OLIMBM                                                            2012                       OLIMBM         Olimpíada da E...
OLIMBM                                                                                                       2012         ...
OLIMBM                                                            2012                       OLIMBM         Olimpíada da E...
OLIMBM                                                                                2012Apresentação            A realiz...
OLIMBM                                                                               2012          Os custos deste evento ...
OLIMBM                                                                                           2012O Distrito de Bonsuce...
OLIMBM                                                                                                        2012        ...
OLIMBM                                                                                                     2012A Unidade E...
OLIMBM                                                                                2012mantida pelo Governo Municipal, ...
OLIMBM                                                                               2012iminência de perderem a única fon...
OLIMBM                                                                              2012                A comunidade é bas...
OLIMBM                                                                               2012segmentos comunitários, somando f...
OLIMBM                                                                            2012    Garantir a conscientização da p...
OLIMBM                                                                                 2012Cronogramas               A XII...
OLIMBM                                                                                                                    ...
OLIMBM                                                                                2012Quadros de Competições para 2012...
OLIMBM                                                                       2012Intervalo para Almoço: 11h00min          ...
OLIMBM                                                                         2012                                       ...
OLIMBM                                                                                2012                 Sexta-feira dia...
OLIMBM                                                                        2012             Intervalo para Almoço: 11h0...
OLIMBM                                                                                     2012Pontuações da Equipe em Com...
OLIMBM                                                                            2012               Os produtos contam co...
OLIMBM                       2012         Regimento Interno
OLIMBM                                                                                     2012                           ...
OLIMBM                                                                                   2012III – Propiciar toda a oportu...
OLIMBM                                                                                       2012  a. Exercer a coordenaçã...
OLIMBM                                                                                      2012Art.18 – Será obrigatória ...
OLIMBM                                                                                      2012§ 1º – No Crachá constará,...
OLIMBM                                                                                    2012Art.40 - A constatação de qu...
OLIMBM                                                                                        2012                        ...
OLIMBM                                                                                   2012Art. 53 – Manter a prova de a...
OLIMBM                                                                                  2012a - Reunião com pais          ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Olimbm 2012

309

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
309
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Olimbm 2012

  1. 1. OLIMBM 2012 OLIMBM Olimpíada da Escola Cidadã Profª Maria Barbosa Martins
  2. 2. OLIMBM 2012 © EMEB PROFª MARIA BARBOSA MARTINS, 2012. É Permitida a reprodução ou transmissão desta obra por qualquer meio, sem a prévia Autorização do autor, desde que preservada a fonte. Direitos reservados para a autora, protegidos pela Lei 9610/98. A originalidade dos artigos e as opiniões emitidas são de inteira responsabilidade de sua autora. Embm. MARTINS, EMEB Maria Barbosa. Olimpíada da Escola Cidadã Profª Maria Barbosa Martins Distrito de Bonsucesso. Várzea Grande-MT, 2012. 1. Olimpíada, 2. Jogos 3. Competições, 4 – Prática desportiva. Werllen Junior de Magalhães Coordenador do Projeto José Wilson Tavares Diretor Eliane Winck Coordenadora Pedagógica Azuil Marcio Bastos Presidente do CCDE Sandra Regina Nunes Secretária Escolar Tatiane Pinheiro da Silva Professora comunitária Programa Mais Educação Adnilse de Souza Santos Siqueira Articuladora Pagina na Internet: www.emebmariabarbosamartins.blogspot.com
  3. 3. OLIMBM 2012 OLIMBM Olimpíada da Escola Cidadã Profª Maria Barbosa Martins Distrito de Bonsucesso – Várzea Grande - MT 2012
  4. 4. OLIMBM 2012Apresentação A realização de eventos que promova a integração da Comunidade EscolarInterna e Externa é também promover uma nova visão comunitária das ações da Escola,na vida dos membros da comunidade, não pode ser tarefa somente de um grupo oupessoa. Isto seria uma tarefa uma tanto presunçosa, uma vez que, a escola cidadã é oengajamento de todo um grupo, e quanto maior este grupo, maior será o seu resultado.Assim, a Décima Terceira Edição das Olimpíadas da Escola Profª “Maria BarbosaMartins”, vem somar juntamente com a proposta da Escola Guaná – Uma Escola Cidadãpara todo o Cidadão, a qual foi em gestada em nossa municipalidade, através das açõesda Secretaria Municipal de Educação e Cultura com programas e projetos que buscam aqualidade educacional desejada pela nossa população e a consolidação dos pilares paraos desenvolvimentos de nosso município, superando a estagnação do passado. Parceriaestá que a comunidade e o governo municipal têm buscado no engajamento de todospela educação. Ao olhar para este engajamento de todo o Sistema Municipal de Ensino, aEscola Municipal de Educação Básica Profª “Maria Barbosa Martins”, promove emparceria com a comunidade interna e externa, mais uma edição da já tradicionalOlimpíada Escolar, a qual teve origem no ano de 2000, a partir de uma iniciativa dodocente de Educação Física da época, tendo sua origem como uma pequena Gincana.Desde então, sua proposta foi crescendo, chegando a envolver toda a comunidadedistrital, por três dias consecutivos, na realização de momentos de muita alegria ecompetição entre a comunidade interna, externa com práticas desportivas e atletismo coma participação de pais, colaboradores comunitários e visitantes. Respirando a harmonia eo prazer de estar no interior da Unidade de Ensino. O evento por si só não teria muita a leveza e harmonia alcançada, em suarealização se não contasse com a participação popular de cidadão e todas as cores ecresça, com seu pouquinho, que somado tornaram nestes anos no suficiente para suaconsolidação. A participação comunitária, debatendo a necessidade de seucomprometimento no cotidiano da vida escolar e bem como assumindo responsabilidadena sua promoção, buscando sua transformação num ambiente de prazer e bem estar paratodos sem distinção de cor, raça ou religião moradores do Distrito e suas comunidadesvizinhas.
  5. 5. OLIMBM 2012 Os custos deste evento são simbólico diante da necessidade de congregarvalores, opiniões em sua realização. O custo financeiro é necessário, sem duvida o apoiona área econômica tornasse importante, porém diante da necessidade da congregação econsolidação dos parceiros externos, torna-se insignificante, por que não bastaria terrecursos suficientes, se não contássemos com a comunidade, empenhada em suarealização. É uma festa, na qual não precisa dinheiro ou roupas bonitas para participar efestejar com abundância. Mas uma festa onde ninguém pode ficar parado só olhando ouindiferente. É uma festa onde não tem bebida ou churrasco. É uma festa onde tem bomgosto pela alegria e prazer de fazer e ser parte do seu resultado de sucesso. Em fim, é afesta do compromisso, da aproximação do curioso para engajá-lo no seu papel dentrodesta nova Escola que se propõem para todos. É a Festa da Escola Cidadã do Distrito deBonsucesso Município de Várzea Grande.
