Your SlideShare is downloading. ×
Rede de notícias 5
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Rede de notícias 5

179
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
179
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Ano 111 | Edição 5 | Março 2012 Rede de notícias COlÔnia Z-19 iniCia O anO na nOva sede CAMPOS DOS GOYTACAZESO s pescadores do Farol de São Tomé, em Campos dos Goytacazes, têmmuitos motivos para se orgulhar, pois come- O amplo espaço, inaugurado em setembro do ano passado, tem dois andares e dispõe de salas para reuniões e locais para instalações da CGPEG/IBAMA. O sucesso da iniciativa se deve à mobilização dos pescadores e da comissão do PEA-OGX, que teve o suporteçam o ano de casa nova, após a reforma da de radioperação, consultório odontológico contínuo de representantes da OGX e técnicossede da Colônia de Pesca Z-19, que marcou a e assistência médica. Com mais estrutura, da empresa de consultoria ambiental SOMA.conclusão do Projeto de Educação Ambiental diversas atividades, eventos e reuniões vêm Tendo atendido plenamente às exigências da(PEA-OGX). Agora, começa uma nova fase, acontecendo regularmente na Colônia em CGPEG/Ibama na primeira etapa da atividadeque vai complementar as atividades desen- prol dos pescadores artesanais locais. de exploração petrolífera (2010/2011), a OGXvolvidas anteriormente com ações de caráter O projeto é fruto da parceria entre o Grupo aproveita a fase do Teste de Longa Duraçãoformativo, como a capacitação de gestão e EBX e a comunidade pesqueira de Campos, (TLD) para dar prosseguimento ao projeto.ações estruturantes da instituição de pesca. iniciada em 2009, que resultou na compra, Dessa forma, o grupo EBX cumpre uma meta“A melhoria no espaço físico da Colônia está pela LLX, do prédio da nova sede, ocorrida prioritária: integrar os projetos de Educaçãosendo importante também para agregar ins- em junho de 2010. A reforma do espaço é a Ambiental na região e dar continuidade àstituições relacionadas às atividades de pesca ação de compensação junto à comunidade atividades iniciadas, de forma a garantir aque contribuam para o crescimento da Colô- pesqueira pela atividade de perfuração da sustentabilidade das atividades de pesca na OGX na Bacia de Campos, conforme exigência Bacia de Campos. Linha direta: faLe conosco Sua participação é fundamental para melhorar cada vez maiS a comunicação entre a oGX e a comunidade de peSca arteSanal da Bacia de campoS. envie Sua opinião, críticaS e SuGeStõeS para o e-mail: faleconosco@ogx.com.br ou entre em contato pelo telefone 0800-722-0742.Ano 111 | Edição 5 | Março 2012 Rede de Notícias | 1
  • 2. PROJETOS EM ANDAMENTOVeja como está o andamento de todos os projetos no blog Pesca artesanalwww.pesca-artesanal-campos.blogspot.comarmação dos BúziosMais estrutura para a pesca em BúziosCom a licença ambiental da Secretaria Mu-nicipal de Meio Ambiente e Pesca concedida,o projeto Entreposto para Pescados, quebusca melhorar as condições de trabalhodos pescadores de Búzios e assegurar a con-comissão do PEA-OGX de Búzios aguarda acessão de uso da Secretaria de Patrimônioda União (SPU) e a liberação de documentosde “nada a opor” da Marinha do Brasil e daPrefeitura, para dar a partida na construçãoe instalação do empreendimento, de acordocom a lei orgânica do município.