REPRESENTAÇÃO DEIMAGENS FOTOGRÁFICASE DIGITAIS:TEORIA E PRÁTICAAna Carolina SIMIONATOMestranda em Ciência da Informação (U...
OBJETIVO E CONTEÚDOOBJETIVOO mini-curso tem como objetivo desenvolver habilidades para a representação deimagens: fotográf...
Módulo Ipor gardnernewf
REPRESENTAÇÃOO que você pensa???
Chegou até aqui???Chegou até aqui???NASA Goddard Photo and Video
REPRESENTAÇÃO
VAMOS PENSAR...
por soyignatius
OU SEJA...conhecer suasespecificidades
1. IMAGENS: BREVE INTRODUÇÃOAndjam79
IMAGEM
IMAGEM
HISTÓRICOO DESENVOLVIMENTO DA IMAGEM CONVERGE AO DESENVOLVIMENTO DA ARTE EDA HUMANIDADE.ANTIGUIDADE• Pré-história (paleolí...
HISTÓRICOMODERNIDADE• Renascimento: supremacia da racionalidade e revalorização da figura humana;• Revolução comercial: fl...
2. COMPLEXIDADE DA INFORMAÇÃOIMAGÉTICAGuilherme M
• Na criação de mensagens visuais (input), o significado não se encontra apenas nos efeitos dadisposição dos elementos bás...
INTERPRETAÇÃODIRECIONAMENTO DO OLHARPERCECPÇÃO
DONIS, 1997.
ARNHEIM, 1969, p.5.
IMAGEMelementosSINTAXE VISUAL
COMPOSIÇÃO
memoflores
ELEMENTOS BÁSICOS karusimionato
LinhaDimensãoEscalaDireçãoPontoFormaMovimentoTomCorTexturaDONIS, 2002.
TÉCNICAS VISUAIS
REFERÊNCIASARNHEIM, R. Arte e percepção visual: uma psicologia da visão criadora. São Paulo:Pioneira, 1969.DONDIS, D. A. S...
[Minicurso - Módulo 1] Representação de imagens fotográficas e digitais: teoria e prática
[Minicurso - Módulo 1] Representação de imagens fotográficas e digitais: teoria e prática
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

[Minicurso - Módulo 1] Representação de imagens fotográficas e digitais: teoria e prática

298

Published on

Slides para o mini-curso de "Representação de imagens fotográficas e digitais: teoria e prática", 2012.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
298
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

[Minicurso - Módulo 1] Representação de imagens fotográficas e digitais: teoria e prática

  1. 1. REPRESENTAÇÃO DEIMAGENS FOTOGRÁFICASE DIGITAIS:TEORIA E PRÁTICAAna Carolina SIMIONATOMestranda em Ciência da Informação (UNESP-FFC/Marília) e Bolsista FAPESPEx-Integrante da BEAM
  2. 2. OBJETIVO E CONTEÚDOOBJETIVOO mini-curso tem como objetivo desenvolver habilidades para a representação deimagens: fotográficas e digitais em catálogos ou em banco de imagens.CONTEÚDOMódulo I1. Imagens: breve introdução;2. Complexidade da informação imagética - relação com a Arte Visual;Módulo II3. Imagens em suporte: caracterização dos tipos e meios;4. As imagens nas instituições e organizações;Módulo III5. As necessidades dos usuários;6. As formas de representação: descritiva e temática;Módulo IV;7. Os instrumentos para descrição da imagem;8. Catalogação de imagens em prática.
  3. 3. Módulo Ipor gardnernewf
  4. 4. REPRESENTAÇÃOO que você pensa???
  5. 5. Chegou até aqui???Chegou até aqui???NASA Goddard Photo and Video
  6. 6. REPRESENTAÇÃO
  7. 7. VAMOS PENSAR...
  8. 8. por soyignatius
  9. 9. OU SEJA...conhecer suasespecificidades
  10. 10. 1. IMAGENS: BREVE INTRODUÇÃOAndjam79
  11. 11. IMAGEM
  12. 12. IMAGEM
  13. 13. HISTÓRICOO DESENVOLVIMENTO DA IMAGEM CONVERGE AO DESENVOLVIMENTO DA ARTE EDA HUMANIDADE.ANTIGUIDADE• Pré-história (paleolítico e neolítico): pinturas nas cavernas;• Egito: poder dos faraós;• Grécia: figura humana;FEUDALISMO• Idade Média: hegemonia da religião – representar o irrepresentável;
  14. 14. HISTÓRICOMODERNIDADE• Renascimento: supremacia da racionalidade e revalorização da figura humana;• Revolução comercial: fluxo informacional e invenção da imprensa• Iluminismo: expressões artísticas tornaram-se mais verdadeiras e humanas maispróximas do povo;• Revolução Industrial: invenção da imagem fotográfica – Niépce (1826);ATUALIDADE• Guerra Fria: invenção da imagem digital – Russell Kirsch (1957).
  15. 15. 2. COMPLEXIDADE DA INFORMAÇÃOIMAGÉTICAGuilherme M
  16. 16. • Na criação de mensagens visuais (input), o significado não se encontra apenas nos efeitos dadisposição dos elementos básicos, mas também no mecanismo perceptivo compartilhadopelo organismo humano;• Na interpretação visual, existem referências visuais: equilíbrio, tensão, nivelamento eaguçamento (estabilidade e harmonia), entre outros;• “A força maior da linguagem visual está em seu caráter imediato, em sua evidênciaespontânea. Em termos visuais, nossa percepção do conteúdo e de forma é simultânea”(DONDIS, 1997, p. 134).• A composição da imagem foi decorrente da percepção do fotografo, compartilhando oconhecimento e memória de cada um.COMPLEXIDADE
  17. 17. INTERPRETAÇÃODIRECIONAMENTO DO OLHARPERCECPÇÃO
  18. 18. DONIS, 1997.
  19. 19. ARNHEIM, 1969, p.5.
  20. 20. IMAGEMelementosSINTAXE VISUAL
  21. 21. COMPOSIÇÃO
  22. 22. memoflores
  23. 23. ELEMENTOS BÁSICOS karusimionato
  24. 24. LinhaDimensãoEscalaDireçãoPontoFormaMovimentoTomCorTexturaDONIS, 2002.
  25. 25. TÉCNICAS VISUAIS
  26. 26. REFERÊNCIASARNHEIM, R. Arte e percepção visual: uma psicologia da visão criadora. São Paulo:Pioneira, 1969.DONDIS, D. A. Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×