• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Mudanças do Jornalismo
 

Mudanças do Jornalismo

on

  • 4,555 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,555
Views on SlideShare
4,518
Embed Views
37

Actions

Likes
1
Downloads
72
Comments
0

3 Embeds 37

http://www.slideshare.net 21
http://www.portugalaviena.blogspot.com 10
http://portugalaviena.blogspot.com 6

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Mudanças do Jornalismo Mudanças do Jornalismo Presentation Transcript

    • Mudanças do Jornalismo 1440 • Gutenberg inventa a imprensa, revolucionando a comunicação. - Dá-se uma produção em massa de livros, jornais e vários tipos de documentos.
    • Os Primeiros Jornais
      • • França, Bélgica e Alemanha foram os países onde os primeiros jornais se desenvolveram mais rapidamente.
    • Os Primeiros Jornais
      • 1605,
      • Nieuwe Tydingen (Bélgica)
      • 1615 ,
      • Frankfurter Journal (Alemanha)
      • • 1619,
      • Gazette van Antwerpen (Bélgica)
      • • 1622,
      • Weekly News (Inglaterra)
      • • 1631,
      • Gazette de France (França)
    • O Jornalismo nos séc. XVIII e XIX
      • • Nos séculos XVIII e XIX, com a revolução francesa e a revolução industrial surge o Jornalismo Moderno (produção em grande escala).
      • • O aparecimento da publicidade nos jornais torna o preço deste meio mais acessível, levando a um grande aumento de vendas.
    • O Jornalismo no séc. XX
      • • No séc. XX, ocorre uma evolução no estilo jornalístico e nas inovações tecnológicas (telégrafo, telefone, rádio, comunicação via satélite e por fim internet) que permitem aceder às notícias do mundo inteiro, num curto espaço de tempo.
    • A Rádio
      • 1887
      • • Henrich Rudolph Hertz descobre as ondas de Rádio.
      • 1896
      • • Marconi demonstra o funcionamento dos seus aparelhos de emissão e recepção de sinais.
      • 1920
      • • Aparece nos EUA, a primeira emissora de Rádio.
      • 1947
      • • Dá-se a invenção do transístor, possibilitando a utilização de rádios mais pequenos.
    • Televisão
      • 1935
      • • Surge, na Alemanha, o primeiro serviço de televisão em alta definição.
      • 1954
      • • A televisão a cores surge na rede norte-americana NBC.
      • 1956
      • • É apresentado na Bélgica, o primeiro jornal televisivo.
    • Internet
      • 1989
      • • Tim Barners-Lee cria a World Wide Web.
      • 1992
      • • Surgem os sites da CNN e do Chigaco Tribune.
      • 1996
      • • 80% das redacções do mundo usa a internet como fonte.
      • 1997
      • • 2600 jornais apresentam já um formato on-line.
      • 1999
      • • o número de jornais on-line sobe para 3250.
    • Ciberjornalismo
      • O aparecimento da Internet nos meios de comunicação social trouxe uma série de transformações, tanto a nível da produção da informação, como nas suas formas de difusão .
      • Foi a partir dos jornais que começaram as versões on-line dos media.
      • os jornais impressos não tiveram outra escolha, senão a de acompanhar a evolução do jornalismo on-line e investir numa convergência de ideias com o novo formato.
    • Ciberjornalismo
      • A Internet, enquanto media convergente, permite aos jornais disponibilizar ao público, recursos só anteriormente apresentados pelas televisões e rádios.
      • As notícias on-line fazem-se já acompanhar de vídeos ilustrativos do respectivo acontecimento e de hiperligações através das quais podemos aprofundar os nossos conhecimentos relativos a um dado assunto.
    • Ciberjornalismo
      • Características:
      • • Instantaneidade
      • • Interactividade
      • • Hipertextualidade
      • • Hipermedialidade
    • Instantaneidade
      • • O tempo da informação passou a decorrer também de outra forma, pois com a instantaneidade da informação surgiram as “notícias na hora”, isto é, a capacidade de actualizarmos a informação em tempo real, em directo.
    • Interactividade
      • Esta nova forma de comunicação permite ao leitor dar a sua opinião sobre um tema que lhe interesse em particular, podendo trocar ideias tanto com o jornalista como com outros leitores.
    • Hipertextualidade
      • A criação do hipertexto foi importante, no sentido de dar ao leitor autonomia, para se informar de acordo com os seus objectivos e interesses, tendo agora a possibilidade de estabelecer ligações com diferentes textos e notícias e relacioná-las entre si.
    • Hipermedialidade
      • O hipermédia leva à convergência de conteúdos escritos, sonoros e visuais para ilustrar uma notícia, e está disponível em apenas um clique. Num único formato podemos ter acesso às características que apresentam os jornais, rádios e televisões.
    • Conclusão
      • Hoje em dia, é possível ouvir rádio, ver televisão e ler o jornal no computador, através de uma ligação à Internet.
      • A convergência de formatos, na qual se baseia o Ciberjornalismo, encontra-se em constante evolução, sendo a TV Digital a realidade do momento.