“Em Armação dos Búzios há algumas regrasquanto à construção de imóveis, visandocerto padrão estético. Por isso, a Secreta-ria Municipal de Planejamento ainda estáavaliando a possibilidade da construçãoda fabriqueta de gelo”, explicou a secretá-ria municipal de Meio Ambiente e Pescade Búzios, Adriana Saad, em reunião com comissão de pescadores do PEA-OGX des- física do píer da Armação como também dasrepresentantes da OGX e consultores da tacou a importância do projeto, que propi- condições de trabalho e apoio à atividade da ciará a melhoria não somente da estrutura pesca artesanal.arraial do caboColônia sustentável em arraial -ras), na sede da Colônia Z-05, situada naMarina dos Pescadores, na Praia dos Anjos,em Arraial do Cabo, a assembleia geral paraaprovação, pelos pescadores, do Entrepostode Pesca, autorizada pela CGPEG/IBAMA,em substituição do projeto inicial de inibi-dores da pesca de arrasto.Segundo projeto mais votado em assem-bleia pelos pescadores locais, essa iniciativavai trazer importantes melhorias para aclasse pesqueira local, pela reestruturaçãodo prédio da Colônia Z-05, com a criaçãode um espaço apropriado para a comer-A assembleia, que atende à solicitação do -nidade pesqueira o porquê da mudança deprojetos, além da apresentação do trabalhojá realizado pela comissão PEA-OGX no O imóvel da Colônia Z-05 está regularizado nião com o prefeito de Arraial do Cabo paramunicípio. Uma vez aprovado, a comis- perante a SPU, porém está sendo aguardada obter informações sobre o planejamento dasão deverá aguardar pelo licenciamento a licença ambiental do projeto executivo da equipe executiva da Marina em relação àambiental da Marina. Marina. A comissão vai solicitar uma reu- área do prédio da Colônia.Ano 111 | Edição 5 | Março 2012 Rede de Notícias | 2
  • 3. Veja como está o andamento de todos os projetos no blog Pesca artesanal www.pesca-artesanal-campos.blogspot.comMacaé itapemirimComercialização do pescado em busca deserá fortalecida novos parceirosA comunidade pesqueira de Macaé tambémsustentabilidade do projeto do PEA-OGXno município, que resultou na entrega deum caminhão para transportar o pescado.Nessa nova etapa do PEA-OGX, na fasedo TLD, a comissão está se organizandopara implementar ações que fortaleçama comunidade.A estratégia é investir em projetos de ca-pacitação e sustentabilidade que possampotencializar os benefícios do caminhão,que possibilitará aos pescadores comercia- rias no atendimento à comunidade pesquei-lizarem seus produtos a preços melhores, ra, a comissão quer convidar mais pesca-uma vez que poderão revender o pescado dores e donos de barcos para se integrar ao grupo. A meta é estimular a mobilização esem atravessadores. o espírito de gestão participativa entre osCom o apoio da OGX e técnicos da SOMA, pescadores da região, para que as ações doalém de buscar parcerias com instituições PEA-OGX consolidadas até agora tenhame órgãos municipais para promover melho- sustentabilidade. Com uma sede novinha em folha, os pes- cadores da Colônia Z-10, de Itapemirim,são João da Barra (rJ) se reuniram em fevereiro com represen-Miniestaleiro já tem licença tantes da OGX, técnicos da SOMA e in- tegrantes da comissão do PEA-OGX, queambiental entra em nova fase. Na reunião, foi estabelecido que a meta prioritária para essa etapa de trabalhoFalta pouco para o início das obras do minies- União (SPU) que, por sua vez, espera apenas o será buscar o fortalecimento e renovaçãotaleiro e carreira na Colônia de Pesca Z-02, em “nada a opor” da Marinha do Brasil (Capitania da comissão voluntária, convidando novos dos Portos de Macaé). A Marinha analisa se integrantes e instituições que possama licença ambiental do Instituto Estadual de o empreendimento proposto causará alguma contribuir participativamente nesse pro-Ambiente (Inea), para a execução da obra. interferência no tráfego aquaviário da região cesso. A comissão terá ainda a tarefa deCom a licença, a comissão do PEA-OGX de buscar parcerias com instituições públicas A empresa responsável pela construção do (secretarias municipais e outros órgãos)etapas de trabalho. miniestaleiro já foi contratada, por meio de para viabilizar serviços de assistênciaA comunidade aguarda a cessão de uso