Universidade Aberta Do Brasil: Lições Aprendidas com a Tutoria
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Universidade Aberta Do Brasil: Lições Aprendidas com a Tutoria

  • 7,544 views
Uploaded on

Trabalho Apresentado no V ESUD, 6º SENAED

Trabalho Apresentado no V ESUD, 6º SENAED

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
7,544
On Slideshare
6,136
From Embeds
1,408
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
114
Comments
0
Likes
4

Embeds 1,408

http://www.universopedagogia.com 1,394
http://tec01-lucicleide.blogspot.com 8
http://www.slideshare.net 5
http://eductecnologias.blogspot.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. T38433 - Universidade Aberta do Brasil: Lições Aprendidas com a Tutoria Karine Xavier1, Lucicleide Araújo de Sousa Alves2 karine.xavier@gmail.com, lucycleyde@gmail.com Abstract: The practices of the distance education constitute an alternative of great potentialities, facilitating the access to the information and the way knowledge in order to cross the barriers of time and space. It is about the experience in tutorial in the matter Anthropology and Education of the Pedagogy course, offered by the University of Brasília, of the pole Carinhanha, Bahia - Open University Program of Brasil/UAB is that treats this article. With purpose to a qualitative analysis of the initial process about the lessons learned during the pedagogic mediation at the distance. The present analysis was realised starting from the raising and characterization of the main identified factors during the tutorial work. Resumo: As práticas de educação à distância constituem uma alternativa de grandes potencialidades, facilitando o acesso à informação e ao conhecimento de maneira a ultrapassar as barreiras de tempo e espaço. É sobre a experiência em tutoria na disciplina Antropologia e Educação do curso de Pedagogia, oferecido pela Universidade de Brasília, do pólo Carinhanha, Bahia - Programa Universidade Aberta do Brasil/UAB é que trata este artigo. Com vistas a uma análise qualitativa do processo inicial sobre as lições aprendidas durante a mediação pedagógica à distância. A presente análise foi realizada a partir do levantamento e caracterização dos principais fatores identificados durante o trabalho de tutoria. Introdução No Brasil, o acesso ao conhecimento e ao nível superior de educação é garantido pela Constituição Federal. No entanto, ainda amargamos com baixos índices de acesso à educação superior. De acordo com o IBGE apenas 10,5 % da população brasileira com idade entre 18 e 24 anos de idade, têm acesso à educação superior (MOTA, 2006). Um marco histórico, que poderá mudar esse cenário educacional, é a implantação do projeto Universidade Aberta do Brasil – UAB, em 2005, que oferece educação superior na modalidade a distância, de forma inovadora e diferenciada e que atenda a população residente em regiões distantes dos grandes centros urbanos do Brasil. Trata-se de um grande movimento nacional açambarcando instituições de ensino superior e outros órgãos governamentais com intuito de democratizar a educação superior. 1 Mestre em Educação -UCB, Especialista em Informática na Educação e em Educação a Distância- UnB, tutora do Programa UAB/UnB. 2 Mestranda em Educação -UCB, Especialista em Tecnologias em Educação - PUC-Rio, tutora do Programa UAB/UnB.
  • 2. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. A Universidade de Brasília (UnB) é uma das Universidades Federais envolvidas neste projeto. Oferecendo cursos de Pedagogia, Letras, Educação Física e Artes, por meio de parcerias com outros Estados. E é sobre a experiência na atuação em tutoria do curso de Pedagogia desta Universidade que trata este artigo, com uma análise qualitativa do processo inicial. Universidade Aberta do Brasil A Universidade Aberta do Brasil – UAB é um projeto criado pelo Ministério da Educação, para viabilizar o sistema nacional de educação superior. Formado por instituições públicas de ensino superior, levando este ensino aos Municípios brasileiros que não têm oferta ou cujos cursos ofertados não são suficientes para atender a todos os cidadãos. As Universidades Federais estabelecem parcerias com pólos de apoio presencial, criados e mantidos pelos municípios e estados. O pólo oferece atendimento presencial aos alunos em salas de aula, bibliotecas e laboratórios. Os pólos em parceria com a UnB estão distribuídos em 6 estados, conforme figura 1. Figura 1. Pólos UAB nos Estados Brasileiros Os pólos possuem infra-estrutura computacional e de telecomunicações e laboratórios de informática para atendimento à alunos , além de outros equipamentos necessários ao curso como, vídeo, TV, DVD, etc. Em 20 de dezembro de 2005 foi lançado um edital público para convocação das instituições federais de educação superior, para apresentarem propostas de cursos superiores a distância. E paralelo a isso, solicitou-se aos Estados, Municípios e Distrito Federal para apresentarem proposta de pólo municipal de apoio presencial. Todas as propostas encaminhadas ao MEC foram analisadas e selecionadas por uma comissão de especialistas, tendo como critérios a consistência do projeto pedagógico, relevância do curso proposto, competência e experiência acadêmica da equipe docente responsável, coerência com a demanda da área geográfica de abrangência e atendimento da demanda do curso no pólo (MOTA, 2006). É um programa estratégico para a ampliação de oferta do ensino superior e por conseqüência a democratização da educação. Além de ampliar o desenvolvimento científico e da inovação tecnológica para o crescimento do país, promovendo uma educação inclusiva e cidadã.
