• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
 Resolver
 

Resolver

on

  • 2,274 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,274
Views on SlideShare
2,262
Embed Views
12

Actions

Likes
0
Downloads
18
Comments
0

2 Embeds 12

http://kadu137.blogspot.com 11
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

     Resolver Resolver Document Transcript

    • Solucionando problemas do FRS Página 1 de 10 Solucionando problemas do FRS O FRS dá suporte a um modelos de replicação de arquivos multicontrole, em que qualquer computador pode originar ou aceitar alterações em qualquer outro computador que faça parte da configuração de replicação. Antes de solucionar problemas do FRS, compreenda as seguintes características da replicação de arquivos multicontrole: Entenda como as alterações feitas em áreas de arquivos replicados, incluindo a redefinição em massa das permissões ou outros atributos de arquivos feita por administradores ou aplicativos, pode afetar a largura de banda. Quaisquer alterações feitas no sistema de arquivos ocorrerão em algum momento em todos os outros membros do conjunto de replicação. Não tente acelerar o processo fazendo a mesma alteração em outros parceiros de replicação FRS. Isso poderá resultar em erros de dados. Se, após modificar um arquivo, você perceber que de alguma maneira a versão anterior foi revertida, outro operador ou aplicativo poderá estar fazendo alterações na mesma área, sobrescrevendo alterações anteriores. Neste caso, tente descobrir o outro operador ou aplicativo que está causando o problema. Qualquer arquivo que você excluir em um membro será excluído em todos os outros membros Se você renomear um arquivo ou uma pasta de modo que ela seja movida para fora da árvore de replicação, o FRS a tratará como uma exclusão nos outros membros do conjunto de aplicativos, pois o arquivo ou a pasta terá desaparecido do escopo do conjunto de replicação. Se dois operadores criarem um arquivo ou uma pasta ao mesmo tempo (ou antes que a alteração tenha sido replicada), o arquivo ou a pasta sofrerá uma "modificação", ou receberá um nome modificado, como pasta_ntfrs_012345678. O FRS se comporta dessa maneira para evitar perda de dados em tais situações. Mantenha o serviço do FRS em execução o tempo todo para evitar uma condição de truncamento de diário. A tabela 2.6 mostra eventos e sintomas comuns que indicam problemas do FRS e as soluções ou ações necessárias. Tabela 2.6 Eventos e sintomas que indicam problemas do FRS Evento ou sintoma Raiz Solução Identificação de O FRS não pôde criar uma conexão RPC Se essa mensagem não for evento 13508 do FRS com um parceiro de replicação. seguida de uma identificação de evento 13509 do FRS, solucione o problema da identificação de evento 13508 sem a identificação de evento 13509 do FRS. Identificação de O FRS pôde criar uma conexão RPC com Nenhuma ação necessária. evento 13509 do FRS um parceiro de replicação. Identificação de O banco de dados do FRS está sem espaço Trate isso como um problema de evento 13511 do FRS em disco. prioridade 1. Solucione o problema de identificação de evento 13511 do FRS. Identificação de A área de teste está cheia. Se você estiver usando o evento 13522 do FRS Windows 2000 SP2 ou anterior, trate isso como um problema de prioridade 1. Se estiver usando o SP3, trate isso como um problema de prioridade 3. Solucione o problema de identificação de evento 13522 do FRS. Identificação de A SID não pode ser determinada a partir Trate isso como um problema de evento 13526 do FRS do nome distinto. prioridade 1. Solucione o problema de identificação de evento 13526 do FRS. Identificação de Os relógios do sistema estão muito Trate isso como um problema de file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 2 de 10 Edited by Foxit Reader Copyright(C) by Foxit Software Company,2005-2007 For Evaluation Only. evento 13548 do FRS defasados em membros da réplica. prioridade 1. Solucione o problema de identificação de evento 13548 do FRS. Identificação de Há conexões duplicadas configuradas. Trate isso como um problema de evento 13557 do FRS prioridade 1. Solucione o problema de identificação de evento 13557 do FRS. Identificação de Um excesso de replicação foi detectado e Trate isso como um problema de evento 13567 do FRS suprimido. prioridade 2. Solucione o problema de identificação de evento 13567 do FRS. Identificação de Erro de truncamento de diário. Se você estiver usando o evento 13568 do FRS Windows 2000 SP2 ou