Observador dezembro 2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Observador dezembro 2010

on

  • 720 views

 

Statistics

Views

Total Views
720
Views on SlideShare
710
Embed Views
10

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

2 Embeds 10

http://www.jsd-distritalporto.net 9
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Observador dezembro 2010 Observador dezembro 2010 Document Transcript

  • Observador dezembro 2010 | www.jsdporto.net III Conselho Distrital No passado dia 08 de Setembro, na “Casa do Alto”, freguesia de Simão Ribeiro Pedrouços, concelho da Maia, realizou-se o terceiro Conselho Distrital Presidente da JSD Distrital Temático da actual Comissão Politica Distrital do Porto. do Porto O tema versado neste Conselho foi: “ Os Comportamentos de Risco”. Por convicções fortes, ideologia, O actual molde do Conselho Distrital, tem agradado e contribuído paraideias… pelo simples e puro sentido de uma grande afluência de militantes aos Conselhos Distritais, apesar dasgrupo ou pela premissa do “servir” , daluta pela causa publica... volvidos dois más condições climatéricas verificadas neste dia. Rui André Ferreira emeses desde a ultima edição do observador, João Paulo Silva foram os oradores convidados, o primeiro direccionouinúmeros são os jovens que se têm junta- o seu discurso para: ”A gravidez na Adolescência”, e o segundo: “Osdo a nossa Jsd. Muitos foram aqueles que problemas relacionados com o nutricionismo na adolescência”.participaram nas nossas actividades e se A Comissão Politica da Concelhia do Porto apresentou ao Conselhoenvolveram neste projecto fantástico que Distrital uma moção sobre os comportamentos de risco, moção essaconta com 18 concelhias cujos dirigentes sepautam pela sinceridade, esforço e sentido que foi aprovada por unanimidade. A moção apresentada reflectecívico. Volvidos dois meses de enorme sobretudo sobre a utilização de equipamentos informáticos, comoactividade onde realizamos conselhos forma de ocupação dos tempos livres de muitas crianças e adolescentes:distritais temáticos, reuniões alargadas “a utilização da internet, designadamente das redes sociais, chats,com individualidades da sociedade civil, fóruns, sites de música e partilha de vídeos e jogos on-line, se revelajornadas de formação politica… volvidos como uma actividade atractiva para muitos utilizadores de um escalãodois meses onde Jsd entrou em período etário jovem, e para muitos adultos com intenções nocivas que utilizameleitoral, onde ouvimos os candidatose escolhemos caminhos… enfim… volvidos estas novas tecnologias como meio facilitador para atingir taisdois meses de grande actividade e de objectivos”.emoções fortes quero dizer-vos… Obrigado Simão Ribeiro, Presidente dajsd! Sinto hoje um enorme orgulho em Comissão Politica Distrital, nãopoder representar-vos… deixou passar em claro na sua Mas o tempo de agora é um tempo de intervenção as eleições que setrabalho… de sacrifício e entrega... Portugal avizinham para a Comissão Politicaconta com a nossa geração… Portugal Nacional. Agradeceu a todos osprecisa de cada um de nos… Presidentes de Secção a forma como Juntos… com a participação de todos e têm agido em todo este processosem sectarismos vamos construir um futuro complexo, referindo que “a Distritalmelhor… um futuro de esperança… do Porto primeiro decidirá internamente, e só depois a uma só voz, O amigo; dará a conhecer a sua posição. Assim sendo receberá os dois candidatos Simão Ribeiro Carlos Reis e Duarte Marques na sede da distrital de igual forma”. P2 P5 P16 P17Reuniões Alargadas Actividades das Concelhias Universidade de Verão 2010 Jornadas ˝José Nuno Meireles˝
  • 1ª Reunião Alargada com o Engenheiro Couto dos Santos Aos 9 dias de Setembro, a JSD Distrital do Porto, ensino básico, secundário e superior. Focou os prob-convocou uma reunião alargada temática, na sede lemas e lançou soluções bem apelativas e sucintasdistrital, subordinada ao tema: “ Educação em Por- que permitem serem implementadas pelas Concel-tugal “, com o orador convidado Eng. Couto dos hias do Distrito do Porto.Santos, que desempenhou diversas funções quer Referiu também, que o ensino não é alvo de faltaprivadas, quer públicas, como secretário de Estado de investimento, muito pelo contrário, os sucessi-da Juventude e Ministro da Educação. vos orçamentos de Estado dão sempre uma especial A reunião teve como objectivo perspectivar o atenção à Educação, o problema incide no investi-novo ano lectivo, fazer uma análise e balanço dos mento sem planeamento coeso e a falta de uma re-sintomas preocupantes que o ensino em Portugal visão estrutural de fundo como o ensino carece.continua a denotar. Os jovens do distrito manifesta- Esta reunião promoveu mais uma reflexão sobreram a sua opinião preocupada e atenta, aproveit- a “Educação em Portugal” desta vez, por quem noando a vasta experiencia que o Engenheiro Couto passado exerceu funções Governativas em Portugal.dos Santos detém em matéria de Educação para lhe O forte contributo dado pelo Eng. Couto dos San-colocar diversas questões. tos, e todos os presentes que intervieram, permitirá A reunião alargada, contou com uma forte à JSD Distrital do Porto, no futuro, uma tomada deafluência, todos ouviram com atenção o convidado posição sobre o sistema Educativo Português.que partilhou a sua experiencia e os seus pontos devista, que refere serem preocupantes, apresentouvárias medidas para combater os flagelos que o en-sino enfrenta em Portugal. O Eng. Couto dos Santos mostrou a sua grandepreocupação com as várias problemáticas que aEducação vive em Portugal. Na sua intervenção ini-cial falou sobre o ensino em geral, referindo-se ao2ª Reunião Alargada com Dr. Marco António Costa No dia 05 de Setembro realizou-se na sede do iniciativas das secções do distrito, pelo uso das novasPSD Distrital, uma reunião alargada à JSD do Distrito. tecnologias, pelo renascimento do jornal distrital “o observador” e pela existência de um grupo tão het- erogéneo de jovens, tão unidos. Salientou o facto de sermos a maior distrital do país e a importância da união para esse efeito. Por fim, diz esperar que o trabalho exigente e de qualidade que esta distrital tem tido, até à data, que permaneça no futuro. De referir ainda que nesta data ficou agendada a “Jornadas José Nuno Meireles”, para o dia 30 e 31 de Outubro de 2010. O Presidente da Distrital do PSD Porto e maisrecentemente, Vice Presidente da Comissão PolíticaNacional, DR. Marco António Costa, presenteou-noscom a sua presença, como tem vindo a ser habitual,numa periodicidade trimestral ou quando solicitadopara outra intervenção mais específica, é nosso líderdistrital, mas acima de tudo um amigo, que está sempredisposto a ajudar. Durante a reunião aproveitou para felicitar aComissão Politica Distrital da JSD pelo seu brilhantedesempenho nas actividades realizadas, pelo esforçoem se fazerem representar em praticamente todas as Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 2
