Your SlideShare is downloading. ×
0
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

LIXÃO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ.

2,050

Published on

Este trabalho mostra a "triste" realidade do LIXÃO a CÉU ABERTO de Coité. Apresenta também, as ALTERNATIVAS/SOLUÇÕES adequadas para o TRATAMENTO e a DISPOSIÇÃO CORRETA . Faço a ressalva do GRANDE …

Este trabalho mostra a "triste" realidade do LIXÃO a CÉU ABERTO de Coité. Apresenta também, as ALTERNATIVAS/SOLUÇÕES adequadas para o TRATAMENTO e a DISPOSIÇÃO CORRETA . Faço a ressalva do GRANDE TRABALHO dos "Catadadore", aqui chamados de "Coletores Seletivos" pois os mesmo coletam material reciclável, reduzindo a quantidade de resíduos que vão para o lixo.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,050
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. LIXÃO DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DO COITÉ • Profissional: Juliana Santana Boaventura. • Graduação: Engenharia Ambiental - UNIT. • Pós-Graduação: Sistema de Gestão da Qualidade - Saúde e Meio Ambiente - UNIFACS.
  • 2. QUAL É A PROBLEMÁTICA?o A quantidade de materiais que vai para o lixo a céu aberto e que poderiam ser reciclados ou reutilizados a fim de diminuir a exploração dos recursos naturais e gerar emprego e renda através da COLETA SELETIVA.
  • 3. OBJETIVO Melhorar a qualidade de vida dos “catadores” articulando problemas ambientais com a saúde e cidadania. OUTRAS DENOMINAÇÕES AOS “CATADORES” Coletores seletivos Trabalhadores da coleta seletiva Associados a cooperativa.
  • 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Desenvolver Palestras Lixo / Poluição Riscos à saúde/ Meio Ambiente Importância da Coleta Seletiva Otimizar Recursos Utilização de EPI’S Conscientizar a importância da atividade do Coletor Seletivo para o aspecto da cidade e qualidade ambiental.
  • 5. QUAIS SÃO OS RESÍDUOSEXISTENTES NO LIXÃO DE C. DO COITÉ? Papel, papelão, plásticos, latas de alumínio, pneus, móveis, madeira; eletrodomésticos, baterias, pilhas... Etc. Lixo orgânico proveniente das casas. Lixo hospitalar (algodão, seringas, embalagens de remédios, utensílios contaminados... etc.). Lixo Industrial (sisal, borrachas... etc.). Lixo Comercial (lojas, escritórios, supermercados... etc.).
  • 6. QUAIS SÃO OS RESÍDUOSEXISTENTES NO LIXÃO DE C. DO COITÉ? Restosde animais provenientes de açougues e matadouros. Restos de tecidos. Materiais de ferro. Materiais de couro. Vidros em geral (garrafas de cerveja, refrigerantes... Etc.); Restos de plantas proveniente de podagens, plantações, jardins... Etc.) Entulhos e etc.
  • 7. FOTOS DO LIXÃODE CONCEIÇÃO DO COITÉ
  • 8. PROBLEMAS AMBIENAIS CAUSADOS PELO LIXO. Geração do CHORUME: (líquido de cor preta, mau cheiroso e de elevado potencial poluidor produzido pela decomposição da matéria orgânica contida no lixo). Contaminação do solo.
  • 9. CHORUME DO LIXÃO DE C. COITÉ
  • 10. CHORUME DO LIXÃO DE C. COITÉ
  • 11. PROBLEMAS AMBIENTAIS CAUSADOS PELO LIXO. Assoreamento e Contaminação Hídrica (rios, lençóis freáticos, lagos, lagoas, córregos e etc). Poluição do ar (queima do lixo, produção do Gás metano, responsável por 18% do efeito estufa e dioxinas).
  • 12. QUEIMA DE PNEUS NO LIXÃO DE C. COITÉ.
  • 13. EFEITOS DAS DIOXINASTERATOGENIA CLOROACNE
  • 14. PROBLEMAS AMBIENTAIS CAUSADOS PELO LIXO. Poluição das áreas circunvizinhas por plásticos e papéis que são conduzidos pelo vento por uma longa distância. Degradação da paisagem e aspecto horrível da área e a próxima ao lixão.
  • 15. PROBLEMAS AMBIENTAIS CAUSADOS PELO LIXO. Presença de animais.
  • 16. PRESENÇA DEANIMAIS NO LIXÃO DE C. COITÉ.
  • 17.  Proliferação de vetores de doenças (moscas, mosquitos, pulgas, baratas e ratos, etc.) Geração de maus odores. Desenvolvimento de surtos endêmicos e epidêmicos. Presença dos Catadores
  • 18. CATADORES DO LIXÃO DE C. COITÉ, MAS DENOMINO-OS DE COLETORES SELETIVOS.
  • 19. SOLUCÕES: TRATAMENTO DO LIXO Aterro Sanitário/Aterro Controlado Incineração Compostagem Reciclagem Cooperativas Reduzir/Reaproveitar/Reutilizar Coleta Seletiva