anterior, trate isso como um problema de prioridade 2. Se estiver usando o SP3, trate isso como um problema de prioridade 1. Solucione o problema de identificação de evento 13568 do FRS. Os arquivos não estão A replicação de arquivos pode falhar por Solucionar problemas de sendo replicados vários motivos: DNS, filtros de arquivos e arquivos que não estão sendo de pastas, problemas de comunicação, replicados. problemas de topologia, espaço em disco insuficiente, servidores FRS em estado de erro ou violações de compartilhamento. Nomes de pastas Se forem criadas manualmente pastas Solucionar problemas de pastas modificados em outros duplicadas em vários controladores de modificadas. controladores de domínios antes que elas possam ser domínios. replicadas, o FRS preservará o conteúdo "modificando" nomes de pastas nas últimas a serem criadas. Os dados de SYSVOL As pastas de SYSVOL incluem um ponto Solucionar problemas de junção aparecem em de nova análise que indicam o local de diretório SYSVOL. controladores de correto dos dados. Você precisa seguir domínios, mas o etapas especiais para recuperar um ponto compartilhamento de nova análise excluído. <domínio>SYSVOL parece estar vazio Uso excessivo de Um serviço ou aplicativo altera Solucionar problemas de uso disco ou de CPU pelo desnecessariamente todos ou a maioria excessivo de disco e de CPU FRS dos arquivos em um conjunto de réplicas pelo NTFRS.exe. de tempos em tempos. Por exemplo, um software antivírus pode estar reescrevendo a ACL em vários arquivos, fazendo com que o FRS replique esses arquivos desnecessariamente. Procedimentos gerais para solução de problemas do FRS Para solucionar problemas do FRS, você pode usar a ferramenta Ntfrsutl.exe no Windows 2000 Resource Kit. Com a Ntfrsutl é possível: file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 3 de 10 Edited by Foxit Reader Copyright(C) by Foxit Software Company,2005-2007 For Evaluation Only. Mostrar a configuração do FRS no Active Directory. Listar os conjuntos de réplicas ativos em um domínio. Mostrar a tabela de identificação, o log de entrada ou o log de saída de um computador que hospede o FRS. Examinar o uso de memória pelo FRS. Listar a API (Application Programming Interface) e o número de versão do FRS. Pesquisar de maneira imediata, rápida ou lenta as alterações da configuração do FRS. A Ntfrsutl pode ser usada em computadores remotos, de modo que você possa obter informações de status de qualquer membro de um conjunto de réplicas a partir de um único console. Para obter mais informações sobre solução de problemas do FRS, consulte o link File Replication Service (FRS) na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources (site em inglês). Solucionando problemas de eventos 13508 do FRS sem o evento 13509 do FRS A identificação de evento 13508 do FRS é um aviso de que o serviço do FRS não pôde completar a conexão RPC com um parceiro de replicação específico. Ela indica que o FRS está tendo problemas para habilitar a replicação com um parceiro e continuará a tentar estabelecer a conexão. Uma única identificação de evento 13508 não significa que algo está errado ou não funcionando, desde que seja seguida de uma identificação de evento 13509 do FRS, que indica que o problema foi resolvido. Com base no tempo entre as identificações de evento 13508 e 13509 do FRS, você pode determinar se há um problema real a ser resolvido. Observação Se o FRS for parado após uma identificação de evento 13508 ser registrada em log e depois for reiniciado quando o problema de comunicação for resolvido, a identificação de evento 13509 não aparecerá no log de eventos. Nesse caso, procure um evento indicando que o FRS foi iniciado e verifique se ele não é seguido de outro evento 13508. Como os servidores FRS reúnem informações da topologia de replicação do controlador de domínio mais próximo, um parceiro de réplica em outro site só ficará ciente do conjunto de réplicas quando as informações da topologia forem replicadas para controladores de domínio nesse site. Quando as informações da topologia finalmente alcançarem o controlador de domínio distante, o parceiro FRS nesse site poderá participar do conjunto de réplicas e a identificação de evento 13509 do FRS será registrada em log. Os parceiros de replicação intra-site do Active Directory em um site replicam a cada cinco minutos. A replicação intra-site só ocorre quando a programação está aberta (o menor atraso é de 15 minutos). Além disso, o FRS pesquisa a topologia a intervalos definidos: cinco minutos em controladores de domínios e uma hora em outros servidores membros de um conjunto de réplicas. Esses atrasos e programações podem atrasar a propagação da topologia de replicação do FRS, especialmente em topologias com vários saltos. Procedimentos para solucionar problemas de evento 13508 do FRS sem evento 13509 1. Examine a identificação de evento 13508 do FRS para determinar o computador com o qual o FRS não conseguiu se comunicar. 