• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Avaliação 7º ano   paradidático 1 gabarito
 

Avaliação 7º ano paradidático 1 gabarito

on

  • 14,193 views

 

Statistics

Views

Total Views
14,193
Views on SlideShare
14,169
Embed Views
24

Actions

Likes
1
Downloads
116
Comments
0

2 Embeds 24

http://professorakarlinha.blogspot.com 20
http://www.professorakarlinha.blogspot.com 4

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Avaliação 7º ano   paradidático 1 gabarito Avaliação 7º ano paradidático 1 gabarito Document Transcript

    • AVALIAÇÃO PARADIDÁTICO 1 - 1ª ETAPA / 2011 Nome: Gabarito Oficial TE: 52 EO: NOTA: Série: 7º Turma: Turno: Data: ___/___/___ Prof: Karla CostaAtenção: Para as questões objetivas só existe uma alternativa correta. Em caso de mais de um itemassinalado ou rasurado a questão será perdida em sua totalidade. Só marque com caneta o item queconsiderar correto quando estiver absolutamente certo disso.1esc (ortografia) + 1esc (caligrafia) + 1esc (organização) = _________Leia o trecho abaixo: “Uma das grandes contradições de meu amigo Sherlock Holmes é ser um dos homens maisracionais e organizados no combate ao crime, mas completamente desleixado nos hábitos pessoais.É verdade que não sou tão obcecado por limpeza como meus colegas médicos, já que servi noexército nos desertos do Afeganistão e tive que me adaptar às circunstâncias, mas perto de Holmespareço um nobre.”01 (5esc.) Quanto ao trecho acima marque a opção correta.a) O trecho é exclusivamente narrativo.b) O trecho apresenta tanto elementos narrativos como descritivos.c) O trecho é exclusivamente descritivo.d) Trata-se de um diálogo.e) Não há a presença de um narrador.02 (5esc.) Podemos afirmar com certeza que o trecho acima trata-se de:a) Uma notíciab) Um relatoc) Uma receitad) Um texto informativoe) Um relatório03 (3esc.) Qual o tipo de narrador que conta a história apresentada no trecho acima? Comente ejustifique.Narrador personagen, pois Watson é amigo de Sherlock e o acompanha em suas aventuras.Em seguida, registra os acontecimentos e escreve os contos de mistérios que lemos.04 (3esc.) Leia o trecho abaixo e explique em que contexto e por quem ele foi dito.“Watson, se alguma vez você me vir muito confiante em minhas hipóteses, ou se eu mostrar menosatenção a um caso do que ele merece, tenha a bondade de falar em meus ouvidos a palavra „Norbury‟.Ficarei infinitamente agradecido.”No caso A face amarela Sherlock havia pensado mal da esposa de seu cliente e supôs queela havia mentido para o marido, mas, na verdade, ela escondia a filha negra. O detetivepede para ser lembrado deste caso, pois não queria cometer o erro de julgar os fatos semprovas concretas. 05 (6esc.) O caso A liga dos cabeças-vermelhas revelou-se surpreendente. Holmes conseguiraprender um dos bandidos mais procurados da época. Sobre esse caso, responda:a) Quem foi o cliente de Holmes?Jabez Wilson, um senhor ruivo dono de uma loja.
    • b) Qual o mistério que o cliente apresentou a Holmes no momento que foi procurá-lo?Ele havia sido convidado a participar de uma liga, a Liga dos cabeças-vermelhas, ganharia a quantia de 4 libras semanais para trabalhar apenascopiando a Enciclopédia Britânica. O que tornou o caso curioso foi que paraparticipar da liga a pessoa tinha que ser ruiva.De repente, Sr. Wilson foi trabalhar e descobriu que a liga subitamente estavadisolvida.c) Em que lugares essa história se deserola?Na casa de Sherlock na rua Baker, na rua Fleet, na loja Jabez Wilson penhorese no Banco do Centro e da Periferia.Leia o trecho abaixo para responder às questões 6 e 7:“Dois dias depois do Natal, fui visitar meu amigo Sherlock Holmes. Encontrei-o sentado no sofá. deroupãp, cachimbo na mão, um punhado de jornais. A seu lado estava um chapéu bastante velho egasto, com alguns rasgões. No