ASS-Projeto-VI-freeds
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

ASS-Projeto-VI-freeds

  • 684 views
Uploaded on

Apresentação sobre Freeds da disciplina Aplicação de Software Social do departamento de ciência da computação da UFMG.

Apresentação sobre Freeds da disciplina Aplicação de Software Social do departamento de ciência da computação da UFMG.

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
684
On Slideshare
656
From Embeds
28
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 28

http://aplica-software-social.blogspot.com 20
http://aplica-software-social.blogspot.com.br 7
http://www.slideshare.net 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Ciência da Computação APLICAÇÕES DE SOFTWARE SOCIAL Projeto VI: Feeds Professor: Antonio Mendes Ribeiro Grupo J: Graziele C. Pereira Junio Soares Dias
  • 2. O que são Feeds? O termo feed vem do verbo inglês “alimentar” Na Internet é conhecido como “RSS Feeds” (RDF Site Sumary ou Really Simple Syndication) RSS é um subconjunto de quot;dialetosquot; XML que servem para agregar conteúdo ou quot;Web syndicationquot;, podendo ser acessado mediante programas ou sites agregadores. É usado principalmente em sites de notícias e blogs. Assim, Feeds são usados para que um usuário de internet possa acompanhar os novos artigos e demais conteúdo de um site ou blog sem que precise visitar o site em si. Sempre que um novo conteúdo for publicado em determinado site, o quot;assinantequot; do feed poderá ler imediatamente.
  • 3. O que são Feeds? Resumindo, Arquivos Feeds são listas de atualização de conteúdo de um determinado site, escritos com especificações baseadas em XML. Os usuários incluem o link dos arquivos Feed em seu programa leitor de Feed (agregador) e recebem sem visitar o site as informações sobre as atualizações que ocorreram. Também é possível distribuir arquivos de áudio (podcasts), imagens e vídeo.
  • 4. Usos É amplamente utilizado pela comunidade dos blogs para compartilhar as últimas novidades e textos completos e até mesmo arquivos multimídia. Grandes empresas de notícias permitem que outros websites incorporassem suas notícias e resumos através de vários acordos de uso. É usado para diversos propósitos, incluindo marketing, bug-reports, e qualquer outra atividade que envolva atualização ou publicação constante de conteúdos. Hoje em dia é comum encontrar feeds RSS nos maiores web sites e também em alguns pequenos.
  • 5. Como funciona: Existem basicamente dois tipos de programa, aqueles que você instala no seu computador (agregador) e aqueles que rodam e funcionam exclusivamente na internet. Os da internet funcionam mais ou menos como um leitor de e-mail,como o Yahoo ou Gmail, você cria sua conta gratuitamente,acessa a página deles, entra com seu login e senha e começa a ler e administrar seus feeds assim como você faz com seus e-mail.
  • 6. Como funciona: No arquivo RSS são incluídas informações como título, página (endereço exato de onde há algo novo), descrição da alteração, data, autor, etc, de todas as últimas atualizações do site ao qual ele está agregado. O RSS é um formato padronizado mundialmente, que funciona sob a linguagem XML (Extensible Markup Language), e é usado para compartilhar conteúdo Web. Ele permite, por exemplo, que o administrador de um site de notícias crie um arquivo XML com as últimas manchetes publicadas, a fim de compartilhá-las mais rapidamente com seus leitores. Este arquivo poderá ser lido através de qualquer ferramenta que seja capaz de entender o formato XML do RSS.
  • 7. Especificações Atualmente há 3 principais especificações para a criação de arquivos Feed: RSS 1.0 - RDF Site Summary 1.0 (RSS-DEV). RSS 2.0 - Really Simple Syndication 2.0 (Userland). Atom (IETF)
  • 8. Especificações RDF Site Summary, a primeira versão do RSS foi criada por Dan Libby da Netscape em março de 1999 para uso no portal quot;My Netscapequot;. O RSS (Really Simple Syndication) é um descendente do RDF (Resource Description Framework) e segue as definições da W3C para o RDF, que é descendente do XML. A especificação Atom (RFC-4287) é a única publicada por um orgão normatizador, no caso a IETF.
  • 9. Lista de Agregadores Lista de alguns softwares agregadores de conteúdo: · ··Google Reader · ··Akregator · ··BlogTok · ··RSS Owl · ··FeedReader · ··Active Web Reader · ··Pluck RSS Reader · ··RSS Bandit · ··Blam Feed Reader · ··ThinFeeder · ··NewzJournal · ··Liferea
  • 10. Lista de Agregadores via browser Alguns navegadores de Internet também conseguem interpretar devidamente os arquivos XML. · ··Firefox · ··Mozilla · ··Opera · ··Safari · ··Internet Explorer 7
  • 11. Agregadores via site Os principais serviços de agregador são: · ··Google Reader · ··Página Inicial Personalizada do Google para o Brasil · ··Página Inicial Personalizada do Google para Portugal · ··Página Inicial Personalizada do Google para os EUA · ··Gobits Reader · ··Bloglines · ··Origo · ··Goowy
  • 12. Referências bibliográficas http://pt.wikipedia.org/wiki/Feed http://revolucao.etc.br/feedsxmlatomrss/ http://pt.wikipedia.org/wiki/RSS http://www.rssfeeds.com.br http://www.rssboard.org/rss-specification http://virgulaimagem.redezero.org/leitores-de-rss-agregad