina sobre a origem ´ ˜ Roma antes de meados do segundo seculo.” da sucessao de papas? ´ ˜ Por volta do terceiro seculo, o bispo de Roma Entao, quando e como surgiu o conceito de ´ ˜ constituiu-se autoridade maxima, pelo menosuma sucessao de papas? A ideia de que era acei- ´ ˆ em alguns setores da Igreja.1 A fim de dar maistavel um homem buscar proeminencia sobre ` ˜ ˜ ´ ´ peso a afirmac¸ ao de que o bispo de Roma tinhaseus irmaos na fe comecou a criar raızes ainda ¸ ´ autoridade superior, alguns elaboraram umano tempo dos apostolos. Como eles encaravamessa ideia? lista dos sucessores de Pedro. ´ ´ No entanto, essa lista fornece pouco apoio O proprio apostolo Pedro disse aos homens ˜ ˆ ˜ para essa afirmac¸ ao. Por que? Primeiro, porqueque tomavam a lideranca na congregac¸ ao para¸ ˜ ˜ ˜ alguns nomes na lista nao podem ser confir-nao ‘dominarem sobre os que sao a heranca de ¸ ˜Deus’; eles precisavam revestir-se de humildade mados. E, mais importante ainda, essa lista nao ´mental uns para com os outros. (1 Pedro 5:1-5) tem uma base solida. Como assim? Mesmo que ´ ˜O apostolo Paulo alertou que, dentro da con- Pedro tenha pregado em Roma, como dao a en- ˜ ˜gregac¸ ao, surgiriam homens que ‘falariam coi- tender algumas publicac¸ oes seculares do pri- ´ ´ ˜sas deturpadas para atrair a si os discıpulos’. meiro e do segundo seculos, nao existe nenhu- ´ ma prova de que ele tenha sido o cabeca da(Atos 20:30) Perto do fim do primeiro secu- ¸ ´ ˜ ˜lo EC, o apostolo Joao escreveu uma carta na congregac¸ ao ali. ´qual censurava fortemente um discıpulo cha- ´ ´ ˜ 1 Tanto Jesus como os apostolos alertaram para o fatomado Diotrefes. Por que ele fez isso? Uma razao ˜ ˜ de que a congregac¸ ao crista seria dominada por homensera que esse homem ‘gostava de ocupar o pri- ´ que ensinariam doutrinas apostatas. (Mateus 13:24-30, ˜ ˜ ´ ˜ 36-43; 2 Timoteo 4:3; 2 Pedro 2:1; 1 Joao 2:18) Essas afir-meiro lugar’ na congregac¸ ao. (3 Joao 9) Essas ˜ ˜ ˜ ´ mac¸ oes se cumpriram quando a igreja, ou congregac¸ ao,exortac¸ oes dos apostolos serviram como restri- ´ do segundo seculo comecou a adotar costumes pagaos e ¸ ˜ ˜ ˜ ´c¸ ao, frustrando por um tempo as ambic¸ oes da- misturar doutrinas bıblicas com filosofia grega. A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 25
    • ˜ ˜ ´ Uma prova de que Pedro nao era o cabeca da ¸ em transac¸ oes polıticas, muitas vezes nepotis- ˜ ´ ´congregac¸ ao em Roma e que quando o aposto- tas, e devotado a prazeres mundanos extrava-lo Paulo escreveu sua carta aos romanos ele in- ˜ gantes, Leao X negligenciava as urgentes tarefas ˜ ˜ ´cluiu uma longa lista de cristaos ali. Mas nao de natureza espiritual.” Karl Amon, padre cato- ˜ ´fez nenhuma menc¸ ao de Pedro. (Romanos lico e professor de Historia da Igreja, diz que re-16:1-23) Se Pedro fosse o cabeca da congrega- ¸ ´ latorios comprovados a respeito do Papa Ale- ˜ ´ ´c¸ ao, sera que Paulo omitiria seu nome ou o des- xandre VI revelam “muita falta de escrupulos,prezaria? abuso de autoridade, simonia e imoralidade”. ´ Note tambem que, quando Pedro escreveu E o que dizer dos ensinos dos papas? Comosua primeira carta inspirada, Paulo escreveu se contrastam com os ensinos de Pedro e de ´ ˜uma segunda carta a Timoteo. Nessa carta, Pau- Cristo? Pedro nao acreditava que todas as pes-lo mencionou claramente Roma. Na verdade, ˜ ´ ˜ soas boas vao para o ceu. Sobre o bom