• Save
2012 cdes
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

2012 cdes

on

  • 291 views

 

Statistics

Views

Total Views
291
Views on SlideShare
291
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

2012 cdes Presentation Transcript

  • 1. 11Guido MantegaMinistro da FazendaConselho de Desenvolvimento Econômico e SocialBrasília, 30 de agosto de 2012Perspectivas daeconomiabrasileira
  • 2. 2A falta de crescimento e o encolhimento docomércio continuam a predominar nas economiasavançadas.Países emergentes já sentem os efeitos da criseinternacional.Em termos de gravidade e consequências, a crisede 2012 se assemelha à de 2009.A economia mundial continua mergulhada numagrave crise, mas o Brasil retoma o crescimento
  • 3. 33Produção industrial, variação do mês em relação ao mesmo mês do anoanterior, em %Fonte: BloombergElaboração: Ministério da FazendaCrise afeta a produção industrial dos emergentes
  • 4. 4Economia brasileira se acelera ao longo de 2012Trimestre contra trimestre imediatamente anterior, com ajuste sazonal, em %Fontes: IBGE, Bradesco,Credit Suisse, JP MorganElaboração: Ministério da Fazenda
  • 5. 51. Política monetária mais eficiente, com jurosmenores e redução dos spreads2. Política cambial resultando num real maiscompetitivo3. Política de solidez fiscal, com contenção degastos de custeio e aumento dos investimentos4. Redução de tributos: desoneração5. Redução de custos: infraestruturaPrincipais medidas estruturais e conjunturais parasustentar o desenvolvimento
  • 6. 6Taxa de juros nominal (meta Selic) e taxa de juros real ex-ante*, em % a.a.Fonte: Banco Central do BrasilElaboração: Ministério da Fazenda* Razão das taxas dos contratos de swap-DI 360 dias pelamediana das expectativas de inflação acumulada para ospróximos 12 meses.** Calculada com base em dados do Banco Central de 24/8.Política monetária: as viúvas da arbitragem
  • 7. 7Taxa de juros (em % ao ano) e prazo médio (em dias)Fonte: Banco Central do BrasilElaboração: Ministério da FazendaQueda da SELIC já começa asurtir efeitos para os tomadores finais, mas...
  • 8. 8Juros e spreads (em % ao ano)Fonte: Banco Central do BrasilElaboração: Ministério da Fazenda... spreads ainda permanecem em níveis elevadosPessoa Física Pessoa Jurídica
  • 9. 9Spread bancário, em junho de 2012, em % a.a.Fonte: Banco Central para o Brasil,IFS para os demaisElaboração: Ministério da FazendaSpread = lending rate – deposit rate* Brasil: Junho de 2012** IFS: Junho de 2012*** IFS: Julho de 2012Brasil tem spreads entre os mais altos do mundo
  • 10. 10Taxas de juros às pessoas físicas no crédito pessoal, em % a.a.Fonte: Credit SuisseElaboração: Ministério da FazendaBancos públicoslideram redução dos juros e spreads
  • 11. 11Desembolsos do BNDES, em R$ bilhõesFonte: BNDESElaboração: Ministério da Fazenda* Projeção do BNDESFinanciamento ao investimentoExpansão dos desembolsos do BNDESTJLP: 5,5% ao ano
  • 12. 12 Redução das taxas de juros, de 5,5% para 2,5% ao ano, até31/12/2012, para as seguintes linhas:o Caminhõeso Máquinas e Equipamentos (FINAME)o Procaminhoneiro Prorrogação, até 31/12/2012, das condições especiais doPSI4 para investimentos, P&D e Inovação Caminhões e vagões: depreciação aceleradaFinanciamento ao InvestimentoMedidas anunciadas ontem (29 de agosto)