  • 20. ATERRO SANITÁRIO OU CONTROLADO
  • 21. INCINERAÇÃO
  • 22. COSPOSTAGEM
  • 23. RECICLAGEM
  • 24. COOPERATIVAS
  • 25. REDUZIR - REAPROVEITAR - REUTILIZAR
  • 26. COLETA SELETIVA
  • 27. O QUE É A COLETA SELETIVA? É a separação dos materiais que podem ser reciclados, na sua fonte geradora.
  • 28. A COLETA SELETIVA a solução mais eficiente na separação dosmateriais recicláveis para o reaproveitamento,transformando o problema do lixo em soluçãoeconômica e social.ara que isto seja possível é preciso que todosparticipem colaborando com o programa deColeta Seletiva.
  • 29. BENEFÍCIOS DA COLETA SELETIVA Reduza quantidade de resíduos sólidos encaminhados ao lixão. Reduz a exploração de recursos naturais. Incentiva a participação da comunidade na solução de problemas. Reduz as alterações ambientais durante a produção de novas matérias primas. Reduz o consumo de energia elétrica. Reduz a poluição ambiental.
  • 30. BENEFÍCIOS DA COLETA SELETIVA A reciclagem de uma única lata de refrigerante, representa uma economia de energia equivalente a três horas com a televisão ligada. O reaproveitamento de lata rende US$ 30 milhões por ano. Uma lata pode resistir cem anos à ação do tempo. Uma tonelada de alumínio usado reciclado representa cinco de minério extraído poupado.
  • 31. BENEFÍCIOS DA COLETA SELETIVA Uma tonelada de papel reciclado poupa 22 árvores do corte, consome 71% menos energia elétrica e representa uma poluição 74% menos do que na mesma quantidade. Para cada garrafa de vidro reciclada é economizado energia elétrica suficiente para acender uma lâmpada de 100 Watts durante quatro horas.A reciclagem de 10.853 toneladas de vidro preserva 12 mil toneladas de areia.
  • 32. A reciclagem de 18.679 toneladas de papel, preserva 637 mil árvores; No Brasil, cada habitante descarta 25 quilos de plástico por ano, cinco vezes menos que os americanos, um dos maiores consumidores do mundo; A reciclagem de 6.405 toneladas de metal, preserva 987 toneladas de carvão.
  • 33. CURIOSIDADES Cadapessoa consome 2 árvores por ano em papéis (para escrever, guardanapos, embrulhos, etc. Cada pessoa gera 10 vezes seu próprio peso em refugos domésticos por ano. No Brasil são produzidas 250.000 toneladas de lixo diariamente. Cada pessoa descarta 45 kg de plástico por ano.
  • 34. CURIOSIDADES Somente 1% da água doce do planeta pode ser usada para consumo humano. O vidro jogado no solo nunca mais se decompõe.O plástico leva 450 anos para se decompor. O Brasil recicla 78% de alumínio, e na natureza levaria de 200 a 500 anos para se decompor. A garrafa PET pode ser transformada em fibras para roupas.
  • 35. QUAL O PRIMEIRO PASSO PARA IMPLANTAR A COLETA SELETIVA? SEPARAR O LIXO RECICLÁVEL DO NÃO RECICLÁVEL. LIXO RECICLÁVEL ≠ LIXO NÃO RECICLÁVEL
  • 36. MATERIAIS RECICLÁVEIS - QUAIS SÃO? PAPÉIS PAPELÃO PLÁSTICOS VIDROS METAIS.
  • 37. MATERIAIS NÃO RECICLÁVEIS - QUAIS SÃO? LixoOrgânico ou Úmido: são restos de comidas, cascas de frutas e legumes, etc. Rejeitos: absorvente e papel higiênico, fraldas, papéis sujos, acrílico, espelhos, cerâmicas, porcelanas, lenços e guardanapos de papel, etc Resíduos Especiais: pilhas e baterias.
  • 38. MATERIAIS NÃO-RECICLÁVEIS - QUAIS SÃO? Resíduos Hospitalar: curativos, gazes, algodão, seringas, etc. LixoQuímico ou Tóxico: embalagens de agrotóxico, resíduos de indústrias contaminados por substâncias químicas.
  • 39. GUIA DE MATERIAIS:RECICLÁVEL E NÃO RECICLÁVEL PLÁSTICO - COR PADRÃO VERMELHO METAL - COR PADRÃO AMARELO PAPEL - COR PADRÃO AZUL VIDRO - COR PADRÃO VERDE
  • 40. PLÁSTICO - COR PADRÃO VERMELHO RECICLÁVEL: copos, garrafas, sacos, sacolas, frascos de produtos, tampas, potes, canos e tubos de PVC, embalagens Pet (refrigerantes, suco, óleo, vinagre, iogurte, desinfetantes, detergentes e etc.) NÃO RECICLÁVEL: adesivos, espumas embalagens metalizadas (biscoitos, salgadinhos) tomadas, cabos de panelas, acrílico.