2. Determine se o computador remoto está funcionando adequadamente e verifique se o FRS está sendo executado nele. Digite o seguinte comando em um prompt de comando no computador que registrou em log a identificação de evento 13508 do FRS e pressione ENTER: ntfrsutl version <FQDN do controlador de domínio remoto> Se isso falhar, verifique a conexão de rede. Para isso, a partir do computador que registrou em log a identificação de evento 13508 do FRS, use o comando Ping para executar ping no FQDN (nome de domínio totalmente qualificado) do controlador de domínio remoto. Se isso falhar, solucione o problema como se fosse uma questão de DNS ou TCP/IP. Se houver êxito, confirme se o serviço do FRS foi iniciado no controlador de domínio remoto. 3. Determine se o FRS conseguiu se comunicar em algum momento com o computador remoto. Para isso, procure a identificação de evento 13509 do FRS no log de eventos e verifique se o problema do FRS está relacionado a file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 4 de 10 algum gerenciamento de mudanças recente da rede, dos firewalls, da configuração do DNS ou na infra-estrutura do Active Directory. 4. Determine se algo entre dois computadores é capaz de bloquear tráfego RPC, como um firewall ou roteador. 5. Confirme se a replicação do Active Directory está funcionando. Para obter mais informações sobre a replicação do Active Directory, consulte "Solucionando problemas de replicação do Active Directory" neste guia. Solucionando problemas do evento 13511 do FRS A identificação de evento 13511 do FRS é registrada em log quando o banco de dados do FRS fica sem espaço em disco. Para corrigir essa situação, exclua arquivos desnecessários no volume que contém o banco de dados do FRS. Se isso não for possível, tente mover o banco de dados para um volume maior, com mais espaço livre. Para obter mais informações sobre como mover o banco de dados para um volume maior, consulte, no Knowledge Base, o artigo Q221093: How to Relocate the NTFRS Jet Database and Log Files. Para ver esse artigo do Knowledge Base, consulte o link Microsoft Knowledge Base na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources (site em inglês). Solucionando problemas do evento 13522 do FRS O diretório de teste é uma área onde os arquivos modificados são armazenados temporariamente antes de serem propagados para outros parceiros de replicação ou após terem sido recebidos de outros parceiros de replicação. O FRS encapsula em um arquivo de teste os dados e os atributos associados a um arquivo ou objeto de diretório replicado. O FRS precisa de espaço em disco adequado para a área de teste nos computadores de upstream e de downstream a fim de replicar arquivos. No Windows 2000 SP2 e anteriores, o evento 13522 do FRS indica que o serviço do FRS foi pausado porque a área de teste está cheia. A replicação continuará se o espaço em disco da área de teste ficar disponível ou se o limite de espaço em disco para a área de teste for aumentado. No Windows 2000 SP3, você deve limpar o registro posterior. Os motivos pelos quais a área de teste pode se saturar são: Um ou mais parceiros de downstream não estão aceitando alterações. Isso pode ser uma condição temporária ser uma programação for desativada e o FRS ficar aguardando que ela seja aberta, ou um estado permanente se o serviço for desativado ou se o parceiro de downstream estiver em estado de erro. A taxa de alteração nos arquivos excede a taxa na qual o FRS pode processá-los. Nenhuma alteração óbvia foi feita nos arquivos, mas a área de teste está se saturando assim mesmo. Para solucionar problemas de excesso de replicação, consulte "Solucionando problemas do evento 13567 do FRS" neste guia. A replicação de um diretório pai de arquivos com um grande número de alterações está falhando; assim, todas as alterações em subdiretórios estão sendo bloqueadas. Solucionando problemas do evento 13526 do FRS A identificação de evento 13526 é registrada em log quando um controlador de domínio fica inatingível. Esse