  • 3ª Reunião Alargada com Ricardo Morgado - FAP Ricardo Morgado presidente A reforma educativa é um dos grandes “bichosda Federação Académica do Porto papões”, sobre o qual todos se questionam de que(FAP), convidado pela Distrital da JSD forma vai afectar os estudantes e se foi suficiente aPorto, para uma reunião alargada ao intervenção da FAP. O seu presidente disse não terdistrito, explicou em que consiste a ficado amorfo nem resignado, elaborou diversosFAP e quais os principais vectores da pareceres em resposta a todos os documentossua actuação. apresentados pelo Governo. Os setes pareceres, estão em cima da mesa, assim como, a diversa legislação, As suas primeiras palavras foram de transparência referida rapidamente, impossível de alguém fixar.para com a plateia, dizendo não estar vinculado a Foi visível que Ricardo domina o assunto, fez umanenhum partido político, tendo aceite o convite, com apresentação notável, e deixando os documentostodo o gosto, tal como faria com qualquer outro à disposição dos interessados, que também podempartido, desde que a temática fosse o movimento retirar no site da FAP: www.FAP.ptestudantil. Sobre o Processo de Bolonha que originou tantos Retirou um conjunto de papéis que pareciam ruídos e com razão, é inevitável constatar que foideixar a sua pasta muito pesada, (o que pode provocar, mal implementado. Deve ter originado o aumentograves problemas de coluna). Ao seu lado na mesa, de alguns militantes e simpatizantes desta vez, nãoestava sentado o Presidente da JSD Porto, Simão é possível culparem o PSD. A federação académicaRibeiro, o anfitrião. do Porto, elaborou diversos documentos sobre está O Presidente da FAP, estava efectivamente temática: acordos e Declarações Fundamentais,preparado, quer na sua apresentação em power Relatórios e Documentos Nacionais e Relatórios epoint, como no seu discurso fluido. Começou a Documentos Europeus e como anteriormente referiu,sua intervenção, com a apresentação do conceito também está a disposição dos interessado.da Federação Académica do Porto, fundada em A JSD como Juventude Partidária, tem interesse1989, a “FAP é actualmente a maior academia do em saber as preocupações da FAP e o que pretendempaís, tem 19 anos de existência e é constituída por fazer num futuro próximo, em protecção dos 70 00026 associações, que representam 70 000 estudantes.” estudantes, o que significa uma grande responsabilidadeSendo hoje, a maior coordenadora do movimento nacional.estudantil. A FAP enumerou as suas prioridades: • exigência de uma lei de financiamento que sirva o Ensino Superior, nunca prejudicando os estudantes e as suas famílias; • exigência de maior investimento do Estado no Ensino Superior; “Actuando em três áreas específicas (académica, • defesa de um sistema de Acção Social mais justo;política e social) a FAP representa os quatro sub- • discriminação positiva no apoio aos estudantessistemas de Ensino Superior existentes em Portugal: deslocados;Universitário Público, Politécnico Público, Ensino • exigência do reforço de acção social directa noParticular e Cooperativo e Ensino Concordatário.” subsistema Particular e Cooperativo; Ricardo Morgado, enumerou e explicou os • exigência da atribuição de graus académicos emprogramas da FAP Social: Voluntariado Estudantil, função do mérito das instituições concedendo aosProjecto Aconchego, Dádiva de Sangue, Alojamento Institutos Politécnicos de qualidade a possibilidadeAcadémico, Cursos de Socorrismo e apoio aos de concessão de todos os graus;Estudantes com Necessidades Educativas Especiais. • exigência do financiamento do 2º ciclo dos cursos Acicata, também, o interesse pela Cultura, adaptados à Declaração de Bolonha;enaltecendo-a como um complemento dos estudos: • exigência da manutenção da paridade estudantilteatro, música, dança, cinema, gastronomia, artes nos Órgãos de Gestão das instituições;plásticas, fotografia, escultura, artesanato, literatura, • continuação da luta pela consagração da Avaliaçãopatrimónio histórico, museus, trajes/moda. Pedagógica dos Docentes; Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 3
  • 3ª Reunião Alargada com Ricardo Morgado - FAP • defesa de um ensino superior sem regime de do Porto, só tenho a agradecer a colaboração que prescrições até que estejam aferidas as verdadeiras têm tido connosco, tanto o Dr. Rio como os restantes causa do insucesso escolar sendo que um regime vereadores, por apoiarem e reconhecerem o nosso destes só pode ser aplicado nos casos em que este trabalho.” seja imputado aos estudantes; Uma das perguntas consiste em sabre se “é • exigência da readopção do Estatuto do Trabalhador verdade, que é muito acutilante” Estudante no âmbito da Lei do Trabalho. Ricardo, responde: “eu até sou pacífico, mas admito ser acutilante quando a situação o obriga ou a pessoa Com uma explanação em que consiste a FAP perante o merece” (risos).o Sistema Educativo, abriu-se o período de perguntas,tendo sido diversas inscrições quando já passava dameia-noite, muitas das questões e intervenções tecerarasgados elogios à apresentação e a actual direcçãoda FAP, outras ficaram surpreendidas com o trabalhoque a FAP tem vindo a desenvolver, mas a maioriadas perguntas direccionaram-se efectivamente para oSistema Social- talvez em sinal dos tempos de crise quese vive actualmente. Por fim, o convidado deixou duas notas, a primeira, sobre a organização da Semana Desporto, Cultura e Saúde e a segunda nota, que considera muito impor- tante a vinda do Presidente da República Portuguesa, Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva visitar a Federação Académica do Porto. Na qual está agenda- Uma das questões colocadas foi a relação com os da, uma reunião na sede da FAP, com as principaisdiversos políticos que é obrigado a falar em exercício estruturas académicas do norte do país onde serãodo seu cargo e se as Câmaras Municipais, são uma também apresentados projectos de âmbito social.ajuda ou um entrave e qual a relação com a Câmara Certamente que o Gabinete de Ensino Superior daMunicipal do Porto, sendo que a sede da FAP se JSD Distrital, retirou bastante “sumo” para a produçãoencontra na área territorial desse Município. de futuras propostas e formulação de documentos. Ricardo diz: “tenho amigos em todos os partidos, é Assim finalizou a conferência com do Presidentemais forte o que nos une, o sistema educativo, do que da Federação Académica do Porto, Ricardo Morgado.aquilo que nos separa, a política”, “quanto às Câma-ras Municipais nunca tive problema algum, existemefectivamente alguns entraves, nomeadamente porcausa da semana académica, à Câmara Municipal Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 4
