Evolução da geografia e alguns conceitos

8,887 views

Published on

0 Comments
11 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,887
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
334
Actions
Shares
0
Downloads
590
Comments
0
Likes
11
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Evolução da geografia e alguns conceitos

  1. 1. Fonte: http://colegiometajf.wordpress.com/2012/03/06/536/ Prof. Carolina Corrêa
  2. 2. O que é a geografia?  É a ciência responsável pela simples descrição da Terra (do grego: geo = Terra; grafia = estudo);  Ciência que explicar as diferenças entre os lugares. Para isso, precisamos estudar as relações espaciais responsáveis por tais diferenças;  É a ciência que procura compreender o Homem como transformador do espaço natural.( Espaço Geográfico)
  3. 3. Corretes do pensamento geográfico Escola do determinismo  fundada por Friedrich Ratzel (alemão);  “o Homem como produto do meio”
  4. 4. Ideia de espaço vital”. “ espaço é poder “, ou seja, quanto maior o seu território maior o seu poder. Justificou o expansionismo alemão; As condições de desenvolvimento e do subdesenvolvimento é fruto do meio; È uma corrente geográfica tradicional.
  5. 5. Escola do Possibilismo Escola francesa; Fundada por Paul Vidal de La Blache,
  6. 6. Afirmar que a Natureza exerce influência sobre o Homem, mas este pode escolher e modificar o ambiente natural conforme suas possibilidades técnico-científicas; Tinha o propósito de combater a escola alemã e justificar o colonialismo afro-asiático francês. “O subdesenvolvimento pode ser superado com o contato entre gêneros de vidas diferentes”.
  7. 7. Escola pragmática, teorética, nova geografia ou quantitativa O objetivo principal desta corrente de pensamento se deteve em construir uma geografia universal. Também é conhecida como quantitativa, em decorrência do uso da matemática como base de comprovações científicas.
  8. 8. Surgiu após a 2 guerra mundial; Metodologia científica; Desenvolvimento de teorias; Técnicas estatísticas e matemáticas; A abordagem sistêmica; “O subdesenvolvimento é uma fase obrigatória a ser superada para atingir o desenvolvimento”.
  9. 9. Com base nesta geografia que nasce no Brasil o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
  10. 10. Método Regional de Hartshorne. Emerge na Europa e nos Estados unidos; Embora o método regional tenha merecido a atenção dos estudiosos desde o século XVIII e XIX, somente a partir da década de 40 do  século XX, ganhou maior evidência; Estudos das diferenciações das áreas; passa a fazer um estudo particularizado de cada área. É preciso criar uma geografia de nível regional para saber o potencial de cada região para melhor explorá-las de maneira.
  11. 11. Geografia Crítica nos anos 60; Movimento de renovação da geografgia; É conhecida como a geografia do mundo subdesenvolvido; Seus principais teóricos foram, os geógrafos franceses Pierre George e Yves Lacoste. No Brasil, destaca o nome de Milton Santos; Yves Lacoste Milton Santos
  12. 12. O conhecimento científico deve servir como “arma” para mudar a situação vigente; O subdesenvolvimento é fruto de um processo, histórico, de situação de colônia, no passado, e de economia periférica, no presente.
  13. 13. Princípios Metodológicos Princípio da Extensão (Ratzel): É preciso delimitar o fato a ser estudado, localizando-o na superfície terrestre. Princípio da Analogia (Ritter e La Blache): É necessário comparar o fato ou área estudada com outros fatos ou áreas da superfície terrestre buscando as semelhanças e diferenças; Princípio da Conexidade(Brunhes):Estabelece que os fatos geográficos físicos ou humanos nunca aparecem isolados há sempre elos de interdependência.
  14. 14. Princípio da Causalidade (Humboldt): Segundo este princípio, é preciso se estabelecer as causas e as conseqüências dos fatos. Ele é a base da Geografia Moderna. Princípio da Atividade (Jean Brunhes): Para este princípio, os fatos têm caráter dinâmico e mutável, o que implica conhecer o passado para entender o presente e, se possível prever sua evolução.