  6. 6. OLIMBM 2012O Distrito de Bonsucesso O Distrito de Bonsucesso, localizado à margem esquerda do Rio Cuiabá,caracteriza-se como terra de gente humilde e trabalhadeira. Justino da Silva Claro foi oprimeiro proprietário destas terras no passado. São excelentes as rapaduras deBonsucesso, e a produção agrícola de cana-de-açúcar que alimentava as máquinas dosengenhos e alambiques do rio Abaixo. A produção era comercializada com as Usinas SãoGonçalo e da Conceição. A localidade de Bonsucesso iniciou seu povoamento, segundo dados nãomuito precisos, ainda no séc. XIX (1823), sendo comemorado seu aniversário em 15 deoutubro, quando em 2012, completará 189 de história e luta, sendo mais velho que oMunicípio de Várzea Grande. Em 23 de Setembro de 1948 pela lei nº 126 foi elevado à categoria deDistrito de Várzea Grande, sendo confirmado em 24 de Dezembro do mesmo ano, pelaLei Estadual nº 9.593. Economicamente, a pesca, muito embora já não represente uma dasfontes de rendas de origem local, gera dividendos para os profissionais de Bonsucesso,ficando sua decadência por conta dos problemas de má conservação ambiental do rioCuiabá, o que dificulta a pesca nesta região. A decadência e a destruição ambiental,imposta ao Rio Cuiabá, sempre foi objeto de investigação da impressa e local e nacional,como forma de denuncia e assim, contribuir na conscientização da sociedade. “A pesca é um dos principais atrativos turísticos em Mato Grosso e há quem diga que os peixes estão escassos, comparado há alguns anos, em que eles eram pegos com as mãos. Esta realidade vem sendo presenciada por antigos pescadores ribeirinhos. Ao contrário desse pensamento, a nova geração de pescadores garante que o problema não é a falta de peixe, mas sim o excesso de pescadores nos rios, além de outros fatores, como as dragas e o esgoto”. "Eu sou daquele tempo em que se pegava peixe com a mão e a canoa encalhar nele, quando passava ao lado do barranco. Me lembro que em época de chuva, no mês de outubro, fazia até barulho de tanto peixe que pulava", disse o pescador Joaquim Leite da Rosa, de 77 anos, mais conhecido como "Painha" pela comunidade onde mora, no Bom Sucesso, localizado a 25 quilômetros de Cuiabá. Painha, apelido que recebeu desde criança por seu porte franzino, começou a pescar aos 10 anos encarando a habilidade somente como uma brincadeira. Naquela época, as famílias não faziam da pesca uma profissão ou principal meio de subsistência, pois tinham plantações de milho, mandioca e de outros tipos de alimentos para sobreviver. “Nesse tempo nós pescávamos só o necessário para comer, ou dar de presente. Pegávamos muito peixe, utilizando redes, apenas para fazer o óleo de
  7. 7. OLIMBM 2012 cozinha, que era vendido no Mercado do Porto [hoje Museu do Rio]”. Com o dinheiro nós comprávamos outras coisas de necessidades pessoais ou da casa", disse o experiente pescador. "Logo no barranco já tinha peixe e nós fisgávamos com um arpão improvisado, com ferro de arame, ou arco de bicicleta e bambu, para fazer a ponta", lembrou Painha. Havia também a pesca que ele intitula de "fachá", em que os pescadores, normalmente em dois, desciam o rio apenas com uma lamparina. Com ela tampada, para não clarear muito, eles encostavam na galhada (acúmulo de galhos na beira do rio), onde percebiam que havia muitos peixes, e então descobriam a lamparina. "O clarão fazia com que os peixes se assustassem pulando para dentro do barco", contou Painha. Diferente dele, o pescador Valte Santana da Silva, de 37 anos, que se enquadra na nova geração de pescadores ribeirinhos, começou a pescar aos 12 anos, mas por necessidade. Foi o primeiro e único emprego dele. "Antigamente era mais fácil de se viver, além disso, havia pouco pescador e muito peixe. Hoje as pessoas dizem que o peixe acabou, mas isso é mentira. O que aconteceu foi que aumentou a quantidade de pescadores", ressaltou Valte Santana. Um outro problema que, além de prejudicar os rios, dificulta a pesca, são as dragas. No trecho do rio Cuiabá, que vai da comunidade de Bom Sucesso à do Pai André existem oito dessas máquinas, que são utilizadas para retirar areia. Há 15 anos os pescadores enfrentam este problema. "Inclusive no período da piracema, o uso dela foi proibido. Acredito que era para não sugar os ovos, além do barulho, pois os peixes desovam durante o percurso do rio", acrescentou. Somente na comunidade de Bom Sucesso, com quase 200 casas, existem 110 pescadores com a carteirinha de profissional. ROTA - Bonsucesso é considerado uma das quatro rotas turísticas da pesca em Mato Grosso, famosa pela gastronomia. Há também Cáceres, com o evento da Pesca Internacional, e Chapada dos Guimarães e Poconé com o artesanato.1 A Sede do Distrito é servida por uma pequena atividade comercial diária,mercadinhos e lanchonetes, tendo o seu grande fluxo nos finais de semana em suastradicionais peixarias, que somam hoje doze estabelecimentos, sendo um atrativo turísticopara a população várzea-grandense e cuiabana. No distrito há uma grande produção de tijolos, telhas e areia paraconstrução civil, com diversas dragas e cerâmicas instaladas em seu território, gerandoemprego para a população local. Bonsucesso recebe turistas de vários lugares, que vêm apreciar a comidatípica da região e as festas tradicionais como: Festa do Divino Espírito Santo, SãoBenedito e a tradicional Festa de São Pedro Pescador, entre outras manifestações dareligiosidade populares que são realizadas todos os anos, pelos moradores.1 Satunino, Beatriz - Do Tempo da Pesca com a Mão – Jornal Folha do Estado – Domingo 07 de Março - p. 11.
  8. 8. OLIMBM 2012A Unidade Escolar A história da educação em Bonsucesso está inteiramente ligada a criaçãoda primeira escola com o nome de Escola Mista de Bonsucesso nesta região em 1908,tendo como primeiro educador o professor Miguel José da Silva, porém em 1915 foitransferida para Capão Grande. Em seu lugar foi criada outra instituição escola pelo Decreto lei nº 511-A,no governo de D. Aquino Correa, sendo instalada neste local em 16 de março de 1920, aqual veio transferida da localidade de Sucuri, sendo denominada Escola Mista Rural. Coma enchente do Rio Cuiabá em 1974, a escola foi totalmente destruída e, sendo construídoo atual prédio principal em 1976, sendo recriada pelo Decreto Municipal nº 163/76 de23/06/1976 de Escola Municipal de 1º Grau Professora Maria Barbosa Martins2. Em 22de Novembro de 2001 o Governo Municipal de Várzea Grande mantenedor do SistemaMunicipal de Educação, atendendo recomendações do Sistema Nacional, via ConselhoNacional, ratificou pela Lei Municipal nº 2.389 de 22 de Novembro de 2001, cumprindoaos dispositivos legais contidos na Lei de diretriz da Educação Básica – LDB Lei Federalnº 9394 de 20 de dezembro de 1996 – o nome de nossa Unidade de Ensino, incluindo-a no rol das Instituições de Educação Básica do Sistema Nacional de Educação. Nossa escola atende no ano letivo de 2012 - 204 alunos do Pré-escolar a 9º ano do Ensino Fundamental; e 150 alunos da Educação de Jovens eAdultos – EJA e Ensino Médio - mantidos pela Secretaria de Estado de Educação,como Salas Anexas da Escola Estadual Luiz Pedroso e Silva – com sede no Distrito deCapão Grande. Todos os alunos atendidos em nosso Prédio Escolares são oriundos daComunidade e dos diversos bairros de nosso querido Distrito de Bonsucesso. A Instituição de Ensino tem sua sede situada à Avenida Gil João da Silva,690, Distrito de Bonsucesso, Várzea Grande/MT, CEP 78166-000, Telefone 0(xx) 65 –3688-3050 - E.mail: emebmariabarbosa@uol.com.br A atual Unidade escolar foi, autorizada a funcionar pela Resolução nº158/86, de 13/05/1986 - CEE, tendo seu reconhecimento renovado pela Portaria nº147/02-CEE - D.O. 25/09/2002 – Ensino Fundamental Séries Finais. A Educação Infantile o Ciclo Básico de Educação Cidadã: 1º ao 5º Ano – Autorizado pela CME – ConselhoMunicipal de Educação através da Resolução 014/CME/VG/MT de 04 de Junho de 2012,2 Segundo informação extra-oficial, a professora o nome da de Maria Barbosa Martins estaria faltando o seu sobrenome da família: Conceição o que seria o correto: Maria Barbosa Conceição Martins.