  • felgueiras “Maratona de Futebol de 7” Todos puderam desfrutar do bar da Jota, e tiveram ainda a oportunidade de no “Espaço Saúde JSD”, fazer rastreio de Diabetes, tensão Arterial, Índice de Massa Corporal e onde os mais jovens foram sensibilizados sobre os comportamentos de risco. A JSD Felgueiras, realizou nos passados dias 30 e31 de Julho de 2010 na zona desportiva municipalde Felgueiras a sua primeira grande actividade, areedição da Maratona de Futebol de 7, que tevecomo principal objectivo, aproximar as freguesias,fomentar a pratica de desporto e a realização deum fim-de-semana marcado pelo convívio e pelobem-estar social. Apesar do grande trabalho que foi o seu desenvolvimento, valeu o esforço, tendo sido um sucesso. A Maratona de Futebol de 7, contou com aparticipação de 200 atletas e com a presença decerca de 3000 assistentes, que abrilhantaram otorneio marcado pelo divertimento, companheirismo,fair-play e emoção até ao último minuto. Churrascão PSD Felgueiras esteve presente o Presidente da Distrital do Porto, Dr. Marco António Costa. O Churrascão do PSD, juntou no passado dia 11 A JSD Felgueiras não faltou a esta actividade,de Setembro, na Escola Secundária de Felgueiras, tendo colocado à disposição de todos os convidadoscentenas de militantes, simpatizantes e amigos do presentes, o célebre “Bar da Jota” onde não vãoPartido Social Democrata, onde o objectivo foi um faltaram as bebidas mais fresquinhas.convívio de final de Verão e onde a música populare os “comes e bebes” não faltaram, nesta iniciativa Campanha“Regresso às Aulas” A aproximação aos Jovens e a sensibilizaçãona Escola Secundária da Lixa para o facto de que deles depende o futuro tanto A Juventude Social Democrata de Felgueiras, do Município como do País, foram alguns dosem colaboração com a JSD Nacional, assinalou o principais objectivos.início do ano lectivo, no passado dia 1 de Outubro, Esta campanha, foi bem recebida por parte doscom a realização da campanha “Regresso ás Aulas”. alunos daquela escola e mostrou-se mais uma vez, que existe em Felgueiras uma juventude partidária A JSD Felgueiras, dinamizou esta campanha motivada para aquela que é uma das missões dajunto da Escola Secundária da Lixa, onde para JSD – “Construir um Novo Modelo de Sociedade,além de alguns brindes, distribuiu material de e fazê-lo de forma aberta e transparente com osapoio escolar, e informação e sensibilização da Jovens Portugueses”.JSD. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 5
  • santo tirso Santo Tirso é dos concelhos da AMP que mais Actualmente há um desconto de 10% nas piscinas municipais e no pavilhão municipal. Propomos um desconto de 25% em todas as utilizações em infra-estruturas desportivaspopulação jovem perde, a JSD defende uma camarárias.política clara e franca de incentivo à fixação de Hoje, existe um desconto de 20% em taxas devi-população jovem. Não entendemos as propostas das pela emissão de licenças ou autorizações deque a seguir apresentamos como subsídios, mas construção e utilização de edifícios destinados àsim como um investimento a médio/longo prazo primeira habitação do próprio jovem. Propomosque trará o seu efectivo retorno para o concelho um aumento deste desconto para 50%. Temose para a autarquia com o aumento da população. uma população cada vez mais envelhecida e este De realçar que estas medidas apresentadas desconto pode servir como incentivo para fixar ospela JSD em Sede de Assembleia Municipal, jovens no nosso concelho. É importante referirforam peremptoriamente rejeitadas pela maioria que até aos 25 anos uma boa parte dos jovenssocialista. ainda estuda ou não tem possibilidade para pensar em adquirir habitação, por isso a relevância de se aumentar para 30 a idade em que se pode adquirir o cartão. Presentemente existe um desconto de 20% em taxas devidas pela emissão de licenças ou autorizações relativas à instalação de actividades industriais e/ou comerciais, desde que se destinem a ser exploradas pelo próprio jovem. Propomos um aumento desse desconto para 50%, porque esta medida fomenta o investimento no concelho, cria emprego no nosso concelho. De 2006 até à data o número de aderentesao CJM não chegou a 5% dos 10.000 jovens quetemos no concelho. Para inverter esta tendência e fixar populaçãojovem em Santo Tirso propomos: Um desconto de 25% na aquisição de bilhetespara todos os espectáculos realizados em espaçosculturais camarários e não apenas no Centro Culturalde Vila das Aves, como acontece actualmente. Actual Outdoor afixado no Polo da Asprela - Porto Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 6
  • matosinhos laranja leceira, por incrementar o comércio e melhorar as acessibilidades, nomeadamente, para o acesso de meios de combate a incêndio.Mais qualidade de vida é objectivo Os jovens sociais-democratas lamentaram o- Tomada de Posse dos Núcleos aspecto “abandonado” de vários edifícios. Oda JSD Santa Cruz e de Leça da antigo bar “Costa do Castelo” que há mais de 15 Palmeira. anos se tinha instalado na zona histórica leceira mas que, recentemente, decidiu mudar-se para a Marta Soares e André Carvalho, da JSD - Alfandega do Porto, foi apontado como “exemploJuventude Social Democrata de Leça da Palmeira da desertificação e falta de investimento destee de Santa Cruz do Bispo, respectivamente, centro”.tomaram posse nos núcleos laranjas. Para marcaro arranque de mais um mandato, as estruturas Sobre Santa Cruz do Bispo, André Carvalhojovens laranja percorreram, no passado sábado, apontou medidas e carências desde a construçãoas Freguesias leceira e santacruzense, apontando de uma piscina para crianças e idosos, maisquais as medidas que gostariam de ver escolas, nomeadamente de 2.