Cartilha dst aids

5,308 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,308
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
80
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cartilha dst aids

  1. 1. Sexo seguroCuidar da saúde é umaatitude para toda a vida.
  2. 2. Aids O vírus da imunodeficiência humana (HIV) compromete o funcionamento do sistema imunológico, impedindo-o de proteger adequadamente o organismo contra micróbios diversos e células cancerígenas. A presença do HIV no sangue, no entanto, não significa que uma pessoa já tenha aids, pois a doença representa o estágio mais avançado da infecção, quando a imunidade já se encontra bastante comprometida, dando brecha para o surgimento das graves doenças oportunistas. A transmissão do HIV ocorre principalmente através de relações sexuais desprotegidas, masProblema de saúde pública também do contato direto com sangue contaminado, o que inclui compartilhamento de agulhas e transfusões de sangue, e da mãeAs doenças sexualmente transmissíveis (DST) estão entre os problemas para o bebê, na gestação, no parto ou no aleitamento. A aids aindamais comuns de saúde pública em todo o mundo. Existem DST não tem cura. Por enquanto, o tratamento consiste na adoção decuráveis, a exemplo da gonorreia, da infecção por clamídia e da sífilis, uma combinação de medicamentos antirretrovirais, que agem nosque desaparecem totalmente quando tratadas com antimicrobianos mecanismos de multiplicação do vírus, com monitoramento doadequados, e DST não curáveis, que, por enquanto, podem ser avanço da doença e controle de manifestações oportunistas.apenas controladas, como a infecção pelo papilomavírus humano,o herpes genital, a hepatite B e a própria aids. Fonte: Fleury Medicina e SaúdeMesmo as DST curáveis, no entanto, têm consequências graves, jáque são capazes de causar infertilidade na mulher e no homem,abortos ou defeitos de nascença em bebês, quando em cursodurante a gestação, e até aumento do risco de adquirir o vírus HIV,que provoca a aids. Em comum, no entanto, todas elas podem serprevenidas com o uso de preservativo em todas as relações sexuais.Abordagem integral do portadorde DSTO atendimento imediato de uma DST não deve ser visto apenascomo uma ação curativa, mas também como uma medida preventivada transmissão da doença e do surgimento de complicações. Afinal,para as pessoas contaminadas e seus parceiros, tão importantesquanto a assistência médica são o aconselhamento e a educaçãoem saúde, sobretudo para avaliar situações de risco.
  3. 3. Principais doenças sexualmente Infecção pelo papilomavírus humano (HPV) transmissíveis O HPV provoca verrugas de tamanhos variáveis nos genitais e está relacionado com o aparecimento de câncer de pênis, de cavidade Sífilis oral, de ânus e, sobretudo, de colo de útero. O vírus é transmitido Em sua primeira fase, a sífilis se mostra como uma ferida indolor pelo contato direto com a pele contaminada, mesmo sem lesões nos genitais, acompanhada de ínguas nas virilhas, que desaparecem visíveis. Por isso mesmo, a camisinha não tem total efetividade para sem tratamento. Se nada for feito, a bactéria Treponema pallidum, evitar o contágio, embora consiga barrar 80% das transmissões. O causadora da doença, se espalha pelo organismo, evoluindo para a tratamento da infecção pelo HPV pode ser realizado por meio de fase secundária. Caracterizada por manchas avermelhadas na pele, medicamentos, procedimentos locais e até mesmo cirurgias. Mas, essa etapa ainda determina mal-estar, febre e ínguas, mas esses depois da contaminação, nenhum desses métodos impede que oProblema de saúde pública sintomas recuam espontaneamente. E é aí que mora o perigo. Daí em vírus volte a atuar. Atualmente existem vacinas bastante efetivas diante, a sífilis atravessa um longo período silencioso até alcançar sua contra os tipos mais perigosos do HPV, que, no entanto, estãoAs doenças sexualmente transmissíveis (DST) estão entre os problemas fase terciária, quando compromete o sistema nervoso, os olhos, o liberadas apenas para uso em mulheres.mais comuns de saúde pública em todo o mundo. Existem DST coração e os vasos sanguíneos, entre outros. Apesar de sua gravidade,curáveis, a exemplo da gonorreia, da infecção por clamídia e da sífilis, a doença é de fácil e efetivo tratamento com antibióticos. Hepatite Bque desaparecem totalmente quando tratadas com antimicrobianosadequados, e DST não curáveis, que, por enquanto, podem ser Causada pelo vírus da hepatite B (HBV), a doença é transmitida nãoapenas controladas, como a infecção pelo papilomavírus humano, Gonorreia e infecção por clamídia apenas nas relações sexuais, mas também no contato direto como herpes genital, a hepatite B e a própria aids. Entre dois e oito dias após uma relação sexual desprotegida, essas sangue e outros materiais biológicos e no momento do parto, da doenças se manifestam em ambos os sexos com ardor no momento mãe contaminada para o bebê. Em geral, os sintomas da hepatiteMesmo as DST curáveis, no entanto, têm consequências graves, já de urinar e corrimento amarelado, contendo pus. Contudo, nem aguda, que incluem febre, náuseas, icterícia (pele amarelada) eque são capazes de causar infertilidade na mulher e no homem, sempre as mulheres portadoras da infecção por clamídia apresentam urina escurecida, demoram de um a quatro meses para aparecerabortos ou defeitos de nascença em bebês, quando em curso sintomas, o que favorece a progressão da infecção para o útero e após a infecção, mas nem sempre se manifestam. Após essa etapa,durante a gestação, e até aumento do risco de adquirir o vírus HIV, as trompas, muitas vezes com graves complicações. O tratamento é o vírus pode ser eliminado naturalmente do organismo ou, então,que provoca a aids. Em comum, no entanto, todas elas podem ser igualmente feito com antibióticos. persistir em seu ataque, causando uma inflamação crônica no fígadoprevenidas com o uso de preservativo em todas as relações sexuais. que, após alguns anos, tem chance de evoluir para complicações Herpes genital como cirrose e câncer hepático. O tratamento da hepatite B crônicaAbordagem integral do portador Provocada pelo vírus Herpes simplex tipo 2, a infecção ocasiona a costuma ser feito com antivirais, mas sem garantias de cura. A melhor forma de prevenir a doença é a vacinação contra o HBV, quede DST formação de bolhas genitais que causam coceira intensa, aparecendo deve ser feita já no primeiro dia de vida. Como a obrigatoriedade e desaparecendo de forma espontânea, conforme a presença deO atendimento imediato de uma DST não deve ser visto apenas desse imunizante é relativamente recente, muitos adultos não são fatores como estresse, febre, exposição ao sol e menstruação. Acomo uma ação curativa, mas também como uma medida preventiva vacinados, o que faz do uso do preservativo um aliado ainda muito transmissão da doença ocorre apenas quando as bolhas (íntegrasda transmissão da doença e do surgimento de complicações. Afinal, importante contra a hepatite B. ou não) estão presentes, mas isso não significa que dê para abrirpara as pessoas contaminadas e seus parceiros, tão importantes mão do preservativo. O herpes é tratado com antivirais, mas o vírusquanto a assistência médica são o aconselhamento e a educação pode incomodar novamente.em saúde, sobretudo para avaliar situações de risco.
  4. 4. www.bradescosaude.com.br

×