  • 3. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. Para o processo de ensino e aprendizagem o programa UAB, possui o sistema de tutoria que consiste de duas modalidades: tutoria local e a distância. Na tutoria presencial os alunos contam com um sistema de apoio, com encontros presenciais semanais de uma hora e meia para cada disciplina. Já a tutoria a distância é realizada por meio de Internet e telefone em que cada aluno é acompanhado a distância, em cada disciplina, por docentes altamente capacitados. A tutoria a distância é formada por um professor efetivo do quadro da Universidade, auxiliado por cinco tutores para cada grupo de 250 alunos (um tutor para cada 50 alunos). Para cada disciplina há um professor coordenador do quadro efetivo da instituição de ensino que é o responsável pelo controle da efetividade dos processos de ensino e de aprendizagem da disciplina. O curso de pedagogia O curso de Pedagogia, na modalidade à distância, oferecido pela Universidade de Brasília/UnB em parceria com os estados e municípios participantes do Programa Universidade Aberta do Brasil/UAB instituído pelo Ministério da Educação/MEC no âmbito do Programa Universidade do Século XXI, é proposto para todo portador de diploma de ensino médio. O mesmo curso ofertado presencialmente na Faculdade de Educação também é oferecido on-line para atender a alunos de outros municípios. Tem como objetivos: • Formar profissionais capazes de articular o fazer e o pensar pedagógicos para intervir nos mais diversos contextos sócio-culturais e organizacionais que requeiram sua competência; • Formar profissionais conscientes de sua historicidade e comprometidos com os anseios de outros sujeitos, individuais e coletivos, socialmente referenciados para formular, acompanhar e orientar seus projetos educativos; • Preparar educadores capazes de planejar e realizar ações e investigações que os levem a compreender a evolução dos processos cognitivos, emocionais e sociais considerando as diferenças individuais e grupais; • Formar profissionais comprometidos com seu processo de auto-educação e de formação continuada. O curso ofereceu no 2º semestre de 2007, 140 vagas distribuídas nos pólos de Alexânia - Goiás, Carinhanha - Bahia e Alto Paraíso - Goiás. O Curso de Pedagogia na Modalidade a Distância se desenvolve considerando o envolvimento do tutor, do professor da disciplina e da coordenação. A UnB tem total responsabilidade pela produção dos materiais disponibilizados ao aluno, pela tutoria, pela gestão do conhecimento por meio do professor da disciplina, pela avaliação da aprendizagem, pela realização de pesquisas na área, pelo acompanhamento e pela avaliação de todo sistema de educação a distância do Programa UAB. O conteúdo é apresentado de forma clara e objetiva, para facilitar a construção do conhecimento. O Curso pode ser acessado pelos alunos através da internet, pelo site www.uab.unb.br mediante uma senha cadastrada no momento da matrícula.