º Ciclo, incentivoimplementadas pelo poder local. à construção de habitações e melhoramento da rede de transportes. “Estamos a trabalharno sentido de reabi-litar e “Notamos a falta de parques infantis. Nestereforçar as estruturas de momento também não encontramos, em SantaFreguesia. Também temos Cruz, casas à venda. Propomos, entre outrasvindo a cativar jovens ideias, a isenção de taxas municipais para jo-militantes. Nos últimos vens que se queiram fixar na Freguesia. Quantomeses, aliás, entraram para à piscina… Só Lavra e Santa Cruz é que não têma JSD de Matosinhos, um equipamento dessa natureza. Perguntamos:algumas dezenas de jo- será que os lavrenses e os santacruzenses nãovens. Queremos preparar pagam impostos como os outros munícipes? Osos núcleos para os desafios transportes são raros e não cumprem horários.do futuro”, introduziu, ao JM, o presidente da JSD Com esta falta de investimento é difícil apelar àmatosinhense, Ricardo Cerqueira. fixação na Freguesia”, lamentou o líder da JSD de Santa Cruz do Bispo. A visita da comitiva jovem laranja começouna zona histórica de Leça da Palmeira. Marta André Carvalho defendeu, ainda, a recuperaçãoSoares considerou que esta zona se encontra das escolas de 1.º Ciclo e lembrou a “necessidade“divorciada” da comunidade, apontando dedo de fixar as crianças no ambiente que conhecem”,à “falta de segurança e de atractivos”. A líder lamentando que após a primária não existamda JSD leceira defendeu a criação de uma Casa alternativas dentro da Freguesia: “Com ada Juventude ou mesmo biblioteca na zona requalificação e reorganização anunciada pelafronteiriça ao Porto de Leixões, bem como a autarquia da Escola da Portela, consideramos“necessidade de serem dados mais apoios aos que é a oportunidade ideal para alargar o ensinojovens com vontade de se fixar no centro”. ao 2.º Ciclo”, disse. “Se esta zona fosse recuperada, muitos jovens Em representação da Concelhia PSD deque não têm poder de compra para se instalar Matosinhos, Duarte Laranjeira acompanhouem outras zonas de Leça da Palmeira, poderiam a visita. O social - democrata reiterou as am-encontrar aqui habitação. É importante fomentar bições dos jovens agora eleitos, alertando paraa fixação a custos mais reduzidos e com recurso os “perigos da interioridade e ruralização” dea apoios do Estado, do Município e da EU”, disse Santa Cruz do Bispo e para o facto de Leça daMarta Soares. Palmeira “apenas ser visto pelo poder como a sala de jantar do Concelho e não como um A criação de mais atractivos tanto para jovens ponto de fixação de jovens”.como para turistas passa, no entender da líder Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 7
  • porto Passeio na Ciclovia do Porto, uma aventura em duas rodas! No passado dia 10 de Julho, a CPC da JSDdo Porto, em colaboração com a JP do mesmoconcelho, organizou um passeio matinal pela apresentaram-se na entrada do Parque da Cidade,nova ciclovia da cidade. devidamente equipados com bicicletas, capacetes, Esta iniciativa teve como meta a divulgação garrafas de água e protector solar.desta nova valência municipal, bem como a Percorrida toda a ciclovia, os participantespromoção do exercício físico e de um estilo de usufruíram de um merecido momento devida saudável. descanso, aproveitando a sombra da vegetação O desafio foi lançado aos do Parque da Cidade. O cansaço eraautarcas da cidade, que a ele evidente mas a satisfação pelo sucesso daaderiram prontamente! Às iniciativa superava-o!11h em ponto, o Presidente da A JSD e a JP do Porto mostraram aoCâmara Municipal do Porto, Rui município a sua vertente social,Rio, bem como os Vereadores promovendo o bem-estar dos cidadãosÁlvaro Castello Branco, Vladimiro portuenses!Feliz e Gonçalo Gonçalves, bemcomo os militantes da JSD e JP do Porto, emoção com que se recordou Sá Carneiro e se Era uma vez o PPD - PSD... referiu o seu importante contributo para a organização e criação do PPD/PSD. Na tarde de 26 de Junho, no histórico caféGuarany, fomos presenteados com a companhiado Dr. Amândio de Azevedo e Dr. Ribeiro da Silva,para recordar e aprender um pouco mais sobre oPPD/PSD. Durante esta viagem à história do PPD/PSD, ainda houve tempo, até porque as histórias se Durante esta tarde os dois oradores recordaram cruzavam, de recordar a fundação da JSD e oe contaram, cada um à sua maneira, os tempos importantíssimo papel que esta teve, não sóantes da fundação deste nosso partido até na galvanização mas também na protecção echegarem ao fundador do partido. segurança dos militantes mais velhos. Foi com grande alegria, entusiasmo e alguma Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 8
  • porto As nossa Escolas Foi com agrado, que nos deparamos com jovens atentos à actualidade e com uma personalidade forte para nos dizerem o que querem e o que não querem. Tivemos agradáveis conversas com alguns dos jovens A JSD Porto aceitou o desafio da Nacional e presentes, para além, da troca de material,foi a duas escolas do concelho: a Escola Básica trocamos agradáveis opiniões, sobre os maise Secundária de Rodrigues de Freitas e a Escola diversos temas.Secundária Aurélia de Sousa. O convite para aparecerem Os membros da Comissão Política da JSD do nas nossas actividades ficouPorto, aproveitaram o material da nacional para feito, aguardamos a presençadistribuir calendários, canetas, “passaportes dos mesmos. Caso tal não sesocialistas” e as linhas orientadoras da JSD. verifique, de uma coisa temos a Sendo de salientar certeza, sabemos que vão gravarque a Escola Básica na memória, que um dia a JSDe Secundária de do Porto, manifestou interesseRodrigues de Freitas por eles.foi criada em 1906 A JSD da Secção do Porto, tem a certeza, quee tem actualmente nessa tarde…uma lotação de 1500 Não fomos, nós…alunos. Não foram eles… E a Escola Secundária Aurélia de Sousa, fixada Mas fomos, TODOS, que ficamos mais ricos…desde 1958, tem actualmente 1000 e tal alunos. de ideias! São sem dúvida dois pilares da Educação Viva a EDUCAÇÃO!Publica no Porto. Viva a JSD!vila nova de gaia Santa Marinha - “WellcomeAutumn 2010” No passado dia 2 de Outubro a JSD/SantaMarinha com a colaboração da JSD/Vila Nova deGaia, organizou o evento “WELCOME AUTUMN2010” que decorreu no Jardim do Candal, pelas16h30, em Santa Marinha (Vila Nova de Gaia). O evento contou com a presença de muitosmilitantes locais, simpatizantes e jovens quenão deixaram de participar nesta iniciativa,que visava promover o convívio entre os seus Por último, agradecemos a todas as pessoasparticipantes. que participaram e colaboraram na realização Além das bifanas e das bebidas que a organização no evento, em especial o PSD/Santa Marinha,colocou à disposição dos presentes, o final de o PSD/Vila Nova Gaia, a JSD/Vila Nova de Gaiatarde e princípio de noite foi animado com o e outras sessões da JSD do Distrito, que se fizerammelhor som do DJ convidado Alec Wizz. representar nomeadamente, a da Maia e a de Gondomar. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 9
