Crônicas 2

5,730 views
5,323 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,730
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
159
Actions
Shares
0
Downloads
132
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Crônicas 2

  1. 1. Crônicas 2<br />Professora Karla Costa<br />www.professorakarlinha.blogspot.com<br />
  2. 2. A palavra crônica deriva do Latim chronica, que significava, no início da era cristã, o relato de acontecimentos em ordem cronológica.<br />
  3. 3. A crônica é um gênero literário que, a princípio, era um "relato cronológico dos fatos sucedidos em qualquer lugar", isto é, uma narração de episódios históricos. <br />No Brasil, a crônica se consolidou por volta de 1930 e atualmente vem adquirindo uma importância maior em nossa Literatura graças aos excelentes escritores que resolveram se dedicar exclusivamente a ela.<br />Crônica<br />
  4. 4. Isto pode virar uma crônica?<br />
  5. 5. Características da Crônica<br />Ligada à vida cotidiana; <br />Narrativa informal; <br />Uso da oralidade na escrita: linguagem coloquial; <br />Sensibilidade no contato com a realidade; <br />Síntese; <br />Leveza; <br />Diz coisas sérias por meio de uma aparente conversa fiada; <br />
  6. 6. Uso do humor; <br />Brevidade; <br />É um fato moderno: está sujeita à rápida transformação e à fugacidade da vida moderna. <br />Características da Crônica<br />
  7. 7. Crônica<br />É um gênero literário produzido essencialmente para ser veiculado em revistas ou jornais. <br />A crônica, na maioria dos casos, é um texto curto e narrado em primeira pessoa, ou seja, o próprio escritor está "dialogando" com o leitor. Isso faz com que a crônica apresente uma visão totalmente pessoal de um determinado assunto: a visão do cronista.<br />
  8. 8. TIPOS DE CRÔNICA<br />Crônica Descritiva<br />Crônica Narrativa<br />Crônica Dissertativa<br />Crônica Narrativo-Descritiva<br />Crônica Humorística<br />Crônica Lírica<br />Crônica Poética<br />Crônica Jornalística<br />Crônica Histórica<br />
  9. 9. TIPOS DE CRÔNICA<br />Crônica Narrativa<br />Tem por eixo uma história, o que a aproxima do conto. <br />Pode ser narrada tanto na 1ª quanto na 3ª pessoa do singular. Texto lírico (poético, mesmo em prosa).<br />Comprometida com fatos cotidianos (“banais”, comuns).<br />
  10. 10. TIPOS DE CRÔNICA<br />Crônica Humorística<br />Apresenta uma visão irônica ou cômica dos fatos.<br />
  11. 11. TIPOS DE CRÔNICA<br />Crônica Jornalística<br />Apresentação de aspectos particulares de notícias ou fatos. Pode ser policial, esportiva ou política.<br />
  12. 12. Autores Crônicas 2<br />Fernando Sabino<br />Paulo Mendes Campos<br />Rubem Braga<br />Carlos Drummond de Andrade<br />
  13. 13. Exemplo de Crônica<br />“Chatear” e “encher”<br />Paulo Mendes Campos<br />
  14. 14. Um amigo meu me ensina a diferença entre “chatear” e “encher”. Chatear é assim: Você telefona para um escritório qualquer na cidade. <br />- Alô! Quer me chamar por favor o Valdemar? <br />- Aqui não tem nenhum Valdemar. <br /> Daí a alguns minutos você liga de novo: <br />- O Valdemar, por obséquio. <br />- Cavalheiro, aqui não trabalha nenhum Valdemar. <br />- Mas não é do número tal? <br />- É, mas aqui não trabalha nenhum Valdemar. <br /> Mais cinco minutos, você liga o mesmo número: <br />- Por favor, o Valdemar já chegou? <br />- Vê se te manca, palhaço. Já não lhe disse que o diabo desse Valdemar nunca trabalhou aqui? <br />- Mas ele mesmo me disse que trabalhava aí. <br />- Não chateia. <br /> Daí a dez minutos, liga de novo. <br />- Escute uma coisa! O Valdemar não deixou pelo menos um recado? <br /> O outro desta vez esquece a presença da datilógrafa e diz coisas impublicáveis. <br /> Até aqui é chatear. Para encher, espere passar mais dez minutos, faça nova ligação: <br /> - Alô! Quem fala? Quem fala aqui é o Valdemar. Alguém telefonou para mim? <br />
  15. 15. Pânico<br />Luís Fernando Veríssimo<br />
  16. 16. Sugestões de sites<br />www.dejovu.com/mensagens/ver<br />www.paralerepensar.com.br/drummond_cronicas.htm<br />www.pensador.info/cronicas_de_luiz_fernando_verissimo<br />recantodasletras.uol.com.br/cronicas/<br />www.almacarioca.com.br/<br />
  17. 17. Crônicas 2<br />Professora Karla Costa<br />www.professorakarlinha.blogspot.com<br />

×