  • 13. 13 Bens de Capital Usados• Máquinas-ferramentas, caminhões-tratores, carretas,cavalos-mecânicos• Taxas: TJLP + 1% + remuneração básica de 1,8%• Dotação: R$ 1,0 bilhão BNDES Refin Bens de Capital e Transportes• Para empresas do setor de fabricação de máquinas eequipamentos, incluindo ônibus e caminhões• Para empresas do setor de transporte rodoviário decargaNovas Linhas de Financiamento
  • 14. 14Contratação de crédito habitacional da CAIXA, em R$ bilhõesFonte: Caixa Econômica FederalElaboração: Ministério da Fazenda* Projeção da Caixa Econômica Federal.** Valores realizados até 20/8/2012Expansão do crédito habitacional
  • 15. 15Estoque de títulos corporativos, em % do PIBFonte: BIS e IEDIElaboração: Ministério da FazendaMercado brasileiro de títulos corporativos aindaé pouco desenvolvido
  • 16. 16Captações financeiras, em R$ bilhõesFontes: Banco do Brasil,CVM e AndimaElaboração: Ministério da Fazenda* Inclui debêntures, notas promissórias, FIDCs (Fundos deInvestimento em Direitos Creditórios), CRIs (Certificados deRecebíveis Imobiliários), CRAs (Certificados de Recebíveisdo Agronegócio) e CCBs (Cédulas de Crédito Bancário).Crescimento do mercado de renda fixa*
  • 17. 17Cotação do dólar comercial, em R$/US$Fonte: Banco Central do BrasilElaboração: Ministério da FazendaPOLÍTICA CAMBIAL: SELIC, reservas e restrições aos fluxosespeculativos levam à taxa de câmbio mais competitivaA guerra cambial continua
  • 18. 18Resultado fiscal do setor público consolidado, em % do PIBFonte: Banco Central do BrasilElaboração: Ministério da Fazenda* Projeção do Ministério da Fazenda com base nosparâmetros de mercado (Pesquisa Focus) e nocumprimento da meta cheia do resultado primário.Solidez da política fiscal
  • 19. 19Dívida líquida do setor público, em % do PIBFonte: Banco Central do Brasil eMinistério da FazendaElaboração: Ministério da Fazenda* Projeção do Ministério da Fazenda com base nosparâmetros de mercado (Pesquisa Focus) e nocumprimento da meta cheia do resultado primário.Dívida do setor público em declínio
  • 20. 2020Lista de desonerações em 2012MedidasImpacto em 2012(em R$ bilhões)Redução da CIDE para zero para gasolina e diesel 8,8Redução do IPI (automóveis, caminhões, material de construção, linha branca,BK, móveis, papel de parede etc.) 8,6Redução para zero do prazo de apropriação dos créditos de PIS/COFINS sobreaquisição de bens de capital 7,6Aumento dos limites das faixas de tributação do SIMPLES e MEI 5,7REINTEGRA - Regime Especial de Reintegração de Valores Tributáriospara Empresas Exportadoras 4,6Desoneração da folha de pagamentos para 15 setores 3,0Redução do IOF sobre operações de crédito pessoa física (de 3% para 1,5%) 2,8Alíquota zero de PIS/COFINS sobre trigo e massas 1,1Banda Larga - Redes 0,4Dedução do IR da contribuição patronal paga pelo empregador doméstico 0,4Demais 0,4TOTAL 43,4
  • 21. 21 Oneração do IPI de carros importados Operação “Maré vermelha” e outras ações Compras governamentais – têxteis,complexo da saúde, caminhões,ônibus,ambulâncias etc. Resolução nº 72, do Senado Federal(“Guerra dos Portos”)Outras medidas
  • 22. 22Em R$ bilhões de 2011Fonte: Associação Brasileira da Infraestrutura eIndústrias de Base - ABDIBElaboração: Ministério da FazendaInvestimentos em infraestrutura