Rei Davi,Paulo escreveu seis cartas em Roma e nao men- ˜ ele disse claramente: “Davi nao ascendeu aoscionou Pedro em nenhuma delas. ´ ´ ˜ ceus.” (Atos 2:34) Pedro tambem nao ensinava Uns 30 anos depois de Paulo escrever suas ˆ ´ ´ ˜ ˆ que os bebes deviam ser batizados. Pelo contra-cartas, o apostolo Joao escreveu tres cartas e o ´ ˜ ˜ ˜ rio, ele ensinou que o batismo e um passolivro de Revelac¸ ao (Apocalipse). Joao nao men- ˜ que o cristao deve dar de maneira consciente.cionou em nenhum desses escritos que a con- — 1 Pedro 3:21. ˜ ´gregac¸ ao em Roma era a mais importante, nem Jesus ensinou que nenhum de seus discıpu- ˆ ´fez referencia a um lıder da Igreja que tivesse o los devia querer ser mais importante do que ocargo supremo de suposto sucessor de Pedro. ´ ´ ˆ ´ outro. “Se alguem quer ser o primeiro”, disseNem a Bıblia nem as evidencias historicas ´ ˜ Jesus, “tem de ser o ultimo de todos e ministroapoiam a afirmac¸ ao de que Pedro fez de si mes- de todos”. (Marcos 9:35) Pouco antes de sua ˜mo o primeiro bispo da congregac¸ ao em Roma. morte, Jesus deu a seguinte ordem a seus segui- ˜ ´ ´ A conduta e os ensinos dos papas dores: “Nao sejais chamados Rabi, pois um so e ˜ ´ apoiam suas afirmac¸ oes? o vosso instrutor, ao passo que todos vos sois ir- ´ ˜ ´ ˜ ´ Seria natural esperar que alguem que afirma maos. Alem disso, nao chameis a ninguem na ˜ ´ ´ ´ser “o sucessor de Sao Pedro” e “o Vigario de terra de vosso pai, pois um so e o vosso Pai, o ´Cristo” seguisse a conduta e os ensinos tanto de Celestial. Tampouco sejais chamados ‘lıderes’, ´ ´ ´ ´Pedro como de Cristo. Por exemplo, sera que pois o vosso Lıder e um so, o Cristo.” (Mateus ˆ ˆPedro aceitou tratamento especial de seus ir- 23:1, 8-10) Voce acha que os papas tem seguido ˜ ˜ os ensinos de Pedro e de Cristo?maos? Nao. Ele recusou receber qualquer ma- ˜ ˆ ˜nifestac¸ ao de reverencia especial. (Atos 10:25, Alguns dizem que a sucessao de papas deve26) E o que dizer de Jesus? Ele disse que veio ser mantida mesmo que quem ocupe esse car- ˜ ˜ ˜ ˆpara servir outros, nao para ser servido. (Ma- go nao leve uma vida crista. Voce acha esse ar- ´ ´ ´ ´teus 20:28) Em contraste, qual e o historico dos gumento razoavel? Jesus disse: “Toda arvore ´ ˆ ´papas? Sera que eles rejeitam proeminencia, re- boa produz fruto excelente, mas toda arvore ´ ´ ´cusam tıtulos ilustres e evitam ostentar riqueza podre produz fruto imprestavel; a arvore boa ˜ ´ ´e poder? nao pode dar fruto imprestavel, nem pode a ar- Pedro e Cristo eram homens de boa moral vore podre produzir fruto excelente.” Com ´ ˆ ˆque promoviam a paz. Compare o historico de- base nas evidencias, voce acredita que Pedro ou ´ ´ Cristo gostariam que o nome deles fosse asso-les com o que a enciclopedia catolica Lexikon ¨ ´ ˆfur Theologie und Kirche (Lexico para a Teologia ciado aos frutos que os papas tem produzido? ˜e a Igreja) diz sobre o Papa Leao X: “Envolvido — Mateus 7:17, 18, 21-23.26 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • NOSSOS LEITORES PERGUNTAM . . . Deus mora em todos os lugares? ´ ˜ ´ ´ ´ ˜ ˇ Varias religioes dizem que Deus e onipresen- “Deus e Espırito”. (Joao 4:24) Ele reside nos ´ ´ ´ ` te, um termo que da a entender que Deus mora ceus espirituais, num domınio a parte do Uni- ´ ´ em todos os lugares ao mesmo tempo. Por verso fısico. — 1 Corıntios 15:44. ´ exemplo, a New Catholic Encyclopedia (Nova O que dizer dos textos da Bıblia que parecem ´ ´ ´ Enciclopedia Catolica) se refere a Deus como indicar que Deus esta presente em todos os lu- ´ “aquele que na verdade esta presente em todos gares? Por exemplo, o Salmo 139:7-10, em que os lugares e coisas existentes”. De maneira simi- Davi disse sobre Deus: “Para onde posso ir do ´ lar, John Wesley, fundador da Igreja Metodista, teu espırito e para onde posso fugir da tua face? ˜ ´ ´ escreveu um sermao intitulado “Sobre a onipre- Se eu subisse ao ceu, la estarias tu; e se eu fizes- ˜ ´ senca de Deus”, no qual ele disse que “nao exis- ¸ se meu leito no Seol, eis que la estarias tu! Se eu te um ponto no espaco, dentro ou fora dos ¸ tomasse as asas da alva para residir no mar mais ˜ ˜ ´ ´ limites da criac¸ ao, onde Deus nao esteja”. remoto, tambem ali me guiaria a tua propria ´ ´ ´ ˜ ´ ´ O que a Bıblia ensina? Sera que Deus e oni- mao.” Sera que esses versıculos querem dizer ´ ´ presente, estando em todos os lugares no ceu, que Deus na verdade e onipresente, morando ´ em cada um desses lugares mencionados? na Terra e ate mesmo entre os humanos ao mes- mo tempo? Note que Davi perguntou primeiro: “Para ´ ´ onde posso ir do teu espırito?”1 Por meio de seu Na verdade, a Bıblia diz que Deus tem um lu- ´ ´ ´ espırito santo, Deus pode ver tudo e usar seu gar especıfico de morada — os ceus. Ela registra ˜ ˜ poder em todos os lugares, sem ir literalmente a uma orac¸ ao do Rei Salomao na qual ele clamou ´ esses lugares ou morar neles. Para ilustrar: Em a Deus: “Que tu mesmo oucas desde os ceus, ¸ anos recentes os cientistas conseguiram exami- teu lugar estabelecido de morada.” (1 Reis ˜ ˆ ´ nar o solo do planeta Marte, a milhoes de quilo- 8:43) Quando ensinou seus discıpulos a orar, Je- ˜ ´ ´ ˜ metros da Terra. Como? Nao por ir ate la, mas sus Cristo disse a eles para dirigir suas orac¸ oes por estudar fotos detalhadas e outras informa- ´ ˜ ao “Nosso Pai nos ceus”. (Mateus 6:9) Depois c¸ oes transmitidas para a Terra por meio de son- ˜ ´ ` ´ de sua ressurreic¸ ao, Cristo entrou ‘no proprio das enviadas a superfıcie de Marte. ´ ceu, para aparecer perante a pessoa de Deus’, ´ ˜ ´ De maneira similar, Jeova Deus nao precisa diz a Bıblia. — Hebreus 9:24. estar em todos os lugares, ou ser onipresente, ´ ´ Esses versıculos indicam claramente que para saber o que esta acontecendo em qual-IAC/RGO/David Malin Images ´ ´ ˜ Jeova Deus mora apenas no ceu, nao em todos ´ quer parte do Universo. A Palavra de Deus diz: ´ ˜ ´ ˜ ˜ ` os lugares. E claro que “os ceus” mencionados “Nao ha criac¸ ao que nao esteja manifesta a sua ˜ ` nesses textos nao se referem a atmosfera ao re- vista.” (Hebreus 4:13) Realmente, a forca ativa ¸ ` ˜ ´ ´ dor da Terra nem a vasta expansao do espaco si- ¸ de Jeova, ou seu espırito santo, pode estar em ´ ´ ˜ deral. Os ceus fısicos nao podem conter o Cria- todos os lugares, permitindo que ele veja tudo e ´ ´ dor do Universo. (1 Reis 8:27) A Bıblia diz que realize seu proposito de um local fixo, sua “san- ˜ ´ ˆ ta habitac¸ ao” nos ceus. — Deuteronomio 26:15. ´ ` 1 A palavra hebraica aqui traduzida “espırito” se refere a forca ativa de Deus, o poder que Deus usa para realizar a ¸ sua vontade. A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 27
