Adaptações de Pequeno Porte II

  • 2,968 views
Uploaded on

Adaptações de acesso ao currículo para alunos surdos no ensino regular.

Adaptações de acesso ao currículo para alunos surdos no ensino regular.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,968
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
74
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • _

Transcript

  • 1. Adaptações Curriculares de Pequeno Porte Garantindo o acesso e permanência de todos os alunos na escola
  • 2. Adaptações não significativas Atribuições e Responsabilidades dos Professores Professora Jucilene Ribeiro Cezar
  • 3. No ajuste do sistema educacional para o acolhimento de todos
    • Relembrar o papel fundamental que a individualidade e a subjetividade ocupam no processo de aprendizagem;
    • ACPP - são modificações promovidas no currículo, pelo professor, de forma a permitir a participação dos alunos que apresentam necessidades especiais no processo de ensino e aprendizagem na escola regular
    • Podem ser implementadas em várias áreas e momentos de atuação do professor, na promoção do acesso ao currículo, nos objetivos de ensino, no conteúdo ensinado, no método de ensino, no processo de avaliação, na temporalidade;
  • 4.
    • O professor deve promover adaptações que favorecerão a experiência produtiva da escolaridade para todos os seus alunos começa na elaboração do Plano de Ensino. O Planejamento deve considerar a diversidade;
    • A organização do espaço e dos aspectos físicos da sala de aula;
    • A seleção, a adaptação e a utilização de equipamentos e mobiliários de forma a favorecer a aprendizagem de todos as alunos;
    • O planejamento das estratégias de ensino que pretende adotar em função dos objetivos pedagógicos e consequentes conteúdos a serem abordados
    • A pluralidade metodológica tanto para o ensino como para avaliação;
    • Flexibilização da temporalidade.
  • 5. Para atender a necessidade especiais comuns em alunos com Deficiência auditiva
    • Interação social para a construção do conhecimento, por meio das quais apreende o significado e a função social dos objetos e dos fenômenos sociais;
    • Seu acesso ao conhecimento está ligado ao uso comum de um código lingüístico prioritariamente visual, sem o qual ele fica limitado a acessar somente as características físicas do objeto e não as conceituais;
    • Aprendizagem é mediada o tempo todo;
    • Pela linguagem, ela será muito melhor sucedida se a língua utilizada for compartilhada por todos os que se encontram no processo educacional;
  • 6.
    • Um texto estará sempre presente no ambiente educacional. O aluno surdo poderá ter dificuldade de compreensão, o que aponta para a necessidade de se utilizar a língua de sinais ou outros códigos visuais
    • A língua de sinais organiza as idéias dos surdos de forma lógica diferente da organização construída por meio do uso da língua portuguesa. não partir da limitações das aparentes limitações iniciais da escrita e sim das possibilidades que essa construção oferece, as marcas implícitas (LIBRAS) e explícitas da diferença lingüística subjacente. EX:
    • Pergunta: O que é uma ilha?
    • Resposta: Terra água lado.
  • 7.
    • Posicionar o aluno na sala de aula de forma que possa ver os movimentos do rosto( orofaciais) do professor e da seus colegas;
    • Utilizar a escrita e outros materiais visuais para favorecer a apreensão das informações abordadas verbalmente;
    • Utilizar os recursos e materiais adaptados disponíveis: tablado, softwares educativos, solicitar que o aluno usa a prótese auditiva, etc.;
    • Utilizar textos escritos complementados com elementos que favoreçam sua compreensão na linguagem gestual, língua de sinais;
  • 8.
    • Apresentar referências importantes e relevantes sobre um texto ( o contexto histórico, o enredo,os personagens, a localização geográfica, a biografia do autor,etc.) em língua de sinais, oralmente, ou utilizando outros recursos visuais antes de sua leitura;
    • Promover a interpretação de textos por meio de material plástico ( desenho, pintura, murais, etc) ou de material cênico ( dramatização e mímica)
    • Utilizar um sistema alternativo de comunicação adaptado às possibilidades e necessidades do aluno: língua de sinais, leitura orofacial, linguagem gestual;
  • 9. Adaptações de objetivos e de conteúdos
    • Priorizar determinados objetivos, de forma atender as suas necessidades educacionais;
    • Acrescentar objetivos complementares. EX:: Quais as aprendizagens mínimas consideradas para a etapa e ano? Aprendizagens mais urgentes? Quais favorecem sua integração social e escolar a médio e longo prazo?
    • Priorização de tipos de conteúdos, a priorização de áreas ou unidades de conteúdos, a reformulação da sequência de conteúdos;
    • Eliminação de conteúdos secundários. EX: Relacionados a necessidade de adquirir um sistema alternativo de comunicação.
  • 10. Adaptações do método de Ensino e da organização Didática
    • Adaptar o método de ensino às necessidades de cada aluno, o ensino não ocorrerá, se o professor não atender ao jeito que cada um tem para aprender;
    • Modificação do nível de complexidade das atividades;
    • Apresentar passo a passo;
    • Eliminar componentes da cadeia que constitui atividade, dar nova sequência à tarefa
    • Recursos alternativos devem ser sempre utilizados, diferentes formas de comunicação, gesto mímica, dramatização, desenhos ilustrações fotografias, recursos tecnológicos.
  • 11. Adaptação do Processo de Avaliação
    • Utilizar diferentes procedimentos de avaliação, adaptando-os aos diferentes estilos e possibilidades de expressão dos alunos;
    • Nas provas escritas do aluno surdo, levar em consideração o momento do percurso em que se encontra, no processo de aquisição de uma 2ª língua, língua portuguesa ( coerência, enredo, meio e fim, sequência estrutural das orações)
    • Adequação do sistema de avaliação para os alunos que fazem uso de sistemas alternativos de comunicação que tenham competências limitadas na leitura e escrita.
  • 12. Adaptações de Atividades- Ciências
    • Fotos que tratam o tema com: hipótese religiosa/científica;
    • Registrar através do desenho o processo evolutivo/religioso;
    • Trabalhar com fontes: bíblia(gêneses), enciclopédia, internet
    • Construir vocabulário ilustrado e explicativo;
    • Trazer os sinais que traduzem o conteúdo.
  • 13. Atividade - Língua Portuguesa
    • Usar as próprias palavras e reconstruir o sentido do texto;
    • Trazer um visual tratando do assunto;
    • Relacionar palavras do texto com sinônimos e figuras;
    • Classe de palavras: Verbos(Ação- movimento);
  • 14. Atividade - História
    • Listar pensamentos iluministas da aula anterior, retomar sempre;
    • Ações, o que fizeram. roteiro.
    • Utilizar fotos dessa época e acontecimentos famosos representados em filmes;
  • 15. Atividade - Geografia
    • Trabalhar com o título;
    • Mapa múndi;
    • Atualidades;
    • Jornal, revistas, reportagens;
    • Multimídia fotos de um dos países mais ricos e um mais pobre;
    • Explorar cada informação oferecida na atividade;
    • Pesquisar os sinais de cada país.
  • 16. Atividade - Inglês
    • Explorar os indícios visuais do texto;
    • Palavras que conhecem;
    • Traduzir um trecho do texto, pois a compreensão será mais difícil do que a tradução( mecânica)
  • 17. Atividade - Matemática
    • Usar os materiais que representam as metades;
    • Pode- se usar um bolo, uma pizza ( lembrar esses recursos se tornam significativos não só para surdos)
  • 18. Referência Bibliográfica
    • Ministério da Educação, Adaptações Curriculares de Pequeno Porte - Secretaria da Educação do Estado de São Paulo- 2000
    • Cadernos do aluno – secretaria 2010