  9. 9. OLIMBM 2012mantida pelo Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura,situada à Av. Castelo Branco, nº 2500, Paço Municipal Couto Magalhães, Bairro ÁguaLimpa – Várzea Grande - MT. Está sediada no Distrito de Bonsucesso, funciona em regime deexternato, nos período matutino e vespertino, oferecendo Educação Infantil: Pré-escola eEnsino Fundamental de 1º ao 9º ano. A escola atende alunos de bairros e localidades vizinhas, como: PaiAndré, Souza Lima, Parque Boa Vista, Jardim Botânico3, Praia Grande e Jardim 4Guanabara . Possuindo um corpo discente de baixo poder aquisitivo, em sua maioria sãofilhos de pescadores, lavradores, comerciantes de pequeno porte, pedreiros, produtoresde rapadura, domésticas, etc. Para chegar à escola, alguns alunos utilizam canoas (por morarem nasmargens esquerda do rio - Município de Cuiabá), bicicletas e transporte escolar, oferecidopela Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.Atendendo no presente ano letivo 204 alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamentaldo 1º ao 9º ano. A Comunidade Escolar é composta por pessoas humildes cuja principalfonte de renda encontra-se em risco em conseqüência da poluição que tomou conta doRio Cuiabá, o qual margeia o Distrito. Em razão disso a comunidade voltou-se para outrasopções de trabalho como a fabricação de rapaduras, a confecções de redes artesanais, eo trabalho informal nas peixarias desempenhando funções como garçons, cozinheiras etc.Além disso, o trabalho fora da comunidade, em funções como: domésticas secretárias eoutras ocupações vêm se tornando nos últimos tempos a única saída para resolver aquestão do desemprego. A condição de moradia observada na comunidade apresenta comoaspectos positivos o fato da maioria ter casa própria, apesar de não serem em suagrande maioria escrituradas ou tem regularidade nas partilhas de bens em cartório,estando tal situação em fase de regulamentação fundiária. Em contrapartida osmoradores são abastecidos com uma rede de água imprópria para consumo, devido à altaconcentração de minério de ferro na água, o que ocasiona altíssimo índice de problemasrenais entre eles. A formação profissional dos membros da comunidade é diversificada. Emvista da mudança nas atividades econômicas de subsistência, os pais viram-se na3 Anteriormente se chamava COHAB 07 de Maio.4 Anteriormente se chamava COHAB 24 de Dezembro
  10. 10. OLIMBM 2012iminência de perderem a única fonte de renda e voltaram às escolas para concluírem oEnsino fundamental, ainda que muitos não tenham prosseguido os estudos e terminado oEnsino Médio. Essa volta à escola contribui sobre maneira na educação dos filhos umavez que eles podem auxiliá-los em casa. Entretanto a elevação do nível de escolaridadeainda não contribuiu para uma boa formação profissional e qualidade de vida, visto que asocupações continuam sendo em subemprego, o que gera baixa estima. Em relação à organização popular da comunidade a mesma écongregada nos movimentos sociais, sendo hoje representados, pela: Associação deMoradores do Distrito de Bonsucesso – em faze de reestruturação de sua diretoria e bemcomo instituição jurídica; Associação de Cultura e turismo de Bonsucesso – sendo umaproposta de congregação os proprietários de peixarias e as comunidades entornam doturismo local da Rota do Peixe sob assessoria do SEBRAE-MT em 2003, em convêniocom a Prefeitura Municipal – Associação de Pescadores do Distrito de Bonsucesso;CORIMBATÁ – Cooperativa de Pescadores de Bonsucesso e Pai André e a UnidadeEscolar que uma referência a toda a comunidade local com seus eventos anuais, como:Feira das Ciências, Festa do Folclore, Dia das Crianças, OLIMBM – Olimpíadas daEscola Cidadã Profª Maria Barbosa Martins – organizadas e realizadas pela COMFESCI –Comissão de Festa da Escola Cidadã – sendo congregada por membros da comunidadeorganizada e escola sendo eleita anualmente para o evento que tem duração de três diascom muitas atividades desportivas e momentos de lazer com a participação de todos. Quanto à participação na vida política do Distrito como movimento debairro Associação de Moradores Distritais, a comunidade tem uma participação incipiente.Assim, este movimento como organização social, fica bastante tímido, uma vez que estecidadão que o congrega não dispõe de uma formação e esclarecimento de seus direitosconstitucionais, suficientes para buscar soluções de seus problemas do cotidiano. A relação da escola com as lideranças Comunitárias tem sidoharmoniosa, estando sempre que preciso unidos para a ocupação de seus espaços navida da comunidade. A formação populacional de Bonsucesso é diversificada, exemplos:cuiabanos, goianos, paulistas, paranaenses e mineiros. Mesmo assim, há apredominância de filhos da terra, embora este processo imigratório já conte com algunsanos. Sendo realizado por pessoas que vieram em busca de melhores condições de vidae tranqüilidade do lugar.
  11. 11. OLIMBM 2012 A comunidade é bastante humildade, não sendo constatada discriminaçãoracial, religiosa e bem como na condição social de cada um e sua opção sexual, sendobastante acolhedora e há uma harmonia no convívio social diário.Justificativa O Distrito de Bonsucesso tem em sua historia um longo passado glorioso narelação cidadão e as práticas desportivas, tendo em seus apêndices históricos a presençade equipes desportivas que congregaram homens e mulheres nas lideranças de equipesque desde a década de 1950, resiste ao tempo e a modernidade desta relação amorosa:Homem e a “pelota” Bola. Neste processo de promoção dos eventos desportivos e sua prática diária,nossa comunidade interna e externa, alunos, pais e moradores, vivem seus dias napratica do esporte, chegando ser no interior da unidade de ensino até um problema emhorário de aulas. A direção não pode ser fraca, diante da vontade das brincadeiras com abola, é nítido o desejo manifesto desde o pré-escolar. Levando-se em consideração as necessidades de inovação e modernidade nométodo educacional desejado pela comunidade escolar entendendo que “Não é só umcorpo ou uma alma que se educa, mas sim um homem”. Comeste pensamento nasceuem 2000, pela organização e iniciativa do docente de Educação Física Claudiney daSilva Farina, lotado nesta unidade de ensino, a Gincana Escolar, que logo no anoseguinte, diante da aceitação e das modalidades esportivas em disputa e bem comodos inúmeros eventos que antecederam, criou-se o status de Olimpíada Escolar, ondecomeçou a movimentar toda a comunidade escolar interna e externa com a presençamaciça de pais e responsáveis por discente com inicio sempre numa sexta feira e seestendendo até o domingo seguinte com seu encerramento. A organização do evento foca as ações e metas de que todos os alunosprecisa e deve ter uma oportunidade para desenvolver e demonstrar todo o seu potencial,físico e mental tendo como ponto de apoio, todos os professores, funcionários, asinstalações e materiais pertencentes à entidade, à vontade e garra para vencer osobstáculos do seu cotidiano, a Décima Terceira edição da OLIMBM e Décima PrimeiraEdição da FESTA DA ESCOLA CIDADÃ, tem como proposta a interação entre os