  • 4. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. A perspectiva do curso é propiciar aporte teórico, metodológico e político para inserção do Pedagogo no mundo do trabalho, capacitado para contribuir com as transformações inerentes ao campo social. Questionar, intervir e modificar tem sido pertinente ao papel do educador na sociedade brasileira e o Curso de Pedagogia da UnB tem tido essa perspectiva para a formação que oferece. A implantação do Curso de Pedagogia a Distância foi realizada pela UnB por ser essa uma universidade sintonizada com o avanço tecnológico e com a constante expansão das novas tecnologias no processo educacional. Por meio de uma visão moderna de ensino, a UnB promove , a partir do ensino a distância, um avanço no tempo, assim como a possibilidade da realização de seu compromisso político- pedagógico, que visa a atender aos interesses e necessidades da sociedade brasileira. A experiência com a tutoria As práticas de educação à distância constituem uma alternativa de grandes potencialidades, facilitando o acesso à informação e ao conhecimento de maneira a ultrapassar as barreiras de tempo e espaço. No processo de ensino a distância o aluno é o centro da ação didática. Para Diniz (1993, p. 15) “Na educação à distância o aluno é o protagonista de seu próprio processo educativo mediante a aprendizagem de aprender a aprender”. Por isso, um dos objetivos da educação a distância consiste em apoiar a motivação e o interesse dos estudantes por meio do contato com um instrutor que o estimule. Entre os profissionais que exercem importante função no processo de formação à distância, o tutor é um dos responsáveis pela concretização da comunicação bidirecional (de dupla via). Sartori (2002, p.30) define tutoria como: [...] conjunto de ações educativas de apoio e orientação aos alunos, não apenas de caráter acadêmico, mas também pessoal, desenvolvidas em um espaço, individualmente ou em grupo, por profissionais com o objetivo de ajudar o aluno a apropriar-se do conhecimento sistematicamente organizado e a desenvolver a interação social e a independência na aprendizagem. O programa UAB em parceria com a UnB tem como base as argumentações de Vygotsky (1984) ou seja, considera o processo de ensino e de aprendizagem como um processo interativo, sendo o professor-tutor um facilitador e mediador da aprendizagem autônoma do aluno. Sendo sua função principal facilitar o processo de ensino e aprendizagem e criar condições para que o aluno construa sua aprendizagem com autonomia, reforçando conseqüentemente o processo de auto- aprendizagem dos alunos. O tutor é o profissional responsável por orientar, acompanhar e fornecer apoio ao aluno. Ele deve estar à disposição do aluno para ajudá-lo a construir seu caminho. Com intuito de selecionar um profissional com este perfil a UnB promoveu uma seleção de tutores para atuar no Programa Universidade Aberta do Brasil em três etapas: Na 1ª etapa os candidatos enviaram por e-mail o curriculum vitae juntamente com uma carta de intenções informando a experiência docente na tutoria; os principais motivos de interesse pelo curso; e as expectativas em relação ao trabalho. Na
  • 5. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. 2ª etapa os candidatos passaram por uma entrevista individual. E na 3ª etapa, a UnB ofereceu o Curso de Formação de Tutores para a Educação à Distância, a todos os candidatos aprovados na 2ª etapa, incluindo os que formaram o banco de reserva. Após esta etapa da seleção, os tutores selecionados participaram de reuniões pedagógicas com os professores supervisores de cada disciplina, para o planejamento da disciplina e discussão de estratégias para a tutoria. Uma das autoras deste artigo foi selecionada para atuar na tutoria da disciplina de Antropologia, do curso de Pedagogia. O pólo sob sua responsabilidade está situado em Carinhanha, na Bahia. A presente análise foi realizada a partir do levantamento e caracterização dos principais fatores identificados durante este trabalho de tutoria. A principal função desta tutoria é dar apoio