    • FORMATURA DA 130.a TURMA DE GILEADE Um dia promissor e de grandes expectativas ´ ˜ ` EM duvida, o dia da formatura da 130.a tur-S ´ ma da Escola Bıblica de Gileade da Torre de ˜Vigia reservava muitas emoc¸ oes e grandes ex- ele ouve com atenc¸ ao a cada um. E responde as ˜ suas orac¸ oes.” Segundo, o orador reconheceu que pode- ´ ´ ˜pectativas. No sabado, 12 de marco de 2011,¸ mos esperar problemas. “Jeova nao nos pro- ` ´mais de 8.500 pessoas assistiram a formatura, mete uma vida facil, mas ele promete nos ´incluindo os alunos, seus familiares e amigos. ajudar.” Como mostra o versıculo 20, Deus ˜ ´ ˜Havia um clima de expectativa no ar, nao so predisse que, quando a nac¸ ao de Israel fosse si- ´ ˜ ˜ ˜por causa daquele dia, mas tambem com rela- tiada, a aflic¸ ao e a opressao seriam tao comuns ˜ ´ ˜ ´ ´c¸ ao ao futuro daqueles missionarios bem trei- como pao e agua. Ainda assim, Jeova sempre ´ estaria pronto a socorrer seu povo. Os alunosnados. Em breve, eles seriam enviados para va- ´ ˜rios lugares do mundo com o objetivo de de Gileade tambem enfrentarao problemas e ´ ` desafios, talvez diferentes dos esperados. O ir-ensinar as verdades da Bıblia as pessoas. ˜ ˆ mao Jackson acrescentou: “Mas voces podem ´ ´ “Felizes todos os que ficam esperar que Jeova estara sempre disposto a aju- ` ´ ´ a espera” de Jeova da-los a lidar com cada desafio.” ´ ´ Esse pensamento positivo, tirado de Isaıas Terceiro, com base nos versıculos 20 e 21, o ˜ ˜ ˆ30:18, foi o tema do discurso do irmao Geof- irmao Jackson lembrou aos alunos: “Voces po- ˜ ´ ˜frey Jackson, membro do Corpo Governante dem esperar a orientac¸ ao de Jeova — entao, ´ ˜das Testemunhas de Jeova e presidente do pro- busquem essa orientac¸ ao!” Ele disse que cada ˜ ˜ ´grama. De forma animada e com uma pitada cristao precisa ouvir com atenc¸ ao o que Jeova ´ ˜ ´de humor, ele elogiou os alunos por terem ‘so- fala por meio da Bıblia e das publicac¸ oes bıbli-brevivido’ ao intenso curso de Gileade e asse- cas. O orador incentivou os alunos a sempre se ´ ´gurou-lhes que muito provavelmente tambem esforcar em ler a Bıblia diariamente, pois isso ¸ ` significa vida.sobreviveriam aquele emocionante dia. O queos alunos podiam esperar do futuro? Ele abor- ´ ´ ˆ ´ ´ “Venha sobre vos o pavor de Jeova”dou tres pontos praticos baseados em Isaıas Anthony Morris, do Corpo Governante, ex-30:18-21. ˜ ´ ˜ ˆ plicou o significado da expressao bıblica “o pa- Primeiro, o irmao Jackson disse: “Voces po- ´ ˆ ´ ˜ vor de Jeova”. (2 Cronicas 19:7) Essas palavrasdem esperar que Jeova ouca suas orac¸ oes.” Ele ¸ ˜ ´ ´ nao se referem a algum tipo de terror morbido,destacou a garantia no versıculo 19: “Sem falta ´ ´ mas sim a um desejo intenso de fazer o que e[Deus] te mostrara favor ao som do teu cla- ˜ ˜ certo, um respeito tao forte e sincero que nosmor.” Chamando a atenc¸ ao para o fato de o faz tremer de ansiedade. Dirigindo-se aos alu- ´ ˜ ˜versıculo usar o pronome no singular, o irmao nos, o irmao Morris disse: “Para onde quer que ´ ˜ ´ ˆJackson enfatizou que Jeova ouve as orac¸ oes forem como missionarios, levem com vocesde seus servos individualmente. “Como Pai, esse tipo de pavor.” Como eles podem mostrar ´ ˜ ˆ ˜ ´ ˜ ˆ ´Jeova nao pergunta: ‘Por que voce nao e tao essa reverencia por Jeova? O orador destacou ˜ ´forte como aquele seu irmao?’. Em vez disso, duas maneiras praticas.28 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ˜ ´ Primeiro, o irmao Morris incentivou os alu- Em seu estudo da Bıblia, os alunos analisa- ´nos a aplicar o conselho de Tiago 1:19: ‘Sejam ram muitos relatos sobre curas fısicas. Quando ´rapido no ouvir, vagarosos no falar.’ Ele salien- Jesus ressuscitou uma menina, os pais dela ‘fi- ˆtou que os alunos tinham aprendido muitas caram fora de si com grande extase’. (Marcos ´coisas durante o curso de cinco meses, mas que 5:42) Tambem, quando cegos foram curados ˜ milagrosamente, sua alegria foi enorme. Umteriam de ter cuidado em suas designac¸ oes ˜ dos objetivos desses milagres foi nos mostrar opara nao ficarem exibindo tudo o que apren- ˆ ´deram. “Antes de mais nada, voces precisam es- que Cristo realizara no vindouro novo mundo, ˜ ˜cutar”, disse ele. “Escutem os irmaos da con- quando a “grande multidao” de pessoas justas ˜ ˜gregac¸ ao local e os que tomam a dianteira no que sobreviverao ao fim deste atual sistema ´ ˆ ´ ˜ ´paıs em que voces servirem; escutem o que eles ımpio serao curadas de todos os males fısicos. ˆ ´ ˜ ˜tem a dizer sobre o paıs e sua cultura. Nao te- (Revelac¸ ao [Apocalipse 7:9, 14]) Seus entes ˜ ˆ ˜nham medo de dizer: ‘Eu nao sei.’ Se voces ti- queridos, que elas receberao de volta na ressur- ˜ ˜ ´ ˜ ´verem tirado pleno proveito deste curso, entao reic¸ ao, tambem estarao saudaveis em sentido ˜ ´verao que quanto mais aprenderem mais se da- fısico. Imagine que alegria! ˜ ˜rao conta de que sabem muito pouco.” No entanto, como explicou o irmao Pierce, ˜ ´ ´ ˜ Segundo, o irmao Morris leu Proverbios as curas fısicas nunca serao as mais importan- ˜ ´ tes. Com o tempo, os doentes que Jesus curou27:21: “O cadinho de refinac¸ ao e para a prata e ˜ ´ ´ voltaram a ficar doentes. Os mortos que ele res-o forno de fundic¸ ao e para o ouro; e a pessoa esegundo o seu louvor.” Ele explicou que assim suscitou morreram de novo. Muito mais im-como a prata e o ouro precisam ser refina- portante foi a cura espiritual que Jesus reali- ´ ´ ´ ˆdos, ou purificados, nos podemos ser refina- zou. Os missionarios de Gileade tambem tem ˜dos pelo louvor, ou elogios, que recebemos. uma missao de cura espiritual. Eles ajudam ´ pessoas a se reconciliar com nosso Pai celestialComo? Os elogios podem testar nosso carater. ` para que vivam em sentido espiritual. ApenasEles podem nos levar ao orgulho e a derrocada ˜ ˜espiritual, ou nos induzir a reconhecer que es- os que sao curados espiritualmente terao vida ´ ´ ˜tamos em dıvida com Jeova e nos tornar mais eterna. “Essa cura espiritual”, disse o irmao ˜ ´ ´determinados do que nunca a nao violar seus Pierce, “e o que da louvor a Deus e torna o mi- ˜ ˜ ´ ˆpadroes. Por isso, o irmao Morris incentivou nisterio de voces bem-sucedido”.os alunos a encarar qualquer elogio que rece- ˆberem do modo correto — como uma oportu- Tres destaques adicionais ˆ ´nidade de provar que eles tem o devido “pavor “Esse sera um bom dia?” Robert Rains, da ´ ˜de Jeova”. Comissao de Filial dos Estados Unidos, falou sobre essa pergunta interessante. Ele incenti- ˜ “Preze sua missao” vou os alunos a se certificar de que cada dia em ˜ ´ Guy Pierce, do Corpo Governante, fez o dis- sua designac¸ ao missionaria seja um bom dia.curso principal com o tema acima. Ele ex- Eles podem fazer isso por usar sabiamente seu ´ tempo, por consultar a Palavra de Deus ao lidarplicou que a palavra “missionario” significa ´ ˜ ˜ ´ ´ ´“aquele que e enviado em uma missao”. Nao e com ansiedades e por recorrer a Jeova