do licitação feita pelo grupo EBX, e aguarda a médica e odontológica, a serem oferecidosterreno, pela Secretaria de Patrimônio da cessão de uso da SPU para o início das obras. aos pescadores da região. A construção da sede, resultado do PEA- -OGX, é a realização de um sonho aca- lentado pelos pescadores há mais de 20 anos. Com o novo espaço, os dirigentes têm tido mais estrutura para realizar ati- vidades na instituição e reuniões com a classe pesqueira, assim como dar suporte aos mais de 2000 pescadores registrados do município. A retomada do PEA-OGX, na fase do TLD da OGX, vai possibilitar dar continuidade às ações que buscam a sustentabilidade da Colônia, pois é preciso instrumentalizar a nova sede e disponibilizar mais serviços para os pescadores locais.Ano 111 | Edição 5 | Março 2012 Rede de Notícias | 3
  • 4. Veja como está o andamento de todos os projetos no blog Pesca artesanal www.pesca-artesanal-campos.blogspot.comcabo frioReforma à vista para a Colônia Z-04Até abril começam as obras da reforma da sede -jetivo garantir segurança operacional e patri-monial e ainda adequar o espaço para oferecerserviços aos pescadores e comerciantes locais,que apontou os caminhos para sanar dívidase pendências da instituição. Uma das soluçõesapontadas foi a contratação de um advogadoque prestará serviços à instituição por um ano,período no qual a Colônia deverá estruturarsua área administrativa. A contratação desse -lônia na elaboração do plano de gestão, quevai nortear o novo empreendimento.são francisco de itabapoanaeducação, a força de uma comunidadeOs pescadores de São Francisco de Itaba-poana também comemoram uma grandeconquista. O projeto Pescador do Futuro:Cursos de Capacitação para Pescadores eFamiliares, resultado do PEA-OGX, acabade formar as duas primeiras turmas, como curso de manutenção de motores a diesele 58 alunos, o curso de informática básica.Um grupo de 12 alunos formado no pri-meiro curso, agora está sendo capacitadoem informática avançada. Eles vão atuarvoluntariamente como instrutores dos la-boratórios de informática montados pelaOGX na Colônia de Gargaú e Capatazias da foi prestigiada pelo prefeito da cidade, Al- cursos para moradores das comunidades deBarra e Guaxindiba (cinco computadores berto Azevedo, a secretária de Educação Gargaú, Guaxindiba e Barra do Itabapoana.por instituição). O objetivo é garantir a sus- e Cultura, Yara Cinthia Nogueira, repre- Um curso de manutenção de motor a dieseltentabilidade do projeto e, principalmente, sentantes da OGX e da consultoria SOMA, está sendo realizado na Associação de Mo-fortalecer a classe pesqueira do município dirigentes da Colônia de Pesca Z-01 e das radores e Amigos da Barra do Itabapoanacom mais educação para os pescadores e capatazias do município, além de pescado- (Amabi), em Barra do Itabapoana, e temseus familiares. res e familiares. a participação de 30 pescadores locais. O projeto, fruto do convênio entre a OGX e Os cursos devem prosseguir até setembrocursos, no dia 2 de março, em Guaxindiba, o Instituto Federal Fluminense (IFF), prevê de 2012. A OGX é uma empresa brasileira de exploração e produção de petróleo e gás natural que está presente na Bacia de Campos desde 2009, quando iniciou os primeiros poços. Em função do sucesso da fase de exploração, em janeiro de 2012 foi dado se localiza a 80km de Arraial do Cabo. Para mais informações, acesse: www.ogx.com.br/primeirooleo. Pesca Artesanal – Rede de Notícias. OGX // Cláudio Costa. Camila Manfredini (SC 01146 JP). Camila Manfredini, Felipe Queiroz, Luciana Mota e Vanessa Guerra (OGX); Juliana Rondon e Maurício Duppré (SOMA). Lettera Brasil. Banco de Imagens OGX e SOMA. Trama Criações e Traço Certo (Cabeçalho). 1.000 exemplares.Ano 111 | Edição 5 | Março 2012 Rede de Notícias | 4