pedagógico aos estudantes, discutindo e respondendo suas dúvidas quanto à metodologia e aos conteúdos estudados. O objetivo é apoiar pedagogicamente todos os alunos na realização de suas atividades, respeitando seu ritmo de aprendizagem. A comunicação entre tutor e aluno se dá por meio do Moodle - Ambiente de Aprendizagem na Educação a Distância, utilizando-se dos vários recursos e ferramentas disponíveis nesse ambiente. Segundo Sartori (2002, p. 76), “um ambiente virtual de aprendizagem é um site diferente, especialmente produzido para garantir o máximo de interatividade em uma relação pedagógica mediada por computadores”. As ferramentas comunicacionais possibilitam diminuir a sensação de isolamento nos cursos de EAD, potencializando a construção coletiva de conhecimento e facilita o trabalho do tutor/orientador, pois permite atender diferentes estilos de conversação. Há atendimento aos estudantes a partir de um cronograma, em que estão previstas as datas e atividades a serem realizadas, bem como a disponibilidade da tutora para o atendimento on-line, para esclarecimento das dúvidas apresentadas. A carga horária semanal da tutoria é de 20 horas, divididas em 12 horas on-line, em local e horário definidos pela tutora e 8 horas das dependências da UnB, de acordo com o agendamento de coordenações com a professora supervisora da disciplina. O desempenho dos alunos é registrado em relatórios semanais, enviados à professora supervisora da disciplina, com análises qualitativas e quantitativas, bem como o detalhamento dos encaminhamentos dados e as dificuldades apresentadas. O processo de avaliação dos alunos leva em conta a capacidade de produzir conhecimentos, analisar e posicionar-se criticamente frente às situações e não que apenas reproduza idéias ou informações sem transformá-las em conhecimento. Fatores que potencializaram ou limitaram as atividades de tutoria O Pólo que está localizado em Carinhanha- Bahia, iniciou suas atividades com 50 alunos matriculados. Apenas um aluno desistiu, porque passou em exame vestibular em outra instituição próxima à cidade, onde havia curso com o qual ele possuía mais afinidade. Atualmente o pólo de Carinhanha possui 49 alunos assíduos, sendo 40 mulheres e 9 homens, conforme demonstra a figura 2. Destes alunos 57% relata a dificuldade que teve para entrar em uma Universidade e o principal motivo relatado é a localização em que vivem, cidade do interior da Bahia sem Universidade por perto.
  • 6. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. SEXO 18% MULHERES HOMENS 82% Figura 2. Sexo dos cursistas Ao sondar o conhecimento prévio existente a respeito da disciplina de Antropologia, 51% dos alunos dizem já ter ouvido falar a respeito, mas não sabem muito bem sobre o que é. Apenas 15% sabem o que é Antropologia e o que abrange seu estudo. No entanto, no Pólo de Carinhanha há 6% que não sabe o que é Antropologia e 4% nunca ouviu falar a respeito. Este resultado (figura 3) demonstra o desafio que se tem ao trabalhar com a disciplina. O QUE SABE SOBRE ANTROPOLOGIA JÁ OUVIU FALAR 8% 4% SABE 6% NÃO SABE 51% 31% NUNCA OUVIU FALAR NÃO RSP Figura 3. Conhecimento a respeito da disciplina Ao se fazer um diagnóstico inicial, verificou-se que de forma geral todos os alunos têm uma grande expectativa pela disciplina, despertada pela curiosidade ou pelos anseios de conhecer mais sobre o que “acham” que iram estudar. Quanto à modalidade do estudo à distância, todos demonstram ansiedade e estão apreensivos. Nunca estudaram nesta modalidade antes, o que gera temores e dúvidas. A análise que se faz até o presente momento, antes mesmo de se obter o resultado final desta etapa, é de que há grande motivação por parte dos estudantes, que mesmo em meio às dificuldades surgidas quanto ao conteúdo e outros decorrentes da fase de implantação do Programa, permanecem no curso, representando 99% dos alunos do pólo cursando a disciplina. Todos eles freqüentam o pólo assiduamente e comunicam-se com a tutora a distância por e-mail com grande freqüência. Além de estarem com 95% das atividades concluídas.