assento da cadeira vi uma lente de aumento e uma pinça, indicandoque o chapéu havia sido suspenso e examinado.”06 (4esc.) Analise os itens abaixo e marque a alternativa correta:I – O trecho correspondente a um relato pessoal, pois o narrador está em primeira pessoa.II - O trecho correspondente a um relato pessoal, pois o narrador também é protagonista da história.III- O trecho não é um relato pessoal, pois, apesar de contar a história em primeira pessoa, onarrador não é o protagonista.IV – O protagonista da história é Sherlock Holmes.a) Apenas o item I está correto.b) Apenas as informações III e IV estão corretas.c) Não há itens incorretos.d) Todos os itens estão incorretos.e) Apenas o item II está incorreto.07 (5esc.) A imagem que corresponde à descrição feita no trecho é: a) b) c) d) e)Leia os trechos abaixo retirados do caso O Ritual Musgrave:Trecho 1: “Uma das grandes contradições de meu amigo Sherlock Holmes [...]”Trecho 2: “Eis aqui a história, como me foi contada pelo próprio Holmes.”Trecho 3: “Estava começando a usar meus dotes dedutivos na profissão de detetive particular,quando fui procurado por Reginald Musgrave.”08 (5esc.) Leia as assertivas e marque a opção correta:
    • I – No primeiro trecho o narrador encontra-se em 3ª pessoa.II – No trecho 2 o narrador observador dá voz à um narrador personagem.III – No trecho 3 o narrador está em 1ª pessoa.IV – O texto O ritual Musgrave é um relato pessoalV - A mudança de narrador se deve ao fato de Watson não conhecer e não ter participado da história.a) Todas as assertivas estão incorretas.b) Todas as assertivas estão corretas.c) Apenas I, II e V estão incorretas.d) Apenas I e IV estão incorretas.e) Apenas as assertivas II e III estão corretas.Leia o trecho abaixo e resposnda as questões 9 e 10 : Roubo de jóias no Hotel Cosmopolitan John Horner, 26 anos, encanador, foi acusado de, no dia 22 corrente, ter roubado do porta-joias da Condessa de Morcar uma valiosa gema conhecida como diamante azul. James Ryder, copeiro- mor do hotel, afirma ter levado o Sr. Horner ao quarto da condessa a pedido da sua dama de companhia, Catarina Cusack, para que ele soldasse uma grade da lareira. O camareiro permaneceu no local algum tempo, mas, sendo chamado, deixou o soldador sozinho. Ao voltar, viu que Horner já havia saído, mas constatou que o cofre se achava aberto, o que o espantou. Ryder deu o alarme e Horner foi preso, mas a pedra não foi encontrada. O encanador protestou inocência, mas como já apresentaantecedentes criminais, tudo indica a sua culpa provável. Horner deverá ir a julgamento. Apesardisso, o mais terrível é que até o momento não há o menor sinal do diamante, peça muito querida deSua Alteza, que prometeu regia recompensa a quem indicar o paradeiro da jóia.09 (5esc.) O gênero textual do trecho lido é:a) Um relato pessoalb) Uma notíciac) Um contod) Uma receitae) Uma reportagem10 (5esc.) Observe o pronome demonstrativo destacado e marque a opção correta:a) O pronome refere-se a um objeto que está nas mãos do locutor.b) O pronome refere-se a uma informação dada antes do pronome.c) O pronome refere-se a um objeto que está nas mãos do interlocutor.d) O pronome refere-se a uma informação dada depois do pronome.e) O pronome refere-se a um futuro próximo.11 (3esc.) Explique a que se refere o trecho lido, qual o mistério e como Sherlock o resolveu.O trecho refere-se ao caso O diamante azul. Neste caso Sherlock iria resolver umsimples caso de chapéu perdido, mas descobriu que junto com o chapéu foiencontrado um ganso e que no papo do animal estava um diamente e queprovavelmente era o que tinha sido roubado. Para resolver o mistério, Sherlockrefez os passos do animal e encontrou o culpado, mas não o entregou. "A leitura faz ao homem completo; a conversa, ágil, e o escrever, preciso." Francis Bacon