• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
O barroco no brasil
 

O barroco no brasil

on

  • 13,973 views

 

Statistics

Views

Total Views
13,973
Views on SlideShare
13,973
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
247
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • very good
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    O barroco no brasil O barroco no brasil Presentation Transcript

    • O BARROCO NO BRASIL
    • O barroco no Brasil
      O barroco, no Brasil, foi introduzido no início do século XVII pelos missionárioscatólicos, especialmente jesuítas, que trouxeram o novo estilo como instrumento de doutrinação cristã. O poema épico Prosopopéia (1601), de Bento Teixeira, é um dos seus marcos iniciais. Atingiu o seu apogeu na literatura com o poeta Gregório de Matos e com o orador sacro Padre Antônio Vieira, e nas artes plásticas seus maiores expoentes foram Aleijadinho, na escultura, e Mestre Ataíde, na pintura. No campo da arquitetura esta escola floresceu notavelmente no Nordeste, mas com grandes exemplos também no centro do país, em Minas Gerais, Goiás e Rio de Janeiro. Na música, ao contrário das outras artes, sobrevivem poucos mas belos documentos do barroco tardio. Com o desenvolvimento do neoclassicismo a partir das primeiras décadas do século XIX a tradição barroca, que teve uma trajetória de enorme vigor no Brasil e foi considerada o estilo nacional por excelência, caiu progressivamente em desuso, mas traços dela seriam encontrados em diversas modalidades de arte até os primeiros anos do século XX.
    • BARROCO NO BRASIL
      O barroco brasileiro foi diretamente influenciado pelo barroco português, porém, com o tempo, foi assumindo características próprias. A grande produção artística barroca no Brasil ocorreu nas cidade auríferas de Minas Gerais, no chamado século do ouro (século XVIII). Estas cidades eram ricas e possuíam um intensa vida cultura e artística em pleno desenvolvimento.O principal representante do barroco mineiro foi o escultor e arquiteto Antônio Francisco de Lisboa também conhecido como Aleijadinho. Sua obras, de forte caráter religioso, eram feitas em madeira e pedra-sabão, os principais materiais usados pelos artistas barrocos do Brasil. Podemos citar algumas obras de Aleijadinho: Os Doze Profetas e Os Passos da Paixão, na Igreja de Bom Jesus de Matozinhos, em Congonhas do Campo (MG).Outros artistas importantes do barroco brasileiro foram: o pintor mineiro Manuel da Costa Ataíde e o escultor carioca Mestre Valentim. No estado da Bahia, o barroco destacou-se na decoração das igrejas em Salvador como, por exemplo, de São Francisco de Assis e a da Ordem Terceira de São Francisco.
    • Os jesuítas no Brasil
      Os jesuítas chegaram ao Brasil em 1549 e começaram sua catequese erguendo um colégio em Salvador da Bahia, fundando a Província Brasileira da Companhia de Jesus. Vinham na armada de Tomé de Sousa, chefiados por Manuel da Nóbrega, e eram eles Leonardo Nunes, João de Azpilcueta Navarro, Vicente Rodrigues, Antonio Pires e o irmão Diogo Jácome. A segunda vaga aconteceu em 1550 na armada de Simão da Gama. O primeiro Bispo chegou em 1552 e em 1553 aportou José de Anchieta na armada de Duarte Góis. Cinquenta anos mais tarde já tinham colégios pelo litoral, de Santa Catarina ao Ceará. Quando foram expulsos em 1760, eram 670 por todo o país, distribuídos em aldeias, missões, colégios e conventos.
      Os nomes grandiosos são evidentemente os de Manuel da Nóbrega e José de Anchieta. Não se podem esquecer Leonardo Nunes, Vicente Pires ou o padre João de Azpilcueta Navarro. Varnhagen nos diz que este fora logo mandado para Porto Seguro, capitania onde estavam os melhores intérpretes da língua tupi, talvez ainda - em avançada idade? - alguns dos ali deixados por Cabral e depois pela primeira armada exploradora. Vieram ainda os irmãos Diogo Jácome e Vicente Rodrigues. Haviam partido de Portugal a 1 de fevereiro de 1549. Na Bahia, participaram da fundação da cidade de Salvador. Leonardo Nunes e Diogo Jácome foram imediatamente enviados para as aldeias das capitanias de Ilhéus e de Porto Seguro, em missão de catequese. Pouco depois, o irmão Vicente Rodrigues foi substituir o padre Leonardo, que seguiu para o Sul, rumo à capitania de São Vicente.
    • BARROCO NO BRASIL
      O Barroco brasileiro está claramente associado à religião católica e varia de região para região.Nas regiões que enriqueceram com a mineração e o comércio de açúcar – Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco –, encontramos igrejas com talhas douradas e esculturas refinadas. Já nas regiões onde não havia açúcar nem ouro – como São Paulo –, as igrejas eram modestas.
      O BARROCO PERNAMBUCANO
      A partir de 1759 Recife teve grande crescimento econômico (sede da Cia. Comercial Pernambuco e Paraíba – comercialização do açúcar, tabaco, algodão e madeira de lei).
      O BARROCO CARIOCA
      Com o ciclo do ouro o Barroco chega ao Rio de Janeiro. Seu porto passou a ser o centro de intercâmbio entre a região da mineração e Portugal.
    • BARROCO DE UMA REGIÃO POBRE: SÃO PAULO
      Fundada no século XVI, a cidade de São Paulo e seus arredores não tiveram o mesmo desenvolvimento que as outras regiões no período colonial.
    • IGREJAS
      MATRIZ DE SANTO ANTONIO
      PENITENCIAL
    • CANDELEIRA