  12. 12. OLIMBM 2012segmentos comunitários, somando força para a conscientização da Escola que queremose sonhamos em relação a que temos. A presente constatação quer congregar os valorese princípios para a realização de suas tarefas formativa, convergindo para a Consolidaçãoe Promoção de uma Escola para o Cidadão do século XXI. Propor, ouvir, interagir, competir, realizar, reunir. Serão momentos queocorrerão durante os eventos, os quais não nos proporcionariam sem tal realização,levando a comunidade e colaboradores para uma reflexão tão sólida que não será maisapenas competição física, mas a descoberta de valores e gosto pela cooperação napromoção da educação de qualidade, que tanto almejamos para nossa gente. UmaEducação para o Exercício Pleno da Cidadania.ObjetivoObjetivos Gerais Promover a integração entre os segmentos comunitários: alunos, pais, mestrese entidades organizadas como: Associação de Moradores, Igrejas e Associação deCultura e Turismo e Conselho Comunitário de Pescadores, para o compromisso dapromoção de uma Educação de Qualidade, bem como, o seu financiamento comparcerias na aquisição de materiais de higiene/limpeza, e expedientes para serem doadosa Instituição de Ensino, que administrará o seu uso em beneficio da própria comunidade.Assim, conscientizar a comunidade escolar para os problemas existentes no seu interior einerente a sua manutenção como responsabilidade do poder público e comunidade.Objetivos Específicos  Promover a integração da comunidade escolar;  Disponibilizar mementos de lazer com a interação de valores da cultura local;  Oportunizar o destaque às criações individuais e coletivas de membros da Comunidade Escolar;  Promover competições desportivas e atléticas, que oportuniza a conscientização de uma vida saudável;  Proporcionar o crescimento cultura através das competições não esportivas, na área das artes cênicas;
  13. 13. OLIMBM 2012  Garantir a conscientização da população, que a Unidade de Ensino não depende só do Poder público, sim também da comunidade, para seu bom desempenho.Metodologia Realização de competições previamente organizadas por série e níveiseducacionais, observando a participação de todos os alunos devidamente matriculados ecom freqüência regular ou boa e conduta disciplinar. O evento contará com um calendário e distribuição comunidade discentepor equipes, sendo que todas as equipes contarão com alunos desde o pré-escolar até onono ano do Ensino Fundamental Séries Finais em sua composição. O corpo docente eos colaboradores, distribuídos como coordenadores de equipes. O Evento ainda contará com a participação de colaboradores interno eexternos na comissão organizadora para atendimento das necessidades escolaresdurante a realização do evento juntamente com a Gestão Escolar: Diretor, CoordenaçãoPedagógica, Docente de Educação Física e Membros do segmento pais e comunidadeexterna. As competições estão organizadas por equipes e idade dos alunosparticipantes, devendo observar que não haver competições entre alunos das serieisiniciais com alunos das anos finais. A organização será prioridade para garantia desegurança e condições de participação de todos os alunos, e faixa etárias de nível eidade, obedecendo às recomendações das práticas desportivas. A organização do evento, conta de programação próprias destinadas aparticipação da comunidade e pais de alunos, assegurar assim, a participação de todos,integrando a escola em sua área de atuação com a comunidade interna e externa, práticaesta um dos objetivos da realização do evento Olímpico.
  14. 14. OLIMBM 2012Cronogramas A XIII Edição da OLIMBM. Terá o seguinte Cronograma e horário deRealização: ATIVIDADES Maio Jun Jul Ago Sete Out NovEscola da Temática de 2012 XApresentação da Proposta de XEstudo ao corpo docenteSorteio da Equipes XApresentação para a Comunidade XSorteio dos Coordenadores de XEquipeFestas para financiamento das X X XEquipesElaboração do Projeto XEncaminhamentos da Gestão XExpedição de convites X XRealização do Evento XCronograma: especificidades e atividades organizacional Programação Data Dia Eventos Cerimônia de Abertura com apresentação das 22/11/2012 Quinta-Feira Equipes, e artes Cênicas. Competições entre equipes nas diversas 23/11/2012 Sexta-Feira modalidades, nos período matutino e vespertino. Competições entre equipes em modalidade futsal 24/11/2012 Sábado e Encerramento.
  15. 15. OLIMBM 2012Financiamento A Unidade escolar, contará com a realização de eventos financeiros parao custeio das atividades do Evento Olímpico, e bem como com o patrocínio de segmentoscomerciais locais e do município e o apoio indispensável do poder público municipalatravés da Secretaria Municipal de Educação. Apresentar-se-á o seguinte orçamento necessário para a realização doevento Olímpico Escolar em 2012:Aquisições de Bens e Serviços Natureza da Despesa: Código Denominação Serviços: I Conferencia Municipal dos Direitos das Pessoas Idosas Projeto/Atividade Denominação Relação de Bens/Serviços Discriminação do Material Unidade Qtde Valor Unitário R$ Valor Total R$Camiseta para Comissão Organizadora Unid. 50Bola de Futsal Unid 02Bola de vôlei Unid 02TNT – Azul Celeste, Azul escura, Vermelho eAmarelo Metros 30Cola Gliter – cores olímpicas Caixa 03Jogo Dama Unid 04Jogo bozó Unid 04Jogo Dominó Unid 04 1 - SubtotalResultados Esperado A exemplo do ocorrido em anos anteriores da realização do já tradicional eventosOlímpico Escolar, a Comunidade do Distrito de Bonsucesso e a Gestão Escolar, esperaque tenhamos sucesso em sua edição de 2012, consagrando a participação de todos nostrês dias de competições desportivas e atletismo. O grande ganho do evento e o maior resultado é a garantia da presença dacomunidade no interior da Unidade Escolar conhecendo sua condição podendo contarcoma garantia de suas realizações para o desenvolvimento de nossa comunidade internaque poderá ter ao seu lado a comunidade externa como co-responsável pela suamanutenção.
