Your SlideShare is downloading. ×
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Implantação da república
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Implantação da república

285

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
285
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Implantação da República
  • 2. Como tudo aconteceu…
  • 3. Dia 2 de Outubro de 1910…
    • O Almirante Cândido dos Reis, chefe militar da revolução, marca as operações para a noite seguinte.
    • Reunião de emergência na sede do Partido Republicano Português.
  • 4. Dia 3 de Outubro de 1910… Miguel Bombarda, médico psiquiatra é um dos conspiradores revolucionários e é assassinado por um doente.
  • 5.
    • Três quartéis de Lisboa aderiram à Revolução Republicana
    • Os revolucionários juntam-se no largo do Rato e tentam avançar para o quartel do Carmo, mas defrontam-se e trocam tiros guardas.
    4 de Outubro de 1910
    • Os revolucionários verificam que não têm forças suficientes para prosseguir o plano, e decidem concentrar-se na Rotunda onde se barricam.
  • 6.
    • Por volta das 5 horas da manhã, permanecem na Rotunda apenas 100 soldados e 50 civis, comandados por Machado dos Santos.
    • Pelas 11 horas os navios que aderiram à revolução bombardeiam o palácio das Necessidades onde o rei D. Manuel II se encontrava.
    • O rei foge de Lisboa e dirige-se para o palácio de Mafra.
  • 7.
    • Durante toda a noite há tiroteio cruzado, à distância, e ninguém sabia como a luta ia acabar.
    • O navio D. Carlos é tomado pelos republicanos.
    • Ao fim da tarde, já eram cerca de 1500 resistentes.
    • Muitos republicanos, civis e militares decidem juntar-se ao grupo barricado na Rotunda, levando consigo armas e munições.
  • 8. Dia 5 de Outubro de 1910
    • Às 9 horas Eusébio Leão, José Relvas e vários outros dirigentes republicanos entram na Câmara Municipal de Lisboa, assomam à varanda e dali proclamam a República com discursos.
    • A multidão enche a praça do Município e aplaude a vitória republicana.
  • 9. Dia 5 de Outubro A multidão enche a Praça do Município
  • 10. Dia 6 de Outubro de 1910 Aí permaneceram uma semana e depois seguiram para Londres. D. Maria Pia, que era italiana preferiu dirigir-se à sua terra natal. A família real, acompanhada por alguns nobres e alguns criados, embarca no iate Amélia, em direcção a Gibraltar.
  • 11. Dia 6 de Outubro A familia real embarca no iate Amélia na praia Ericeira, para Gibraltar
  • 12. Bandeira da Monarquia até 5 de Outubro de 1910 – dia da Implantação da República Bandeira da República a partir da Implantação da República
  • 13. Real – moeda utilizada durante a Monarquia Escudo – moeda utilizada depois da Monarquia Euro – moeda em circulação a partir de 2002 para uniformizar a moeda a nível da Europa
  • 14. O primeiro Presidente do Governo Provisório foi Teófilo Braga
    • Foi eleito através de eleições o primeiro Presidente da Republica Manuel de Arriaga .
    O actual Presidente da Republica é Cavaco Silva
  • 15. Constituição da República Portuguesa É um livro, que surgiu depois da Implantação da República, onde estão escritas todas as leis de um país, os deveres e os direitos dos cidadãos
  • 16. Hino Nacional
    • O Hino que conhecemos foi oficializado em 1911, depois da Implantação da República em 5 de Outubro de 1910.
    A música foi escrita por Alfredo Keil. A letra por Henrique Lopes de Mendonça, ainda antes da revolução de 5 de Outubro de 1910.
  • 17. Refrão: Às armas, às armas Sobre a terra, sobre o mar, Às armas, às armas Pela Pátria lutar, Contra os canhões marchar, marchar! Heróis do mar, nobre Povo. Nação valente, imortal Levantai hoje de novo O esplendor de Portugal! Entre as brumas da memória, Ó Pátria sente-se a voz Dos teus egrégios avós, Que há-de guiar-te à vitória!
  • 18. Resumindo...
    • No dia 5 de Outubro de 1910, amanheceu com a Revolução. Acabou a Monarquia (o rei governa o país), e começou a República onde é o Presidente da República que governa, depois de ser escolhido por meio de eleições.
    • No fim do século XIX, o país vivia numa crise económica e as pessoas viviam descontentes. O actual rei D. Carlos morreu e sucedeu-lhe o filho D. Manuel II.
    • Um grupo formou o Partido Republicano que se manifestou contra a Monarquia e organizou uma revolução.
  • 19. Foi escolhido Teófilo Braga como Presidente do Governo Provisório, para orientar o país até à eleição do primeiro Presidente da República que foi Manuel de Arriaga.
    • A bandeira portuguesa passou a ser vermelha e verde
    • Apareceu a Constituição da República, livro onde se encontram todas as leis de um país
    Atualmente o Presidente da República é Cavaco Silva .
    • Em 1911, apareceu o Hino Nacional
    • Foi Substituído o real pelo o escudo
  • 20. fim

×