problema ocorre porque o FRS pesquisa o Active Directory a intervalos regulares para ler informações de configuração do FRS. Durante a pesquisa, uma operação é executada para resolver a SID (identificação de segurança) de um parceiro de replicação FRS. O identificador de ligação pode ficar inválido se o controlador de domínio ligado ficar inatingível na rede ou for reiniciado em um único intervalo de pesquisa (o padrão é cinco minutos). Para resolver esse problema, pare e inicie o FRS no computador que está registrando a mensagem de erro. Solucionando problemas do evento 13548 do FRS A identificação de evento 13548 do FRS é registrada quando as configurações de hora dos dois parceiros de replicação diferem em mais de 30 minutos. Esse erro pode ser causado pela seleção de um fuso horário incorreto no computador local ou no parceiro de replicação. Verifique se o fuso horário e o relógio do sistema estão configurados corretamente em ambos os computadores. Eles precisam estar com uma diferença de no máximo 30 minutos, mas de preferência muito menos. file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 5 de 10 Solucionando problemas do evento 13557 do FRS A identificação de evento 13557 do FRS é registrada quando são detectadas conexões duplicadas entre dois parceiros de replicação. Para resolver esse problema, exclua os objetos de conexão duplicados entre os parceiros de replicação diretos que estão indicados no texto do evento. Solucionando problemas do evento 13567 do FRS O evento 13567 do log de eventos do FRS é gerado em computadores que executam o Windows 2000 SP3 quando é detectada atividade de alterações desnecessárias em arquivos. A atividade de alteração desnecessária e arquivos significa que um arquivo foi gravado por algum usuário ou aplicativo, mas nenhuma alteração foi feita realmente no arquivo. O FRS detecta que o arquivo não foi alterado e mantém uma contagem da freqüência em que isso acontece. Se as condições forem detectadas mais de quinze vezes por hora durante um período de três horas, o FRS registrará em log o evento 13567. Determine o aplicativo ou usuário que está modificando o conteúdo do arquivo. Para obter procedimentos de solução desse problema, consulte "Solucionar problemas de uso excessivo de disco e de CPU pelo NTFRS.exe" neste guia. Há mais informações no Knowledge Base, no artigo Q315045: FRS Event 13567 Is Recorded in the FRS Event Log with SP3. Para ver esse artigo do Knowledge Base, consulte o link Microsoft Knowledge Base na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources (site em inglês). Solucionando problemas do evento 13568 do FRS A identificação de evento 13568 do FRS contém a seguinte mensagem: O serviço de replicação de arquivos detectou que o conjunto de réplicas "1" está em JRNL_WRAP_ERROR. O NTFS mantém um log especial chamado de diário USN do NTFS, que é uma descrição em alto nível de todas as alterações em arquivos e diretórios em um volume NTFS. O FRS usa esse mecanismo para controlar alterações de diretórios específicos do NTFS e para enfileirar essas alterações para replicação para outros computadores. O diário USN do NTFS tem limites de tamanho definidos e descartará informações de log antigas de acordo com a ordem de entrada a fim de manter seu tamanho correto. Se o processamento do FRS se atrasar em relação ao diário USN do NTFS e as informações do diário de que o FRS precisa tiverem sido descartadas, o FRS entrará em uma condição de truncamento do diário. Assim, o FRS precisará recriar seu estado de replicação atual com relação ao NTFS e outros parceiros de replicação. Cada alteração de arquivo no volume NTFS ocupa aproximadamente 100 bytes nesse diário (possivelmente mais, dependendo do tamanho do nome de arquivo). Em geral, o diário USN de um volume NTFS deve ser dimensionado em 128 megabytes (MB) por cada 100.000 arquivos gerenciados pelo FRS no volume NTFS. No Windows 2000 SP2 e anteriores, o tamanho padrão do diário é 32 MB e o máximo é 128 MB. No Windows 2000 SP3, o tamanho padrão do diário é 128 MB e o máximo é 10.000 MB O tamanho do diário pode ser configurado com uma sub-chave do Registro, mas tenha em mente que, depois de aumentar o tamanho do diário, você não deve diminuí-lo, pois isso causará um truncamento do diário. Para saber como o tamanho do diário USN pode ser aumentado, consulte no Knowledge Base o artigo Q221111: Description of FRS Entries in the Registry. Para ver esse artigo do Knowledge Base, consulte o link Microsoft Knowledge