  16. 16. OLIMBM 2012Quadros de Competições para 2012 As competições obedecerão ao seguinte calendário e horário derealizações durante o evento. Nos dias 24, 25 e 26 de Outubro de 2012: Quarta-feira dia 21de Novembro de 2012 FAIXA ORD. HORÁRIO MODALIDADE SEXO ETÁRIA FUTSAL MASCULINO COMUNIDADE Nome: Masculino Nome: (Até Nome: 08 Atletas por equipe Nome: Pais 1ª – sendo 05 Nome: 08 em quadra 20:00 e o Nome: restante Nome: na reserva) Nome: FUTSAL FEMININO COMUNIDADE Feminino Nome/Masc.: Nome/Masc.: (Até 08 Atletas Nome/Masc.: por equipe Nome/Masc.: Mães – sendo 05 2ª 21:00 em quadra Nome/Fem.: 08 e o Nome/Fem.: restante na Nome/Fem.: reserva) Nome/Fem.:
  17. 17. OLIMBM 2012Intervalo para Almoço: 11h00min Quinta-feira dia 22 de Novembro de 2012 FAIXA ORD. HORÁRIO MODALIDADE SEXO ETÁRIA Futsal Feminino Nome: Nome: Nome: Fem. Nome: 08 atletas 3ª 07:15 Do 6º ao Nome: 9º ano Nome: Nome: Nome: Estafeta com Bastão Nome/Masc.: Nome/Masc.: Nome/ Masc.: Mista 04 Masc. e 04 Fem. Nome/ Masc.: 4ª 08:15 Do 6º ao 08 atletas Nome/ Fem.: 9º ano Nome/ Fem.: Nome/ Fem.: Nome/ Fem.: Chute a gol Nome/Masc.: Masc.02 e Nome/Fem.: Do 6º ao Fem.02 5ª 08:45 Nome/Masc.: Sendo 01 fem. e 01 9º ano masc. Nome/Fem.: MODALIDADE – JOGOS FAIXA SEXO ORD. ETÁRIA DAMA Do IDADE 6º ao 1 por 6ª 9º ano Equipe (livre) Nome: 08:45 Dominó Do 6º ao 1 por 7º 9º ano Equipe(livre) Nome: BOZÓ Do 6º ao 1 por 8ª 9º ano Equipe(livre) Nome: Intervalo para o Lanche – Matutino: 09h45min ORD. HORÁRIO MODALIDADE FAIXA SEXO ETÁRIA Corrida do saco IDADE Nome Masc.: 02 casal por 9ª 10:00 6º ano Nome Fem.: equipe Corrida do saco Nome Masc.: 02 casal por 10ª 10:15 7º ano Nome Fem.: equipe Corrida do saco 11ª Nome Masc.: 02 casal por 10:30 8º ano Nome Fem.: equipe Corrida do saco 12ª Nome Masc.: 02 casal por 10:45 9º ano Nome Fem.: equipe
  18. 18. OLIMBM 2012 FAIXA HORÁRIO MODALIDADE ETÁRIA SEXO Futsal Feminino Nome: Nome: Nome: Fem. Nome: 2º,3º,4º 8 13ª 13:00 5º ano atletas Nome: Nome: Nome: Nome: CORRIDA DO SACO Ed. Misto Nome Masc.: Infantil (02 E 1ºano Atletas 14ª 13:50 Nome Fem.: por quipe). CORRIDA DO SACO 02 Atleta 2º e 3ºano por Nome Masc.: equipe: 15ª 14:00 Nome Fem.: 01 Masc. e 01 Fem. CORRIDA DO SACO 02 Atleta 4º e 5º por Nome Masc.: equipe: ano 16ª 14:10 Nome Fem.: 01 Masc. e 01 Fem. CORRIDA DO LIMÃO 02 Atleta 2º e 3º por 14:20 Nome Masc.: equipe: ANO 17ª Nome Fem.: 01 Masc. e 01 Fem. Prova da tabuada 02 Atleta 3º 4º,5º por 14:30 Nome Masc.: equipe: ANO 18ª Nome Fem.: 01 Masc. e 01 Fem. Intervalo para o Lanche - Vespertino: 15:00 horas Boliche 01 casal 15:15 Nome Masc.: Ed Por 19ª Infantil e Nome Fem.: Equipe 1ºano 15:35 Dança da cadeira 01 Casal 2º,3º e 4º Por Nome Masc.: 20ª Equipe Nome Fem.: Dança da cadeira chefe de 01 Casal 15:55 equipe Por Nome Masc.: 21ª Equipe Nome Fem.: Corrida do sapato Nome Masc.: 2 casais Por Nome Fem.: Equipe 22ª 16:20 4º e 5º Nome Masc.: Nome Fem.:
  19. 19. OLIMBM 2012 Sexta-feira dia 25 de Novembro de 2012 Faixa Etária / Ord. Horário Modalidade Idade Sexo DANÇA DA CADEIRA 02 Atleta 07:15 por 23ª Nome: 6º ao 9º equipe: Nome: ano 01 Masc. e 01 Fem ACERTE A CESTA 04 Atleta por Nome Masc.: 6º ao 9º equipe: Nome Masc.: ano 03 Masc. e Nome Masc.: 03 Fem 24ª 07:30 Nome Fem.: Nome Fem.: Nome Fem.: CORRIDA DO LIMÃO 01 Casal Nome: 6º ANO por 25ª 07:45 Nome: Equipe CORRIDA DO LIMÃO 01 Casal Nome: 7º ANO por 26ª 07:55 Nome: Equipe CORRIDA DO LIMÃO 01 Casal Nome: 8º ANO por 27ª 08:05 Nome: Equipe CORRIDA DO LIMÃO 01 Casal Nome: 9º ANO por 28ª 08:15 Nome: Equipe Futsal Masculino Nome: Masc. Do 6º ao 9º Nome: ANO 08 Nome: atletas Nome: 29ª 08:30 Nome: Nome: Nome: Nome: Intervalo para o Lanche – Matutino: 09h45min CORRIDA DO COLETE MISTO 10:30 03 Casal 30ª Nome Masc.: por Equipe Nome Masc.: Do 6º ao Nome Masc.: 9º ANO Nome Fem.: Nome Fem.: Nome Fem.:
  20. 20. OLIMBM 2012 Intervalo para Almoço: 11h00min FAIXA HORÁRIO MODALIDADE SEXO ETÁRIA Futsal Masculino Nome: Nome: 2º,3º,4º e Nome: 5º até 11 Masc. anos Até 08 Nome: atletas 31ª 13:00 Nome: Nome: Nome: Nome: Chute no pneu Ed. 01 casal Infantil por 32ª 13:50 Nome: E 2º equipe Nome: CORRIDA DO LIMÃO Ed. Nome: Infantil 01 casal 33ª 14:10 E 1ºano Nome: CORRIDA DO LIMÃO 4º e 5º Nome: 01 casal 34ª 14:30 Nome: Intervalo para o Lanche - Vespertino: 15:00 horas DANÇA DA LARANJA Ed. Inf. Nome: Ao 2º ano 01 casal 35ª 15:15 Nome: QUEIMADA Nome Masc.: Nome Masc.: Nome Masc.: 36ª 15:45 1º ao 5º 03 casal Nome Fem.: Nome Fem.: Nome Fem.: BOLICHE Nome: 37ª 16:00 4º e 5º 01 casal Nome:
  21. 21. OLIMBM 2012Pontuações da Equipe em Competições As equipes em competições serão atribuídas pontuação por classificaçãonas competições realizadas, nos termos do Regimento Interno, da XIII - OLIMBM,devidamente aprovado pelos Coordenadores de Equipe, Comissão Organizadora eCCDE. COLOCAÇÃO PONTOS 1º lugar 40 2º lugar 30 3º lugar 20 4º lugar 10Doações de Produtos As equipes que doarem alimentos e produtos para manutenção da Unidade Escolarserão classificadas segundo a quantidade de produtos doados, e lhes serão atribuídos pontos parasua classificação geral nos eventos, seguindo os seguintes critérios: COLOCAÇÃO Produtos em Geral 1º lugar 40 2º lugar 30 3º lugar 20 4º lugar 10As equipes: competirão entre si na Capitação de Doações As equipes competirão entre si, as quais já estão em trabalho de campo.Fato este que ocorre logo após a realização do sorteio de cada um de seus membros,quando já contam com informações, tabela de pontuação por produtos arrecadados osquais são solicitados da comunidade e comercio local a doação de alimentos, produtos delimpeza em gral e material de expediente que serão doação ao estabelecimento deensino.
  22. 22. OLIMBM 2012 Os produtos contam com pontuação específica que são atribuídos aomembro a equipe. Os produtos de maior necessidade da Unidade Escolar tem maiorpontuação e ao final cada equipe terá sua pontuação somada e serão classificadas entreelas, sendo que a primeira colocada receberá para a soma do computa em geral devendedora 40 pontos, segundo 30 pontos e terceiro 20 pontos.
