EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom

on

  • 998 views

 

Statistics

Views

Total Views
998
Views on SlideShare
996
Embed Views
2

Actions

Likes
0
Downloads
30
Comments
0

1 Embed 2

http://www.claudemiros.blogspot.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom Presentation Transcript

  • “ Educação, Tecnologias de Comunicação e Formação Docente” Profa. Dra. Vani M. Kenski USP/SITE Educacional
  • Espaços de fluxo das TICs
    • Fluxo Tecnológico
    • Inovação
    • Realimentação
    • Flexibilidade
    • Equipes
    • Extrema velocidade das mudanças
      • Comunicação
      • Educação
    • Sistema Produtivo
      • Dependente:
      • Inovação tecnológica
      • Consumo
      • Novos usuários
      • Novos hábitos e desejos da sociedade
      • Comunicação
      • Educação
    • Sociedade
    • Necessidades:
    • Preservação identidades sociais e culturais
    • Acesso à informação
    • Consumo e uso crítico das TICs
    • Inclusão social e tecnológica
    • Educação
  • Espaços de fluxo das TICs Fluxo Tecnológico Sistema Produtivo Sociedade EDUCAÇÃO View slide
  • Necessidades sócio-educacionais
    • Formação para:
    • A descoberta
    • Uso e produção crítica das tecnologias
    • Atualização permanente
    • Inclusão digital
    • CIDADANIA
    • Formação de:
    • Produtores
    • Usuários
    • Consumidores
    • de Tecnologias
    • Formação de:
    • Pesquisadores
    • Desenvolvedores
    • Formação para:
    • A descoberta
    • A inovação.
    Sociedade Sistema Produtivo Fluxo Tecnológico View slide
  • Reflexos para a Educação
    • Diversidade de articulações:
      • Global, nacional,regional, local
    • Diversidade de atendimentos:
      • Todas as pessoas, a qualquer tempo, em qualquer lugar
    • PERMANENTE ATUALIZAÇÃO
    • Flexibilização:
      • Funcionamento
      • Horários e acessos
      • Estruturas
      • Tempos
      • Espaços
  • Formação de todo cidadão para...
    • Enfrentar a complexidade e os desafios do mundo atual
    • Ter uma relação crítica e criativa diante das inovações
    • G arantir melhores condições de lidar com as novas realidades do mundo do trabalho
    • Valorizar o caráter regional e nacional da cultura e da educação
    • Fortalecimento da cidadania e da solidariedade entre todos os povos
    • Cooperação, interatividade e respeito às diferenças
    • Atuar na defesa da educação como espaço de inclusão social e tecnológica.
    • Estado de permanente predisposição ao aprendizado
  • Desafios das TICs à Formação do Professor
    • Fluência tecnológica
    • Autonomia na produção e uso das TICs em educação
    • Uso adequado e crítico das tecnologias :
      • Respeito às especificidades dos diferentes tipos de tecnologias disponíveis para uso educacional
      • Saber utilizar as possibilidades educacionais oferecidas pelas diversas mídias disponíveis
      • Saber o que é essencial para poder gerenciar o uso das tecnologias em situações extremas:
        • do conhecimento tecnologicamente avançado de alguns alunos à exclusão social e à miséria de muitos;
        • da exuberância tecnológica à falta de infra-estrutura básica em salas de aula e escola
  • TICs e a Educação no Brasil
    • Antecedentes:
    • 80s - propostas de capacitação em tecnologias desvinculadas da capacitação e da ação docente regular
    • 90s - uso mais intensivo das TICs - processo dependência econômica:
      • 1994 - Banco Mundial: recomendações e “condicionalidades” sobre o uso de tecnologias digitais em educação;
      • 1995 - criação da Secretaria de Educação a Distância (SEED) do Ministério da Educação instituída para realizar a “revolução tecnológica”, priorizando os programas para a formação de professores a distância.
      • 2004 – EAD para suprir a falta de professores.
  • As linhas de ação da SEED
    • Existência de um sistema tecnológico - cada vez mais barato, acessível e de manuseio mais simples - capaz de:
    • trazer para a escola um enorme potencial didático-pedagógico;
    • ampliar oportunidades onde os recursos são escassos;
    • familiarizar o cidadão com a tecnologia que está em seu cotidiano;
    • dar respostas flexíveis e personalizadas para pessoas que exigem diversidade maior de tipos de educação, informação e treinamento;
    • oferecer meios de atualizar rapidamente o conhecimento;
    • estender os espaços educacionais e;
    • motivar os profissionais e alunos para aprender continuamente, em qualquer estágio de suas vidas.
    • A tecnologia em detrimento do sujeito da ação.
    • Formação e treinamento para uso dessas tecnologias
    • Formação acrítica para o consumo das TICs
    • Equipamentos
    • Instalações
    • Capacitação em serviço
    • Prioridade para instalação de novos equipamentos em novas escolas
    • Política de manutenção até 2005
    Ênfase da política oficial para uso das TICs em Educação
  • A formação de professores para uma sociedade em constante mudança.
    • ...voltada para a utilização do raciocínio e para a adequação do pensamento a novos e diferenciados desafios ....
    • ... preocupada com o conhecimento e a compreensão da "lógica das redes" e com a autonomia da pessoa...
    • ... formações flexíveis, abertas para as mudanças...
    • ... formações que vão além do treinamento em informática e no uso de computadores e da internet...
    ... (considerar)... a formação intelectual como um treinamento de software ... mais que treinamento em hardware, em manutenção..