Base na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources/ (site em inglês). O FRS pode encontrar condições de truncamento de diário nos seguintes casos: Diversos arquivos são adicionados de uma vez a uma árvore de réplica enquanto o FRS está ocupado, está sendo iniciado ou não está sendo executado. Em um servidor que está sendo usado para restauração de autorização ou como servidor principal de um novo parceiro de réplica, atividade excessiva de arquivos no início desse processo pode consumir registros do diário USN do NTFS. Dimensione o volume NTFS em 128 MB por cada 100.000 arquivos gerenciados pelo FRS, conforme mencionado acima, a fim de evitar essa condição. file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 6 de 10 O NTFS precisa ser processado com Chkdsk, que corrige a estrutura NTFS. Nesse caso, o NTFS cria um novo diário USN do NTFS para o volume ou exclui as entradas corrompidas do fim do diário. O diário USN do NTFS é excluído ou tem o tamanho reduzido. O FRS está em estado de erro que o impede de processar alterações do diário USN do NTFS. Se o FRS tiver erros de truncamento de diário em um determinado servidor, não poderá replicar arquivos até que essa condição seja resolvida. Para continuar a replicação, o administrador precisa parar o FRS no servidor e executar uma restauração que não é de autorização dos dados para que o sistema possa sincronizar com seus parceiros de replicação. Para obter mais informações sobre como executar uma restauração que não seja de autorização, consulte "Executando uma restauração que não seja de autorização" neste guia. Observe o seguinte: O Windows 2000 SP1 não pode executar esse processo automaticamente. No Windows 2000 SP2, o FRS executa esse processo automaticamente. No Windows 2000 SP3, o FRS não executa esse processo automaticamente. O motivo dessa alteração é que, geralmente, o processo era executado em momentos não planejados pelos administradores. No entanto, há uma configuração do Registro que permite ao FRS executar automaticamente a restauração que não é de autorização, como no Windows 2000 SP2. Porém, é recomendado manter esse processo como manual. Para obter mais informações sobre como executar o processo de restauração que não é de autorização em um servidor, consulte, no Knowledge Base, o artigo 292438: Troubleshooting Journal Wrap Errors on SYSVOL and DFS Replica Sets. Para ver esse artigo do Knowledge Base, consulte o link Microsoft Knowledge Base na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources/ (site em inglês). Solucionando problemas de arquivos que não estão sendo replicados A replicação de arquivos pode falhar por vários motivos: Como prática recomendada, localize a raiz dos problemas de replicação do FRS. Procedimentos para solucionar problemas de arquivos que não estão sendo replicados 1. Verifique se a replicação do Active Directory está funcionando. Para obter mais informações sobre a replicação do Active Directory, consulte "Solucionando problemas de replicação do Active Directory" neste guia. Cada controlador de domínio deve ter pelo menos uma conexão de entrada com outro controlador de domínio no mesmo domínio. 2. Examine os logs de eventos nos computadores envolvidos. Resolva todos os problemas que forem encontrados. 3. Use o comando Ntfrsutl ver do computador de origem para o de destino e vice-versa. Verifique se os endereços estão corretos. Verifique a conectividade RPC entre a origem e o destino. Verifique também se o FRS está sendo executado. 4. Use o console de serviços administrativos para confirmar se o FRS está sendo executado no computador remoto. 5. Se o FRS não estiver sendo executado, revise o log de eventos do serviço Replicação de Arquivos no computador com problemas. Se o serviço tiver sofrido falha de declaração, solucione o problema de declaração. Caso contrário, reinicie o serviço usando o comando net start ntfrs. 6. Verifique se a replicação do Active Directory está funcionando . Se não estiver, consulte "Solucionando problemas de replicação do Active Directory". 7. Use os Serviços e Sites do Active Directory para verificar a programação de replicação no objeto de conexão para confirmar se a replicação está habilitada entre os computadores de origem e de destino e também se a conexão está habilitada. O objeto de conexão é a conexão de entrada do computador de destino no objeto NTFRS_MEMBER do computador de origem. Para SYSVOL, o objeto de conexão reside em Servidoresnome_do_servidorConfigurações NTDS. 8. Crie um arquivo de teste no computador de destino e verifique sua replicação para o computador de origem, levando em conta a programação e a velocidade do link para todos os saltos entre os dois computadores. 