  • 23. 23Em R$ bilhões de 2011Fonte: BNDES e BradescoElaboração: Ministério da FazendaPerspectivas de Investimento: 2012-2015
  • 24. 24Programa de Aceleração do Crescimento, valores empenhados, R$ bilhõesFonte: STN/Ministério da Fazenda eSenado FederalElaboração: Ministério da Fazenda* Dotação orçamentária atualizada em julho de 2012,incluindo PAC equipamentosDinamismo do PAC
  • 25. 25Investimentos, em R$ bilhõesFonte: STN/Ministério da FazendaElaboração: Ministério da FazendaProgramas habitacionais: Minha Casa Minha Vida
  • 26. 26Fonte: PetrobrasElaboração: Ministério da Fazenda* Divulgado em 14 de junho de 2012Petrobras garante robustez do investimentoPlano de Negócios da Petrobras*,2012 a 2016, em US$ bilhõesExploração e Produção 141,8Refino, Transporte e Comercialização 65,5Gás & Energia 13,8Petroquímica 5,0Distribuição 3,6Biocombustíveis 3,8Total 236,5
  • 27. 27Fonte; Secretaria de Aviação CivilElaboração: Ministério da FazendaPlano de concessões de aeroportos
  • 28. 28Em R$ bilhõesFonte: Ministério dos TransportesElaboração: Ministério da FazendaConcessões em ferrovias e rodoviasInvestimentos Totais:R$ 133 bilhõesRodovias: R$ 42 bi Ferrovias: R$ 91 biEm 5 anos:R$ 23,5 biEm 25 anos:R$ 18,5 biEm 5 anos:R$ 56 biEm 25 anos:R$ 35 bi
  • 29. 29Em R$ bilhões*Fonte: CONAB/MAPA e MDAElaboração: Ministério da Fazenda* Inclui PRONAF.Plano Safra atinge níveis recordes
  • 30. 30Posição do Brasil no ranking mundial, por quantidade produzida e exportadaFonte: FAOElaboração: Ministério da FazendaLiderança agrícola
  • 31. 31Variação anual de novos postos de trabalho, em milhõesFonte: RAIS e CAGED/MTEElaboração: Ministério da Fazenda*Acumulado em doze meses até julho de 2012,considerando as declarações feitas fora do prazo.DINAMISMO DO MERCADO INTERNOEvolução do emprego formal
  • 32. 32Massa salarial, taxa de crescimento anual, em %Fonte: IBGE (Pesquisa Mensal do Emprego)Elaboração: Ministério da Fazenda* Taxa acumulada em 12 meses até maio de 2012Massa salarial em expansão
  • 33. 33Vendas no comércio varejista ampliado, com ajuste sazonal, em % a.a.Fonte: IBGEElaboração: Ministério da Fazenda* Acumulado em 12 meses até junho de 2012.Mercado interno dinâmico
  • 34. 34Consumo das famílias em 2020 no Brasil e demais países, em trilhões de R$Fonte: McKinsey e FecomércioElaboração: Ministério da FazendaBrasil será o 5º maior mercado consumidor domundo em 2020
  • 35. 3535Fonte: McKinsey, Escopo, Euromonitor, Melhores e Maiores, Anfavea e AbracicloElaboração: Ministério da FazendaBrasil está entre os mais importantes mercadosde consumo do mundo
  • 36. 3636Fonte: McKinsey, Escopo, Euromonitor, Melhores e Maiores, Anfavea e AbracicloElaboração: Ministério da FazendaRanking dos maiores mercadosde consumo do mundo
  • 37. 37Composição das classes sociais brasileiras, em milhões de pessoas*Fonte: FGVElaboração: Ministério da Fazenda*A partir dos dados da PNAD (IBGE).Um país de classe média
  • 38. 38No final de cada período, em US$ bilhõesFonte: Banco Central do BrasilElaboração: Ministério da Fazenda* Acumulado em 12 meses até julho de 2012.CONFIANÇA:Investimento direto estrangeiro em níveis elevadosJulho de 2012: US$ 8,4 bilhões
  • 39. 3939