atraves ˜de admirar que existam tantos tipos de missio- de orac¸ oes. ´ ˜ ˆ ˜narios com tantas missoes diferentes, obser- “Voces farao com que o velho se torne ´vou ele. Muitos se concentram em curas fısicas novo?” Mark Noumair, instrutor de Gileade, ˜ ´e procuram soluc¸ oes polıticas para os proble- fez essa pergunta em seu discurso. Ele analisou ˆ ˜ ˜ ´ ˜mas do mundo. “Voces sao diferentes”, disse 1 Joao 2:7, 8, onde o apostolo Joao mencionou ´ele. De que maneira? “um mandamento antigo” que tambem era A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011 29
    • ˜“um novo mandamento”. Os dois se referiam a tua mao”, William Samuelson, superinten- ´ao mesmo mandamento — de que os seguido- dente do Departamento de Escolas Teocrati- ˜res de Cristo devem amar uns aos outros cas, relembrou algumas das situac¸ oes vividas ´ pelos alunos. (Eclesiastes 11:6) Por meio dealtruistamente, com um espırito abnegado. ˜ ˜( Joao 13:34, 35) O mandamento era velho no encenac¸ oes animadas, os alunos mostraram ´sentido de que tinha sido dado aos seguidores como foram diligentes no ministerio, criando ´ ´ oportunidades para pregar as boas novas aode Jesus decadas antes pelo proprio Cristo; mas ´ ˜ ˜tambem era novo no sentido de que os cristaos viajar de aviao, em restaurantes e em postos deestavam enfrentando novos desafios e precisa- gasolina. Eles pregaram de casa em casa, emvam mostrar amor de maneiras novas e mais conversas informais e por carta. Com certeza, ´ ´ ˜ ˜plenas. Os missionarios tambem enfrentam nao descansaram a mao, e os resultados foram ˆ excelentes.novas circunstancias e precisam aprender a ´mostrar amor de maneiras novas. Qual e a cha- A seguir, Kenneth Stovall, membro da equi-ve para se fazer isso? ˆ pe de Gileade, entrevistou tres homens com ˜ ˆ ˆ ´ “Nao se tornem aquilo que voces odeiam”, muita experiencia no servico missionario ¸ ˜ ´exortou o irmao Noumair. Ele disse que quan- — Barry Hill, que serviu no Equador e na Repu-do nos deparamos com um comportamento blica Dominicana, Eddie Mobley, na Costa do ´ Marfim, e Tab Honsberger, no Senegal, Benin eque odiamos e reagimos do mesmo modo, nos ´ ˆ ˜nos tornamos aquilo que odiamos — o que e Haiti. Os tres fizeram uma bela considerac¸ ao ´ ˆum proceder autodestrutivo. Por outro lado, se do tema: “Experimente a Jeova e colha ben- ˜ ˜reagirmos a esses desafios procurando novas c¸ aos”. (Malaquias 3:10) Por exemplo, o irmaomaneiras de mostrar amor, irradiaremos “a Hill relatou como ele e sua esposa enfrentaram ˜ os desafios de se adaptarem ao clima do Equa-verdadeira luz” e dispersaremos a escuridao es-piritual. dor, que varia de quente e poeirento a quente e “Carreguem o peso”. Outro instrutor de Gi- lamacento. Ele contou que por dois anos eleade, Michael Burnett, falou sobre esse tema meio tiveram de tomar banho de balde. Mas ´ ´ nunca pensaram em ir embora; eles considera-pratico. Ele mencionou alguns povos de paıses ˜ ˆ ˜ ´africanos que transportam cargas pesadas na vam aquela designac¸ ao uma benc¸ ao de Jeova.cabeca com graciosidade. Eles conseguem isso ¸ “Era a nossa vida”, disse ele. ´ No fim do programa, um dos alunos leuusando uma kata, um tecido enrolado que e ´ uma comovente carta da turma de formandoscolocado na cabeca para dar conforto e equilı- ¸ ´ ´ ˜ expressando seu sincero apreco pela escola. ¸brio. Os missionarios de Gileade tambem terao ´de