  • vila nova de gaia Conferência: O Futuro das A Eng. Mercês Ferreira, o Dr. Luís MenezesPolíticas Ambientais e por último o Eng. Jorge Moreira da Silva, dissertaram de modo entusiástico sobre as A JSD de Vila Nova de Gaia, no passado dia políticas ambientais vigentes, não deixando11 de Setembro, realizou uma conferência no de referir a posição pioneira que o ConcelhoParque das Ribeiras (Arcozelo) subordinada de Vila Nova de Gaia ocupa, no que concerneao tema “O Futuro das Políticas Ambientais”. a, aplicação de medidas sustentáveis. O futuro das energias renováveis, energia solar, alterações climáticas e planeamento urbano, foram alguns dos temas debatidos. A juventude social democrata participou de forma activa, colocando uma série de questões que viriam a ser respondidas de forma clara e directa pelos presentes oradores. A conferência contou com a presença de cerca 70 jovens e ficando já expressa a vontade transmitida por Ricardo Bessa, de futuramente A visita à ETAR Gaia Litoral na freguesia de continuar com este ciclo de eventos.Canidelo, precedeu à conferência, tendo servidode mote para a introdução da temática ambiental.Coube ao Dr. José Miranda de Sousa Maciel eao Eng. Francisco Ferreira a apresentação eexplicação do funcionamento da mesma. Durante o percurso de deslocação da ETARaté ao Parque das Ribeiras, a Eng. MercêsFerreira (Vereadora do Ambiente da CâmaraMunicipal de Gaia) apontou uma série de mel-horias realizadas pelo município nos últimos Eng Mercês Ferreira “É de extrema importânciaanos. a manutenção do equilíbrio entre três pilares - Conferência economia, ambiente e coesão social. Estes três pilares são a base da sustentabilidade e têm de O Presidente da JSD de Vila Nova de Gaia, ser vistos de uma maneira concreta e integrada.Ricardo Bessa, foi o moderador da referida Todos os cidadãos têm de ser conscientes noconferência, onde Marco António não deixou de garante deste equilíbrio. Todos temos respon-comparecer. Este último, ressalvou o facto, sabilidades nestas matérias”de tantos jovens se terem deslocado a esteevento ao invés de aproveitarem um solarengo Ricardo Bessa “ esta temática é essencialsábado na praia. para presente e para o futuro, visto que umas boas políticas de desenvolvimento sustentado hoje irão trazer consequências positivas no amanhã”. Dr. Luís Menezes “ na Assembleia da República temos debatido a actualização da legislação ambiental com a visão de proporcionar capacidade de desenvolvimento ao país”. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 10
  • trofaconcelhia Mas os jovens, não merecem nada? Comunicado - 28 Julho 2010 Política de Juventude A JSD Trofa é a maior estrutura política juvenil do concelho e uma das maiores nacionais, activa desde a luta pela criação do concelho da Trofa há mais de uma década, que trabalha na defesa dos interesses dos jovens trofenses, participando Mas nem só de Semana da Juventude vive a activamente, e em especial, nas Políticas de Política de Juventude. Juventude. • O Conselho Municipal de Juventude, tão A nossa forma de estar na política é bem reivindicado na campanha eleitoral ainda não se conhecida, e reconhecida, pelos trofenses. realizou. Recordamos que o anterior executivo Pautamo-nos por uma forma de estar positiva camarário tinha já aprovado o Conselho Mu- e construtiva, também pela irreverência, mas nicipal de Juventude em Assembleia Municipal, sobretudo pela responsabilidade. que apenas ficou suspenso por uma Directiva da Associação Nacional de Municípios para Atentos à Política de Juventude do nosso con- esclarecimento da Lei. E agora, onde está? celho não podemos deixar de chamar a atenção da Câmara Municipal da Trofa, em particular, e • Os livros escolares que antes eram gratuitos dos trofenses, em geral, para o esquecimento para as crianças mais desfavorecidas são agora de que os jovens trofenses têm sido alvo. gratuitos para todas as crianças. Faz sentido que todos os trofenses, com os seus impostos estejam Realizar-se-ia por esta altura, após a “Expo pagar os livros escolares a crianças de famílias da Trofa” (aproveitando as estruturas instaladas) a classe alta e média-alta? Não seria mais justa a Semana da Juventude “Trof@aposta Jovem”. anterior política? Este ano não se realizou! • Porque terminaram as Férias ludico-desportivas, É uma lamentável quebra da tradição, um evento que tinha cada vez mais participantes daquela que era uma das mais emblemáticas e ocupava os jovens em período de férias? semanas de Juventude do Norte, com projecção A Trofa está a mudar, mas pelo que se dá a a nível Regional, cuja qualidade era reconhecida percepcionar está a mudar para pior, infelizmente pelo Instituto Português de Juventude e recebia para todo nós. dezenas de milhares de jovens todos os anos. Sabemos que com esta posição da JSD, a Os jovens trofenses ficaram a perder! Câmara Municipal da Trofa irá reconsiderar a Entendemos que as boas práticas devem ser sua Política de Juventude e estamos certos que mantidas. Não compreendemos o porquê deste com isto estamos a contribuir para construir projecto bem sucedido ter sido descontinuado uma Politica de Juventude melhor. e não aceitamos o custo da actividade como Sem nervosismos, com serenidade vamos desculpa. esperar que a Câmara Municipal da Trofa ouça a JSD e ouça juventude trofense. • Quanto custou a “Super Especial da Trofa”? • Quanto custou à Câmara Municipal a “Feira Sempre pelos jovens trofenses, Anual da Trofa”? • Quanto custou a “ExpoTrofa”? • Quanto custou a actuação de Quim Barreiros? São, sem dúvida eventos importantes que honram e engrandecem o concelho da Trofa e que não devem ser descontinuados. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 11