  23. 23. OLIMBM 2012 Regimento Interno
  24. 24. OLIMBM 2012 TÍTULO I Das Disposições Preliminares:Art.1 – A OLIMBM - promovida pela Escola Municipal de Educação Básica Profª. Maria BarbosaMartins, desde 2000 - chegando a sua XIII Edição em 2012, regular-se-á, genericamente peloregimento interno vigente aplicável e, especificamente, pelas disposições contidas nesseregulamento e atos disciplinares expedidos pela autoridade escolar, nos exercícios de suasfunções.Art.2 – A XIII OLIMBM - a comunidade escolar interna e externa: colaboradores docentes e nãodocentes, corpo discente, pais e convidados, que participarem do Evento serão consideradasconhecedoras da legislação esportiva aplicável e das disposições contidas neste regulamento,assim submeter-se-ão, sem reserva alguma, a todas as conseqüências que dele possam emanar.Art.3 – A XIII OLIMBM - será realizada nas seguintes séries / categorias: I. Educação Infantil: Pré-Escolar. II. Ensino Fundamental: III. Anos Iniciais: CBAC – Ciclo Básico de Alfabetização Cidadã IV. Anos Iniciais: 4º e 5º ANO V. Anos Finais: 6º ao 9º ANOArt.4 – Serão oferecidas as seguintes modalidades, conforme quadro abaixo: Ord. Modalidade Naipe Nº de Atletas Categoria 01 Futsal (Comunidade) Masc. 08 Pais 02 Futsal (Comunidade) Fem. 08 Mães 03 Futsal Fem. 08 6º ano ao 9º ano 04 Futsal Fem. 08 2º ano ao 5º ano 05 Futsal Masc. 08 6º ano ao 9º ano 06 Futsal Masc. 08 2º ano ao 5º ano 07 Estafeta Mista 04 6º ano ao 9º ano 08 Chute a gol Mista 04 6º ano ao 9º ano 09 Damas Mista 01 6º ano ao 9º ano 10 Dominó Mista 01 6º ano ao 9º ano 11 Bozó Mista 01 6º ano ao 9º ano 12 Corrida do saco Mista 02 6º ano ao 9º ano 13 Corrida do saco Mista 02 Ed. Inf. ao 5º ano 14 Corrida do Limão Mista 02 Ed. Inf. ao 5º ano 15 Corrida do Limão Mista 02 6º ano ao 9º ano 16 Prova da Tabuada Mista 02 3º ano ao 5º ano 17 Boliche Mista 02 Edu. Inf. e 1º ano 18 Boliche Mista 02 4º ano e 5º ano 19 Dança da cadeira Mista 02 6º ano ao 9º ano 20 Dança da cadeira Mista 02 2º ano ao 4º ano 21 Dança da cadeira Mista 02 Chefe de equipe 22 Corrida do sapato Mista 04 4º ano ao 5º ano 23 Corrida do colete Mista 06 6º ano ao 9º ano 24 Chute no pneu Mista 02 Ed. Inf. ao 2º ano 25 Dança da laranja Mista 02 Ed. Inf. ao 2º ano 26 Queimada Mista 06 1º ano ao 5º ano 27 Acerte a cesta Mista 06 6º ano ao 9º ano TÍTULO II Dos Princípios decorrentes da Política Interna de Desporto e LazerArt.5 – A XIII OLIMBM 2012, respalda-se nos seguintes princípios decorrentes da Política Internada Escola:I – Democratizar e descentralizar a prática das atividades esportivas, assegurando a todos odireito de participação em processo orientado interdisciplinarmente;II – Estimular o desenvolvimento do nível técnico-esportivo das representações amadoras escolar;
  25. 25. OLIMBM 2012III – Propiciar toda a oportunidade de participação espontânea nos programas de lazer;IV – Valorizar os Alunos e a prática do desporto;V – Fomentar o Desporto em especial, o desporto educacional e de participação, sem perder devista o desporto de rendimento, ou espetáculo.VII – Trabalhar a inclusão social TÍTULO III Dos ObjetivosArt.6 – Os objetivos previstos no regulamento da XIII- OLIMBM – 2012 são: I. Propiciar o desenvolvimento integral da pessoa humana como ser social, autônomo, democrático e participante, contribuindo para o pleno exercício da cidadania; II. Promover a integração sócio-esportiva entre a comunidade escolar da Maria Barbosa, alunos, professores e pais de alunos; III. Redimensionar os valores sócio-culturais esportivos dos recursos humanos disponíveis, encaminhando-os especializado para o rendimento desportivo; IV. Estimular o desenvolvimento técnico esportivo entre os participantes; V. Despertar o interesse pela prática da atividade física, esportiva e recreativa; VI. Revelar novos Talentos desportistas; VII. Angariar apenas alimentos para serem doados a entidades filantrópicas (ex: Sopão, entre outros), conscientizando a comunidade escolar para os problemas existentes na sociedade. TÍTULO IV Da Administração e Organização Esportiva CAPÍTULO I Da Organização Esportiva:Art.7 – A Competição será administrada e organizada pela Comissão Organizadora, através desua equipe técnica, com participação efetiva dos representantes da comunidade escolar.Art.8 – A Comissão Organizadora será composta por professores da escola constituídos naseguinte forma: a) Coordenador Geral; b) Coordenador Técnico; c) Comissão de apoio técnico; d) Comissão de divulgação; e) Comissão de Cerimonial e Desfile; f) Comissão de Ética. CAPÍTULO II Das CompetênciasArt.9 – À Comissão Organizadora compete: a. Promover Reuniões com as comissões; b. Receber e distribuir o material específico de cada modalidade; c. Definir as instalações esportivas a serem utilizadas durante as competições; d. Fornecer diariamente os resultados das competições; e. Cumprir e fazer cumprir o presente regulamento e as demais normas que venham a ser baixadas f. Elaborar os boletins oficiais; g. Realizar o Congresso Técnico; h. Encaminhar a Comissão de Ética as faltas disciplinares cometidas no decorrer dos jogos por: atletas, dirigentes, técnicos ou qualquer pessoa ligada direta ou indiretamente aos jogos; i. Elaborar o relatório final referente ao evento. j.Art.10 – À Coordenação Geral Compete:
  26. 26. OLIMBM 2012 a. Exercer a coordenação, supervisão e controle do evento; b. Aprovar o Calendário Geral, tabelas, horários e locais das competições; c. Indicar os membros da Comissão de Ética; d. Encaminhar Relatórios ao Diretor e.Art.11 – A Comissão de apoio técnico compete: a. Assessorar a Comissão Organizadora; b. Providenciar material específico por modalidade; c. Preparar adequadamente os locais de competições; d. Controlar através de súmulas os resultados das competições; e. Arbitrar as modalidades que não seja handebol e nem futsal; f. Elaborar o programa de competições e as tabelas de jogos, fixando data, horário e locais, bem como alterá-lo quando necessário; g. Encaminhar à Direção Técnica as faltas disciplinares cometidas no decorrer dos jogos por atletas, dirigentes, Técnicos ou qualquer pessoa ligada direta e indiretamente à OLIMBM. h. Apresentar relatórios de suas atividades;Art.12 - A Comissão de Cerimonial e Desfile Compete: a. Organizar a Concentração dos alunos, a formação e o desfile até a entrada na Escola b. Providenciar Bandeiras para o Hasteamento e Execução do Hino Nacional; c. Planejar, organizar e preparar as solenidades de abertura e encerramento dos jogos; d. Recepcionar as autoridades e encaminhar para a tribuna; e. Preparar pessoas especializadas, controladores do desfile e outros; f. Providenciar a exposição dos prêmios g. Elaborar o respectivo relatório.Art.13 – Ao Apoio Técnico compete: a. Assessorar a Comissão Organizadora; b. Receber e preparar o material destinado à confecção do boletim; c. Computar diariamente os resultados dos jogos, encaminhando-os à direção Técnica; d. Encaminhar as solicitações, inscrições, esclarecimentos, informações e protestos dirigidos;Art.14 – A Comissão Ética compete: a) Julgar infrações e penas disciplinares, técnicas e administrativas dos atletas, técnicos, dirigentes durante o transcorrer da competição e divulgá-las a comunidade escolar; b) Aplicar penalidades disciplinares às pessoas responsáveis ou alunos pertencentes às equipes inscritas c) Elaborar relatórioArt.15 – A Comissão de Ética será composta de: a) 01 (um) Presidente – Diretor da Escola b) 04 (quatro) Membros da Comissão Organizadora. .§ 1º - A Comissão deliberará com a presença da maioria dos seus membros.§ 2º – As decisões emanadas da Comissão Disciplinar são inapeláveis. CAPÍTULO III Da ParticipaçãoArt. 16 – Poderão participar da Competição os alunos matriculados na Escola e freqüentando asaulas regularmente.Art.17 – Poderão Participar nas competições de Pais: Pai, Mãe ou responsável financeiro diretopelo aluno, com registro na secretaria da Escola.Parágrafo Único – qualquer caso excepcional com relação ao artigo 17 será decidido pelacomissão organizadora e divulgado aos lideres das equipes.