carregar uma carga pesada de responsabili- “Nossa fe foi elevada a um novo patamar”, di- ˜ zia a carta, “e no entanto sabemos que aindadades em suas designac¸ oes no estrangeiro, mas ` temos um longo caminho a percorrer”. Todoseles receberam algo que pode ser comparado a ´ os alunos receberam um diploma, e a turmakata: um treinamento intensivo baseado na Bı-blia. Ao aplicarem o que aprenderam, eles po- foi designada para uma grande variedade de ˜ ´ ˜derao equilibrar sua carga de responsabilida- paıses. O irmao Jackson concluiu o programa ´ dizendo aos alunos que eles com certeza po-des e ser bem-sucedidos em carrega-la. ´ diam contar com a ajuda de Jeova em sua vida ˜ ` Encenac¸ oes e entrevistas a frente, especialmente ao lidar com desafios. O treinamento na Escola de Gileade in- ˆ ´ Todos na assistencia saıram dali entusiasma- ˜ ´clui participar na obra de evangelizac¸ ao com dos e com expectativas ainda maiores. Sem du- ˜ ´ ´ ´as congregac¸ oes locais das Testemunhas de vida, Jeova usara esses novos missionarios para ´ ˜Jeova. No discurso com o tema “Nao descanse realizar muitas coisas boas.30 A SENTINEL A ˙ 1.° DE AGOS TO DE 2011
    • ´ 130.a turma de formandos da Escola Bıblica de Gileade da Torre de Vigia ˜ ´ Na lista abaixo, as fileiras estao enumeradas da frente para tras, e os nomes, alistados da esquerda para a direita, em cada fileira. ˜ (1) Molina, Z.; Bassolino, S.; Alatsis, C.; Arroyo, A.; Nino, L.; Merkling, S.; Clark, M. ´ (2) Little, C.; Tibaudo, S.; Jakobsson, S.; Moreno, J.; Rodriguez, A.; Lee, K.; Cardenas, H.; Aguilar, L. (3) Clairbush, A.; Polley, A.; Caldwell, S.; Adame, J.; Hildebrandt, S.; Shoemaker, I.; Grohman, N.; Galvez, G. ˜ (4) Clark, J.; Bassolino, A.; Packham, K.; Adame, J.; Knaus, M.; Nino, M.; Moreno, R.; Galvez, J. (5) Rodriguez, D.; Geynes, M.; Molina, J.; Aguilar, A.; Alatsis, I.; Manno, A.; Grohman, R.; Packham, J. ´ (6) Geynes, S.; Cardenas, M.; Arroyo, C.; Manno, C.; Merkling, J.; Lee, H.; Clairbush, X.; Jakobsson, P. (7) Little, J.; Hildebrandt, B.; Shoemaker, M.; Knaus, K.; Caldwell, J.; Tibaudo, F.; Polley, C. ´ A turma foi designada aos paıses abaixo ˆ ´ LITUANIA REPUBLICA TCHECA ˆ ROMENIA ˆ ARMENIA DADOS DA TURMA NEPAL ´ 9 paıses representados HAITI ´ HONG KONG34,0 media de idade BURKINA FASSO ´ SENEGAL18,6 media de anos de batismo UGANDA ´ MAL ASIA ´ PAPUA- ´13,1 media ´ de anos no ´ REPUBLICA ´ ˆ QUENIA NOVA GUINE ministerio de tempo DEMOCRATICA ˆ ´ DO CONGO TANZANIA INDONESIA integral MOCAMBIQUE ¸ BURUNDI ´ ZIMBABUE ARGENTINA ˜ ´ DESIGNACOES DOS MISSIONARIOS ¸
    • Como as criancas podem se beneficiar se aprenderem ¸ ´ sobre Deus? VEJA AS PAGINAS 4-6. ´ O que o casal pode fazer para aumentar o respeito mutuo? ´ VEJA AS PAGINAS 11-12. ˜ ˜ ´ Por que tantas religioes afirmam ser cristas? VEJA A PAGINA 16. ˆ O que ajudou uma mulher a superar uma infancia conturbada ´ e se achegar a Deus? VEJA AS PAGINAS 20-21. ´ Pedro foi o primeiro papa? VEJA AS PAGINAS 24-25.Gostaria de receber uma visita? ˆ ´Mesmo neste mundo atribulado, voce podera obter felicidade por adquirir conhecimento exato sobre ´ ˜Deus, Seu Reino e Seu maravilhoso proposito para com a humanidade. Se desejar mais informac¸ oes ou ´ ´ ` ´ser visitado por alguem para lhe dar um curso bıblico gratuito, escreva as Testemunhas de Jeova, usando ´um dos enderecos alistados na pagina 4. ¸www.watchtower.org wp11 01/08-T