  • gondomarNa sede com... Pedro Rodrigues numa 6ª à noite em plena semana de festas do concelho encheram a sede com a sua presença e opinião. Foi mais um enormesucesso a 2ª Tertúlia“Na sede com...”. O convidado foi o Presidente da JSD e Deputado Foi um enorme sucesso a primeira grande festaPedro Rodrigues e tema o Estado Social, tendo de Boas-Vindas ao Verão. A “Goodbye School!sido abordadas questões fundamentais como Hello Summer” contou com a presença deSNS, a Educação, as Empresas Públicas, as Pensões dezenas de jovens, das diferentes Secundáriase Reformas e o caminho que deve ser percorrido. de Gondomar. ESG, ESV, Paulo VI e ESRT todasOportunamente a JSD Gondomar apresentará o estiveram presentes.respectivo relatório da actividade. A JSD Gondomar agradece ao Pedro Rodrigues A JSD Gondomar agradece a todos a presençapela pronta disponibilidade em estar na nossa e espera poder contar com todos na defesa dossede e principalmente a todos os presentes, que vossos interesses.póvoa de varzim Tomada de Posse No seu discurso Hélder Araújo destacou a par- ticipação política dos jovens, apresentou as ideias, No passado dia 17 de projectos e linhas orientadoras da sua comissãoSetembro, teve lugar na política e aproveitou para deixar um sinal claroEstalagem Santo André na que este projecto é um projecto de continuidade,freguesia de Aver-o-Mar, de grande abertura e contacto com os militantes.o jantar de apresentação Hélder Araújo durante o seu discurso não deixoue tomada de posse da de agradecer aos seus mentores: “ Hoje nesteComissão Politica Concel- momento de festa, não poderia esquecer todoshia da Juventude Social aqueles amigos que foram os meus mestres naDemocrática da Póvoa de JSD, tais como: Andrea Silva, Sónia Araújo, Man-Varzim, liderada por Hélder Araújo e respectiva uel Angélico, José Alberto, Carla Barros e JoãoMesa do Plenário presidida por João Costa. Es- Morim”.tiveram presentes duas centenas de militantes A alegria, a boa disposição, a animação e oe simpatizantes, na sua maioria jovens oriundos convívio são as marcas que ficam deste jantardas várias freguesias do concelho. e da relação dirigentes-militntes dos sociais De destacar, a presença de um membro da democratas da Póvoa de Varzim.Comissão Politica Distrital do PSD Porto Sr.César Ferreira, o Presidente de Câmara Dr. JoséMacedo Vieira, o Presidente da Comissão Politi-ca Concelhia do PSD Póvoa de Varzim Eng. AiresPereira, o Presidente da Mesa do Plenário doPSD Póvoa de Varzim e o Presidente ComissãoPolitica Distrital da JSD Porto Simão Ribeiro. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 12
  • vila do conde Eleições da JSD Vila do Conde juventude política activa e responsável. Quere- mos que os jovens possam contar com a JSD para os acompanhar no dia-a-dia! A JSD de Vila do Conde elegeu, sábado, dia 18 Iremos criar departamentos na JSD de modo ade Setembro, o Economista Ricardo Santos para podermos estar mais próximos dos militantes.Presidente da Comissão Política e o EngenheiroPedro Mesquita para a Mesa da Assembleia. Num Criamos o Departamento da Acção Social eacto eleitoral extremamente participado, em que Saúde. Nesta área, iremos demonstrar que a ju-votaram perto de 500 militantes, a lista A, obteve ventude está preocupada com as causas sociais.63,2% dos votos, contra 36,8% da lista J. Iremos recolher alimentos, roupa, brinquedos e iremos distribui-los por tantos vilacondenses que precisam de esboçar um sorriso. Na área da Saúde, iremos desenvolver uma acção de proximidade com a população. Serão os jovens a liderar o incentivo à dádiva de sangue, aos rastreios de saúde e ao cuidado e planeamento familiar. Criamos também o Departamento da Educação, Formação e Associativismo. Pretendemos estar presentes nas escolas e acompanhar o percurso académico dos mais Ricardo Santos, de 25 anos, jovens. É importante fomentar a realização dee qu e n a s ú l t i m a s eleições conferências sobre temáticas oportunas (Ex: Es-au tá rquicas foi eleito Deputado tatuto do Aluno). Teremos, também, a obrigato-da Assembleia Municipal de Vila riedade de criar espírito empreendedor entre ado Conde, tem à sua frente um juventude Vilacondense. Temos de ser nós, osmandato de 2 anos, e, de acordo jovens Social-Democratas a fomentar a formaçãocom as ideias que apresentou no de quadros associativos, a Escola tem de ser aseu programa eleitoral, propõe- incubadora da nova sociedade.se “alargar e mobilizar a militân- No Departamento das Autarquias, iremos inici-cia e torná-la real em actividades de promoção e ar o processo estratégico para Vila do Conde 2013.contacto com os munícipes”. Para Ricardo Santos As Eleições Autárquicas que se avizinham têm dea JSD deve “ter um contacto particular com os ter um carimbo da juventude de Vila do Conde.jovens, auscultando os seus problemas reais Não tenho qualquer dúvida que seremos, nós ose mostrando sermos uma parte importante da jovens, os decisores do processo. Assim, cabe-nossolução”. criar e formar novos quadros para o processo au- Pedro Mesquita, Para os próximos 2 anos “pre- tárquico. Temos a obrigação e a exigência de for-tendo, com a sua experiência e com a sua equipa, mar a juventude.enriquecer o debate interno na JSD. Assim, além O Departamento de Emprego e Empreende-de promover plenários temáticos, pretende reali- dorismo é, para mim, o mais urgente de se colocarzar assembleias de militantes nas Freguesias, de em prática. Todos sabemos os problemas sociaisforma a descentralizar este tipo de iniciativas.” que vivemos hoje em dia, incluindo a mais alta taxa O recem eleito presidente da Comissão Política de de desemprego dos últimos anos. O desempregoVila do Conde, indica como principal objectivo, o jovem, do meu ponto de vista, deveria ser uma dasseguinte: “reforçar a presença da JSD no quotidi- maiores preocupações da nossa sociedade. Mas,ano dos jovens vilacondenses. Hoje, a juventude infelizmente, as políticas sociais do Estado nãonão se revê nos partidos políticos. Nesse sentido, incentivam à criação de oportunidades defizemos uma campanha completamente dife- emprego para os mais jovens, sendo estesrente, que revolucionou e mobilizou os jovens. penalizados e subvalorizados.Realizamos iniciativas com mais de 400 jovens. Pretendemos criar um quadro diferente emÉ essa a dinâmica que queremos para o futuro. Vila do Conde, disponibilizando uma base deQueremos acrescentar à sociedade actual uma Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 13
