• Save
Multimídia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Multimídia

on

  • 652 views

Material de aula da disciplina Jornalismo Digital, ministrada pelos professores Karen Sica e Marcelo Träsel na Famecos/PUCRS.

Material de aula da disciplina Jornalismo Digital, ministrada pelos professores Karen Sica e Marcelo Träsel na Famecos/PUCRS.

Statistics

Views

Total Views
652
Views on SlideShare
593
Embed Views
59

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

2 Embeds 59

http://centralsul.org 53
http://lammel.org 6

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Apple Keynote

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n

Multimídia Multimídia Presentation Transcript

  • Multimidialidade e convergência Profa. Karen Sica Famecos/PUCRS - Dep. Jornalismo Jornalismo Digital
  • Multimidialidade é a convergência dos formatos dasmídias tradicionais (imagem, texto e som) nanarração do fato jornalístico.Circulação de um conteúdo em múltiplasplataformas numa situação de agregação ecomplementaridade. PALÁCIOS, 2003, p.3
  • A convergência se relaciona ao fluxo de conteúdosatravés de múltiplos suportes tecnológicos decomunicação, à cooperação entre múltiplosmercados midiáticos e ao comportamentomigratório dos públicos dos meios de comunicação,que vão a quase qualquer parte em busca deinformação e entretenimento que desejam. JENKINS, 2008, p.2
  • Convergência e multimidialidade não sãoapenas processos técnicos. São processosculturais quando os consumidores sãoincentivados a procurar novas conexões emmeio a conteúdos midiáticos dispersos.
  • COMO FICA O JORNALISTA?
  • COMO FICA O JORNALISTA?– Informação rápida e ágil entre jornalista, fonte e leitor– Surgimento de pautas via web
  • COMO FICA O JORNALISTA?– Informação rápida e ágil entre jornalista, fonte e leitor– Surgimento de pautas via web– Jornalista multimídia
  • COMO FICA O JORNALISTA?– Informação rápida e ágil entre jornalista, fonte e leitor– Surgimento de pautas via web– Jornalista multimídia
  • COMO FICA O JORNALISTA?– Informação rápida e ágil entre jornalista, fonte e leitor– Surgimento de pautas via web– Jornalista multimídia JORNAL EXTRA Repórter 3G/4G  Notebook Dell 15 polegadas  Placa 3G  Celular N97  Câmera fotográfica  Vídeos editados antes de chegar na redação  Twitcam
  • O MITO DA CAIXA PRETATodas as funções midiáticas seriam acumulados em um único aparato tecnológico computador
  • O MITO DA CAIXA PRETATodas as funções midiáticas seriam acumulados em um único aparato tecnológico computador
  • notebook IPadcelular computador home theatergames 3G Ipod TV a cabo
  • NARRATIVA TRANSMÍDIA Diferentes plataformas interligam um produto principal (livro, filme, história em quadrinho, seriado televisivo) a tramas paralelas, queexpandem a história central criando um vínculo com o leitor/espectador/ouvinte
  • ARG (alternate reality game) Jenkins ressalta a apropriação dos dispositivos móveis pelos participantes de experiências urbanas deentretenimento, como os jogos de realidade alternativa.
  • FilmesPara acompanhar a história em sua plenitude épreciso interagir com o conteúdo espalhado emdiversos tipos de canais e mídias.
  • Referências• PALACIOS, Marcos. Ruptura, continuidade e potencialização no jornalismo online: o lugar da memória. In: PALACIOS, M.; MACHADO, E. (Org.). Modelos de jornalismo digital. Salvador: Calandra, 2003.• JENKINS, Henry. Convergence culture. Nova York: New York University Press, 2006.