  27. 27. OLIMBM 2012Art.18 – Será obrigatória a participação das equipes, no desfile de abertura das Olimpíadas, comno mínimo 80% dos alunos, participação está que garantirá pontos para somatória final. § 1º – a equipe ausente sofrerá as seguintes punições:A - eliminação da equipe do evento.B – Podendo a Comissão de Ética determinar ouro tipo de punição diante das justificativasapresentadas, pelos lideres de Equipe.§ 2º - Aos alunos membros de equipes, aplicará a seguinte disciplina e gratificação. a. Será obrigatório à participação de todas as equipes durante toda a competição. Os alunos que estiverem presentes todos os dias da OLIMBM, terão um (1) ponto na AM4 de todas as matérias. b. Os alunos após adentrarem a escola só estarão liberados após 11h25min no período matutino e 17h15min no período vespertino. Entendemos que a OLIMBM é uma atividade pedagógica e os alunos estão em horário de aula. c. Os alunos deverão necessariamente fazer uso do uniforme da escola ou de sua equipe nas dependências da escola, sem o traje solicitado o aluno não entrará na instituição.Art.19 – A Comissão Organizadora estará atenta para com a participação de todos os (as) alunos(as). Se constatada a participação de um mesmo (a) aluno (a) em várias competições, aComissão chamará os Representantes de Equipes e os conscientizará que todos os alunos terãoque participar. A equipe que não obedecer perderá 05 pontos. CAPÍTULO IV Das EquipesArt.20 - Serão separadas 04 (quatro) equipes com preferencialmente o mesmo número de alunospara cada se possível, divididos por série e sexo.Art.21 – O aluno que não estiver em nenhuma equipe terá que ser incluído imediatamente pelacomissão organizadora através de sorteio entre as equipes que estiverem em menor número dealunos.Art.22 – Um mesmo aluno não poderá participar por duas equipes, a não observância do “caput”deste artigo implicará na eliminação do atleta, perda e reversão dos pontos da equipe infratora.Art.23 – Será vedada a inscrição e substituição de atletas na competição, após o inicio dascompetições.§ 1º – será permitida a Troca de Alunos por Equipes, na seguinte condição: a. quando forem identificados irmãos ou parentes próximos que residem na mesma residência distribuída em equipe diferente;§ 2º As listas de alunos serão divulgadas oficialmente no mês de maio de cada ano, nocongresso técnico. De imediato, os responsáveis pelas equipes deverão comunicar aos pais dosalunos em qual equipe seu filho se encontra, e os responsáveis das referidas equipes terão até oCongresso Técnico para fazerem a devida verificação;§ 3º - será obrigatório a presença de no mínimo dois representantes de equipe por período e quecada equipe poderá nomear somente dois alunos como seus representantes. CAPÍTULO V Das CompetiçõesArt.24 – Os jogos terão seu início na data, local e hora estipulados pela Comissão Organizadora.§ Único – será considerada perdedora por W x O (ausência), a equipe que não se apresentardevidamente uniformizada até o horário e local oficial.Art.25 – A equipe perdedora W x O (ausência) estará automaticamente eliminada da competição.Parágrafo Único – os alunos deverão estar no local da competição com 01 (uma) hora deantecedência.Art.26 – A forma de disputa será na forma de eliminatória simples, ou seja, perdeu estará fora dadisputa.Art.27 – Só poderão ficar no local das competições pessoas autorizadas pela comissãoorganizadora, identificada por crachás fornecidos pela organização, não podendo ser emprestadoa outro.
  28. 28. OLIMBM 2012§ 1º – No Crachá constará, o nome e a função na equipe. O seu uso é pessoal e não poderá seremprestada a outra pessoa não autorizada.§ 2º - As modalidades, tipo estafeta; masculinas ou femininas, só poderão ser transformadas emmistas; caso não haja número suficiente de participantes do mesmo Sexo, ou seja, 06 (seis),meninos ou 06 (seis), meninas. Caso precise alterar essa regra, a equipe deverá ser formada por03 (três ), meninos e 03 (três), meninas. § 3º- A equipe que estiver com números de alunos insuficientes, poderá inscrever um aluno paracompetir até duas vezes pela equipe. CAPÍTULO VI Da Classificação e DesempateArt.28 – Para efeito de classificação serão obedecidos os seguintes critérios:§ 1º - serão classificadas as equipes de 1º ao 4º lugar seguindo o quadro de pontuação.§ 2º - A(s) equipe(s) que não completarem os trajetos nas provas ou modalidades não receberãonenhum ponto. CAPÍTULO VII Dos ProtestosArt.29 – Os pedidos de protestos só serão aceitos por escrito pelas partes envolvidas, não sendoaceito protesto de terceiros.Art.30 – Os protestos sobre indícios de infração da Regra Oficial ou Regulamento da Competição,serão resolvidos pela Comissão Organizadora.Art.31 – O prazo para impetrar recursos será logo após a competição da modalidade até omáximo de 10 (dez) minutos após a partida.Parágrafo Único – Os protestos deverão ser encaminhados por escrito à comissão organizadorado evento.Art.32 – Em caso de recurso, a defesa ou acusação será feita pelo representante legal e oupessoa credenciada oficialmente pela equipe.§ Único - As equipes envolvidas no processo, previsto no “Caput” deste artigo deverão apresentarao conselho de julgamento, provas documentais no ato do julgamento.Art.33 – A equipe protestante terá que apresentar a Comissão de Ética para ser juntada aoprocesso, as provas documentais.Art.34 – Os protestos em súmulas não serão fatos geradores de processo. CAPÍTULO VIII Da Citação e IntimaçãoArt.35 – Toda citação será feita por Edital ou em Boletim Oficial.Art.36 – O Edital de citação indicará o nome do acusado, a equipe que pertence, dia, hora e localde comparecimento e finalidade do chamado.Art.37 – As intimações serão feitas através do Boletim Oficial ou Ofício da Comissão Disciplinar.Parágrafo Único – Os intimados que não se atentarem ao chamado, será julgado à “revelia”. CAPÍTULO IX Das PenalidadesArt.38 – São passíveis de punição todos aqueles que diretos e indiretamente estejam participandoda competição: a) Provocarem distúrbios e conflitos antes, durante e depois das competições; b) Tentar desviar as finalidades dos jogos; c) Apresentarem protestos descabidos, críticas, calúnias e difamações à organização do evento.Art.39 – Será de inteira responsabilidade da equipe os distúrbios e conflitos provocados pela suatorcida, atletas, técnicos, dirigentes e equipes ficando sujeito à aplicação das penalidadesprevistas neste regulamento.