9. Verifique se há arquivos maiores do que a quantidade de espaço livre no computador de origem ou no servidor de destino ou maiores do que o tamanho do limite do diretório da área de teste no Registro. Resolva o problema de espaço em disco ou aumente o espaço máximo do arquivo da área de teste. Para obter mais informações sobre solução de problemas da área de teste, consulte "Solucionando problemas do evento 13522 do FRS" neste guia. file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 7 de 10 10. Verifique se o arquivo de origem foi excluído da replicação. Confirme se o arquivo não está criptografado com o EFS (Sistema de Arquivos Criptografados), com um ponto de junção NTFS (conforme criado por Linkd.exe pelo Windows 2000 Server Resource Kit), ou se não foi excluído por um filtro de arquivos ou de pastas no membro da réplica originária. Se alguma dessas condições for verdadeira, o FRS não replicará tais arquivos ou diretórios. 11. Verifique se o arquivo está bloqueado em um dos computadores. Use o comando net file nos computadores de origem e de destino. Esse comando indica quais computadores estão mantendo o arquivo aberto na rede, mas não informa arquivos mantidos abertos por processos locais. Se o arquivo estiver bloqueado no computador de origem, o FRS não poderá ler o arquivo para gerar o arquivo de teste e a replicação será atrasada. Se o arquivo estiver bloqueado no computador de destino, o FRS não será capaz de atualizar o arquivo. Nesse caso, o FRS continuará a tentar a atualização até ser bem-sucedido. O intervalo entre tentativas é de trinta a sessenta segundos. Se houver arquivos mantidos abertos por usuários remotos, você poderá usar o comando net file <id> /close para forçar o arquivo a ser fechado. Se esses métodos não resolverem o problema, você poderá investigar os logs de depuração do FRS para obter mais detalhes sobre o que está causando a falha de replicação. O FRS cria logs baseados em texto no diretório %systemroot% debugntfrs_*.log para ajudar a deputar problemas. Os logs de depuração descrevem uma conversa bidirecional entre parceiros de replicação. Um valor mais alto indica que o log é mais recente (por exemplo, ntfrs_0001.log é mais antigo e ntfrs_0005.log é mais recente). Para observar um determinado evento, verifique os arquivos de log o mais próximo possível da ocorrência do evento. Salve os arquivos de log em um diretório diferente para que possam ser examinados posteriormente. As linhas de depuração contendo os caracteres :T: são conhecidas como "registros de rastreamento" e geralmente são as mais úteis para se compreender por que a replicação de arquivos específicos falha. Você pode redirecionar os registros de interesse para um arquivo de texto usando o comando FINDSTR. Por exemplo: findstr /I ":T:" %systemroot%debugntfrs_*.log >registros_de_rastreamento.txt findstr /I "error warn fail S0" %systemroot%debugntfrs_*.log >verif_erros.txt Importante SYSVOL usa o FRS como meio de replicar dados. Ao solucionar problemas do FRS,concentre-se em como habilitá-lo para ser executado novamente, em vez de tentar "ajudar" a replicação copiando arquivos manualmente para parceiros de replicação. Isso pode ser usado como um atalho, mas exige a reinicialização de todo o conjunto de réplicas. A cópia manual dos arquivos pode causar mais tráfego de replicação, registros posteriores e conflitos de replicação potenciais. Para obter mais informações sobre conflitos de replicação, consulte "Solucionando problemas de pastas modificadas" adiante neste guia. Verificando a topologia do FRS no Active Directory Como os servidores FRS reúnem suas informações da topologia de replicação a partir do controlador de domínio do Active Directory mais próximo, a replicação do FRS conta com o funcionamento adequado da replicação do Active Directory. Duas abordagens para verificar se o Active Directory está replicando corretamente as informações da topologia do FRS incluem: Verifique se a replicação do Active Directory está funcionando. Verifique a topologia do FRS no Active Directory de vários servidores. Para obter mais informações sobre verificação da topologia do FRS, consulte o link File Replication Service (FRS) na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources/ (site em inglês). Solucionando