  • vila do condedados dos empregadores e dos que procuram Por último, criamos o Departamento de Comu-emprego, fomentando protocolos com empre- nicação e Informação. Actualmente vivemos numasas locais de modo a criar emprego. Pretendem- geração totalmente digital, com uma presençaos também criar na Sede do PSD Vila do Conde massiva de população jovem em redes sociais. Estaum espaço físico onde os jovens Vilacondenses característica social exige da JSD um compromissopossam ter acesso a todo o tipo de informação, de inovação. Dada a importância que atribuímos arelativamente à possibilidade de criarem o seu esta área, iremos dinamizá-la destacando um grupopróprio negócio. Temos de ser capazes de criar específico, direccionado para a divulgação e criaçãoos meios para que se possa reverter este cenário de mecanismos de interacção permanente entre anegativo. E, muitas das vezes, acredito que a criação população juvenil.destes mesmos meios resume-se, simplesmente, Não podemos ter uma grande actividadeà vontade dos decisores. se não conseguirmos passar para os jovens a Relativamente ao Departamento Recreativo, informação de a termos executado ou de queé sem dúvida importante que a JSD esteja cada a pretendermos executar. Temos de criar umavez mais próxima dos jovens e, principalmente, linha de contacto, disponibilizando na inter-estar mais próxima da vontade dos jovens. Assim, net informação de tudo que estamos a planeariremos criar um conjunto de actividades que (Mapa Anual de Actividades). Vamos criar umafaçam aproximar os jovens à política. Temos newsletter bimensal, que servirá de cadernode ser pioneiros na execução de um programa informativo.anual de actividades que, dia após dia, consiga Em suma, queremos ser responsáveis pelochamar mais pessoas. Desta forma, planeamos futuro de todos nós, “ Jovens “.a execução de festas em locais tipicamentefrequentados por jovens (Festa na Praceta),realização de uma Beach Party Jsd e realizaçãode torneios futebol / andebol / voleibol, etc. Iremos fazer com que a JSD seja um meioprivilegiado para que os jovens possam ter aoportunidade de participar em actividades delazer e diversão. Sabia que… … no I Congresso da JSD foi colocado um busto de Karl Marx no palco? … foi uma bandeira da JSD e não do PSD que cobriu o caixão de Francisco Sá Carneiro? … a JSD reunia em segredo, a altas horas da noite, com um ministro socialista da Educação, acertando pormenores da política do sector? … foi da JSD o primeiro relatório que a Assembleia da República aprovou sobre o problema da droga em Portugal? … o reavivar das tradições académicas em Coimbra foi uma decisão estratégica da respectiva Associação Académica, na altura liderada pela JSD? … Pedro Passos Coelho participou certa vez num Conselho Distrital que não chegou a ser conclusivo devido a um “problema de cloro”? Estes e outros episódios são relatados neste livro, na primeira pessoa, por alguns dos mais representativos militantes da Juventude Social Democrata. Autores: Juventude Social Democrata Enquadramento histórico por: Paulo Colaço Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 14
  • Candidatos à Liderança da JSD, estiveram no Distrito do Porto A JSD Distrital do Porto, abriu as portas da Sede Distrital, aos Candidatos à Liderança da JSD, Carlos Reis e Duarte Marques. Ambas apresentações encheram a sede, até à porta, com companheiros de todos os concelhos do Distrito do Porto e de todo o País. As apresentações terminaram com muitas perguntas pertinentes, foi evidente o interesse dos jovens do distrito por Política e a preocupação pelo futuro dos Jovens Portugueses. Duarte Marques Carlos Reis Cumpre saudar os dois candidatos, que nos contemplaram com a consideração da apresentação do seu projecto Conclui-se que: a JSD está viva e provida de bons quadros. Apresentação do Carlos Reis Apresentação do Duarte Marques Caras/os amigos, editorial O Prof. Cavaco Silva, apresentou a sua recandidatura às Eleições Presidenciais 2011, que decorrem nodia 23 de Janeiro. Refere como principais vectores da sua recandidatura: a crise difícil que o país atravessa;a sua experiência, no exercício das mesmas funções que constitui uma inegável mais - valia para Portugale para os Portugueses. Dispondo-se “a ajudar o país a encontrar um rumo”. Apostando numa campanhasóbria e comedida nos custos, sem outdoors. Nós jovens Social - Democratas, assumimos um compromisso, não só para com os militantes, mastambém, para com os jovens portugueses. O compromisso de estar, sempre ao lado da juventude.Portanto, temos o dever cívico e moral, de os elucidar, de lhes transmitir a importância da eleição de umPresidente da Republica. E evitar que sejam outros a decidir por eles. Lanço um desafio às estruturas de juventude , partidária ou não, que promovam acções deesclarecimento ou formação, junto dos jovens, sobre as Presidências 2011. O tempo urge, mas nadaé impossível, quando está um bem superior em causa – o Futuro de Portugal. É imperioso que os jovens recenseados compreendam a importância do seu direito ao exercício devoto e terem consciência que dia 28, vão votar, para o Chefe do Estado, que nos termos da Constituição,ele “representa a República Portuguesa”, “garante a independência nacional, a unidade do Estado e oregular funcionamento das instituições democráticas” e é o Comandante Supremo das Forças Armadas”. Tenho orgulho em ser Portuguesa! Comovo-me ao ouvir o Hino Nacional Português, Invade-me um sentimento de Glória quando vejo a Bandeira Nacional hasteada. Quando estou no estrangeiro, aponto e digo: aquela é a minha bandeira! Mariana Ferreira Macedo Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 15
  • Castelo de Vide acolheu de novo este ano a oitava edição da Universidade de Verão FranciscoSá Carneiro. Carlos Coelho e a sua equipa voltaram a apresentar uma semana pautada pela qualidade. Umaestrutura já bastante oleada, mas nem por isso com menos vontade de fazer mais e melhor. O intenso programa (que contemplava até três assuntos diferentes por dia!) abordou questõesda maior importância para todos os cidadãos. Sim, não apenas para militantes: a UV é, acima detudo, uma escola de cidadania. Os temas abordados foram por isso tão diversos como a evoluçãoda Sociedade Portuguesa, o papel do Estado na Cultura, a luta contra a corrupção ou o ambientee a energia. E se durante o dia havia oradores como AntónioCarrapatoso, Guilherme d’Oliveira Martins ou MarceloRebelo de Sousa a “leccionar”, ao jantar a qualidadedos conferencistas também era elevada. Personificandoprojectos de qualidade internacional, Leonor Beleza,Alexandre Relvas, Elvira Fortunato, Miguel PoiaresMaduro e Jorge Guimarães partilharam mesa, brindarame conversaram com os alunos de Castelo de Vide. O País também acompanhou de perto esta iniciativa. Com uma cobertura mediática sem paralelo,a agenda política nacional fazia-se a partir de Castelo de Vide. O discurso Pedro Passos Coelho,na habitual sessão de encerramento, foi o ponto alto de uma semana a pensar sobre comocontribuir para um país melhor. O líder do PSD explicou do púlpito de Castelo de Vide como opretende fazer. Mas a UV vive sobretudo de e para os seus alunos. Os 100 jovens, dos 15 aos 30 anos, vieramde todo o país. Estudantes ou já trabalhadores, durante 7 dias quisemos aprender mais sobre osdesafios que o presente e o futuro nos reservam. O ritmo é de facto muito intenso: participaçãonas aulas, nos jantares, os trabalhos de grupo, na simulação parlamentar, no JUV, na plataformaonline da UV. E ainda consegues ganhar uma família: a família da UV. Que agora tem plataforma,também aberta ao público, para que o contacto seja ainda mais permanente (www.redeuv.com). Do distrito do Porto estiveram presentes muitos militantes. E agora que estamos de voltaàs nossas origens a Universidade Francisco Sá Carneiro continua: compreendendo os problemas,contribuindo para o que nos rodeia, escrutinando quem nos governa, apresentando alternativas. Uma experiência única. Um marco de cidadania em Portugal. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 16
