A economia brasileira em 2011e perspectivas para 2012Brasília - 14 de dezembro de 2011
Menor atividade da indústria limita expansão doPIB em 2011PIB encerra o ano com crescimento de 2,8% frente a 7,5% em 2010I...
BALANÇO 2011
PIB volta a crescer abaixo da média mundialApós expansão de 7,5%em 2010, PIB cresceráapenas 2,8% em 2011Indústria crescerá...
Mercado de trabalho oferta menos vagasRenda real mantevecrescimentoEmprego na indústriadesacelera de formaheterogêneaExpan...
Inflação volta a ser problema em 2011Inflação terminará o anosobre a banda superior dameta (6,5%)Todos os grupos do IPCAse...
Crescimento menor dos gastos públicos contribui parao controle da inflaçãoContenção do gastoconcentrou-se na reduçãodos in...
Preços dos produtos básicos determinam evolução dasexportaçõesCâmbio segue instávelem leve desvalorizaçãoUm em cada cincop...
PERSPECTIVAS 2012
Cenário de baixo crescimento segue em 2012PIB mantém trajetória de baixo crescimento: 3,0% em 2012Indústria com dificuldad...
PIB deverá crescer em ritmo semelhante ao de 2011Expansão será de 3,0% em 2012Desafios à competitividade industrial fazem ...
Queda da inflação em 2012Novos desdobramentos da crise tendem a diminuir aspressões inflacionáriasReajustes de preços e sa...
Orçamento e desaceleração econômica indicamexpansão fiscalCrescimento expressivo das despesas obrigatórias poraumento real...
Cenário mundial pouco favorávelTaxa de câmbio média anual próxima a R$ 1,80/US$Exportações devem reduzir ritmo de crescime...
A economia brasileira em 2011e perspectivas para 2012www.cni.org.brBrasília - 14 de dezembro de 2011
Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco
Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco
Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco
Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco
Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco
Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco

34

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
34
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Produtos cni perisdicos_economiabrasileira_2011_apresentagco"

  1. 1. A economia brasileira em 2011e perspectivas para 2012Brasília - 14 de dezembro de 2011
  2. 2. Menor atividade da indústria limita expansão doPIB em 2011PIB encerra o ano com crescimento de 2,8% frente a 7,5% em 2010Indústria crescerá apenas 1,8% em 2011Dificuldades da economia mundial e desaquecimento da demandadoméstica contribuem para quedaConsumo das famílias cresce 4,2% em 2011 contra 6,9% em 2010Investimento cresce 4,8% em 2011 contra 21,3% em 2010Vazamento da demanda interna para o setor externo em função docâmbio valorizado, que encerra o ano em R$1,79/US$Inflação no teto da meta volta a ser foco de preocupações (6,5%)Política fiscal contribui para controle da inflação
  3. 3. BALANÇO 2011
  4. 4. PIB volta a crescer abaixo da média mundialApós expansão de 7,5%em 2010, PIB cresceráapenas 2,8% em 2011Indústria crescerá apenas1,8% no anoFaturamento real descolada atividade industrial
  5. 5. Mercado de trabalho oferta menos vagasRenda real mantevecrescimentoEmprego na indústriadesacelera de formaheterogêneaExpansão dosrendimentos mantémconsumo
  6. 6. Inflação volta a ser problema em 2011Inflação terminará o anosobre a banda superior dameta (6,5%)Todos os grupos do IPCAse aceleraram no anoCopom se antecipou aosefeitos da criseCrédito à pessoa físicadesacelerou
  7. 7. Crescimento menor dos gastos públicos contribui parao controle da inflaçãoContenção do gastoconcentrou-se na reduçãodos investimentosDespesas obrigatóriascrescem menosSuperávit primário acimada meta
  8. 8. Preços dos produtos básicos determinam evolução dasexportaçõesCâmbio segue instávelem leve desvalorizaçãoUm em cada cincoprodutos industriaisconsumidos no país éimportadoSuperávit de produtosbásicos sustentam saldocomercial
  9. 9. PERSPECTIVAS 2012
  10. 10. Cenário de baixo crescimento segue em 2012PIB mantém trajetória de baixo crescimento: 3,0% em 2012Indústria com dificuldade de recuperação, cresce apenas 2,3%Cenário externo e novos ponderadores do IPCA contribuem paraqueda na inflação para 5,2%Queda da Selic no início do ano para 10,00% a.a.Preço dos produtos básicos responde por 42% da alta dasexportaçõesPolítica fiscal terá caráter fortemente expansionista em 2012Possível piora da crise europeia exigirá respostas maisagressivas da política econômica
  11. 11. PIB deverá crescer em ritmo semelhante ao de 2011Expansão será de 3,0% em 2012Desafios à competitividade industrial fazem com que o setorcresça apenas 2,3%Contribuição externa continua negativaTaxa de desemprego cai a 5,8% no ano, mas com menorcriação de vagasMercado de trabalho menos dinâmico limita contribuiçãopositiva para o consumo interno
  12. 12. Queda da inflação em 2012Novos desdobramentos da crise tendem a diminuir aspressões inflacionáriasReajustes de preços e salários (em especial, o salário mínimo)devem pressionar a inflaçãoProdutos industriais ganham peso na nova ponderação IPCA, oque deve impactar o índice para baixoInflação desacelerará a 5,2% em 2012Selic a 10,0% a.a. leva a taxa de juros real média a 4,4% a.a.
  13. 13. Orçamento e desaceleração econômica indicamexpansão fiscalCrescimento expressivo das despesas obrigatórias poraumento real de 7,5% do salário mínimoGoverno Federal será menos rigoroso na liberação dedespesas discricionáriasSuperávit primário do setor público alcançará 3,0% do PIBRelação dívida/PIB cai a 38,6% do PIB
  14. 14. Cenário mundial pouco favorávelTaxa de câmbio média anual próxima a R$ 1,80/US$Exportações devem reduzir ritmo de crescimentoPreços e demanda por manufaturados permanecemdeprimidos em 2012Demanda interna sustenta importação de bens de consumoSaldo comercial de US$ 20,8 bilhõesDéficit em transações correntes em 2,1% do PIB
  15. 15. A economia brasileira em 2011e perspectivas para 2012www.cni.org.brBrasília - 14 de dezembro de 2011

×