problemas de pastas modificadas Todos os arquivos e pastas que o FRS gerencia são identificados de maneira exclusiva internamente por um identificador de arquivo especial. O FRS usa esses identificadores como identificadores canônicos dos arquivos que estão sendo replicados. Se o FRS receber uma ordem de alteração para criar uma pasta que já exista, que, por definição, tem um identificador de arquivo diferente do que o da pasta duplicada, o FRS protegerá a alteração conflitante deixando a estrutura do diretório original intacta e renomeando o diretório conflitante para um nome exclusivo, de modo que os arquivos e pastas subjacentes possam ser preservados. A pasta conflitante receberá um novo nome na forma NomeDaPasta_NTFRS_<nomedoguid>, onde NomeDaPasta é o file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 8 de 10 nome da original da pasta e GUID é uma seqüência de caracteres exclusiva, como "001a84b2". Duas causas comuns dessa condição são: Uma pasta é criada em diversas máquinas no conjunto de réplicas antes que a pasta possa ser replicada. Isso pode ocorrer se o administrador ou o aplicativo duplicarem pastas com mesmo nome em vários membros do FRS. Você inicia uma restauração de autorização em um servidor e: Não interrompe o serviço em todos os outros membros do conjunto de réplica reinicializado antes de reiniciar o FRS após a restauração de autorização ou Não define a chave do Registro D2 para restauração de autorização em todos os membros do conjunto de réplica reinicializado antes que um servidor replique alterações de entrada para membros reinicializados do conjunto de réplica. Diretórios copiados manualmente com nomes idênticos aos que estão sendo replicados pelo FRS para computadores no conjunto de réplica. Para obter mais informações sobre como executar uma restauração de autorização, consulte "Backup e restauração do Active Directory" neste guia. Para se recuperar de pastas modificadas, você tem duas opções: Mova os diretórios modificados para fora e depois para dentro da árvore de réplica _OU_ Renomeie os diretórios modificados. O primeiro método funciona bem para pequenas quantidades de dados em um pequeno número de destinos. No entanto, se você perder a replicação ponta a ponta da movimentação, esse método pode causar a modificação de diretórios. Esse método também força todos os membros a replicarem os dados novamente. O segundo método não exige a nova replicação dos dados. No entanto, isso poderá causar uma condição de negação de serviços ao fornecer um caminho inválido quando o caminho originário for renomeado. Procedimentos para mover diretórios modificados para fora e para dentro da árvore de réplica 1. Mova para fora da árvore todos os diretórios modificados. 2. Aguarde a remoção ponta a ponta dos dados em todos os destinos. 3. Ao aguardar, crie uma árvore contendo as versões desejadas dos arquivos e das pastas, incluindo permissões e outros atributos. 4. Verifique a exclusão ponta a ponta da movimentação em todos os destinos; caso contrário, haverá um conflito na etapa seguinte. Execute uma restauração que não é de autorização dos computadores que não replicaram a exclusão. Desative o FRS em computadores que você não pôde restaurar. Para obter mais informações sobre como executar restaurações de autorização e que não são de autorização, consulte "Backup e restauração do Active Directory" neste guia. 5. Mova os dados de fora para dentro da árvore replicada. Use o comando SCOPY ou XCopy /O para preservar permissões. Procedimentos para renomear diretórios modificados 1. Do computador que originou a série boa em conflito, renomeie as variantes boas e modificadas para um nome exclusivo. 2. Verifique a replicação ponta a ponta da operação de renomeação em todos os membros do conjunto. Para os que não obtiverem a renomeação dentro no período necessário, pare o FRS e defina a configuração do Registro D2 para uma restauração que não é de autorização. Não reinicie o computador nesse momento. 3. Mova quaisquer arquivos das agora renomeadas pastas modificadas para as pastas boas renomeadas. 4. Verifique a replicação ponta a ponta dos arquivos na pasta original renomeada. 5. Exclua os arquivos modificados originais. 