  29. 29. OLIMBM 2012Art.40 - A constatação de qualquer irregularidade será aplicada penalidades à equipe, atleta,chefes de equipes e responsáveis pela equipe.Art.41 – O aluno ou dirigente penalizado, em hipótese alguma poderão participar da competição.Art.42– O atleta desqualificado ou expulso em uma partida sofrerá as penas previstas nas RegrasOficiais e regulamento da competição.Art.43 – A Comissão de Ética aplicará penalidades na seguinte ordem:Parágrafo Único - São considerados casos de indisciplina entre o corpo discente: a. - Brigas; b. - Desrespeito aos colegas; c. - Desacato ao professor responsável pela equipe; d. - Dizer palavrões; e. - Agir de má fé; f. - Não ajudar a sua equipe; g. - Depredar o patrimônio da escola; h. - Caso de agressão ou desrespeito ao árbitro e comissão ética.Art. 44 – Os comportamentos ofensivos e indisciplinares serão observados dentro e fora doambiente das competições durante a XIII OLIMBM.§ 1º - São considerados casos de indisciplinas do corpo docente, colaboradores não docentes,pais e/ou responsáveis e convidados. I. Conduta antieducativa: usar palavrões de baixo calão; II. Discursos de baixo nível; III. Gestos obscenos; IV. Usar de má fé; V. Incentivar alunos (as) a conduta antieducativa; VI. Casos de agressão e desrespeito aos árbitros e comissão ética.§ 3º: São considerados, responsáveis pelo aluno: pais biológicos ou por adoção, avós, tiosquando tiver assinados as matriculas.§ 4º - Aos infratores destas normais regimentais a Comissão de ética aplicará as seguintespenalidades.A- Ao Corpo Discente: 1. Admoestação ou advertência oral; 2. Advertência escrita; 3. Suspensão temporária da OLIMBM 4. Suspensão de dias de aula; 5. Exclusão da OLIMBM; 6. Expedição de transferência.B – Aos Docentes e colaboradores não docentes: 1. Advertência oral ou escrita; 2. Suspensão temporária da OLIMBM 3. Exclusão da OLIMBM; 4. Suspensão de dias de aula; 5. Registro de advertência e até a colocação a disposição e possível exoneração.C – Aos Pais e/ou Responsáveis por Alunos e convidados 1. Advertência oral ou escrita; 2. Suspensão temporária da OLIMBM; 3. Exclusão da OLIMBM; 4. Transferência do (s) aluno (s).D) Punição por Equipe 1. Perda de pontos na (s) modalidade (s); 2. Exclusão da modalidade envolvida em escândalo, após julgamento; 3. Expulsão definitiva do Evento.§ 5º - As medalhas adquiridas pelos alunos não serão mais devolvidas, porém a pontuação seráperdida e repassada à outra equipe a) A equipe que receber pontos após um julgamento, seus integrantes não receberão medalhas.
  30. 30. OLIMBM 2012 CAPÍTULO X Das ProvasArt.45 – Constituem provas, os seguintes documentos: a) A declaração dos árbitros e auxiliares e registro em súmula; b) Testemunho de atletas ou membros da equipe; c) A declaração de um dos representantes da coordenação dos jogos; d) Provas contidas em documentos. CAPÍTULO XI Dos UniformesArt.46 – Será obrigatório o uso do uniforme dentro da quadra nas competições (Short deEducação Física, Camiseta da escola ou colete da equipe, bem como o membro deverá estádevidamente calçado..§ 1º – nas modalidades de Futsal, Handebol, Voleibol e Basquetebol serão obrigatórios o uso decamisetas ou coletes numerados para facilitar a marcação da arbitragem.§ 2º - Em hipótese alguma será permitido a participação de membros das equipes sem o usos decalçados adequado as práticas desportivas por questões de segurança do atleta.Art.47 – não será permitido nas modalidades acima citadas o aluno participar sem meia ou tênis,protegendo o mesmo de uma possível lesão. CAPÍTULO XII Do Congresso TécnicoArt.48 – O Congresso Técnico será realizado em local, data e horário determinado pela ComissãoOrganizadora; § Único – Cada equipe deverá obrigatoriamente ter um ou mais representante no CongressoTécnico.Art.49 – Durante o Congresso Técnico será entregue o regulamento, tabelas, sorteio de chaves,equipes e também serão discutidos assuntos do interesse da comissão organizadora e dasequipes.§ Único – A elaboração da tabela será dirigida. Seção I Dos PrêmiosArt.50 – Para a classificação final serão oferecidas as seguintes premiações, representadas emmedalhas ou troféus: aos atletas classificados em 1º e 2º lugares e as equipes classificadas em3º e 4º lugar CAPÍTULO XIII Da Arrecadação de alimentos ou produtos em geralArt. 51 - As equipes deverão arrecadar alimentos não perecíveis para serem doadas à entidadescarentes através da Associação§ 1º - Os alimentos deverão ser entregues em dia e horário pré-fixados pela Coordenação doevento das 08h00min as 13h00min. Quando não será mais possível receber nenhum produto.§ 2º - A contagem de pontos pro produtos entregues ocorrerá a partir das 14h00min.Art. 52 - As equipes contarão pontos pelos alimentos e/ou produtos obedecendo aos seguintescritérios:Parágrafo Único – Os alimentos arroz e feijão, só serão aceito do tipo 1 ou 2, não será aceito o deinferior qualidade (quirera). E produtos como: a. Quanto ao sal máximo de 05 kg por equipe; b. Quanto ao fubá, máximo de 10 kg por equipe.
  31. 31. OLIMBM 2012Art. 53 – Manter a prova de arrecadação de alimentos cumprida e acrescentar 01 (um) ponto paracada 10(dez) quilos a mais de alimentos arrecadados podendo chegar até o limite de 100 kg (dezpontos).Quantidade mínima e Máxima ESPECIFICAÇÃO CLASSIFICAÇÃO 1º Lugar 2º Lugar 3º Lugar 4ª Lugar De À De à De à De à Alimentação (Kg) 300 Acima 200 299 100 199 50 99 Pontuação 40 Pontos 30 Pontos 20 Pontos 10 PontosArt.54 – DIVULGAÇÃO - Os responsáveis pelas equipes, juntamente com seus auxiliares,deverão divulgar a IX OLIMBM através de faixas.Parágrafo Único - Será obrigatório duas faixas que deverão ter no mínimo 03 (três) metros. Nãopodendo haver propaganda política partidária. As menores serão desclassificadas.Cada equipe poderá expor 01 (uma) faixa na quadra e 01 (uma) na frente da Escola, com05(cinco) dias de antecedência do início da XIII OLIMBM. Senhores (as) representantes deequipe, considere até 19 de outubro a data limite para colocação das faixas para efeito depontuação. CAPÍTULO XV Da Pontuação da divulgação das faixas.Art.55 – Serão obedecidos os seguintes critérios de pontuação:DIVULGAÇÃO DAS FAIXAS. COLOCAÇÃO FAIXAS PONTOS Prova cumprida Mínimo e máximo – 2 25 CAPÍTULO XVI Da Pontuação das Competições de Quadra dos Alunos COLOCAÇÃO PONTOS 1º lugar 40 2º lugar 30 3º lugar 20 4º lugar 10 CAPÍTULO XVII Da Pontuação das Competições de Quadra dos Pais COLOCAÇÃO PONTOS 1º lugar 40 2º lugar 30 3º lugar 20 4º lugar 10 CAPÍTULO XVIII Do treinamento e Reuniões das EquipesArt. 56 Será destinado um horário para as equipes, fazer treinamentos e reuniões com os pais etreinamento com os alunos.
  32. 32. OLIMBM 2012a - Reunião com pais DIA EQUIPE HORÁRIO __/__/__ 01- Vermelha 17h15min as 18h00min __/__/__ 02- Amarela 17h15min as 18h00min __/__/__ 03- Verde 17h15minas 18h00min __/__/__ 04- Azul 17h15min as 18h00minb - Treinamento com a Equipe DIA EQUIPE HORÁRIO __/__/__ 01- Azul 17h15min as 18h50min __/__/__ 02-Verde 17h15min as 18h50min __/__/__ 03-Amarela 17h15min as 18h50min __/__/__ 04-Vermelha 17h15min as 18h50minArt. 57 – das Questões não PrevistasParágrafo único – Os casos não previstos neste regimento serão tratados pela comissão deÉtica, e persistindo, duvida poderá ser convocado o CCDE para decidir em definitivo o impassegerado, durante a realização do Evento. Art. 58 – Este Regimento entra em vigencia na data de realização de Assembléia de composiçãoda Comissão Organizadora por segmento escolar, a se realizar em 31 de Outubro de 2012 às18h00min, nas dependências da EMEB Prof.ª Maria Barbosa Martins. Ata de Registro nº.......folha nº ......... Pagina nº........

×