  15. 15. As divisões da geografia  Geografia Geral: preocupa-se com os fenômenos sob uma dimensão mundial;  Geografia Regional: Prende-se ao estudo de uma área restrita da superfície terrestre;  Geográfica Física: estuda o espaço natural;  Geografia Humana: Analisa o homem e seu relacionamento com o meio geográfico;  Geográfica Econômica: Estuda a produção, circulação e distribuição de riquezas.
  16. 16. Geografia física subdivide-se em:  Geomorfologia – o relevo e suas formas.  Climatologia – estuda o clima.  Hidrologia – estuda as águas superficiais.  Cartografia – representa em mapas, os fatos geográficos.  Biogeografia – estuda a distribuição dos animais e vegetais na superfície terrestre.
  17. 17. Geografia humana subdivide-se em:  Geografia da População – distribuição, composição e mobilidade;  Geografia Urbana – cidade e suas funções  Geografia Agrária – estuda as atividades primárias ligadas ao meio rural.  Geografia das Indústrias – distribuição industrial e os fatos ligados ao setor;  Geografia dos Serviços – as atividades ligadas ao setor terciário da economia.
  18. 18. Alguns conceitos A geografia tem a função de levar o homem a uma reflexão profunda sobre o mundo e sobre as transformações das sociedades local e global. O trabalho do geógrafo é observar as transformações realizadas pela sociedade no Planeta terra e associá-las com os diversos fenômenos ocorridos na natureza.
  19. 19.  Espaço Natural: Fruto da ação de agentes naturais internos e externos.  Espaço Geográfico: Aquele produzido pela ação humana e que transforma tanto a ação da natureza como as transformações da sociedade.  Paisagem: Cenário que é resultado da combinação de elementos naturais e humanos.
  20. 20. No século XIX os geógrafos analisavam as paisagens como principal recurso de pesquisas, geralmente repletas de elementos naturais, como vegetação, relevo, rios, oceanos, as conhecidas paisagens naturais. Com o passar do tempo as paisagens urbanas, modificadas pelo ser humano, ganharam a atenção dos geógrafos. São construções como cidades , indústrias, comércios, edificações residências, pontes entre outros elementos artificiais.
  21. 21. A paisagem representa o “cenário” onde os fenômenos da natureza ou as atividades humanas acontecem. Atualmente, mesmo as paisagens formadas por elementos naturais são atingidas pelas ações do homem, como o aquecimento global que afeta o mundo inteiro, razão pela qual os geógrafos afirmam que não existe uma paisagem verdadeiramente natural, pois como o nome já diz o aquecimento atinge a todos de forma GLOBAL.
  22. 22. Fonte: fabiopestanaramos.blogspot.com
  23. 23. O estudo do território sempre tem ligação com alguma forma de poder político ou econômico. Exemplo: território nacional, território ocupado por criminosos, território explorado por uma mineradora. A conquista territorial sempre foi o principal motivo das guerras e conflitos no mundo.
  24. 24. Lugar constitui a dimensão da existência que se manifesta através "de um cotidiano compartido entre as mais diversas pessoas, firmas, instituições–cooperação e conflito são a base da vida em comum“ (Milton Santos, 1997).
  25. 25. A escala é a relação matemática entre as dimensões do objeto no real e as do desenho que o representa em um plano ou um mapa. Pela geografia é feita a análise da superfície da Terra com diferentes graus de detalhe (rua, bairro, cidade, estado, país, continente), fazendo a seleção dos elementos e as ligações de maior determinação para cada escala.
  26. 26. Referências EDIVALDOBESSA. Disponível em: <http://edivaldobessa.blogspot.com.br/2011/01/corre ntes-do-pensamento-geografico.html>. Acessado em: 09/11/13. SLIDESHARE. Disponível em: <http://www.slideshare.net/profsucupira/evoluo-dopensamento-geogrfico?from_search=1>. Acessado em: 09/11/13. SLIDESHARE. Disponível em: <http://www.slideshare.net/lfwgeografia/o-que-ageografia?from_search=2>. Acessado em: 09/11/13. UB. Disponível em: <http://www.ub.edu/geocrit/sn93.htm>. Acessado em: 09/11/13.

×