  • universidade de verão 201 No passado fim-de-semana de 30 e 31 de Outubro teve lugar no Hotel Axis, na Póvoa de Varzim, mais uma edição das Jornadas José Nuno Meireles – uma iniciativa de formação já de reconhecido valor e fama que pretende homenagear o nosso companheiro e dirigente que o Destino decidiu levar precocemente, vítima da sinistralidade rodoviária (ainda a maior causa de mortalidade juvenil). O primeiro convidado foi o Padre Jardim, que logo na manhã de Sábado, com o seu bom humor afastou o sono dos cerca de 80 participantes cujo dia começou bem cedo. Trouxe-nos as suas reflexões irreverentes sobre “ O Estado e a Sociedade Civil” e deixou mensagens bem claras como a pobreza ser o resultado das instituições injustas da economia e o assistencialismo acabar por se traduzir em medidas que não a combatem e ser de alguma forma um atentado ao respeito pela personalidade humana, pelo que não é com subsídios, mas sim com participação que se deverá intervir no combate à pobreza Sempre socorrendo-se da narração de episódio concretos e engraçados (para nosso gáudio), informou que o nosso país é daqueles com maior número de crianças pobres (24%) , sendo portanto uma falsidade afirmar que a nossa pobreza se concentra nos sectores de população mais envelhecida. Alertou para situações de alarme social como filhos de pais adolescentes, mães solteiras e pais divorciados, entre outras, que, não raras vezes, contribuem para o abandono escolar precoce e redundam em aumentos de marginalidade, violência e adopção de comportamentos de risco. Focou ainda o papel das IPSS´s, das JF´s e da Igreja neste cenário em que 12% dos pobres são trabalhadores e em que 20% da população mundial concentra em si 80% da riqueza e teve ainda tempo de se referir aos centros históricos como sendo palcos onde estes fenómenos se manifestam com maior gravidade. Ao final da manhã foi a vez do Dr. Ricardo Jorge Pinto, jornalista e comentador, nos brindar com algumas noções sobre a Ideologia Partidária e a sua evolução. Com a sua experiência fez uma análise histórica ao ideário e forma de intervenção dos partidos ao longo dos tempos e permitiu-nos ter uma ideia de uma visão com alguma equidistância face àquilo que é a actuação dos partidos políticos. Durante o almoço tivemos o prazer de ouvir o nosso anfitrião, o Exmo Sr. Vice Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Engº Aires Pereira que apresentou com orgulho a cidade, abordando o funcionamento e os serviços da autarquia. Já de apetite saciado, seguiu-se outra intervenção bastante útil : o Dr. Virgílio Macedo, economista e Secretário-Geral da Comissão Política Distrital do PSD Porto, abordou os temas do desemprego e empreendedorismo, com conselhos muito práticos , ficando na memória de todos a lista de qualidades e características que devemos possuir para conseguir atingir o sucesso, destacando-se alguma constante inadaptação, vitalidade, perseverança e gosto pelo risco. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 17
  • Após um coffe-break o Dr. Pedro Pedro Gil, docente na Faculdade de Economia do Porto, deuuma verdadeira aula sobre Economia Nacional. Na verdade, este painel prolongou-se por mais deduas horas e meia, uma vez que da assistência choveram perguntas e comentários uns atrás dosoutros e ninguém arredava pé apesar do avançado da hora. Ao jantar tivemos a visita da vereadora da JSD na CMP da Póvoa, Drª Andrea Silva e do DrºJoão Costa sendo que a primeira partilhou aquilo que foi a sua passagem pela JSD bem comoo seu actual dia-a-dia e o segundo abordou muitas experiências comparativas face a exemplosestrangeiros. Seguiu-se um saudável e merecido convívio, regado de boa disposição que apesar de se terprolongado ligeiramente não impediu que no dia seguinte de manhã, todo o grupo estivessepronto para o almoço de encerramento com as intervenções políticas versando sobre a actualidade porparte do Presidente da Comissão Política Distrital da JSD, Simão Ribeiro e do Presidente da ComissãoPolítica Distrital do PSD, Dr. Marco António Costa. Resta-nos esperar pela edição do próximo ano, agradecendo a disponibilidade do Partido paraapoiar e colaborar na realização destas Jornadas. Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 18
  • agenda  26, 27 e 28 de Novembro | XXI Congresso da JSD - Coimbra  3 de Dezembro | Era uma vez a JSD... com António Lacerda - Porto  4 de Dezembro | Evocação dos 30 anos do desaparecimento do Dr. Francisco Sá Carneiro - Sede Distrital do Porto  4 de Dezembro | Jantar com Dr. Pedro Passos Coelho - Lousada Não faltes... Informações / Esclarecimentos  O Jornal é realizado a custo zero;  A elaboração do jornal é feita por militantes que não são profissionais nesta área, apenas têm muita dedicação;  A informação das Secções é de responsabilidade das mesmas;  Criou-se um novo espaço de Acção Social, que vai permitir às secções dar a conhecer a obra de uma instituição que se destaque no seu concelho;  Foi acrescentado algumas frases de reflexão política, a cultura e a reflexão são essênciais.  Na tentativa de não censurar a informação das secções não foi limitado o número de caracteres, como originou algumas disparidades no futuro será limitado. Errata A Direcção do observador pede desculpa à secção da Póvoa de Varzim que tanto considera, por ter escrito anteriormente “Póvoa do Varzim” e não Póvoa de Varzim, embora o texto tenha sido revisto por diversas pessoas, a direcção admite e lamenta o lapso. Nota Contacta-nos através do nosso e-mail: jsdobservador@gmail.com Deixa as tuas sugestões, opiniões e críticas. Um dos nossos objectivos é imprimir alguns exemplares do observador, estamos a tentar resolver o factor económico, mas temos a esperança de “brevemente” tal ser possível. Anacleto Laranjeira Mariana Macedo João P. Meireles Colaboração Sandra Gomes Jorge Azevedo Fausto MatosDirecção Design Rua de Guerra Junqueiro, 64 - 4150-386 Porto | geral@jsdporto.net | www.jsdporto.net 19