  • A formação dos educadores para a sociedade digital Proposta de um professor intelectualmente bem formado; com capacidade para refletir e interagir criticamente com as informações e as inovações; com autonomia para pensar e re-programar a sua própria prática; saber identificar seus limites; e buscar as mais adequadas formas de atualização teórica, pedagógica e cultural. ...uma formação intelectual que lhes permita um dia pensar e programar a própria reciclagem.
  • ... a lógica do trabalho nessa nova sociedade pede educação igual para todos, para ser modelada em um alto nível, não por baixo. De outra forma, a inovação resultará sempre e somente em desemprego... ... uma educação ampla, que não dilua e nem fragmente o conhecimento em parcelas ... mais abrangente e mais capaz de interpretar criticamente uma crise ou um problema da nossa contemporaneidade. ECO MORIN
    • ... o conhecimento organizado dessa forma relacionaria as informações dispersas do saber a toda uma estrutura orgânica de um saber plural...
    • ... esse é o meio mais eficiente de fazer com que o homem esteja sempre atualizado e atento à gigantesca proliferação de conhecimentos e aos grandes desafios de nossa época. ..
    ... um conhecimento formado a partir da articulação pedagógica de diversas áreas e sub-áreas do conhecimento...
  • Formação docente para novas Educações
    • Formação intelectual
      • Autonomia nas relações com as informações
      • Autonomia em relação à sua atualização
    • Formação tecnológica
      • Autonomia para selecionar e atuar pedagogicamente com as TICs em qualquer realidade
      • Fluência tecnológica
    • Formação pedagógica
      • Autonomia para desenvolver propostas educacionais significativas para diferentes realidades
    • Formação crítico-social
      • Capacidade para analisar a realidade social em que atua
      • Capacidade para atuar em equipe
  • Enquanto isso... as TICs..
    • “ Internet ultra-rápida muda o cotidiano na Suécia ...”
    • Novas tecnologias integram computadores, celulares, vídeos, tv digital, etc...
    • Librie: uma nova tecnologia para a fusão de informática e literatura
    • Pesquisadores desenvolvem jogos educacionais interativos (“webgame educator”)
    • Inúmeros são os projetos de pesquisa de universidades de todo o mundo que visam o desenvolvimento de propostas educacionais que envolvam criatividade, criação crítica, inovação e trabalho em equipe.
    • Dezenas de universidades utilizam os “mundos virtuais” em disciplinas e projetos educacionais.
  • University of Toronto McLuhan Program in Culture and Technology Haags Montessori Lyceum, Netherlands, School 204, St. Petersburg, Russia Institut Notre Dame, Meudon, France http://www.mcluhan.utoronto.ca/ : http ://www. hml . nl / vcity / edu _ hml . htm MUNDOS VIRTUAIS
  • Heather Lawyer e o Daily Prophet Congratulations, Daily Prophet! The Daily Prophet Receives Applause from MIT Technology Review Online Heather Lawyer , a criadora do Daily Prophet ganhou o 2003 Cable and Wireless Childnet Awards e o BBC Newsround Viewer's Choice Award! com o voto de milhares de crianças e jovens . www.dprophet.com
  • Perguntas ?!???
    • Adianta garantir a formação e atualização de qualidade do docente sem a necessária:
      • Reestruturação da educação?
      • Reformulação de cargos, condições de atuação e de salários de docentes, de todos os níveis?
      • Inclusão educacional e digital?
      • Democratização do acesso às tecnologias ?
      • Investimento maciço do governo e da sociedade em educação de qualidade para todos, em todas as formas e todos os níveis?
  • Parâmetros básicos para a escolha das tecnologias de comunicação em processos educacionais ACESSO Aspectos ligados à produção, uso e fluência tecnológica de professores e alunos CUSTO Aspectos administrativos e financeiros QUALIDADE Aspectos pedagógicos e de gestão das TICs na educação. EDUCAÇÃO
  • Continuum da educação on-line (FILATRO,A. 2003)
  • A tecnologia da escrita alfabética influenciou nossa maneira de viver e de interpretar o mundo. Ela moldou a estrutura do nosso pensamento e as relações que desenvolvemos a partir da compreensão linear e contínua de espaço e tempo. As tecnologias digitais de comunicação estão mudando essas percepções. Nossa gramática de comunicação está mudando e com elas as nossas percepções. Ampliamos a proposta linear e bidimensional de comunicação e compreensão do mundo para estende-las às formas não lineares e multidimensionais de orientação, interação e articulação . Partimos da processos unidirecionais de ação para processos e movimentos n-direcionais. Avançamos da percepção articulada entre causas e efeitos, antes e depois, para a inclusão de reflexões sobre o “aqui e agora” em múltiplas realidades, múltiplas virtualidades. Concebemos a possibilidade de ir além da vida em diferentes lugares para a vida em espaços e lugares infinitos, reais e virtuais ao mesmo tempo .
  •   Tomamos consciência de que vivemos mais além do que as propostas de fluxos lineares e contínuos, em processos que envolvem a interseção e expansão de tempos e espaços, múltiplas realidades, explorações, descobertas, incertezas, mais além...
  • E agora?
    • Os atuais cursos de formação de professores – em todos os seus níveis e formas - preparam profissionais para essas novas realidades?
    • Basta formar os professores sem transformar a realidade em que atuam?
    • .... sem mudar a estrutura e a organização do sistema educacional vigente?
    • Como relacionar essas necessidades com os demais desafios educacionais brasileiros?
    • Estamos diante de novas pedagogias, didáticas, metodologias... educações?
  • Obrigada pela atenção! [email_address] www.siteeducacional.com.br Aguardamos sua visita !