Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia)

on

  • 2,185 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,185
Views on SlideShare
2,185
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
37
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia) Atmosfera e os fenômenos meteorológicos (Geografia) Presentation Transcript

  • Atmosfera e os fenômenos meteorológicos Capítulo 10 Páginas 65 a 74.
  • Temperatura Umidade Pressão • Calor presente na atmosfera em dado momento • Quantidade de vapor d`água no ar. Pode ser: • Absoluta • Relativa • Peso do ar sobre a superfície da Terra • Vento: movimento horizontal e/ou vertical do ar
  • n
  • Fatores do clima Capítulo 11 Páginas 75 a 80
  • FATORES DE INFLUÊNCIA Ao analisarmos as temperaturas médias e o índice de chuvas de diferentes localidades da Terra, percebemos que em algumas regiões predominam altas temperaturas, determinando climas quentes, enquanto em outras áreas, ao contrário, predominam temperaturas mais baixas, determinando climas mais frios.
  • Você sabe que fatores são responsáveis por essas variações nos diferentes lugares da Terra? • 1 – LATITUDE • 2 – ALTITUDE • 3 – MARITIMIDADE • 4 – VENTOS • 5 – MASSAS DE AR • 6 – UMIDADE DO AR
  • LATITUDE Assim, quanto maior a latitude, menor a temperatura do ar atmosférico.
  • Por isso, foram definidas as ZONAS TÉRMICAS DO PLANETA • As zonas são delimitadas pelos paralelos principais.
  • ALTITUDE Nas regiões mais elevadas, a irradiação do calor é menor que nas áreas mais baixas. De modo geral, a cada 200m de altitude, a temperatura diminui 1° C
  • MARITIMIDADE As terras e as águas são aquecidas de maneira desigual. As regiões próximas aos oceanos apresentam menor amplitude térmica, já nas áreas mais afastadas a amplitude térmica é maior.
  • Clima e correntes marinhas
  • A influência das termo-halinas Corrente do Golfo
  • Fenômeno El Niño
  • Equilíbrio ecológico e impacto ambiental: A poluição do ar atmosférico
  • Inversão térmica
  • Ilha de calor
  • Chuva ácida
  • Efeito estufa
  • Buraco na camada de ozônio Protocolo de Montreal 1987 – ajudou a diminuir as emissões dos CFCs
  • Tipos de clima Capítulo 11: páginas 81 a 86
  • Climas do mundo
  • Equatorial - quente e úmido: temperaturas variando muito pouco durante o ano, ficando a média térmica entre 24°C e 26°C. - Registra altos índices pluviométricos anuais, acima de 2.000 mm, não havendo estação seca definida. Esse é o clima predominante na Região Amazônica.
  • Tropical - com duas estações bem definidas, a chuvosa (verão) e a seca (inverno). - A temperatura média anual é de 22°C, com índices pluviométricos médios por volta de 1.500 mm. - É o tipo climático predominante no Brasil.
  • Tropical de altitude -o relevo é o fator preponderante para explicar as temperaturas amenas, com médias térmicas entre 17°C e 22°C e índices pluviométricos por volta de 1.500 mm anuais (chuvas torrenciais). - Predomina em regiões mais altas do Sudeste.
  • Tropical úmido -com temperaturas médias anuais em tomo de 25°C e pluviosidade média anual entre 1.250 mm e 2.000 mm. - As chuvas concentram-se no outono-inverno no litoral nordestino e na primavera-verão no litoral do Sudeste
  • Semi-árido - Típico do interior nordestino, das áreas sertanejas. Quente e seco, as temperaturas variam pouco durante o ano, apresentando médias térmicas entre 26°C e 28°C. -As chuvas são irregulares e mal distribuídas, com pluviosidade média inferior a 500 mm, concentrada entre fevereiro e junho.
  • Subtropical -Típico da Região Sul do país, apresenta chuvas que se distribuem pelo ano todo, embora haja uma maior concentração no verão (chuvas bem distribuídas). - Apresenta índices pluviométricos superiores a 1.250 mm anuais e as maiores amplitudes térmicas do país. A temperatura média anual fica em torno de 18°C.
  • Temperaturas médias anuais
  • Classificação de Köppen A classificação de Köppen baseia-se fundamentalmente na temperatura, na precipitação e na distribuição de valores de temperatura e precipitação durante as estações do ano. Significado dos símbolos da classificação de Köppen 1ª letra - maiúscula, representa a característica geral do clima de uma região: A - clima quente e úmido B - clima árido ou semi-árido C - clima mesotérmico ( subtropical e temperado) 2ª letra - minúscula, representa as particularidades do regime de chuva: f - sempre úmido m - monçônico e predominantemente úmido s - chuvas de inverno o - chuvas do outono e inverno w - chuvas de verão o- chuvas de verão e outono 3ª letra - minúscula, representa a temperatura característica de um região: h - quente a - verões quentes b - verões brandos
  • Clima: classificação de Koppen
  • Pesquisa • Comparar as informações de temperatura média anual e pluviosidade total anual da cidade de São José. Depois responda com base em suas anotações: • Qual a temperatura média (em ° C) anual e mensal de São José? Qual o mês mais frio e o mais quente? • Qual a pluviosidade (em mm) total da cidade? O clima pode ser caracterizado como seco ou úmido? • Site para consulta: • http://www.climatempo.com.br/climatologia/1443/saojose.