  • 7. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. Esse é com certeza um fator que potencializa a atuação na tutoria, uma vez que os estudantes matriculados no pólo de Carinhanha estão empenhados a alcançar seus objetivos. Demonstram grande satisfação pela oportunidade de fazer parte de uma Universidade Federal, por meio do Programa UAB. Mesmo com dificuldades como residir em zona rural e não possuírem computadores em suas casas, encaram o desafio do ensino superior com seriedade superando alunos de outros pólos. Logo no início do semestre letivo houve a dificuldade com a falta dos livros indicados no plano de ensino da disciplina. Na cidade não há biblioteca pública com acervo destinado a este tipo de literatura, nem tão pouco dispõem de grandes livrarias nas proximidades para a aquisição da literatura necessária para o estudo. A UnB comprou os livros e os enviou por uma empresa de transporte rodoviário, o que solucionou a falta. Fatores pedagógicos e tecnológicos Atualmente os alunos estão nas últimas semanas do primeiro semestre, realizando as últimas atividades e em breve a 2ª avaliação de aprendizagem. A maior dificuldade dos alunos é quanto às leituras solicitadas para a realização das tarefas. Muitos deixaram de estudar há anos e retornaram agora, o que têm dificultado a assimilação e interpretação de grande quantidade de informação. Houve apenas um caso de plágio, em que uma atividade foi completamente copiada de um site na internet. O aluno foi contatado e solicitado a refazer a atividade. Sendo conscientizado de que deveria ler o material indicado, refletir a respeito e responder com suas palavras após a compreensão do tema. O fato de não ter havido uma ambientação dos alunos no ambiente virtual de aprendizagem, dificultou grande parte das atividades como por exemplo, o fórum de discussão, que deveria ser utilizado para promover a interação entre os alunos e entre estes e as tutoras, no entanto as duas atividades que foram desenvolvidas com a ferramenta fórum, não atenderam a este objetivo, pois os estudantes se limitaram a acessar e apenas responder as perguntas que tinham como objetivo nortear o debate. As demais dificuldades de caráter tecnológico foram sanadas pelo excelente atendimento aos alunos prestado pelas tutoras presencias, no pólo. Os alunos que não possuíam e-mail, tiveram orientação para criação de uma conta de correio eletrônico. Os que não tinham conhecimento de digitação, formatação e como salvar um documento de texto, também tiveram este apoio por parte das tutoras presenciais. Considerações finais Para a realização deste estudo, foi realizado levantamento bibliográfico, leitura de textos pertinentes ao tema e a aplicação de diagnóstico junto aos alunos da disciplina Antropologia do Curso de Pedagogia oferecido pela UnB em parceria com o município de Carinhanha. Após a análise das respostas dadas pelos alunos pode-se analisar que no ensino à distância é fundamental a interação constante entre os tutores e seus alunos, uma vez que a interação contribui sobremaneira para manter certo nível motivacional do aluno com a disciplina e, em conseqüência, com o curso.
  • 8. V Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, 6º Seminário Nacional de Educação a Distância, UNIREDE / ABED, 2008, Gramado: RS. Anais eletrônicos. Verificou-se, no Pólo de Carinhanha, essa constante interação por meio dos fóruns de discussão e troca de e-mail com a tutora. Por isso o tutor constitui importante referência para o aluno tanto em relação a seus conhecimentos e habilidades, quanto a suas atitudes, considerando o acompanhamento que faz de sua aprendizagem. Numa visão construtivista, a finalidade da mediação pedagógica é contribuir para que o aluno desenvolva a capacidade de realizar aprendizagens significativas por si mesmo, ampliando, progressivamente, seu nível de autonomia. Nesta perspectiva o tutor é considerado um mediador que dá suporte e atua como orientador da aprendizagem dos estudantes, estimulando e provocando o aluno a construir o seu próprio conhecimento. Integrar o conceito de orientação valoriza a idéia de educar pela pesquisa. Remetendo ao contexto universitário, deve assumir o papel de orientador deve se caracterizar como alguém que, motiva o aluno a produzir também. A equipe de educadores a distância trabalha com muita dedicação e responsabilidade, tornando o processo de ensino mais eficiente, e interativo. Mesmo sendo uma novidade para esta universidade, a disciplina está sendo desenvolvida com sucesso, e aos poucos a mesma está vencendo os desafios de uma metodologia tão inovadora, atual e facilitadora do processo de ensino/aprendizagem. Como esta pesquisa teve como objetivo a análise das lições aprendidas com a tutoria, através das diferentes estratégias utilizadas por ele na mediação pedagógica do processo educativo à distância e no uso das ferramentas tecnológicas do Curso de Pedagogia a Distância, verificamos que os resultados da mesma têm como finalidade, subsidiar outros estudos e possibilitar a melhoria da qualidade do processo de ensino/aprendizagem na educação à distância, contribuindo para novos estudos e apoio para outras instituições engajadas no desenvolvimento desse novo processo educacional. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS DINIZ, T. Universidade aberta, educação a distância: uma alternativa de educação superior. Tecnologia Educacional, v.22, ano XXII, n. 110/111, p. 14-18. jan./abr, 1993. MOTA, Ronaldo; FILHO, Hélio C., CASSIANO, Webster S. Universidade Aberta do Brasil: Democratização do acesso à educação superior pela rede pública de educação a distância. In: Desafios da Educação a Distância na formação de professores. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, 2006. SARTORI, a.s.; RODRIGUES, S. G. Metodologia da educação a distância. Florianópolis: UDESC: FAED: CEAD, 2002. VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984.