  • 41. METAL - COR PADRÃO AMARELO RECICLÁVEL: tampinhas de garrafas, latas, enlatados, panelas sem cabo, ferragens, arames, chapas, canos, pregos, cobre. NÃO RECICLÁVEL: clipes, grampos, aerossóis, esponja de aço, latas de tinta, latas de verniz, solventes químicos, inseticidas.
  • 42. PAPEL - COR PADRÃO AZUL RECICLÁVEL: jornais e revistas, listas telefônicas, papel Sulfite, rascunho, papel de fax, folhas de Caderno, formulários de computador, caixas em geral (ondulado), aparas de papel, fotocópias, envelope, rascunhos, cartazes velhos.
  • 43. PAPEL - COR PADRÃO AZUL NÃO RECICLÁVEL: etiquetas adesivas, papel carbono, papel celofane, fita crepe, papéis sanitários, papéis metalizados, papéis parafinados, papéis plastificados, guardanapos, bitucas de cigarros e fotografias.
  • 44. VIDRO - COR PADRÃO VERDE RECICLÁVEL: garrafas, potes de conservas, embalagens, frascos de remédios, copos, sacos dos produtos citados, pára- brisas. NÃO RECICLÁVEL: portas de vidro, espelhos, boxes temperados, louças, cerâmicas, óculos, pirex, porcelanas, vidros especiais (tampa de forno e microondas), tubo de TV.
  • 45. SACOS DE LIXO PARA A COLETASELETIVA No saco vermelho deposite plásticos limpos e sem resíduos: garrafas, peças e embalagens plásticas em geral. No saco amarelo deposite somente metais limpos e sem resíduos: latas de alumínio e de aço, tampas de embalagens e etc.
  • 46. SACOS DE LIXO PARA A COLETASELETIVA No saco azul deposite papéis ou papelão limpos, exceto os de higiênico, fotográficos, os com adesivos e etc. No saco verde deposite somente vidros limpos e sem resíduos. Os vidros quebrados devem ser embalados em jornais.
  • 47.  A COLETA SELETIVAÉ ECOLOGICAMENTE SAUDÁVEL!
  • 48. EPI’S SÃO OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL, QUE CADA COLETOR SELETIVO DEVE USAR:2) FARDAMENTOS3) BOTAS4) LUVAS DE PVC5) BONÉS
  • 49. EPI’S
  • 50. IMPORTÂNCIA DOS EPI’S OsEPI’s são destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador contra os riscos e acidentes. Na ausência do uso de EPI’s o risco de contaminação e de contrair doenças é enorme. Manipular esses resíduos sem nenhuma proteção poderá acabar em conseqüências maiores, como a MORTE!
  • 51. FATORES DE RISCOS Doenças Infecto-Contagiosas Intoxicações Materiais Pérfuro-cortantes RECOMENDAÇÃO: TOMAR VACINA CONTRA A HEPATITE E O TÉTANO.
  • 52. FATORES DE RISCOS Ao revirar o lixo o Coletor Seletivo pode sofrer cortes leves ou profundos, infeccionando. Se tiver a pele lesionada, micróbios podem chegar facilmente à circulação, contraindo doenças perigosas. Se um coletor seletivo for furado com seringa utilizada por pessoas com hepatite ou HIV irá adquirir em imediato. Se um coletor ingerir alimentos contaminados por bactérias, vírus podem sofrer uma intoxicação alimentar.
  • 53. OBRIGAÇÕES DO COLETOR SELETIVO Usar os EPI’s apenas para a finalidade a que se destina. Responsabilizar-se por sua guarda e conservação, ou seja, não perder e m danificar. Comunicar qualquer alteração que o torne impróprio para uso. TENHA O MÁXIMO DE CUIDADO COM OS SEUS EQUIPAMENTOS DE PROTECÃO INDIVIDUAL!
  • 54. E TRANSFORMA-SE AQUALIDADE DE VIDA!
  • 55. RESULTADOS ESPERADOSCOLETORES SELETIVOS TREINADOS E CAPACITADOS PARA:
  • 56. RESULTADOS ESPERADOSo Reconhecer a importância dos uso dos EPI’s individuais e coletivos na prevenção de doenças pessoais e ambientais.o Saber que o aterro não contaminado fornece melhores condições de trabalho e saúde pessoal e ao meio ambiente.o Transmitir os conhecimentos adquiridos para os familiares, comunidade e principalmente às crianças.
  • 57. INDICADORES QUANTITATIVOS NÚMERO DE 100%COLETORES SELETIVOS USANDO EPI’S NÚMERO DECOLETORES SELETIVOS 70 ENVOLVIDOS NO PROJETO.
  • 58. INDICADORES QUALITATIVOSo Aquisição de conhecimentos co-relacionados com lixo, saúde e meio ambiente.o Diminuição de doenças devido à poluição.o Uso correto de EPI’S.o Melhoria na qualidade de vida dos catadores e familiares.
  • 59. A EDUCAÇÃO O COOPERATIVISMOSão práticas que todos nós devemos ter!
  • 60. OBRIGADA PELA ATENÇÃO!Contatos: juliana_boaventura@hotmail.com (75) 9175-9943 / 3262-1548

×