6. Reinicie o FRS para começar a restauração de autorização. Depois que a renomeação for propagada, poderá ser file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 9 de 10 excluída. Antes de excluir qualquer pasta, verifique se você tem um backup da pasta original (e completa). Solucionando problemas de junção de diretório SYSVOL O compartilhamento SYSVOL contém duas pastas que são junções de diretório que apontam para outras pastas, muito parecido com um vínculo simbólico. Procedimentos para solucionar problemas de junção de diretório SYSVOL 1. No prompt de comando, digite os seguintes comandos e pressione ENTER: dir <unidade>:<caminho>SYSVOLSYSVOL dir <unidade>:<caminho>SYSVOLStaging Areas Verifique se os pontos de junção estão no lugar. O exemplo de saída a seguir mostra pontos de junção. D:WINNTSYSVOLsysvol>dir 06/26/2001 01:23p <DIR> . 06/26/2001 01:23p <DIR> .. 06/26/2001 01:23p <JUNCTION> corp.com D:WINNTSYSVOLstaging areas>dir 06/26/2001 01:23p <DIR> . 06/26/2001 01:23p <DIR> .. 06/26/2001 01:23p <JUNCTION> corp.com 2. Se um dos dois pontos de junção estiver faltando, use a ferramenta Linkd.exe do Windows 2000 Server Resource Kit para recriá-los. No prompt de comando, digite o seguinte comando e pressione ENTER: linkd <unidade>:<caminho>SYSVOLSYSVOL<nome de domínio totalmente qualificado> <unidade><caminho> linkd <unidade>:<caminho>SYSVOLStaging Areas<nome de domínio totalmente qualificado> <unidade><c Verifique o mesmo caminho para teste e áreas de teste. Cuidado Tenha muito cuidado ao copiar pastas que incluam junções de diretório. Quando Xcopy copia uma árvore dessas no Windows 2000, copia a junção, não o conteúdo da pasta para a qual a junção aponta. Um administrador pode excluir acidentalmente SYSVOL ao usar o comando RD /S em uma cópia feita de SYSVOL. Em vez disso, use RD sem o parâmetro /S, pois RD /S seguirá a junção de diretório, mas o comando RD sem /S não seguirá. Solucionando problemas de uso excessivo de disco e de CPU pelo NTFRS.exe. Os geradores de replicação extensivos são aplicativos ou operações que alterem todos ou a maioria dos arquivos em um conjunto de réplica regularmente sem que as alterações sejam necessárias. O FRS monitora alterações no diário USN e, se encontrar uma alteração, precisará replicar esse arquivo. Os aplicativos que criam replicação extensiva normalmente reescrevem a ACL (no caso de diretivas de segurança de arquivos e software antivírus) ou reescrevem o arquivo (no caso de software de desfragmentação). Em ambos os casos, o conteúdo, as permissões e os atributos no arquivo não são realmente alterados. Para o Windows 2000 SP 3, a identificação de evento 13567 no log de eventos do FRS registra que esse tipo de "não- alteração" foi suprimida para impedir replicação desnecessária. Em versões do Windows 2000 anteriores ao SP3, os geradores de replicação extensivos eram o motivo mais comum para a saturação das áreas de teste. Os administradores ainda precisam procurar e eliminar geradores de replicação extensivos ao usar o SP3, pois a comparação de arquivos consome recursos de disco e de arquivos. Você pode usar um dos seguintes métodos para identificar geradores de replicação extensivos: file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03
    • Solucionando problemas do FRS Página 10 de 10 Desativar seletivamente as causas comuns, como software antivírus, ferramentas de desfragmentação e diretivas do sistema de arquivos, e determinar se essa atividade diminui. Usar a ferramenta FileSpy do Windows 2000 Server Resource Kit para identificar informações de arquivos. Inspecionar o relatório NTFRSUTL OUTLOG para verificar quais arquivos estão sendo replicados. Inspecione os registros de rastreamento do diário USN nos logs de depuração do FRS em computadores com Windows SP2 ou posterior com o seguinte comando: Findstr /I ":U:" %systemroot%debugntfrs_00*.log Para obter mais informações sobre solução de problemas de uso excessivo de disco e CPU pelo Ntfrs.exe, consulte os seguintes artigos do Knowledge Base (em inglês): 284947: "Norton AntiVirus 7.x Makes Changes to Security Descriptors" 282791: "FRS: Disk Defragmentation Causes FRS Replication Traffic" 279156: "Effects of Setting File System Policy on a Disk Drive or Folder" 307777: "Possible Causes of a Full File Replication Service Staging Area" Para ver esses artigos do Knowledge Base, consulte o link Microsoft Knowledge Base na página de recursos da Web em http://www.microsoft.com/windows/reskits/webresources/ (site em inglês). Para obter mais informações sobre solução de problemas de usp excessivo de CPU em um controlador de domínio, consulte "Solucionando problemas de uso excessivo de disco e de CPU em um controlador de domínio" neste guia. file://C:Sndboxbatch07adogd11_170692ADOGD11.htm 28/05/03